História Mi Ángel - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Álvaro Morata, Francisco "Isco" Suárez, Marcelo Vieira, Marco Asensio
Personagens Marco Asensio, Personagens Originais
Tags Real Madrid, Romance
Visualizações 106
Palavras 1.580
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo novo...Boa leitura

Capítulo 11 - Quer aposta?


Fanfic / Fanfiction Mi Ángel - Capítulo 11 - Quer aposta?

                         Pov Asensio

No outro dia

Estava chegando no CT para mais um treino já que nesse fim de semana iria começar a La liga e queríamos muito esse troféu mais uma vez

- bom dia _ falei para os seguranças

- bom dia

Entrei e logo fui atrás da minha placa para estacionar o carro

- hey picha _ escutei a voz de nacho

Tranquei meu carro e logo esperei o espanhol vim ao meu lado

- bom dia Nachito

- bom dia, tá animado para hoje?

- como nunca

Seguimos para entrar no CT e logo fomos para o vestiário, vi que a metade da equipe estava lá e só faltava Bale, Casemiro e ceballos esses sempre chegam um pouco tarde

- vamos lá _ isco chamou

Terminei de me vestir e seguir para o campo com Llorente e Isco, peguei uma bola e comecei a correr até o gol onde estava o Kiko

- hey tá ficando com a Carla? _ Llorente quis saber

- não, Por que?

- qual é Marco, eu sei que está sim

- sério ,eu e ela não passa dos beijos

Ele me olhou desconfiado

- é acho que nem vai passar

- porque não?

- ah Marco ,tenho certeza que ela nunca viu um homem no meio de suas pernas.

- Llorente isso não é assunto para nós _ falei

- verdade, mas sabe Marco eu duvido que você durma com ela

- quer aposta ?

- você não…

- quer apostar?

Ele pegou na minha mão

- um relógio daqueles que amei quando fomos no shopping

- fechou

Seguimos o treino normalmente e logo isco se pois ao meu lado

- o que llorente queria?

- nada não

Se eu falasse para ele, com certeza ele iria me matar já que no dia que ele mandou eu levar Carla para cama e depois largá la ele estava bêbado e não se lembra. Então com certeza ele não estava falando sério e agora que ele conhecia a mesma tenho certeza que quer proteger ela de tudo e de todos

- quero duas equipes aqui _ Zidane disse

Dividimos o time e logo um ficou de colete e outro não

- comecem

Peguei a bola do Lucas e logo seguir para o ataque, joguei para Borja e o mesmo cabeceou para fora

- vamos,vamos _ Zidane incentivou

Voltamos ao jogo

(...)

O treino se estendeu até a hora do almoço,mas logo depois Zidane nos liberou

- vamos jantar naquele restaurante perto da sua casa isco _ chamei

Ele pegou a mochila e concordou

- vamos lá

Seguimos para o estacionamento e eu segui até meu carro

- te encontro lá

- ok picha

Entrei no carro e seguir para sair do ct

                           Pov Carla

Karol estava aqui em casa me contando como foi o encontro dela e do Borja já que ontem não tivemos tempo de conversa já que saímos com os meninos. Era nítido o quando ela gostava do espanhol e eu queria que ela fosse feliz e que ele a fizesse feliz

- Carla você não me disse do seu _ ela falou

- não aconteceu nada demais, fomos só jantar perto de um Parque e depois ele me trouxe de volta

- nem um beijinho?

- sábado não,mas ontem _ fiz minha cara de Santa

Ela abriu a boca

- você..vocês ficaram?

- uhum

Ela deu vários pulos o que me causou uma gargalhada

- não acredito que você já chega assim na Espanha

- nem eu, que louco né, dias atrás eu estava no Brasil imaginando como seria meu encontro com ele e olho minha imaginação ficou pequena se fomos comparar nos dias de hoje _ falei

- que incrível

- põem incrível nisso

- eu tenho uma curiosidade

- o que é?

- porque tem uma cicatriz perto da sua costela?

Eu coloquei a mão no local e logo me lembrei da minha quase morte

- eu tive pneumonia tive que fazer uma pequena cirurgia

- ela não parece recente

Neguei

- eu tinha 6 anos, quase ia morrendo

- é essa doença é tão grave assim ?

- a maioria das vezes sim, mas a minha era neutra nem tão grave e nem tão leve

- é porque iria morrendo ?

Eu levantei a blusa e contornei minha outra cirurgia porém essa era entre meu seios

- essa não dar para ver tanto,porém foi a pior de todas… no mesmo ano que tu e pneumonia ,os médicos descobriram que eu tinha uma doença no coração,um pequeno furo no mesmo, no começo achamos que era normal pois não aconteceu nada comigo. Mais quando eu completei 7 anos o Luan me deu um susto com um gato preto e eu passei mal, muito mal e tive que ser levada às pressas para o hospital. Chegamos lá os médicos disse que eu precisava fazer uma cirurgia de peito aberto e não disse se eu sairia viva de lá _ fiz uma pausa e suspirou - meu pai tinha morrido 3 anos antes por conta dessa mesma doença, ele não tinha resistido a cirurgia e veio a falecer _ lágrimas já caiam

- se não quiser falar tudo bem

- eu estou bem _ falei e logo retomei a história- mamãe não queria que eu fizesse, porém eu já estava perdendo as pulsações e se não fizesse em 1 hora eu não estaria mais aqui, quando acordei no outro dia toda inchada sem poder me mexer, o médico olhou para mim e sorriu disse que nunca tinha visto uma criança tão forte e que naquela sala havia acontecido um milagre, mamãe chorou e depois me abraçou. Eu sabia que meu pai me protegeu naquele dia é tudo ocorreu bem.

- graças a deus e agora você está bem e pronta para outra

Eu sorri

- não é bem assim, eu não posso ter emoções muito forte e uma delas é não ter filhos _ falei desfazendo meu sorriso

- por conta da força que você irá precisa para dar a luz _ ela disse

eu concordei

- porém não desanimei nessa parte pois eu posso adotar é tudo iria ficar bem

Karol sorriu e logo veio me abraçar

- sim, tudo ficaria bem

Nos soltamos e logo escutei meu celular tocar

- quem e? _ Karol perguntou

- isco

Ela me olhou e não entendeu

- nem me pergunte também não sei

Ligação on

- alô

- Taberna El Sur, em 10 minutos

- oi

Ele sorriu

- estou te convidando para almoçar e comigo e o Marco

- tudo bem, posso levar a Karol?

-claro

- pois nos vemos em 10 minutos

- Ok,brasileira

Ligação encerrada

- isco nos convidou para almoçar com ele e Marco

- sério?

Concordei, me levantei da cama e seguir para o guarda roupa,precisava me arrumar

- eu vou em casa e chego aqui em 8 minutos _ Karol disse

- tudo bem

Ela saiu correndo e eu fui pra o banheiro

(...)

Já estávamos indo em direção ao restaurante e quando chegamos logo paramos e carro no estacionamento e seguimos para entrar

- olha eles ali _ Karol apontou

Seguimos até a mesa do dois e os mesmo estavam conversando e nem repararam que havíamos chegado

- boa tarde _ falei

Os dois me olharam e sorriram

- demoraram _ Marco brincou

- foi culpa da Carla _ Karol disse

Bati em seu braço e nós sorrimos

- sentem se,já fizemos o pedido _ isco disse

- não sabíamos o que vocês queria então pedimos igual o nosso

- o que seria ? _ perguntei

- Paella _ isco disse

- nunca provei,mas me parece bom

- é o melhor de todos _ Karol disse

Concordo

(...)

Ficamos conversando por longos minutos até o nosso almoço ser servido

- não acredito que você gostou da amiga da namorada do Theo _ Marco falou para isco

- cara ela é muito linda

- você a conheceu? _ perguntei

- só disse um oi _ ele falou

Nós três sorrimos e ele não entendeu

- é você já acha que ela é a mulher da tua vida? _ Karol perguntou

- ela me parece ser simpática

- Francisco você não pode achar uma mulher legal só porque ela é bonita por fora,vai que por dentro ela será horrível _ falei

Ele pensou um pouco e depois se pronunciou

- tudo bem, vou chamá la para sair, e eu digo a vocês como é ela

- assim melhorou _ Marco falou

- outra coisa _ isco começou- se me chamar de Francisco de novo eu não sou mais seu amigo _ se voltou para mim

Levantei minhas mãos

- me desculpa não sabia..franc _ comecei e ele me olhou _ Isco

Marco e Karol gargalharam e eu me contive

- Carla quando e seu aniversário? _ Karol perguntou

- quarta feira _ Marco respondeu

Eu fiquei sem graça, mas nada comentei

- podemos sair,que tal um shopping?

- karaokê _ isco falou

- oi?

- isso karaokê, nunca mais fui. Última vez o Júnior não tinha nem nascido

- é você cantava? _ Karol perguntou

- até dançava ao som de waka Waka

Eu não me segurei e gargalhei

-o que? Eu gostava

Ainda estava gargalhando

- tenho que ver essa cena _ falei

- então você concorda

- sim e aproveita e leva a Sarah

- ótima ideia _ ele disse

- fechou _ Marco disse

Voltamos a comer e a imagem de isco dançando Waka Waka não saia da minha imaginação e tive que sorrir

- não acredito que ainda está rindo _ ele falou

- desculpa, minha imaginação às vezes não para

Nos 4 gargalhamos e logo trocamos de assunto e assim foi nosso almoço perfeito


Notas Finais


Espero que tenham gostado e até o próximo beijocas...desculpa os errinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...