História Meus professores. - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Superman
Personagens Christian Grey, Clark Kent (Superman)
Tags 50 Tons De Cinza, Christian Grey, Clark Kent, Henry Cavill, Jamie Dornan, Professor, Professor X Aluna, Professores X Aluna
Visualizações 100
Palavras 2.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei para postar hoje mas tá aí. Espero que gostem, Kissus *3*
P.S: Eu não revisei o capítulo então me desculpem qualquer erro.

Capítulo 9 - Eu vou cuidar de você.


Fanfic / Fanfiction Meus professores. - Capítulo 9 - Eu vou cuidar de você.

So I'mma care for you

(Então, eu vou cuidar de você)

I'mma care for you, you, you

(Eu vou cuidar de você, você, você)
 

Cause girl you're perfect

(Pois garota, você é perfeita)

You're always worth it

(Você sempre vale a pena)

And you deserve it

(E você merece)

The way you work it

(A maneira como você trabalha)

'Cause girl you earned it

(Porque garota, você ganhou isso)

Girl you earned it

(Garota, você ganhou isso)

 

Earned it – The Weeknd

 

-Katherine, acorda. Estamos atrasados...- Ouvi uma voz masculina ao longe mas não me importei, voltei a dormir.

-Princesa, acorda...- Gemi de frustração e virei de lado.

-Deixa eu dormir...- Murmurei ainda bem sonolenta.

-Sabe, eu gostaria muito de continuar contigo nesta cama, mas realmente estamos atrasados.- Ouvi Jamie dizer e passos rápidos se foram ouvids pelo quarto, abri os olhos e me sentei na cama, esfregando os olhos tentando me acostumar com a claridade. Henry parou, me observou e sorriu.

-Eu poderia passar o dia todo te admirando nua nesta cama e com o cabelo de quem acabou de foder...- Fiquei vermelha com sua observação e puxei o lençol para me cobrir até acima dos seios.

-Já acabou com sua admiração?! Pois falta apenas 10 minutos para o sinal bater.- Disse Jamie para o irmão um tanto nervoso. Arregalei os olhos e me levantei correndo, rapidamente fui atrás das minhas roupas, mas eu não estava de uniforme quando vim para cá.

-Ai, droga.- Digo voltando para o quarto de Jamie depois de vestir minha calcinha e sutiã.

-O que foi? Por que ainda não está vestida, Katherine?! Droga, vamos nos atrasar mais ainda.- Jamie colocou a blusa social branca. Ele estava nervoso e falava comigo com a voz elevada, isso me fez ficar com raiva também.

-Desculpa se eu vim para cá com a intenção de estudar e não com a intenção de perder a virgindade cacete. Não sei se lembra mas eu vim sem uniforme, porra. Que saco!- Bufei e Henry me olhou surpreso, assim como Jamie.

-Tá, tudo bem... Estamos todos nervosos por estarmos atrasados mas vamos nos controlar. Vai assim mesmo, Katherine e pense em uma boa desculpa para dar.- Henry tentou acalmar a tensão que havia se instalado ali.

-Que seja, só fique pronta logo, você tem 4 minutos.- Disse Jamie descendo, revirei os olhos e logo Henry desceu também pronto. Terminei de me arrumar mais rápido que nunca e me encarei no espelho, estava com pequenas olheiras e mesmo o cabelo estando preso, parecia que tinha acabado de foder. Usava short curto, blusa de alça com um leve decote e all star preto.

-Droga... eu não posso ir assim.- Bufei, mas sabia que não tinha outra alternativa. Havíamos transado até ver um pequeno brilho no céu pela enorme janela do quarto de Jamie, se conseguimos dormir por uma hora foi muito.

Desci encarando os dois em pé nervosos e Henry segurava minha mochila nas mãos, quando me olharam fecharam a cara mais ainda.

-Esse short é curto demais.- Comentou Jamie ainda nervoso, bufei.

-Sério?! Não tinha reparado.- Digo irônica. –Não posso fazer nada, foi a roupa que eu vim...

-Não temos o que fazer, vamos logo.- Disse Henry já indo pra garagem, eles foram em carros diferentes, como Henry estava com a minha mochila eu fui com ele. Eles corriam muito, devem ter pegado alguma multa por estarem em alta velocidade e ultrapassarem carros onde não podia ultrapassar. Antes de virar a esquina da escola Henry parou o carro para eu descer e também não nos verem juntos.

Desci e já fui correndo, ouvi meu celular tocar mas já sabia quem era antes mesmo de pegar o mesmo e olhar. Certamente era Agatha para saber de mim, quando cheguei na escola já vi o carro dos dois estacionado e uma Agatha sem paciência. Quando ela me viu, ficou surpresa e sorriu maldosa.

-Algo me diz que não deu tempo de passar em casa, foderam antes de virem, né?! Eles passaram por aqui voando.

-Realmente não deu tempo de passar em casa, mas não fodemos antes de vir... resolvemos ir dormir só quando o sol já estava nascendo.- Ela fez um “o” com a boca e gritou trazendo olhares para nós duas.

-Foderam a noite toda?! Caramba, me superou hein.

-Vamos logo... preciso inventar uma desculpa para estar sem uniforme.

-Fala que teve que ir urgentemente na casa de seus avós e rolou tiroteio que não deu para ir pra casa à noite.

-Mas a senhorita poderia ter levantado mais cedo para ir até em casa colocar o uniforme.- Digo imitando a voz fanhosa da inspetora da escola. Tatá riu.

-É que o tiroteio rolou quase a noite toda e meu avô não conseguiu dormir, quando finalmente dormiu, eu fui dormir só que já era quase 06h e eles moram quase uma hora da escola.- Era impressionante como ela inventava boas desculpas tão depressa.

-Tudo bem, Srta Katherine. Mas que isso não venha se repetir.- Rimos um pouco. –É, essa desculpa vai colar.

-E também vai explicar essas olheiras.- Revirei os olhos.

-Droga...- Entramos na escola.

-Que isso, Katherine. Que bundinha hein...- Disse um garoto qualquer que nunca havia me olhado antes, fiquei vermelha com o elogio e Tatá riu invés de me ajudar.

-Vai se acostumando, hoje o dia será épico para você. E lá vem ela...- Tatá olhou para a inspetora que me olhava com raiva. –Fui, amiga... boas aulas.

-Pode me explicar do por quê está sem uniforme?!- A inspetora se aproximou de mim e contei a ela, e não é que a chata acreditou?! Logo fui em direção à sala de aula sendo elogiada por vários garotos, não gostava daquilo, não gosto de ser o centro das atenções.

-Porra, Katherine se soubesse que era tão gostosinha assim já tinha te pegado de jeito.- Fiquei vermelha com aquilo mas ouvi uma voz familiar atrás de mim.

-Sr. William seja mais respeitoso, e vá para a sua aula que já deu a hora.- Ele balançou a cabeça e se afastou. Suspirei e balancei a cabeça. –Pena que eu não posso falar que EU peguei essa gostosinha de jeito ontem.- Sussurrou em meu ouvido que me fez arrepiar. Olhei encarando um Henry com sorriso maldoso nos lábios.

-Por favor, para com isso...

-Ou o que? Vai se atirar em mim?- Se aproximou mais de mim, já podia sentir sua respiração em meu rosto.

-Henry estamos na escola, se controla. Alguém pode ver...- Olhei em volta e ele se afastou.

-No intervalo vá à minha sala.- Se afastou.

-Não sei se vou.

-Não é um pedido, Srta. Katherine.- Bufei e revirei os olhos, logo fui para a minha sala de aula e me sentei. Me cutucaram o ombro e olhei para a pessoa, era Emily.

-Vamos ter uma boa conversinha no intervalo, puta.

[...]

Guardei meu material na mochila e me levantei, mas fui puxada com brutalidade para a cadeira novamente. Era as duas “capangas” de Emily, uma delas parecia ser sapatão, não que eu tivesse algum preconceito, mas já a vi dar umas olhadas para mim de um jeito que me fazia questionar.

Quando todos os alunos saíram e inclusive o professor de Geografia, Emily foi até a minha frente com os braços cruzados.

-O que quer comigo?

-Por que diabos está com essa roupa?! Está tentando por a caso provocar os professores?- Ela riu. –Saiba que eles preferem uma loira gostosa como eu do que uma morena sem graça como você.

Ah.... como eu queria esfregar na cara dela que eu fodi com os dois a noite toda, mas não podia ou eles iriam perder o emprego, infelizmente eu tenho que ficar quieta.

-Não vim com essa roupa nessa intenção, Emily. Assim como não tenho a intenção de ir pra cama com aqueles professores.- Mentira! Dei de ombros. –Pode ficar tranquila, eu não quero nada com eles...

Me levantei mas fui puxada novamente para a cadeira.

-Eu não acabei com você, putinha. Eu vejo como eles olham para você.

-Desculpa mas não sei disso, nem sabia disso...

-Não se faça de tonta, garota. Se você continuar se insinuando para eles, eu juro que vou te arrebentar. Meninas, dêem um jeitinho no material dela, assim ela terá que se preocupar com os outros professores também invés dos meus maridos.- Maridos?! Essa Emily ta pirando.

As outras duas pegaram meu material da mochila, rasgaram meu caderno todo, o que não foi arrancado foi rabiscado. Pois é.. elas tinham essa atitude infantil. Só fiquei observando aquilo tudo, acho que Emily percebeu que aquilo não me afetava pois puxou meu cabelo com força e bateu forte no meu rosto. Arregalei os olhos um tanto surpresa e senti meus olhos se encherem de água, ela riu e me jogou em cima da cadeira de novo.

-O que está acontecendo aqui?- Olhei para o meu salvador... Jamie.

-Professor, estamos ajudando a Kath. Uns meninos fizeram essa barbaridade com ela e ainda bateram nela.- Jamie a olhou.

-Por que fizeram isso?- Ele não estava acreditando nela, estava?!

-Eles queriam que ela fizesse um boquete neles, mas ela falou que não podia fazer isso na aula, que faria no intervalo, agora. Daí ficaram com raiva.- Ela deu ombros. Não acredito que ela fez isso. Ele me olhou.

-É verdade, Srta. Katherine?- Vi o olhar de Emily sob mim, o olhei nos olhos.

-Sim...- Ele suspirou.

-Tudo bem, meninas. Obrigado por isso e agora é comigo, irei levá-la à direção. Podem ir.- Ele deu uma piscadela para Emily que sorriu e me olhou arqueando uma sobrancelha. Logo elas saíram. Bufei e fui catando tudo aquilo, ele me parou.

-Katherine, por que elas fizeram isso com você?- Não me aguentei, deixei as lágrimas rolarem. Ele me abraçou e ficou mexendo em meu cabelo até eu me acalmar. –Agora fala....

-Emily acha que estou tentando seduzir você e Henry. E quer me fazer parar...

-Mal sabe que ela que você de fato conseguiu.- Ele deu um lindo sorriso e eu retribui com um fraco. –Vem, vou contar à diretora o que aconteceu e elas serão punidas.

-Não, se fizer isso elas vão fazer pior.

-Elas precisam ser punidas, Katherine.

-A vida fará isso... eu vou pra casa.

-Eu te levo.- Disse me ajudando a levantar.

-Não, você tem que dar aula.

-Eu dou uma desculpa à diretora, e que inclua você. Aliás, te dou aula de reforço.- Fomos até a sala da diretora e ele entrou. Menos de 3 minutos ele saiu. –Vamos.

Fomos até o estacionamento, Agatha me fez um sinal e eu dei de ombros para ela. Entrei no carro de Jamie colocando o cinto, ele fez o mesmo e deu a partida dirigindo até a minha casa. Parou o carro em frente à ela.

-Seus pais estão em casa?

-Não, estão trabalhando... Quer entrar?- Ele assentiu e saímos do carro, entrei em casa sendo seguida por ele e fui até a sala. –Fica a vontade... quer água?

-Não... senta aqui.- Apontou para o seu lado no sofá. Me aproximei e me sentei, ele me observou e passou os dedos pelo meu rosto onde tinha uma marca vermelha. –Ela vai pagar, Kath.

-Não vai... você não vai fazer nada.- Tirei a mão dele dali. Ele se aproximou de mim e me beijou, retribuí o beijo mas ele logo se afastou.

-Quero você para mim... apenas para mim. Quero cuidar de você, baby.

-Você tem à mim agora...

-Não tenho... meu irmão também te tem.- Ele suspirou. –No momento eu não me importo, agora eu só quero te foder e te castigar por usar esse shortinho curto.

-E-eu não tive escolha.- Fiquei vermelha e me afastei um pouco. Ele sorriu me observando e se levantou. –E você precisa voltar pra escola.

-Alguns minutos fora não irão fazer mal.- Desabotoou sua blusa e abriu sua calça. –Te farei minha neste exato momento, Srta. Katherine e não tem como escapar de mim.

Mordi meu lábio observando aquele deus grego à minha frente, quanta sorte eu tenho por ter esse cara na minha vida.  


Notas Finais


E ai, o que acharam? Comentem para eu saber a opinião de vocês. Críticas ruins também aceito haha. Kissus *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...