História Mi Redención - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Douglas Costa, Paulo Dybala
Visualizações 369
Palavras 2.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem chegou!!!!! Finalmente o último capítulo da festa, aproveitem.
Boa leitura amores <3

Capítulo 7 - Siete


Fanfic / Fanfiction Mi Redención - Capítulo 7 - Siete

Narradora.

 

 

Dia da festa.

Paulo e Helena caminharam tranquilamente até o quarto de hóspedes em que ela estava dormindo com Lorenzo enquanto ficava na casa do camisa 11 da Juventus. O pequeno Lorenzo que correu na frente, entrou sem cerimônias no quarto e ficou esperando pelo pai. Antes que entrassem no quarto, Paulo tirou uma venda do bolso e passou pelos olhos da baixinha.

– Sério? eu sou curiosa, anda logo Paulo – a ruiva pediu ansiosa arrancando um sorrisinho do argentino.

– Vem comigo – Paulo guiava Helena, segurava suas mãos e a levava até certo ponto do quarto. Lorenzo já vinha com o buquê de rosas, eram mescladas do vinho ao rosê.

– Pode tirar a venda Lena – Paulo pediu, olhando o filho em expectativa parado ao seu lado.

A primeira coisa que Helena viu foram os olhos verdes. Dele. A mulher sorriu com a cena, Lorenzo estava parado em frente a Paulo segurando um buquê de rosas, o pequeno sorria até pelos olhos de tão feliz que estava, tudo pra ele era festa.

– Eu e o papai que escolhemos mamãe – o garotinho entregou o buquê pra mãe e a abraçou pelas pernas. Helena deixou o presente sobre a cama e pegou o filho, apertando em um abraço.

– Vocês são incríveis. Muito obrigada meus amores – Helena estava feliz, qualquer um perceberia isso. Ela deu um selinho em Lorenzo e viu Paulo fazer um biquinho, parecendo uma criança. Ela riria se não achasse aquilo tão fofo, deixou o filho no chão que correu pra cama e ficou distraído com qualquer coisa no celular da mãe, enquanto isso, Helena abraçou mais uma vez Paulo naquele dia e nem percebeu quando demorou demais com o beijo na bochecha do argentino. Paulo nada fez, apenas colocou uma mexa de cabelo da ruiva atrás da orelha da mesma enquanto se perdia em seus olhos negros. Eles ficaram longos segundos se encarando antes do argentino cortar o contato visual.

– Eu tenho mais uma coisa pra você – ele falou timidamente enquanto virava Helena de costas pra si, fazendo com que ela ficasse de frente pro espelho do quarto.

Para Helena, Paulo estava lindo, usava uma bermuda jeans e uma blusa branca lisa, um tênis da mesma cor da blusa e um boné pra trás, sempre impecável. Para Paulo, Helena estava mais linda que nunca, ela sempre estava tão natural e mesmo assim tão linda. Com a roupa trocada assim que a ruiva chegou e cumprimentou todos, ela optou por um shortinho jeans e um body preto de manguinha e todo rendado. Ela tinha o cabelo preso em um coque bagunçado por estar dançando minutos atrás e estava sem nenhuma maquiagem no rosto. Suas sardas estavam mais aparentes, suas bochechas como sempre rosadinhas por conta do calor que fazia, a ruiva estava descalça, sempre muito a vontade.

– Eu sei que você não gosta de nada muito extravagante e quando eu vi isso, achei sua cara – Paulo falava enquanto tirava o colar com um coraçãozinho todo em ouro da pequena caixinha. Rodeou o pescoço da mulher e prendeu o cordão ali.

– É lindo Paulo – Helena olhava o colar através do espelho, admirada com tamanha delicadeza do objeto – Obrigada, eu adorei – a ruiva parou de encarar pelo espelho e agora estavam frente a frente.

– Não tão lindo quanto você Lena – os dois estavam próximos. Próximos até demais pra quem visse. Paulo nem reparou que segurava as mãos de Helena, percebeu isso quando soltou pra agarrar a cintura fina da mulher a sua frente. Sua mão alisava levemente o pequeno rosto da ruiva, com medo de quebra-la, tão delicada. Helena tinha um cheiro de morango que o deixava hipnotizado, mas não só isso, os olhos dela e a boca, esses eram a perdição de Paulo. Os dois já estavam com os narizes tocando um no outro, Paulo segurava firme a cintura da mulher enquanto sua outra mão segurava o rosto dela, estavam entregues ao momento, ambos sentiam seus corações disparados, mas ouviram a voz de Gustavo chamar Helena no corredor do quarto.

– Tô aqui no quarto Guga, vem cá – ela chamou. Helena tinha o rosto vermelho de vergonha e Paulo não ficava atrás, pra distrair foi brincar com o filho na cama enquanto Helena conversava qualquer coisa com seu irmão mais velho, alguns minutos depois todos saíram do quarto e voltaram pro jardim da casa.

Helena voltou para a pequena rodinha de mulheres perto do som, Paulo e Gustavo voltaram para o grupo de homens.

– E aí mano, cadê sua namorada? Já casaram? – foi Cuadrado quem perguntou.

– Deus livre meu irmão de casar com aquela lá – Gustavo disse fazendo o irmão bufar e rolar os olhos, fazendo os companheiros rirem baixinho.

– Ela teve que voltar pra Argentina, teve alguns trabalhos por lá – foi tudo o que o jogador disse.

– Quero trocar uma ideia contigo depois mano – Douglas, que observava tudo muito sério, se direcionou a Paulo, que apenas concordou para o amigo.

– Nego, você tem que participar disso também – Helena chegou acompanhada dos primos e Amanda na rodinha dos jogadores – Nós fizemos caipirinha! – ela disse animada. Entregou uma dose para o amigo. Ela, Ítalo, Melina e Amanda pegaram uma também, fazendo um círculo entre eles já que Louise não beberia por estar amamentando.

Arriba, abajo, al centro y adentro – falaram em coro enquanto juntos, movimentavam o pequeno copo pra cima, pra baixo, até o meio e bebiam o líquido em seguida. Todos riram ao observar a cena.

– Que isso que vocês tão bebendo? – Paulo perguntou enquanto tomava o copo das mãos de Helena.

– É caipirinha e você não pode tomar – a ruiva protestou dando um tapinha na mão do argentino enquanto pegava o copo de volta – sem fazer bico Paulinho, você tá tomando remédios e não pode misturar álcool – ela disse ao notar o pequeno bico se formar nos lábios do homem, apertou o rosto do argentino fazendo seu bico ficar maior enquanto era abraçada de lado. Helena estava em pé e Paulo sentado mas a ruiva era baixinha, então era mesma coisa que nada.

– Botou na linha, já era – Pjanić brincou e todos riram. Paulo apenas revirou os olhos e deitou a cabeça no peito de Helena, enquanto essa misturava seus dedos com o cabelo do argentino.

– Que cordão bonito Lena, quem te deu? – foi Douglas quem perguntou curioso ao ver o objeto diferente no pescoço da amiga.

– Foi o Paulinho que me deu – a ruiva sorriu docemente enquanto seus dedos continuavam mexendo no cabelo do homem. Douglas trocou um olhar com Cuadrado e Mariano e assentiu por fim, concordando.

– Brasileira, tenho um presente para tu – Cristiano começou a procurar o celular e em seguida procurar algo no mesmo. Deixou o vídeo aberto e entregou nas mãos da ruiva. Helena olhava curiosa para o celular do Português, Melina estava do seu lado e olhava tudo mais curiosa ainda – Douglas me disse que tu és fã – Cristiano disse com seu sotaque carregado e a ruiva apenas assentiu, dando início no vídeo, pelo que parecia. De fato era um vídeo

Si tu eres mi picha – Francisco Alarcon apareceu no início do vídeo. Sério, porém lindo, foi o que Helena e Melina pensaram na troca de olhares.

Yo soy tu bro – Agora foi Marco Asensio quem continuou a frase. Helena quase derrubou o celular do Português de tão nervosa que ficou – Pero con un cumple más – os dois Espanhóis continuaram e fizeram barulhos enquanto pulavam. Helena e Melina estavam em choque com o que viam.

Helena – o rosto de Francisco apareceu sério no vídeo – Parabéns, felicidades, tudo de bom na sua vida – o espanhol desejou – que Deus continue te abençoando muito, um grande abraço e fica com Deus – Marco Asensio finalizou falando. Os dois jogadores sorrindo e mandando beijo no final, terminaram o vídeo. Helena estava estática olhando aquilo. Melina não ficou muito atrás, as duas logo começaram a gritar e a pular em comemoração após a ruiva devolver o celular do Português.

– Helena, o Isco te mandou parabéns. MEU DEUS!!!! – a melhor amiga da ruiva falava ainda desacreditada.

– Você viu o Asensio? – a ruiva perguntou – Tão lindo – sorriu sonhadora.

Paulo olhava aquilo tudo com a cara de poucos amigos, ele não gostava nada nada do que estava sentindo.

– Cristiano, muito obrigada! Tô tão feliz com isso – a ruiva agradeceu enquanto apertava o homem em um abraço, o que fez todos rirem.

– Aí galera, agora vamos cantar parabéns porque eu quero começar a dançar os funks – Amanda, irmã de Douglas Costa quem chamou a atenção de todos, fazendo o irmão revirar os olhos.

Todos seguiram até a pequena mesa enfeitada ali no jardim, tinha um pequeno bolo, alguns docinhos e algumas flores. Tudo simples, porém perfeito aos olhos de Helena.

– Quando eu aqui cheguei... – Ítalo começou a música e arrancou gargalhadas dos brasileiros.

– Mãe, dá um jeito nesse garoto – Helena escondeu o rosto envergonhada da situação, mas ainda sim rindo daquilo tudo.

Maria deu apenas um tapa no braço do sobrinho e continuaram a rir. O parabéns foi cantado primeiramente em português, depois em espanhol e por último em italiano. Helena tinha o pequeno Lorenzo nos braços, o pequeno cantava animado antes de apagar as velas que enfeitava o bolo da mãe. Enquanto Alicia e Carol serviam o bolo para as crianças, Maria ajudava a filha com as fotos. Helena tirou foto com cada um deles, fez várias poses e biquinhos com as meninas, sorria radiante quando tirava foto com as crianças.

– Parece que fiquei por último – Paulo se aproximou fazendo uma careta engraçada, fazendo Helena rir. Os dois se abraçaram e por conta da ruiva ser baixinha, os braços do jogador ficou em volta do pescoço da mulher, fazendo com que os dela ficasse em volta de sua cintura. Ambos se apertaram no abraço e sorriam de olhos fechados pra foto enquanto Paulo apoiava o queixo na cabeça da ruiva e a mesma deixava seu rosto encostado no peito do argentino.

– A foto ficou linda crianças – a mãe da aniversariante sorriu e saiu em seguida.

– Vamos Lena, vamos colocar os funks agora – Amanda saiu puxando a ruiva de volta ao jardim, Paulo ficou rindo vendo as duas correrem animadas de encontro as outras, voltou pra perto dos companheiros de time e ajudou o filho a comer o pequeno pedaço de bolo.

 

 

Hoje você não me escapa

Vou te confessar que tu me deixa pirada

Provavelmente você vem

Provavelmente hoje tem

 

 

Helena balançava o quadril lentamente enquanto deslizava as mãos pelo corpo.

 

 

Gosto dessa sua pegada

Só de olhar pra mim, você me deixa suada

É só chamar que você vem

É só chamar

 

 

Paulo já tinha sua atenção presa na ruiva, ele mal conseguia piscar vendo o corpo dela se mexer no ritmo da música.

 

 

A gente pega fogo

Se entrega sem pensar

Tu beija meu pescoço

Me faz arrepiar

Tua mão pelo meu corpo

Adora se perder

Ninguém faz mais gostoso que você

 

 

A ruiva, Melina e Amanda ensinavam as outras a dançarem a coreografia da música que elas já sabiam decorado.

 

 

Devagarinho

Assim

Devagar

 

 

Helena rebolava a bunda com precisão no ritmo da música enquanto era acompanhada pelas outras mulheres.

– Porra! - foi Cuadrado quem falou – Se dançando é assim, imagina essa mulher na cama... Né não Dybala? – continuou e arrancou risadas dos companheiros de time, em troca recebeu um tapa de Douglas Costa e um olhar furioso de Paulo Dybala.

As mulheres passaram a tarde toda dançando, hora ou outra os meninos faziam alguma piadinha, mas continuava o clima amigável. Foi Amanda e Louise que puxaram alguns meninos para dançarem com elas, a cena era até engraçada, os jogadores balançavam o corpo sem um ritmo específico e as mulheres já formavam uma rodinha em volta de Helena quando "movimento da sanfoninha" começou a tocar.

– Dolo, filma isso pra mim tá bom? – Helena pediu para a menina enquanto se posicionava de costas, a argentina concordou pegando o celular e começando a filmar.

Helena fazia o quadradinho e rebolava o mais rápido que conseguia enquanto era filmada por Dolores.

– Como você faz isso? – Georgina perguntou curiosa e logo Helena começou a ensinar o movimento para todas as mulheres.

Foi uma tarde divertida, todo mundo dançou, riu, comeu e bebeu muito. No final da tarde, já anoitecendo, o funk foi trocado pelo sertanejo, entre uma música e outra, as mulheres e os homens se juntaram numa rodinha e passaram o tempo conversando. Apenas Maria, José e Alicia estavam mais afastado, conversando sobre amenidades mais interessantes para eles.

Quando uma música mais lenta começou a tocar, Cristiano e Georgina, Douglas e Lou, Gustavo e a noiva Carol começaram a dançar perto do som, Edin, Lorenzo e Cristiano Jr., corriam pra lá e pra cá em alguma brincadeira. Helena estava na mesa de bebidas pegando um pouco de refrigerante quando viu o filho se aproximar e apoiar os bracinhos na mesa.

– Filho, toma um pouquinho de água, você tá correndo muito.

– O papai já me deu mamãe – o menininho sorriu doce mostrando o copo e Helena deixou um carinho no rosto do filho.

– Você tá tão lindo, deixa a mamãe tirar uma foto – falou enquanto pegava o celular, abriu na câmera e viu o garotinho apoiar o queixo nos bracinhos. Helena tirou a foto e ficou admirada com o quão lindo era o filho, rapidamente postou a mesma em sua conta do instagram.

 

 

Instagram

 

 

helwnaxx Príncipe 👩‍👦❤ @paulodybala

 

 

– Vem dançar com a mamãe – deixou o copo de lado e pegou o pequeno no colo. Mãe e filho abraçados, começaram a dançar a musica que já estava na metade.

 

 

Tem um pinguinho de gente correndo na sala

Com o sorriso banguelo, eu não quero mais nada

 

 

Paulo via de longe a mulher e seu filho dançarem. Helena cantava baixinho a música enquanto Lorenzo tinha a cabeça deitada no peito da mãe. Sem que ninguém percebesse ele se aproximou dos dois e começou a fazer graça quando o filho notou a aproximação do pai, o pequeno sorria com o que via.

 

 

Sabe aquele amor que se multiplica?

Quem nunca sonhou ter isso na vida?

Ser herói de alguém e, melhor ainda

Ter do lado a Mulher Maravilha

 

 

Helena sorria ao ver o filho sorrindo para o pai, ela amava a relação dos dois, Paulo era realmente o melhor pai para seu filho.

O argentino beijou a cabeça do pequeno enquanto puxava Helena pela cintura e juntos dançavam a música. O jogador abraçava a mulher e o filho quando sentiu a cabeça da ruiva em seu ombro, apertou a mesma em seus braços enquanto escondia seu rosto no pescoço da mulher. Nem em cem anos ele esqueceria o cheiro de morango que Helena tinha. Paulo já começava a duvidar se de fato, aquele não era seu cheiro preferido. O cheiro de morango. O cheiro de morango que Helena tinha.


Notas Finais


E aí galera? sei lá, sinto um cheiro de romance por aí... mas não se empolguem muito com isso, hihihihi.
Pessoal, finalmente fiz um instagram pra Lena, sigam ela lá::::: @helwnaxx
Aproveitando, minha amiga começou uma história com o Asensio, quem quiser ler, aqui tá o link::::: https://www.spiritfanfiction.com/historia/mi-renacimiento-13887748
No mais, é isso, me digam o que vocês acharam desse capítulo. xoxo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...