História Meus vizinhos(Block B) - Capítulo 10


Escrita por: e _zico_1992

Postado
Categorias Block B, IKON
Personagens B.I, B-Bomb, Bobby, Chanwoo, Donghyuk, Jaehyo, Junhoe, Kyung, P.O., Personagens Originais, Taeil, U-Kwon, Yunhyeong, Zico
Tags Block B
Visualizações 15
Palavras 2.976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Chapter - 10



Durante a semana tudo ocorreu normalmente.
Ken estava na minha cola assim como os meninos do seu grupinho, Somin e Hee estavam bastante proxímas de mim, estavamos bastantes amigas, as vezes depois da faculdade elas me acompanhavam até o trabalho já que elas trabalhavam perto do petshop de minha tia.Já fui diversas vezes a casa de Somin passavamos a noite conversando e fazendo penteados e maquiagens umas nas outras.
Amanhã logo pela manhã eu iria viajar para Tóquio, iria ficar por lá 3 dias, pois haveria um jantar muito importante da empresa de meu tio e como era de se esperar eu iria, eu era  a principal herdeira de toda a empresa de minha família, Ken também iria ao tal jantar.
Hoje teve prova, e fui a primeira a sair de minha turma - afinal quem terminasse estava liberado - assim que sai de minha turma fui para uma área da faculdade onde havia vários bancos, eu havia prometido a Somin que iria a esperar ali pois depois da faculdade iriamos ao shopping, eu estava com fones de ouvido nas alturasouvindo  Ko ko bop enquanto olhava o laguinho que tinha um pouco a frente dos bancos, quando pelo canto dos olhos eu vi alguém sentar ao meu lado, ignorei pois ao que tudo indica era algum universitário, derrepente um perfume conhecido poude ser identificado por mim rapidamente retiro meus fones.
B-bomb  - Olá Aura...o que faz aqui sozinha? - Ele sorri.
Aura - Olá Bomb...estou esperando uma amiga mas já estou indo. - Guardo meus fones na bolsa.
B-bomb - Como está?faz tempo que não nos falamos tanto...derrepente você ficou tão distante...foi pelo o que aconteceu naquele dia na balada?se for eu...
Aura - Não...é que...eu...eu tenho que ir! - Faço uma leve revência.
Sorrio e então saio andando a passos rápidos, depois dali eu encontrei Somin e fomos para o shopping.No dia seguinte fui para Tóquio junto com o Ken, conversamos normalmente e ele não tentou nada, passando os 3 dias retornei para Seul.Apenas Somin e minhas outras amigas e Taeil sabiam que eu tivera viajado, durante esses dias fora eu me comuniquei bastante com o Tae, ele é meu melhor amigo agora, ele tem sido um amorzinho.Quando voltei para casa Zico me ligou e então passamos a tarde toda na minha casa, coloquei a matéria perdida em dia e então Zico me contou que haveria uma festa a fantasia semana que vem na faculdade, para arrecadar dinheiro para alguns projetos dos veteranos, ele estava super animado para a tal festa, Zico me falou que sentiu minha falta e que queria me levar para passear qualquer dia desses, apesar de tudo eu gosto do Zico, mas não sei dizer bem o que sinto quanto a ele, pelo Tae eu sinto um enorme carinho, e o tenho como meu irmão mais velho, as vezes fico confusa quanto a minha relação com eles, tenho que considerar o fato do Kim ter sido meu primeiro crush assim que cheguei em Seul mas fiquei chateada por ele ter me ignorado e por ele nem se dar a trabalho de me explicar o que eu vi no estacionamento...eu sei que eu o interrompi quando ele iria falar sobre o acontecido, mas ele poderia muito bem ter me procurado para se explicar, mas não, ele preferiu levar a séri o que eu disse, e por diversas vezes eu fiquei desconfortável com sua presença, Tae disse que o Yukwon consegue ser bem orgulhoso, e que ele tem muito medo de se envolver em um relacionamento sério, graças a sua ex namorada ele criou um certo desgosto por relacionamentos sério.
Sai dos meus desvaneios quando o Zico sela nossos lábios do nada.
Aura - QUE ISSO? - Me levanto do sofá onde eu antes estava sentada
Zico - Você me deixou falando sozinho...de novo! - Ele diz fazendo cara chorosa - a propósito precisamos conversar sobre aquele dia que o U-kwon-hyung dormiu aqui com você...
Aura - P-para que?
Zico - Somos amigos...pode me contar vai - ele sorri - Não vou ficar com ciúmes, só estou curioso...
Aura - Para que essa curiosidade toda... - Tento desfarçar e vou para meu quarto pulando na cama e deitando de bruços.
Zico - No outro dia eu o hyung estava bastante feliz e não parava de falar de você...
Sinto o Zico se deitar ao meu lado e então o olho.
Aura - Ele não comentou nada do que fizemos?
Zico - Sempre que toco no assunto ele desconversa ou me deixa falando sozinho, ele não contaria algo tão íntimo de vocês dois...mas enfim me conte vocês... - ele gesticula e eu nego com as mãos de forma desesperada.
Aura - Não...Zico...mas tem algo que quero contar...
Zico - Por favor estou realmente curioso...
Aura - Não vai contar para ninguém?
Zico - Não prometo!
Aura - Não aconteceu nada demais, conversamos, nos beijamos, mas não passou disso, nessa época eu estava meio que estava afim dele - Eu fico extremamente corada.
Vejo o ser a minha frente arregalar os olhos e sua boca formar um perfeito "O" fazendo eu esconder meu rosto no travesseiro.
Zico - VOCÊ É AFIM DO U-KWON?EU SABIA!
Aura - FALA BAIXO CARAMBA! - Eu arremeço um travesseiro nele
Aura - Não deveria ter contado
Zico - Yah que sortudo...ter você gostando dele...
Aura - Zico é estranho falar disso com você...podemos mudar de assunto?
Zico - Podemos. - Ele sorri.
[...]


Me olho no espelho completamente pronta e rio baixo ao perceber que meus cabelos estavam agora totalemete negros, eu estava fantasiada de branca-de-neve.
Saio do meu apartamento e então fico aguardando meu taxí.
A festa estava cheia, todos ali usavam fantasias, eu havia mandado mensagem para as meninas dizendo que eu estava perto da mesa de bebidas, peguei um copo de vodka e então olhei a minha volta vendo se havia algum conhecido, derrepente entram sete homens na festa todos eles usavam ternos e mascara de palhaço, o grupo então se aproximou da mesa de bebidas - na qual estava bem ao meu lado - olho para o lado e então vejo a Somin fantasiada de Zatanna -liga da justiça - a mesma olhava em volta a procura de algo eu aceno em sua direção porém ela não me nota, quando torno a olhar para frente vejo um dos palhaços com o rosto bem proxímo do meu, acabei por me assutar e dá um pulinho para trás, derrepente outro palhaço se aproxíma de nós e então fica os dois me encarando por 2 segundos e então eu sinto meu braço ser cutucado, olho para o lado e ali estava um ser vestido de coringa, e novemente eu me assustei.
Ken - Você está linda princesa...
Aura - Como me reconheceu?
Ken - Foi só um chute...
Olho na direção onde os palhaços estavam e então ao inves de 2 haviam sete palhaços olhando para mim.
Ken - Quem são?
Aura - Sei lá...não é o seu grupo não?
Ken - Não eles estão com roupa de super herois...
Eu e Ken nos entreolhamos e então saímos andando rumo a pista de dança...
[...]
Já eram 00:34, a grande maioria das pessoas que ali estavam já se encontravam bebadas, Somin e as meninas sumiram, Ken estava se atracando com alguém por ai, já eu estava me encontrava na pista de dança dançando loucamente junto com o June e o Bobby, que diferente dos seus amigos não estavam tão bêbados, e até agora eu não tinha visto o Zico e os meninos, os tais palhaços eu via vez ou outra.Depois de duas músicas eu avisei para o Bobby que iria ao banheiro retocar minha maquiagem ele concorda e pede para eu não me afastar já que iriamos embora juntos.A festa ocorria no ginásio, havia um banheiro bem proxímo, mas para minha infelicidade, estava trancado, e ali dentro eu podia jurar ter ouvido gemidos femininos, bufo com aquilo e então comecei a caminhar em direção ao banheiro mais proxímo que ficava no 1º andar do meu prédio, chegando lá novamente a porta estava trancada, eu morria de medo de perambular pelo prédio a noite e principalmente sozinha.Corri para o elevador e então subi para o 3º andar, o andar que eu conheço como a palma da minha mão - e também o que tinha menos chance de estar trancado -  entrei no banheiro feminino me encarado no espelho, eu apenas retirei o meu batom já que ele estava quase toda hora ficando borrado graças aos copos de vodka que eu bebia, e então sinto meu celular vibrar, era uma mensagem do Zico pedindo para me encontrar na nossa sala, estranho?sim!
Sai do banheiro e então caminhei até a porta da minha sala a abrindo de forma devagar vendo o Zico com o terno e a mascara de palhaço em suas mãos, ele estava sentado em cima da mesa do professor e assim que me viu ele sorriu e pediu para eu entrar e trancar a porta, e assim fiz.Vejo o maior descer da mesa e então caminhei em sua direção ficando frente a frente sem dizer nada não movo um musculo sequer já prevendo o que ele faria.O maior sorrir me olhando e então se aproxima lentamente, nos encaravamos de forma intensa, sua mão acariciou lentamente minha bochecha e não demorou muito para eu me esticar - já que eu era baixinha até mesmo usando salto - e beijar ele, Zico se abaixou um pouco e então retribuiu o ato, enroscando seu braços em minha cintura, minhas mãos bricavam com a gola de seu terno, nossos corpos aos poucos iam se colando, nossas líguas estavam em perfeita sicronia, era como uma dança lenta e sensual o que causava um certo frio em minha barriga, sinto a mão do maior descer até minha bunda deixando um leve aperto ali fazendo-me arfar, paramos apenas quando o ar nos faltou mais ainda sim deixamos nossos rostos proxímos, nossas repirações estvam desconpasadas, Zico tinha um sorriso de orelha orelha.
Zico - Sua boca e viciante garota, você pode fazer estragos, tem noção disso?
Um arrepio percorreu meu corpo inteiro quando senti beijos molhados serem deixados em meu pescoço - eu me tornei bastante sensível nessa área - derrepente sinto um chupão ser deixado na área o que me fez gemer bem baixinho, senti o Zico rir baixo e apertar minha cintura.
Zico - Eu sempre quis marcar seu pescoço - Disse roucamente bem proxímo ao meu ouvido em seguida mordendo levemente minha orelha. 
CHAMA O SAMU QUE EU NÃO ESTOU BEM
Quase derreti naquele momento, em milésimos Zico colou nossos lábios de forma possesiva, e não havia outra saída a não ser retribuir, as mãos dele foram de encontro a minha bunda apertando levemente, o que me fez gemer e me desgrudar de seus lábios causando um estralo, antes que eu pudesse dizer algo ele me deu impulso para subir em seu colo, e assim eu fiz, entrelcei minhas pernas em seu quadril, voltamos a nos beijar de forma afoita e então meu corpo foi prensado contra a parede, derrepente me lembrei que estava na minha sala de aula, e estavamos quase trepando ali, se fossemos pego estariamos ferrados.Me separei do ser a minha frente com a respiração desrregulada.
Aura - Vamos parar por aqui, alguém pode nos ver...e estamos, bebados...é errado!
Ouço sua risada
Zico - Estamos no 3º andar, ninguém nos procuraria aqui...sabe...eu sempre me imaginei eu e você gemendo como loucos ali em cima da mesa dos professores - Ele diz baixinho em meu ouvido.
Aura - Z-zico pelo amor de Deus não faz isso...
Zico - Fico imaginando o quão apertada você deve ser...me receberia tão bem - Ele começa a caminhar rumo a mesa me sentando ali em cima e me fitando enquanto mordia seu lábio inferior
ESSE HOMEM VAI ME LEVAR PARA PERDIÇÃO
Zico - Você deve ter um gosto muito bom... - Ele sorri malicioso.
Eu estava sentada na mesa e ele estava entre minhas pernas e assim que nossos íntimos se chocaram eu senti sua ereção.
Zico - Em pouco tempo você me deixou assim.
Quando iriamos nos beijar novamente o meu celular toca, o que fez Zico xingar, atendi o celular.
Ligação ON
P.O - Aura?você viu o Zico ou o U-kwon?
Aura - O Zico?
Encarei o mesmo e então as mãos do maior passaram a acariciar minhas coxas por baixo do vestido e eu acabei por suspirar.
P.O - Sim, eles sumiram...
Aura - O Zico está comigo...
P.O - Ah...fico menos preocupado, daqui a meia hora iremos embora, avise a ele...alias vamos conosco...
Aura - Claro...
P.O - Até mais!
Ligação OFF
Zico - Quem era?
Aura - O P.O daqui a meia hora vocês vão embora, ele estava procurando o U-kwon e você...
Zico - Aish...o maknae estragou tudo...
Ri baixo enquanto me recomponho
Aura - Vamos descer, eu prometi que não iria demorar ao Bobby, e também eu tenho que avisar a ele que vou embora com vocês.
Zico - Por mim tudo bem, agora como eu vou descer com isso - Ele aponta para sua notável ereção.
Aura - Já ouviu falar em masturbação?pois é!ajuda, use as suas mãos!
Zico - Tenho uma ideia melhor...
Aura - Se vira... - Digo divertida.
Zico - Yah...vou no banheiro me espere aqui, já que você não quer ajuda seu oppa...
Ele sela nosso lábios rapidamente e sai da sala correndo, cerca de 5 minutos depois ele voltou retornamos para a festa e várias pessoas nos encaravam - já que estavamos com as mãos entrelaçadas e vire e mexe Zico roubava selinhos meus, não demorou muito para acharmos os meninos, conversei com o Bobby e mesmo demorou para deixar eu ir embora com os meninos, mas por fim ele cedeu, U-kwon ainda não havia aparecido e os meninos já estavam preocupados já que ninguém tiverá o visto na festa desde da hora em que eu e o Zico sumimos, o celular do U-kwon estava desligado.Resolvemos nos separar e procura-lo, quem achasse primeiro avisava aos outros, cada um foi para um lado, menos eu e o Zico que fomos na mesma direção, resolvemos procurar no banheiro do ginásio, e assim que eu e meu namorado nos aproximamos da porta ouvimos em alto em bom som "U-kwon" ser pronunciado por uma voz feminina em seguida um gemido que parecia mais grito, Zico e eu nos entreolhamos e então batemos na porta com extrema força, ouvimos murmuros e depois de muito bater na porta ela foi aberta, rapidamente uma garota passou por mim e pelo o Zico faltando nos derrubar a garota saiu em disparada arrumando sua fantasia de Zatanna, era a Somin, senti um leve frio em minha barriga, Zico e eu estavamos bastantes confusos, rapidamente entramos no banheiro dando de cara com o U-kwon sentado ali arrumando seu terno,o lugar estava abafado...
U-kwon - O que estão fazendo aqui?cansaram de foder na sala de aula e então resolveram vir me atrapalhar - Ele se levanta segurando sua mascara de palhaço.
Zico - Pensei que odiava aquela garota...mas vejo que toda aquela magoa se transformou em tesão com T maiusculo...
Aura - Como sabe que estavamos na sala de aula - Olho para o Zico e ele dá de ombros como se dissese um "eu não disse nada"
U-kwon - Eu estava indo falar com você Wada Aurora...mas ai vi vocês dois...
Zico - O que você queria com ela hyung?
U-kwon ficou estático, ficou com um semblante surpresa e novamente senti um frio em minha barriga.
U-kwon - Conversar sobre um assunto que agora nem vale a pena - Ele nega com a cabeça - você é rapído - Ele nos encara e sai da sala esbarrando fortemente em meu ombro tal ato fez eu meio que eu recuar.
U-kwon - Aurora...deve ser realmente fácil de se levar para cama, qualquer consegue beija-la, até o Taeil -  Ele gritou de longe.
Em um milésimo de segundo eu vi o Zico pular em cima do U-kwon - literalmente - e lhe dar um soco.Eles começaram rolar no chão se batendo e eu apenas tentava separar.
Zico - Nunca mais diga isso da Aura, você só diz porque é um idiota e não consegue se declarar para a garota que gosta.
E novemente eles voltaram a se bater, eu a todo custo falava para eles pararem, eles pareciam dois cachorros brigando, isso porque são melhores amigos\broters, e em um ato subito eu fui segurar os punhos do Zico para que ele não quebrasse o nariz do idiota do U-kwon, e acabou sobrando para mim, eu acabei por perder o equilibrio e cair de bunda no chão, derrepnte eu vejo o Bobby e o June aparecerem, junto a eles estavam o P.O, Taeil e B-bomb, os meninos quase que não conseguiram separar eles, mesmo numa certa distâncias eles se alfinetavam.
Taeil - Aura seu braço...ele tá machucado.
O soco que era para ter acertado a fuça do U-kwon pegou no meu braço fora que a todo momento o Zico me empurrava numa tentiva falha de me afastar, supirei.
B-bomb - MAS PRA QUE MERDA VOCÊS ESTAVAM BRIGANDO?ISSO POR QUE SE DIZEM MELHORES AMIGOS!
Zico - ESSE IDIOTA XINGOU A AURA DE FÁCIL É UM IDIOTA MESMO!NÃO SE DEVE XINGAR AS MULHERES!
P.O - QUASE QUE VOCÊS SE MATAM E LEVA A AURA!
Zico - ELE A OFENDEU, APOSTO QUE DIZ ISSO PORQUE ELE NUNCA CONSEGUIRA UMA NAMORADA DESCENTE AFINAL TODAS AS VADIAS QUE ESSE FROUXO ARRANJA O TROCAM POR OUTRO!
U-kwon - CALA A MERDA DESSA BOCA SEU IDIOTA, VOCÊ NÃO SABE DE NADA, ME SOLTA CARALHO - Diz se debatendo enquanto o June, Bobby e B-bomb o seguravam.
Aura - Tae...deu por hoje - Nego com a cabeça e saio andando para longe do local.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...