História Mi novio és un espía - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Kally's Mashup, Maia Reficco
Personagens Álex, Andrés "Andy" Guiderman, Camila, Caridade, Carlos "Charly" Ponce, Carmen, Dante Barkin, Evaristo, Gloria Skyler, Jessica "Jessi" Barnes, Kally Ponce, Kevin, Laia Meyer, Lisa Barnes, Lucia "Lucy" Magliano, Maia Reficco, Marco, Miguel "Mike" Ponce, Nando, Nicole, Olivia Grimaldi, Pablo Van Brinkhen, Personagens Originais, Professor Norman Skyler, Professora Diana Abrankhousen, Rosário, Stefania "Stefi", Tina Barkin, Tomás "Tommy" Greco
Tags Alex Hoyer, Kally's Mashup, Karlinha184, Maia Reficco, Malex, Maxi Espíndola, Maxia, Salex
Visualizações 42
Palavras 3.728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gentiii! Quase esqueci de postar o capítulo KKKKKKK
Boa leituraaaa :)

Capítulo 22 - Talking to mom


Acordei,sentindo meu peito pesado. Fiz merda na noite passada,a morena deve estar se sentindo péssima! Me troquei,coloquei uma calça jeans,uma blusa branca,uma blusa xadrez vermelha,e um tênis preto,só pra variar,haha! Desci,e tomei meu café,nem meu tio,nem eu,falamos uma palavra durante o café inteiro! Quando me levantei,ouvi batidas na mesa


Sebastian:Alex... -O olhei- O que aconteceu ontem?

Alex:Eu... Fiz com que o Maxi descobrisse a verdade... Que eu dormi com a Mai! -Ficamos quietos- Eu não consegui,fiquei cego de ciúmes,e acabei fazendo isso! 

Sebastián:Sabe que,se a pessoa for alguém muito mais próxima do que pensamos,ela pode fazer o Maxi se virar contra a Maia,né? -Comecei a respirar pesado. Maxi pode se juntar com a "chefona"!- 

Alex:Não tinha pensado nisso... -Passei as mãos pelos cabelos- Mas,talvez não! Ele gosta muito dela... Ele... A ama! 

Sebastián:Espero que ame muito mesmo! Se não... -Ele passou a mão no pescoço,como se dissesse "ela pode morrer"!- 

Alex:Entendi... Vou ir... Tchau! -Acenei,e sai rapidamente de casa. A encontrei,com uma roupa diferente das que ela costuma usar! Estava com uma calça de moletom preta,um casaco enorme branco,nos seus pés havia um AllStar,bom... Pelo menos seu cabelo tava penteado!- O que aconteceu,morena?

Maia:Não tô afim de me arrumar! -Seu rosto estava vermelho- Vamos?

Alex:Você tá bem? -Vi que ela mordeu o lábio- 

Maia:O que você acha,Alex?! Você acabou com o meu relacionamento! -Ela entrou dentro do elevador,e eu a segui-

Alex:Eu não fiz nada,morena! A culpa não é minha se você sentou em mim,enquanto estava com ele! -Ela me olhou,e eu vi que ela estava prestes a chorar- Mai...

Maia:Ele estava certo,eu sou uma vagabunda! Obrigada,Alex! -Ela cruzou os braços,e só se ouvia o barulho dela chorando. Puta que pariu,Alex! Olha o que você fez!- Vou pedir um uber! -Falou,saindo do elevador-

Alex:Hey! -A puxei,e fechei as portas do mesmo,enquanto prendia ela na parede de metal- Me desculpa,não devia ter feito isso... Eu já disse,não gostei de ver vocês juntos! E... Me desculpa,fui um babaca! Você não é nenhuma vagabunda,você apenas se apaixonou pela pessoa certa,na hora errada... Sinto muito por ter estragado sua vida! -Ela desviou o olhar,ainda chorando- Você realmente não vai falar nada?! -Suspirei- Vamos pra aula... -Abri a porta,e fui rapidamente para o meu carro. Vi que ela veio um pouco mais devagar,e logo que entrou,me fitou- 

Maia:Me desculpa,amor... É que eu estou tão confusa! Eu amo você,mas também amo o Maxi... Não sei o que faço! Maxi terminou comigo,e agora você está bravo comigo! Eu só faço merda! -Ela chorou desesperadamente,cobrindo os olhos com as mãos- Eu... Eu peço perdão! Você não merece ficar comigo,a Saraí é melhor... -Sua voz estava abafada-

Alex:Ei,o que você tá falando? Eu te amo demais,e não pense que esse amor vai acabar tão rápido! -Puxei suas mãos,e fiz ela me fitar- Pra sempre,okay?

Maia:Pra sempre... -Me aproximei dela,vendo como ela olhava pra minha boca e depois para os meus olhos,e sorri- Alex... -Fiquei a centímetros de distância da sua boca-

Alex:Diga o que você quer... -Olhei em seus olhos castanhos. Ah,lindos!-

Maia:Necessito de você... -Sorri provocador- Por favor... -Fechou os olhos-

Alex:Se é o que minha morena quer... -Peguei em seu queixo,e lhe dei um puta beijo. Wow,isso causou um efeito muito bom em mim!- Eu te amo...

Maia:Eu mais... -Voltei a beijar seus lábios,totalmente salgados por causa de suas lágrimas. Ela deu um impulso para vir para o meu colo,e eu não impedi nada! Coloquei as mãos em sua cintura,trazendo ela pra mais perto de meu corpo,e ela abraçou meu pescoço,enquanto nossas línguas batalhavam por espaço!-  

Alex:Uau... -Ela riu- Esse beijo foi bom! -Ela fez bico-

Maia:Os outros não eram?! -Mordi meu lábio-

Alex:Quer mesmo que eu diga isso,ou você quer adivinhar? -Ela riu- 

Maia:Acho que você gosta dos meus beijos... -Roçou nossos lábios. Ela tá me provocando?!-

Alex:Acha? Eu tenho certeza! -Rimos- Temos que ir,ou você quer se atrasar,de novo?! 

 Maia:Sem atrasos! Mas,só mais um... -Ri. Sem falar mais nada,puxei sua nunca,e a beijei. Desci minha mão,e comecei a massagear sua cintura,vendo que ela rebolava sobre meu membro!- Acho que já podemos ir... 

Alex:Sim... -Beijei seu pescoço-

Maia:Alex... É sério! -Bufei,e a olhei- 

Alex:Só se você pedir com carinho... -Riu-

Maia:Senhor Hoyer,você,por obséquio,poderia me comer mais tarde?! -Ri,e mordi seu lábio-

Alex:Não pense que você vai escapar...

Maia:Não estou pensando isso... -Ela se aproximou- 

Alex:E o papo de ir estudar?! -Ri,e a trouxe para mais perto,se isso era possível!- 

Maia:Quero te encontrar na biblioteca hoje,okay? -Assoprou contra o meu lábio,me fazendo sentir seu hálito tão fresco!- 

Alex:Sim,senhora... -Estava muito entrega para ela. Meu Deus!- 

Maia:Agora vai,garoto mal! -Saiu de meu colo- Dirigi! -Rimos,e eu liguei o carro. Não trocamos mais nenhuma palavra durante o caminho,só trocávamos leves olhares! Da minha parte,dizia "Vou te comer,até você não aguentar mais!",e da parte dela,dizia,"Espero que você me arrombe!"!- Chegamos...

Alex:Eh... -A olhei- Te vejo na biblioteca?!

Maia:Faça o possível para estar duro na hora! -Riu- Tchauzinho... -E descemos do carro. Mas,quando pisamos no pátio,os olhares se voltaram pra nós. Que caralhos?!- O que... 

Xxx:Olha! É a vagabundinha,e o seu amante! -Começaram a rir,e eu olhei pra Maia,que estava vermelha. Ela ia chorar!- Aaah! Coitadinha da vadia! -Ela me olhou,e eu vi que lágrimas grossas desciam de sua face. Ela saiu correndo,e quando eu dei um passo,vi o Maxi ali,junto da Juana!- 

Alex:OLHEM! -Todos,que até um tempo atrás estava zoando a Mai e rindo na direção em que ela tinha ido,me olharam!- EU E A MAIA NÃO TEMOS NADA! UM AMIGO PODE MUITO BEM FALAR QUE ESTÁ COM SAUDADES DA AMIGA! -Sary se aproximou. Puta que pariu!- 

Sary:E OLHEM,TAMBÉM! SEI QUE ELES NUNCA FARIAM ISSO COMIGO! UMA MENSAGEM NÃO SIGNIFICA,ABSOLUTAMENTE,NADA! -Ouvimos murmúrios. Ela nos defendeu?! Ela não vê o par de chifres que tem?! Puta merda,hein!-

Alex:E SEU EU SOUBER QUE ALGUÉM VEM FALANDO DISSO,OU ESTÁ XINGANDO A MAIA,VÃO SE VER COMIGO! EU PROCURO UM POR UM,E JURO... NÃO TEREI DÓ! -Após dizer isso,os barulhos se cessaram- Tenham um bom dia! -Peguei na mão da Saraí,enviei um olhar ameaçador pro Maxi,e adentrei a universidade. Procuramos,procuramos,procuramos... E nada de achar ela!-

Sary:Amor,vamos procurar no recreio... É melhor! -Concordei- Vamos pra sala!

Alex:Vamos... -Caminhamos em direção a sala,por onde ficamos por três aulas- Não a acho em lugar nenhum! -Falei. Já havia se passado cinco minutos do nosso recreio,que dura vinte e cinco minutos,e até agora não a achei!-

Sary:Iremos encontrá-la... -Concordei,e sai andando,mas senti uma mão no meu pulso- Mas,depois disso... Acho melhor você se afastar da Mai! Você já viu o que causou quando está com ela... Nós terminamos,e agora,o Maxi acha que ela a traiu! -Mas,traiu mesmo!-

Alex:Não irei me afastar da Maia,por fofocas! Ela é minha melhor amiga,e num momento como esse,não merece ficar só! E se você,que a conhece a mais tempo,não a ajudar... Eu vou! -Dito isso,sai andando,e por um instinto,decidi ir para as escadarias. A encontrando com... O Tupac?!- Que?!

Tupac:Oi,bro... -Que mané "bro"?! Você tá tentando roubar minha mina!- Tava aqui com a Mai,ela não tá bem...

Alex:Eu sei que ela não tá bem,e EU vou ajudar ela! -Dei ênfase na palavra "eu"- Você pode ir embora!

Maia:Deixa ele aqui,ele me faz bem... -Franzi meu cenho. De certo,estou com uma cara brava!- Alex...

Alex:Vou falar com a Saraí,e te vejo na biblioteca! Okay? -Concordou. Olhei para os lados,vendo que não tinha ninguém no corredor,e lhe dei um beijo leve- Até...

Maia:Tchau... -Abraçou o Tupac,eu o olhei de forma feia,e saí batendo os pés. Fui para perto da Saraí,que estava falando com o Tom. Que isso?! Deu pra eles dois roubarem as MINHAS garotas?!- 

Alex:Mor... -Se virou-

Sary:Oi,fofo! -Me deu um selinho- Estava aqui falando com o Tom,sobre a facul! Estamos muito cansados!

Alex:Ah... Bom,só vim falar que eu vou estar na biblioteca! Caso queira me procurar... Já sabe onde estou! -Ela concordou,me deu um beijinho,e se virou pro Tom. Olhei pra ele,como se falasse "Se contar,tu morre!",e ele apenas concordou. Sai andando,e quando cheguei na última fileira,a encontrei ali!- Oi... -Me olhou- Vai querer fazer aquilo ainda?! 

Maia:Não... E nem acho que devemos fazer isso mais! -Franzi o cenho. Que caralhos ela tá falando?! Estávamos tão bem...- Percebi que somos melhores como amigos,e que... 

Alex:De novo com esse papo,Mai?! -A cortei. Por que ela faz isso comigo?!- Pensei que estávamos bem...

Maia:E estávamos,mas o Tupac...

Alex:Só podia ser! Eu sabia,eu sabia! -Comecei a andar de um lado para o outro- Ele sempre quis te pegar,e agora que você ficou triste,ele vem pagar de bonzão! Acredita em mim,Mai... -Me aproximei dela,e peguei em suas mãos- Eu te amo!

Maia:Eu também te amo! Mas,nós machucamos muito as pessoas... Eu machuquei as pessoas! E eu não gosto disso! -Soltou minhas mãos-

Alex:Então é isso,você quer por um fim em tudo que conquistamos?! -Nós dois já estávamos chorando muito!-

Maia:Acredite,isso também está doendo em mim! Mas... É a melhor opção! -Virou as costas-

Alex:Isso é um adeus?! Sem seus beijos,sem seus abraços,sem as suas risadas... Sem o seu sexo,Mai! Eu não vivo! Não dá! -Se virou-

Maia:Bom... Tente aprender a viver assim... -Dito isso,saiu. Cai de joelhos no chão,perdi quem eu mais amo nesse mundo! E por que?! Por causa de um filha da puta! Bom,dois! Sai da sala,e quando ia tirar satisfação com o Tupac,o sinal tocou,eu bufei,e fui para a minha sala,onde fiquei por mais uma hora e meia!- 

Alex:Tchau,mor... -Lhe dei um selinho-

Sary:Até logo,fofinho! -Sorri,e sai dali,logo vendo ela parada no celular na frente do portão. Via como o pessoal olhava pra ela,e decidi me aproximar-

Alex:Você... Não vai querer carona?! -Se virou-

Maia:Acho melhor não confundirmos mais as coisas...

Alex:As coisas ficam confundidas,desde o dia que eu te fiz minha,morena... -Ela suspirou-

Maia:Amanhã eu venho de Uber... -Suspirei- Vamos? -Concordei,ela pegou no meu braço,e nós fomos para o carro- Obrigada,Alex...

Alex:Não há de que... -Ela deu um leve sorriso,e entrou na sua casa. Entrei no meu apartamento,totalmente frustado,e fui para o meu quarto,logo que cheguei,tirei toda a minha roupa,e coloquei apenas um short preto da Adidas. Fiquei deitado na cama,até que ouvirem bater na porta- Oi? -Levantei a cabeça-

Sebastián:É amanhã... -Me sentei,e concordei- Vai querer fazer algo,ou vai sair com a Mai?!

Alex:Nós terminamos... -Ele abriu a boca em um "O"- Pois é... 

Sebastián:Por que?! É por causa do Máximo? -Concordei- 

Alex:Eu estou tão cansado disso! Ela vai,e volta,vai,e volta... Eu não aguento mais,tio! -Chorei,e ele sentou ao meu lado,me abraçando-

Sebastián:Por mais que eu seja seu chefe,eu sou seu tio... Quero a sua felicidade! E se você não é feliz aqui,acho melhor você voltar pra Argentina! -Me separei-

Alex:Eu vou até o fim! Não é uma paixonite que vai me fazer desistir... -Suspirei- Só preciso ficar sozinho...

Sebastián:Sem problemas! -Se levantou- Fica bem,e... Feliz aniversário,adiantado! -Sorri levemente- 

Alex:Obrigado,tio... -Ele saiu,e eu voltei a deitar de barriga para cima,olhando para o teto. Ouvi batidas na porta,e nem me dei o trabalho de olhar!- Tio,eu falei que queria ficar sozinho...

Xxx:Nem eu?! -Me levantei,e a olhei atordoado. O que ela faz aqui?!-

Alex:Morena... O que faz aqui?! 


(...)


Eu acordei deprimida,magoada,frustrada,e todas as outras palavras ruins que vocês podem imaginar! Eu me sentia péssima,e quando me olhei no espelho,vi que não era só psicológicamente,fisicamente eu também estava ruim! Meus olhos estavam inchados,minha cara toda vermelha,e no meu corpo havia leves hematomas,que me lembraram da noite passada... Suspirei,tomei um banho,e coloquei a primeira roupa que vi pela frente! O café da manhã foi calmo,ninguém disse nada,já na hora que eu encontrei o Alex... Bom... Discutimos muito! E acabei percebendo que eu fui muito dura com ele,logo pedi desculpas,e ele disse o quanto me ama... Quando pisei na escola,e vi os olhares sobre mim,só fiquei imaginando o porquê daquilo estar acontecendo! "Vagabundinha". Essa palavra,rondou pela minha cabeça,nas três primeiras aulas! Todos me olhavam estranho,menos o Mari,que as vezes pegava na minha mão,em sinal de apoio...


Mariano:Vai ficar tudo bem... -Limpou minhas lágrimas- Vamos descer?

Maia:Pode ir,eu já vou... -Ele concordou,e saiu da sala. Fiquei mais um pouco lá,e logo desci- Desculpa... -Havia esbarrando em alguém!-

Xxx:Desculpa,eu... -Se virou- Ah,você! 

Maia:Maxi... Podemos conversar? -Ia pegar na sua mão,mas ele me empurrou!- 

Maxi:Maia... Não tenta dar uma de boazinha! Você me traiu! Você me traiu... -Sussurrou,e saiu,junto de seus amigos,que me olhavam de forma feia. Suspirei,e as lágrimas começaram a sair de meus olhos-

Xxx:Ei... -Me virei- O que houve?! -Se aproximou-

Maia:O Maxi ainda está bravo... Ele acha que eu o trai! -Levantou uma sobrancelha- Você também acha isso,Tupac?

Tupac:Eu sou o melhor amigo do Alex,esqueceu?! -Me sentei na escada,já que eu estava próxima dela- Não fica assim... 

Maia:Não tem como não ficar! -Ele se sentou ao meu lado- O pessoal está certo,eu sou uma vagabunda...

Tupac:Não! Você não é isso! -Passou o braço pelo meu pescoço- Eles te xingam,sem saber a verdade... Você fez isso por amor,Mai! Mesmo isso sendo errado,foi por amor... 

Maia:Foi por amor... -O olhei,e dei um leve sorriso. Conversar com ele me fez bem!-

Alex:Que?! -Olhamos pra ele. Ele vai ficar com ciúmes!-

Tupac:Oi,bro... -Seu maxiliar estava travado- Tava aqui com a Mai,ela não tá bem...

Alex:Eu sei que ela não tá bem,e EU vou ajudar ela! -Falou bem alto a palavra "eu"- Você pode ir embora!

Maia:Deixa ele aqui,ele me faz bem... -Ele fez uma cara brava. Ai,não!- Alex...

Alex:Vou falar com a Saraí,e te vejo na biblioteca! Okay? -Concordei. Ele olhou para os lados,e logo me deu um beijo,que me acalmou muito!- Até...

Maia:Tchau... -Enterrei meu rosto no pescoço do Tupac,que apenas me apertou em seus braços-

Tupac:Você vai lá?! -O olhei- Eu sei sobre o amor de vocês... Mas,ele ainda namora a sua melhor amiga!

Maia:Fiz isso por amor,Tupa... -Olhei pro chão-

Tupac:Eu sei que você fez isso por amor... Mas,do que adianta você ter feito isso por amor,sendo que você não é a única?! -Ele tem razão... Apenas me levantei,sorri pra ele,e caminhei em direção a biblioteca. Eu sou a outra... Isso estava na minha cabeça,e na verdade,eu sempre soube disso! Mas,antes,ele também era o outro... Agora,somente eu sou a amante!- 

Alex:Oi... -O olhei. Eu já estava na biblioteca!- Vai querer fazer aquilo ainda?! 

Maia:Não... E nem acho que devemos fazer isso mais! -Ele estava com uma cara,não sabia se era porque ele estava bravo,ou confuso!- Percebi que somos melhores como amigos,e que... 

Alex:De novo com esse papo,Mai?! -Me cortou- Pensei que estávamos bem...

Maia:E estávamos,mas o Tupac... -Ele fez uma cara como se dissesse "Ah,claro!"-

Alex:Só podia ser! Eu sabia,eu sabia! -Começou a andar,enquanto mexia os braços- Ele sempre quis te pegar,e agora que você ficou triste,ele vem pagar de bonzão! -Acho que não,gatinho...- Acredita em mim,Mai... -Se aproximou,entrelaçando seus dedos- Eu te amo!

Maia:Eu também te amo! Mas,nós machucamos muito as pessoas... Eu machuquei as pessoas! E eu não gosto disso! -Me desaproximei,vendo que seus olhos estavam vermelhos. Nós dois já estávamos chorando!-

Alex:Então é isso,você quer por um fim em tudo que conquistamos?!

Maia:Acredite,isso também está doendo em mim! Mas... É a melhor opção! -Isso é a melhor opção para nós dois! Ele,ficará bem com a Sary,e eu,ficarei com a consciência limpa!-

Alex:Isso é um adeus?! Sem seus beijos,sem seus abraços,sem as suas risadas... Sem o seu sexo,Mai! Eu não vivo! Não dá! -Me virei,vendo sua cara de desesperado. Vê-ló assim,me dá pena... Mas,ele tem que acreditar em mim,isso é o melhor!-

Maia:Bom... Tente aprender a viver assim... -Sai dali,com o coração na mão,e lágrimas nos olhos. Isso doeu mais em mim do que nele!- Fiz o que você falou... Nós terminamos! 

Tupac:Mai... -Me abraçou,e eu deitei a cabeça em seu ombro- Não fica assim!

Maia:Não tem como não ficar,eu o amo tanto... -Começamos a andar,com a mão dele na minha cintura- 

Tupac:Acho que você fez o melhor... Para os dois! -Concordei,e o sinal tocou- Fica calma,sim? -Passou a mão pela minha bochecha,limpando minhas lágrimas- Vai lá,qualquer coisa,sabe onde me procurar...

Maia:Obrigada... -O abracei,e fui para a minha sala. As duas últimas aulas foram iguais as primeiras,com o povo me olhando feio,e eu de cabeça baixa!- 

Alex:Você... Não vai querer carona?! -Ouvi sua voz rouca,e me virei,vendo os seus olhos tão bonitos!-

Maia:Acho melhor não confundirmos mais as coisas... -Desviei o olhar-

Alex:As coisas ficam confundidas desde o dia que eu te fiz minha,morena... -Suspirei-

Maia:Amanhã eu venho de Uber... -Soltei o ar,isso iria ser difícil!- Vamos? -Concordou,peguei em seu braço,sem querer,e fomos para o carro. O caminho foi um silêncio!- Obrigada,Alex...

Alex:Não há de que... -Sorri envergonhada,e entrei na minha casa. Quando fechei a porta,me encostei na mesma,e fui deslizando até o chão,sentei,e comecei a chorar!- 

Fernanda:Priminha,o que foi?! -Levantei meu rosto,vendo ela,ou melhor,vendo só a sua silhueta! Tudo estava borrado!- 

Maia:Você... Você viu o que aconteceu no campus?! Eu sou a vagabunda de lá,Fer! -Sentou no meu lado-

Fernanda:Relaxa,okay?! Isso vai passar... -Deitei em seu ombro,e logo sentimos a porta ser forçada. Nós levantamos,e quando a porta se abriu,vi que era a mamãe!-

Betina:Filha,o que aconteceu?! -Passei as mãos pelas bochechas- 

Maia:Nada,não quero te incomodar com isso! -Deu um passo em minha direção- Vou pro meu quarto... -E acho que essa foi a pior opção que eu já tomei na minha vida! Eu chorava por ele,chorava pelo Maxi,e chorava pelo meu pai,que já havia desaparecido por mais de sete meses! Desci,e peguei o que eu mais precisava:Sorvete de morango!-

Betina:Filha... -A olhei. Eu estava sentada num banco na ilha da cozinha,com uma colher de metal dentro do pote- O que está acontecendo?! 

Maia:Nada,mamãe... -Se sentou próxima de mim-

Betina:Se não fosse nada,você não choraria litros todo dia! Se não fosse nada,você não estaria vermelha desse jeito! Se não fosse nada,filha,você não se entupiria de sorvete! Você estava de dieta! -Rimos. Acho que é melhor falar a verdade...- 

Maia:Eu não perdi minha virgindade com o Maxi,perdi com o Alex! -Ela arregalou os olhos-

Betina:Mas,ele não está com a sua melhor amiga?! -Concordei-

Maia:Sou a amante,mamãe! -Lágrimas começaram a brotar em meus olhos,quando vi a cara que ela fez!-

Betina:Mas,como isso?! O Alex... Por que ele,filha?! -Tombei a cabeça-

Maia:Como assim,"por que ele"?! Você sabe de algo que eu não sei? 

Betina:Não... Bom,sim! Mas,é melhor ele te contar! -O que eles estão escondendo?!- A questão aqui é,você está mal por que?! 

Maia:Maxi descobriu que eu e o Alex temos... Ou melhor,tínhamos um caso! E Ele contou para a faculdade toda! -Suspirei- Eu terminei com o Alex,porque não aguentei mais ser chamada de "vagabunda",ou "vadia"! 

Betina:E a Saraí sabe?! 

Maia:Ela já chegou a desconfiar,mas nós fizermos ela pensar que estava maluca! Eu sei,isso é errado,mas eu fiz isso por amor,mamãe! Eu o amo tanto...

Betina:O ama tanto,a ponto de terminar com ele por uns comentários bestas?! -Respirei fundo- 

Maia:Fiz mal?! -Concordou- Mas,eu pensei na Sary,mamãe! Ela não merece isso... 

Betina:Ele também não merece estar com alguém que não ama... Pelo o que eu entendi,ele só está com ela porque você pediu! 

Maia:Tenho pra ir falar com ele?!

Betina:É a melhor opção... -Sorri,e me levantei- Vai assim?! -Olhei para o meu short de legging preto,que era curto,e a minha blusa de alcinha branca-

Maia:Ele já me viu nua! -Ela arregalou os olhos- Obrigada,mamãe! -Saí dali,rindo,e fui para a porta vizinha!- O Alex está?! 

Sebastián:Sim,ele está... Mas,antes,gostaria de falar contigo! -Fomos pro corredor- Amanhã é o aniversário de 20 anos do Alex,e eu queria fazer uma festa pra ele! E,bom... Como vocês tem... Um caso?! -Perguntou,e eu concordei,rindo- Queria que você enrolasse ele,pra mim e outras pessoas arrumarem o terraço! 

Maia:Claro que eu faço isso,só me diz o horário!

Sebastián:Como eu ainda não tenho nada confirmado,eu te falo mais tarde! Agora,vou ir comprar as coisas,então... Não façam muito barulho! -Senti minhas bochechas queimarem,mas apenas ri- Tchau,e... Obrigado!

Maia:Tchau... -Ele foi pro elevador,e entrou no mesmo. Respirei fundo,e entrei no seu apartamento,indo em direção ao seu quarto!-

Alex:Tio,eu falei que queria ficar sozinho... -Falou,depois que eu bati na porta-

Maia:Nem eu?! -Entrei,e vi como ele levantou rapidamente-

Alex:Morena... O que faz aqui?! -Me aproximei-

Maia:Vim resolver o que causei... -Estávamos prestes a nos beijar,mas ele se afastou- Alex! 

Alex:Maia,não é assim que as coisas funcionam! Você joga comigo,acha que eu sou um boneco?! Eu tenho sentimentos também! -Ele estava certo...-

Maia:Nunca foi minha intenção te magoar,eu fiz o melhor pros outros,mas não pensei em mim! O melhor pra mim,é você! E se você quiser me odiar por isso,tudo bem... Eu vou entender! -Ele não falou nada- Quero que você seja feliz... -Virei as costas,e desci. Esperava que ele fosse vir,me puxar pela cintura,mas não... Quando estava prestes a sair,fui puxada,e jogada para o sofá- Aí! 

Alex:Pensou que ia escapar tão fácil?! -Ri,e abracei sei pescoço- 

Maia:Eu sabia que uma hora você ia vir... -Puxei ele para mais perto- Mas demorou,gatinho! Já estava com saudades... 

Alex:Eu sei que estava... -Ele me arrumou,me fazendo ficar embaixo de seu corpo,que era duplamente maior que o meu!- Quer aqui no sofá,ou no quarto?!

Maia:Qualquer lugar está bom,só me faça sua... -Bom,nem preciso dizer o que rolou depois,né?! Ele me fez sua... Ah,eu amo dizer isso! Agora,estamos tomando banho,juntos!- 

Alex:Por que me olha tanto?! -Abraçou minha cintura,e eu ri-

Maia:Nada... É só que eu percebi agora,como você é importante pra mim! Você chegou do nada,mexeu com a minha cabeça,e agora é tudo de mais importante na minha vida... Você é meu primeiro pensamento da manhã e o ultimo da noite,ouvir a sua respiração é algo tão... Perfeito! -Sorri,enquanto lágrimas de felicidade desciam por minha bochecha- Escutar o som da sua voz dizendo "Eu te amo..." é incrível,de verdade! -Ri,levemente,e ele apenas me olhou apaixonado- Eu torço,todos os dias,para que tudo possa dar certo,e que realmente seja,pra sempre,nós... -Olhei no fundo de seus olhos,e vi que,mesmo embaixo do chuveiro,ele também estava chorando!- E mesmo que você seja o namorado da minha melhor amiga,eu te amo muito! Muito mesmo... -Começou a acariciar minha bochecha-

Alex:Eu não tenho palavras pra descrever o tanto de felicidade que eu sinto só de você estar perto,e a raiva que eu sinto quando você está com outros! -Ri- Apesar de tudo,de ser ciumento,e te querer só pra mim,eu te amo de uma forma até estranha para mim mesmo! Pensava que a mulher da minha vida seria a Saraí,que eu conheci por causa da... -Ele travou- De você! Mas,não... O amor da minha vida é,e sempre será,você,Maia Reficco Viqueira! Eu te amo! 

Maia:Você é o amor da minha vida,e nada mudará isso!

Alex:Pra sempre? -Esticou seu mindinho-

Maia:Pra sempre... -Entrelacei nossos dedos. E dentro daquele banheiro,atrás daquele box,e embaixo daquele chuveiro,vi que isso não era uma simples aventura de amantes,isso é algo pra vida... Algo que todos merecem ter! Isso,é um amor de verdade...- Eu te amo,mil milhões... -Ele riu,olhando para baixo. Sei que ele ama esse filme!-

Alex:Eu te amo,mil milhões... -Ri,e juntei nossas bocas. Sim,isso é tudo pra mim! Mas,meu sexto sentido fala que algo irá acontecer... E sinto que tem a ver com o Alex!-  


 



Notas Finais


Nosso casalzin Malex é confusooo,mas tão fofooooo!

>Troquei a capa e a sinopse da fic,caso ainda não tenham percebido!
>RETA FINAAAAAL

Espero que tenham gostado
Até semana q vem
Beijooos
Kah💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...