1. Spirit Fanfics >
  2. Meus Pecados (Sally Face x Travis Phelps) >
  3. Conflito

História Meus Pecados (Sally Face x Travis Phelps) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Eu não sei o que escrevi, sinceramente. As coisas tem andado meio difíceis na minha vida então não tenho feito nada muito produtivo, perdão pelo tempo longo de espera que tiveram.
Queria ter caprichado mas não tive tantas ideias boas...Talvez tenha um one-shot parecido com essa fanfic futuramente, eu não sei.

Capítulo 2 - Conflito


Fanfic / Fanfiction Meus Pecados (Sally Face x Travis Phelps) - Capítulo 2 - Conflito

Ó pai, todo poderoso…

 

Sapatos pisando em madeira, suas solas produzem sons secos e rangidos também podem ser ouvidos. Travis andava em círculos, cansado. Sentindo seus pés arderem e queimarem como se estivesse pisando em brasa, sua cabeça latejava como se recebesse marteladas em seu crânio.


 

Não sou digno de ser um de teus servos…

 

O jovem encarou seu reflexo distorcido. O olho roxo inchou um pouco mais por conta de suas lágrimas, seu traje de padre levemente amassado e o pingente de cruz foi arrancado de seu pescoço e agora descansava em sua mão.


 

Não poderás me aceitar...Sou um pecador, um traidor imundo…


 

E as lágrimas voltaram. Num acesso de vergonha e raiva, Travis soltou um grito horrível de agonia e seu punho colidiu com o espelho...Pequenos cacos voaram em uma curta distância, mais socos vieram.


 

Perdoa este pecador, pai
 

 

- Pai...Preciso falar com o senhor

 

Kenneth olhou para seu filho. O garoto estava trajado como padre, o punho ensanguentado e lágrimas rolando por suas bochechas bronzeadas. O menino aproximou-se do pai com passos pesados e ajoelhou, quase lhe beijando os sapatos.

 

- Perdoai meus pecados...Quero ser um homem de Deus, não quero ser um pecador imundo…

 

- Não é para mim que deve pedir desculpas. - Resmungou, pisando nas costas do menino. - Eu já disse, Deus não perdoa pessoas como você.

 

 

Se entregue a revolta e afogue-se no pecado


 

"Eu sei que não nos conhecemos bem e que você provavelmente tem suas opiniões sobre mim. Mas eu pensei que talvez se eu te dissesse como me sinto, as coisas poderiam ser diferentes.

A verdade é que eu não consigo parar de pensar em você. Eu sou louco por você. Eu te acho incrível! Mas eu sei que esses sentimentos que eu tenho são errados. Um garoto não deveria sentir isso. A vergonha me consome por completo só de escrever essas palavras.

Meu pai me mataria, mas não posso viver na sombra dele para sempre. Eu só-"


 

 

Lágrimas salgadas, grafite de lápis e rabiscos agressivos. Ele está se entregando ao pecado.


 

- Eu não consigo fazer isso...É demais pra mim...Ele provavelmente me odeia.

 

Os corredores são borrões, chore, corra, se esconda...Tenha medo. Ele NUNCA vai retribuir seus sentimentos.

Esconda-se criança, esconda-se Travis Phelps. Você já está sendo julgado. Você vai implorar por piedade...Mas Deus irá esmagá-lo como o verme que você é.

 

O demônio está em sua mente, envenenando suas idéias e manipulando sua reflexão. Não há Deus quando um jovem está em conflito com seus sentimentos. Travis correu para o banheiro dos meninos, todos estavam na cantina então ninguém o viu correndo até lá.

Sua carta para Sally Face ainda estava em sua mão, o loiro a amassou com raiva e a jogou na direção do lixo, errando o alvo e vendo a bolinha de papel cair miseravelmente no chão. As lágrimas não cessavam em momento algum e assim Travis enfiou-se na última barraca do banheiro, mas ele não sabia que sua purificação seria feita pelo garoto que o fez pecar...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...