História Loucuras entre irmãos - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Maisa Silva
Personagens Maisa Silva, Personagens Originais
Tags Pedro Maia (mc Pedrinho)
Visualizações 183
Palavras 952
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hay, gente me desculpe a demora eu pretendia postar ontem a tarde mas estava ocupada e só tive criatividade agora.

Aaaah e hoje mesmo sai a fanfic no Wattpad, quem quiser o link me manda direct no insta (Babyanaemia) ou msg aqui msm.

Capítulo 7 - VII


*Maísa Narrando*

Chegamos em São Paulo e nossos pais já estavam em casa.

- Onde estavam? -Pergunta Soraya ao entrarmos e ela está na sala vendo TV.

- Guarujá -O Pedro responde depositando um beijo na bochecha da Loira de pele Clara e olhos verdes intensos.

- Então vão se arrumar que vamos almoçar na casa de um amigo do seu pai.

- Oi Mãe -Digo a fazendo perceber que estou aqui.

- Ah, Oi filha, fico feliz que vocês estão se dando bem e você não está mais tão trancada no quarto como sempre -Sorrio fraco porque por mais que isso soe como uma crítica, em parte é elogio.

- O papai está onde? -Pergunto me encostando na parede exausta

- Escritório -Bocejo desanimada e subo as escadas para o terceiro andar rumo ao escritório

Bato de leve na porta com o coração acelerado por medo dele me dar bronca pelos vinhos.

- Papai? Licença -entro e ele desvia o olhar dos Papéis para mim.

- Oi Filha, onde você e seu irmão estavam?

- No Guarujá, desculpe termos ido sem avisar.

- Tudo bem, mas o que quer? Você quase nunca vem aqui

- É que -prouro palavras para explicar -Assim, eu estava limpando a parte de vinhos e sem querer quebrei um -digo e sento na cadeira frente a ele

- Eu e sua mãe vimos os cacos no lixo -ele ri me olhando

- Desculpa, por favor, eu prometo não gastar mais dinheiro só para pagar -tampo o rosto com receio

- Maísa, Não se preocupe, acidentes acontecem, é só um vinho, sempre que viajo trago novos -Ele vem até mim, se abaixa perto da cadeira e me abraça me fazendo lembrar de todas as vezes que eu estava triste quando era mais nova e ele sempre repetia o gesto me dando conselhos

- Desculpe Papai, tiro as mais do rosto e o abraço

*Pedro Narrando*

Acordo meia hora depois de subir, Meu celular toco e vejo: "Ayla", suspiro antes de atender

- Oi -Atendo procurando uma roupa no Guarda roupa de deixando o celular no Viva voz.

- Amor, quando a gente vai se ver?

- Ayla, Não vai dar, sabe a gente mal se conhece e você já tá querendo me ver denovo? -Pego uma calça calça preta

- Mas amor aquela noite foi ...- Ela para de falar quando ouve que a porta do quarto se abre

- Pedro daqui a pouco nosso pais estão saindo -Ela me olha fixamente depois olha o ecrã do celular demonstrando que ouviu

- Não é nada do que está pensando -vos até a porta quando ela sai

- A vida é sua Pedro, agora vai se arrumar em vez de ficar conversando com sua nova passa-tempo, opa, namorada

Ela vira as costas e fico com cara de interrogação sem entender muito, até porque ela ouviu tudo pela metade

- Ayla, Não me procura mais, sério, eu não quero mais te ver na minha frente -Desligo o celular

Pego minhas roupas e vou pro banho.

*Maísa Narrando*

Eu sabia que o Pedro estava me enganando, eu me odeio tanto por ter acreditado nele, eu não sei porque fui pensar que com ele seria diferente, tenho certeza que ele me usou só para tentar esquecer a outra.

- Aaaa -grito abafando minha boca com a palma da mão

Lágrimas escorrem por meu rosto, sento no chão do quarto encostada na porta e simplesmente deixo as lágrimas saírem talvez a angústia, A raiva e a dor que está dentro de mim, saia.

Eu sei que o que sinto por ele vai muito além do que carinho, é um sentimento se confiança, que ele logo quebrou, Eu não sei como ele foi capaz de fazer isso comigo, Eu achava mesmo que ele não seria só mais um babaca, eu sabia que confiar em pessoas só iria me deixar mal, eu me odeio por ter deixado ele me usar, por não ter sido mais forte que um desejo fútil, A minha única vontade agora é sumir.

- Já chamou o Pedro? -Ouço a voz de Soraia

- Uhum -respondo com a voz embasbacada pelo choro

- Maísa?

- Oi - respondo respirando fundo - Eu já chamei ele, agora preciso me arrumar

- Estamos esperando lá embaixo

Me levanto enxugo as lágrimas, olho meu rosto e está bem vermelho, passo corretivo nas olheiras e prendo o cabelo. O rosto da uma amenizada mas o olho continua vermelho e no nariz.

Saiu do quarto e vou descendo para o elevador, são 20 andares e o elevador estava no térreo, conhecendo bem a lentidão, sei que vou esperar no mínimo uns 2 minutos aqui.

Resolvo ir pela saída de emergência e o Pedro aparece.

- Onde vai? - O ignoro e vou pelas escadas

- Vai descer 20 andares? - O ignoro novamente e desço rapidamente- Ei, me espera

Sinto ele em puxar e acabo caindo, Meu corpo vai descendo se escada a baixo e me levanto

- IDIOTA -Grito e olho em que andar estou (Nono)

Mesmo com meu corpo doendo continuo descendo correndo e me limpo da poeira que tinha na escada.

Chego no estacionamento um pouco derrotada, cabelo amarrotado.

- Você está bem? Você caiu e continuou correndo, já pensou se estivesse se machucado?

- Pedro, eu estou ótima, se você não me segurasse eu não teria caído.

Minha cabeça doi, meu tornozelo também mas vou preocupar ninguém com isso.

- Até que enfim -Diz Soraya

Entro no carro, ponho fone de ouvido (Lana Del Rey - Summertime Sadness) e vou tentando não chorar mas os pensamentos vão me corroendo e a vontade e de virar e quebrar a cara do pedro.


Notas Finais


Meu user no Wattpad é o mesmo daqui então fica fácil achar minhas outras fanfic's (lá tenho mais duas Camren).

Sugestões sobre a história mandem no direct do insta.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...