História Mi novio és un espía - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Kally's Mashup, Maia Reficco
Personagens Álex, Andrés "Andy" Guiderman, Camila, Caridade, Carlos "Charly" Ponce, Carmen, Dante Barkin, Evaristo, Gloria Skyler, Jessica "Jessi" Barnes, Kally Ponce, Kevin, Laia Meyer, Lisa Barnes, Lucia "Lucy" Magliano, Maia Reficco, Marco, Miguel "Mike" Ponce, Nando, Nicole, Olivia Grimaldi, Pablo Van Brinkhen, Personagens Originais, Professor Norman Skyler, Professora Diana Abrankhousen, Rosário, Stefania "Stefi", Tina Barkin, Tomás "Tommy" Greco
Tags Alex Hoyer, Kally's Mashup, Karlinha184, Maia Reficco, Malex, Maxi Espíndola, Maxia, Salex
Visualizações 37
Palavras 2.112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oioioioi
boa leituraaa

Capítulo 29 - Salvation!


Uma,duas,três,quatro,cinco da manhã,e nada desses espiões chegarem. Cadê eles?! Merda! A Mai corre perigo! 


Sebastián:Sobrinho,se acalma! -Colocou a mão no meu ombro- Eles já estão chegando! -Me virei,para olha-ló!-

Alex:Era pra eles já estarem aqui,faz quatro horas! -Bufei- A Mai,tio... Não sei o que farei,caso ela sofra! -Minha voz saiu quebrada. Eu me odeio por amar ela!- 

Tupac:Cara,relaxa! Ela vai ficar bem! -Acariciou meu ombro- 

Tom:Sim,mano! Não vai demorar pra eles... -E quando ele estava prestes a terminar a frase,vimos seis carros pretos,grandes,vindo em nossa direção!- Ai,viu?! 

Sebastián:Eles chegaram... -Suspirei,e cada vez mais esses carros se aproximavam!- Olá! Como vocês demoraram! -Apertou a mão de um,que parecia ser o chefe!- 

Xxx:Aconteceu pequenos imprevistos! Tivemos que esperar até as armas e os soldados mais fortes chegarem! -Me olhou- Você é o agente Hoyer,certo?! -Concordei- Sou Richard Pascual! Chefe da agência dos Estados Unidos da América! 

Alex:Prazer,Pascual! -Apertei sua mão- Qual o plano?! 

Richard:Venham... -Eu,meu tio,Tupa,Tom e mais algumas pessoas,fomos para uma especial de "tenda",que haviam colocado ali!- O plano é o seguinte! Cinco de nós irá adentrar a casa,apenas para abater os capangas! Vocês três... -Apontou para mim,Tupac,e Tom- Irão atrás da Maia! Eu,Sebastián e Mariana... -Apontou para uma mulher,que estava ali perto!- Iremos atrás do agente Reficco! -Concordamos- Há mais alguém lá,além dos Reficco's?! -Olharam pra mim- 

Alex:Têm a chefona,e o ajudante dela! Não sabemos quem é a chefona... Mas,o ajudante,é o ex da Mai! Máximo Espindola! -Soltou um som em concordância- 

Richard:VOU PRECISAR DE MAIS TRÊS AGENTES! -Foi em direção aos soldados,que estavam abrindo um porta malas de um dos seis carros!- Peguem os equipamentos! -Eu,Tom e Tupac nós aproximamos,e vimos tudo aquilo de armas!-

Alex:Uau... -Meus olhos brilhavam,só de olhar para aquilo!- Que coisa linda! -Richard riu-

Richard:Peguem o que necessitar! E,aliás,vocês terão que mudar de roupa... -Resumindo:Nós três trocamos de roupa,colocamos uma calça escura,uma blusa preta de mangas,e um capuz preto,cujo tinha uma espécie de estiqueta,onde estava escrito "Governo dos EUA"!- 

Tom:Adorei isso! -Rimos,e eu olhei para o horizonte. O sol já nasceu...- 

Tupac:São sete horas... -O olhei,em choque!-

Alex:Demoramos tanto para nós arrumar?! -Eles riram- Vamos falar com o Pascual,temos que saber o que faremos! Como entraremos naquela casa! -Eles concordaram,e nós fomos falar com o chefe!- E aí?! Como entraremos?! -Ele se virou-

Richard:Vejo que você está muito apressado... -Eu travei. Ia falar o que?! Que amo minha missão?!-

Alex:Eu tô cansando,quero terminar isso! É só isso! -Ele me olhou fixamente,mas logo deu de ombros. Ufa!- 

Richard:Olha... -Pegou um binóculo,e olhou para a casa!- Pelo o que eu vejo,há uma mulher loira naquele quarto... 

Sebastián:Deve ser a chefona! -Concordei- 

Richard:Espera... Alguém entrou ali! Pegou algo,e saiu... Devia ser a Maia! -Me olhou- Agora não dá pra entrar! Pelo jeito,eles irão fazer algo com ela! -Eu comecei a tremer-

Alex:Temos que salva-lá! -Comecei a suspirar de uma maneira pesada- Agora! Vamos! 

Richard:Fazer as coisas na pressa,não irá adiantar! -Puxou meu braço- Ela pode sair mais ferida ainda! Vamos esperar... -Suspirei. Encostei no carro,e lá fiquei,de cara feia!- Escutaram isso?! -Um grito havia sido deixado no ar. E parecia da Mai...-

Alex:É da Maia... -Eles me olharam. TODOS me olharam!- É... É da... Da Mai... -Eu respirava pesado. Merda! QUE CARALHOS ESTÃO FAZENDO COM ELA?!-

Tom:Calma... -Sussurrou- Fica calmo... Iremos resgata-lá! 

Tupac:Isso aí! Pensamentos positivos! -O olhei-

Alex:Não tem como ter pensamentos positivos,sendo que a verdade está sendo negativa,Tupa! -Encostei minha testa no carro- Que merda! -Soquei ele- Eu vou entrar! -Peguei uma arma,e fui a caminho da casa- 

Sebastián:Sobrinho! Volta aqui! -Ele me puxou- Não fode! Se você for pra lá,ela morre! Entendeu?! A MAIA MORRE! Então,não faça nada que não te pedirem! -O olhei,e dei as costas- 

Richard:Você não é o primeiro a se apaixonar por uma missão... -O olhei. Eu estava sentado em uma cadeira,com o rosto escondido pelas mãos!- Eu também já me apaixonei por uma... -Se sentou ao meu lado- 

Alex:E o que aconteceu?! -Ele suspirou,e olhou pro nada- 

Richard:Em um ato desesperador,eu tentei salva-lá... Acabou que,ela foi parar no fundo do mar... -Arregalei os olhos- Então,te aconselho a manter a calma! Ela está viva,ela ficará viva!

Alex:Isso é tudo o que eu mais quero... -Apertou meu ombro,em sinal de consolo- 

Mariana:Pascual,são nove horas! -Ele se levantou- 

Richard:Pronto pra salvar a sua garota?! -Me levantei-

Alex:Eu nasci pronto! -E após uns socos,chutes,e tiros,eu entrei em um quarto,para me esconder!-

Xxx:Alex?! -Ouvi o doce som de sua voz,e a olhei. Ela está viva!-


(...)


Estava tudo ocorrendo bem! Até que vi meu sobrinho andar em direção à enorme casa. No mesmo instante que o vi,eu corri até ele,o puxando para trás!


Sebastián:Sobrinho! Volta aqui! -O puxei,mais ainda,fazendo ele me olhar!- Não fode! Se você for pra lá,ela morre! Entendeu?! A MAIA MORRE! -Falei alto,para ele entender!- Então,não faça nada que não te pedirem! -Ele simplesmente me olhou,travou o maxilar,e saiu andando. Suspirei,e me aproximei das duas loiras novamente,que estavam sentadas em um porta-malas de um carro!- 

Fernanda:O que aconteceu?! -A olhei-

Sebastián:Vocês escutaram esse grito,né?! -Concordaram- Era da Maia... -Betina me olhou,e logo começou a chorar-

Betina:Minha filha... -Fer a consolava,mas sei que ela também estava abalada!- 

Sebastián:Iremos resgata-lá! Os dois! -Ela deu um leve sorriso-

Mariana:Senhor Holz,o chefe lhe chama! -Concordei-

Sebastián:Já volto! -Elas concordaram,e eu saí,indo em direção aonde estavam os espiões!- O que houve?! 

Richard:Iremos entrar! -Respirei fundo. Me arrumei,peguei uma arma pesada,uma pistola,e um canivete,e logo fui para onde estava os outros soldados!- Preparados?! -Um "sim!" foi-se ouvido- Ao resgate dos Reficco's! -E marchamos até a grande casa. Logo que chegamos,dois capangas vieram pra cima de mim! Dei um soco,e um chute bem no seu saco,fazendo ele cair no chão,agonizando de dor!- ALEX,VAI! -Olhei para o lado,e só vi meu sobrinho subir- HOLZ,SOBE! -Antes de subir,tive que brigar com uns três caras ainda! Vi aquele corpo feminino andar pelos corredores,correndo,e decidi segui-lá!- 

Sebastián:Saraí?! -E logo que ela me olhou,senti uma pancada na minha cabeça-


(...)


Maia:Alex?! -Ele me olhou,e paralizou- O que faz aqui?! Você corre perigo! 

Alex:Vim te resgatar... -Se aproximou- Que bom que eu te achei! -Ele colocou as mãos nas minhas bochechas,e eu sorri. Ele está aqui! Ele veio por mim! Se bem que... Isso era algo que ele sempre teve que fazer...- 

Maia:Como você conseguiu entrar?! Como me achou?! Ah,isso não importa! -Eu estava tão feliz!- Só... Me tira daqui! -Ele sorriu,mas logo que olhou para os meus braços,seu sorriso se desfez!- O que foi?!

Alex:Eu não trouxe a merda de um canivete,pra estourar isso! -Ele bateu na testa dele,e eu bufei- Só... O que faremos?! -Me olhou-

Maia:E você acha que eu sei?! -Ouvi um barulho na porta. Aí não!- Se esconde,deve ser ela! -Ele me olhou,desesperado- Ali,vai! -Apontei,com a minha cabeça,em direção ao pequeno armário,e ele foi para ali dentro!-

Maxi:Mai,vamos! Eles chegaram! -Ele rasgou,com uma faca,a corda que me amarrava- Temos que te levar pra fora dessa casa!

Maia:Vamos! -E,enquanto desci as escadas,lembrei do Alex. Merda,Maia!- Maxi,tenho que voltar! 

Maxi:Que?! Por que?! -Me olhou-

Maia:Eu deixei algo lá... Eu... Eu tenho que voltar! -Apenas me virei,e corri. Corri feito uma louca!- Alex?! ALEX?! -Olhei o armário. Nada!- Merda!

Maxi:Mai,vamos! -Ele me puxou. E em uma pequena fração de segundos,eu vi um vulto,e logo o Maxi foi parar no chão-

Xxx:Oras... Iam embora sem mim?! 

Maia:MAXI! -Me joguei no chão,e o abracei- SUA VAGABUNDA! 


(...)


Estava eu,super de boa,no meu quarto. Até que ouvi o som de algo caindo,e logo vários sons de tiros! Merda! Eu vou ser pega! Abri a porta,e vi o Alex sair correndo,logo que ele sumiu da minha vista,corri pro outro corredor!


Sebastián:Saraí?! -Me virei,olhei para o capanga atrás dele,e em poucos segundos ele foi parar o chão!- 

Sary:Me dá isso! Desce lá! -Ele concordou,me entregou o taco de beisebol,e desceu. Vi a Maia correr,e logo após o Maxi,ele está fazendo o trabalho direitinho! Sorri,e segui eles!- 

Maxi:Mai,vamos! -Ele a puxou. Como assim,vamos?! Ele está me traindo?! Respirei fundo,e dei uma pancada na sua cabeça,fazendo ele cair no chão!-

Sary:Oras... Iam embora sem mim?! -Ela me olhou,e depois olhou para ele-

Maia:MAXI! -Colocou sua cabeça no colo dela- SUA VAGABUNDA! 

Sary:Vagabunda é a senhora sua mãe! -Puxei seu braço- Você! Vem comigo... -E comecei a arrastar ela,em direção à um dos quartos,que era o mais perigoso!-


(...)


Quando eu vi o Maxi entrar,eu ia sair daqui,e dar um soco nele. Mas,depois que eu vi que ele salvou a Mai,fiquei mais aliviado... Ele não é tão mal,a final! Ela desceu,se salvou,e esqueceu completamente de que eu estou aqui! Sai,e comecei a caminhar pelos corredores,mas logo escutei uma batida em uma porta!


Xxx:Me salvem... -A voz era de um homem,e estava fraca. Será o agente Reficco?!- 

Alex:Reficco?! -Ele estava no chão,e logo que me viu,soltou um leve sorriso!- Vamos embora! -Ajudei ele a se levantar,e começamos a caminhar,até a saída. Havia corpos no chão,e a maioria era dos capangas! Quando chegamos lá fora,coloquei ele em uma ambulância,que já estava ali,e suspirei,olhando para a casa- Quem era?! -O olhei- Quem era a chefona?!

Mariano:Sa... Raí... -E após ele dizer isso,ouvimos um barulho,de algo se queimando. Olhamos pra casa,e percebemos que,o que estava se queimando,era ela!- Cadê minha filha?! -Olhei ao redor,e só vi o Maxi,em uma maca!-

Alex:MAI! -Sai correndo em direção à casa,mas fui puxado- ME DEIXEM! TENHO QUE SALVAR A MAI! PRECISO SALVAR A MORENA! A MINHA MORENA! 

Sebastián:Alex,ali dentro está pegando fogo! Se você entrar,você não sai!

Alex:Faço o que for,por ela!


(...)


Ela me puxou pelo braço,e as vezes pelo cabelo,em direção à um quartinho. Quando chegamos,ela me jogou bem no meio dele,e fechou a porta!


Maia:O que vai fazer?! -Ela se virou,me olhou,de uma maneira perversa,e começou a se aproximar- Saraí?! 

Sary:Vamos matar isso... -E ela começou a dar batidas na minha barriga. Eu gritava de dor,gemia,mas ela não parava!- 

Maia:SARAÍ! AH! -Levantei os braços,e ela parou- Por quê fez... -Antes de conseguir terminar,senti algo escorregar pelas minhas pernas. Nem fudendo que minha menstruação desceu agora!- Que...

Sary:Vamos acabar com isso! -Ela pegou um galão vermelho,e começou a despejar o líquido em todo o quarto. Quando o cheiro invadiu minhas narinas,fiquei em choque,isso é gasolina!- E... -Acendeu um fósforo- Pufff! -Jogou no chão,e tudo se acendeu. Esse é o meu fim...-


(...)


Ouvi o Alex gritar,falando que tinha que salvar a Maia. E,mesmo um pouco fraco,me levantei! 


Maxi:Va... Vamos! -Peguei uma arma- Vamos salvar aquela garota! -Alex,Tupac,e Tom,me olharam assustados- O que estão esperando? Que ela morra?! 

Alex:Vamos... -Eles se arrumaram,e entramos na casa,com o Alex como o "líder"! Argh!- 

Maxi:O fogo vem dali... -Apontei para uma porta-

Tupac:Temos que entrar... -Olhamos um pro outro,e concordamos. Suspirei,entrei na frente do Alex,e abri a porta- 

Sary:Seus salvadores chegaram... -Olhamos para a Mai,e vimos que ela estava amarrada,e sangrava muito!- 

Alex:Vocês três,conversem com a Saraí,eu vou salvar a morena... -E quando ele deu um passo em direção a Maia,um barulho de tiro foi-se ouvido!- ARGH!

Maia:ALEX! -Sua voz estava abafada,já que havia um pano na sua boca!-

Maxi:Foquem nela! -Tupac e Tom levaram o Alex pra fora,e logo voltaram. As chamas aumentaram,e eu dei um passo pra trás- Solta ela! 

Sary:Se for pra morrer,morre nós cinco! -Riu- Não vou deixar essa putinha ficar viva! 

Tupac:Qual o seu problema?! -Ela olhou pra ele- Deixa ela viver! 

Sary:Vamos ver,quem vai viver... -Ela puxou o gatilho da arma,em direção ao Tupa,mas não resultou em nada!- Que?! -Tupac foi pra cima dela,e a imobilizou- ME SOLTA! 

Maxi:Leva ela! -Ele concordou- Tom,leva o Alex! -Concordou- Você é minha... -Me aproximei dela,e retirei o pano de sua boca- 

Maia:Obrigada,obrigada,obrigada... -A fumaça começou a se fazer presente,e ela começou a tossir!- Obri... -E,desmaiou. Em meio a fumaça,peguei ela no colo,e desci,feito um louco,para salva-lá!- 

Maxi:Ela... Ela inalou fumaça! Um médico,por favor! -O bom,é que tudo acabou...-


(...)


Eu sou um inútil! Eu não consegui salvar ela! Agora,estamos em uma ambulância,o pai dela e o Maxi estão em outra,enquanto o resto do pessoal vem nos carros da agência! 


Maia:Hey... -A olhei- Vai ficar tudo bem! 

Alex:Eu espero... Assim,espero! -Ela pegou na minha mão,e sorriu. Não sei o que dói mais,esse tiro no meu ombro,ou o fato de que eu tenho que deixa-lá! Suspirei,chegamos no hospital,me colocaram em uma cadeira de rodas,me levando em direção à uma sala da UTI,para tirar isso. Só me lembrou de terem me dado um analgésico,e eu acordei,com uma roupa branca,e com os meninos ao meu redor!-

Alex:O que aconteceu?! -Eles me olharam-

Tupac:Tivemos que tirar a bala do seu ombro... -Olhei pro meu ombro,e vi que estava enfaixado- E...

Tom:Não fala... -Falou pro Tupac- 

Alex:O que aconteceu?! -Eles olharam para o chão- EU QUERO SABER! -Só vinha uma coisa na minha mente:Morena! Será que ela está bem?!- 

Tom:Não faça movimentos bruscos! Iremos falar... -Concordei,e me arrumei nessa cama-

Tupac:A Mai... -Comecei a suspirar pesado- Perdeu o bebê!

Alex:Bebê?! Que bebê?! -Franzi meu cenho-

Tom:Seu filho,Alex... -E nisso,eu entrei em choque. A Mai estava grávida de mim?!-





Notas Finais


Mai ficou viva,já seu filho...

>FALTA TREEEES<

p.s:Talvez o próximo cap seja beeem curtinho,n tenho certeza,mas me esforcarei pra fazer com mais de 1.000 palavras!

Espero que tenham gostado
beijocas
Kah💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...