História Mi Renacimiento - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Marco Asensio
Visualizações 221
Palavras 2.621
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amoresss ❤️❤️

Boa leitura para vocês!!

Capítulo 3 - Quién es marco Asensio?


Fanfic / Fanfiction Mi Renacimiento - Capítulo 3 - Quién es marco Asensio?

 

Las Vegas/EUA.

 Point Off View - Kylie Marri.

Hoje completa duas semanas de Goddess of Redemption Tour. Posso arriscar em dizer que em tão pouco tempo a Tour já está bombado. Estou amando muito tudo isso. Valeu a pena ficar meses acordada até tarde com a minha equipe decidindo tudo, valeu todo o nosso esforço. Confesso que eu não consigo ficar longe dos palcos. Eu amo cantar, eu amo dançar, eu amo ver os meus fãs, eu amo tudo o que eu faço. Hoje o show acontecerá em Sam Boyd Stadium, em Las Vegas.

“Senhores passageiros, pedimos para que sentem-se em seus lugares e apertem os cintos. Em alguns instantes iremos aterrissar.”

Coloquei o cinto e comecei a prestar a atenção no que Jennifer estava falando.

— Vamos primeiro para o hotel. Chegando lá você vai tomar banho, depois vai ter um maquiador no quarto de onde você está hospedada e um cabeleireiro também, e depois eu vou chamar a  estilista para arrumar você. — A mesma continuava falando e eu só fingia estar prestando atenção em tudo. Eu estava muito cansada. Só queria uma cama pra dormir. — Kylie, presta atenção no que eu estou falando! — Jennifer elevou o tom de voz.

— Desculpa, eu estou muito cansada. Só queria dormir, mais nada. Pode continuar o que estava falando, dessa vez eu vou prestar a atenção.

— Daqui à duas horas você vai ter uma entrevista. A entrevista vai ser em uma parte do hotel mesmo. Você vai ter um descanso de uma hora e depois desse descanso vai ter ensaio, e depois vai ser o show! — Passamos mais alguns minutos falando do que eu iria ter que falar na entrevista, a mesma sempre falava “Por favor, só fala o necessário!”. Eu fiquei feliz quando ela disse que depois desse show eu poderia ir para casa, mesmo que fosse só por um dia, mas eu estava morrendo de saudades da minha família e dos meus amigos.

         “Senhores passageiros, iremos aterrissar.”

Depois de alguns minutos o jato particular aterrissou. Eu estava indo para a porta do avião porém, uma mão segurou o meu braço esquerdo impedindo-me de sair.

— Você não vai sair com essa roupa! — A morena apontou dos meus pés até a minha cabeça.

— Eu não quero trocar de roupa. Não estou vendo nada de ruim nela! — Tirei o meu braço de sua mão.

— Por favor né Kylie! Você não vai sair desse jato usando chinelo, um shorts e uma camiseta, sei lá, tamanho G?

— Poxa, as Kardashians colcoam camisetas do tamanho G e saem por aí, até virou moda!

— Você não sai desse avião assim Kylie Marri. — Jennifer pegou o meu braço e me puxou para o quarto em que havia no jato. Começou a mexer na mala de mão que eu trouxe para o avião. A morena tirou uma calça rasgada boca de sino, uma blusa preta sem estampa e um tênis vans preto. — Vista isso Kylie! — Disse autoritária. — Estarei te esperando lá fora.

— Vista isso Kylie! — Imitei a voz irritante de Jennifer, puta merda, não tem voz mais irritante que a dela.

Coloquei o tênis vans preto, arrumei o meu cabelo. Dei uma olhada no espelho, antes de sair do jato particular. Até que Jennifer tinha bom gosto de escolher as roupas. Peguei a minha mala e sai do quarto. Desci do avião e vou de encontro a Jennifer que estava de braços cruzados ao lado da escada do jatinho me esperando.

— Achei que ia morrer lá dentro. — A morena pegou a minha mala. — Toma. — Ela entregou a minha bolsa da Chanel.

A morena me acompanhou até o portão de desembarque e antes que eu pudesse sair de lá, a mesma passou algumas instituições para os seguranças. Na medida em que eu forá saindo do portão do desembarque, dava-se para escutar os gritos das pessoas que estavam ali.

— KYLIE EU TE AMO — Tentei achar a pessoa que falou isso. Uma tentativa falha. Eram muitas que estavam falando isso. 

— KYLIE POR FAVOR TIRA UMA FOTO COMIGO! — Uma loira aparecerá do nada na minha frente. Eu peguei o celular dela e tirei uma foto.

O aeroporto ficou um tumulto, eu não estava mais conseguindo me movimentar, não conseguia tirar foto com os fãs. O aeroporto estava muito lotado e com toda aquela gritaria só me deu dor de cabeça. Decidi abaixar a minha cabeça e sair logo dali, antes que piorasse ainda mais o transtorno.

          [...]

2 horas....

Eu já estava no hotel me arrumando para a entrevista em que acontecerá daqui a pouco. Eu não estava muito contente e as psssoas que estavam ali acabará notando.

— Por que está triste rainha? — O maquiador perguntou.

— Todos os meus fãs estavam lá para me ver e eu queria muito, muito mesmo ter tirado foto com todos. Mas eu não consegui, era muita gritaria e já estava me dando dor de cabeça, sem contar o tumulto que eu estava causando no aeroporto. Eu não gosto de magoar os meus fãs!

— Eles vão compreender. — Obsrvei Lucas guardando as maquiagens. — Eu tive uma ideia!

— Qual a ideia, Lucas?

— Toma. — Ele pegou o meu celular que estava na penteadeira. — Faz um stories pedindo desculpas para eles.

Peguei o celular da mão do Lucas. Fui direto para o aplicativo do Instagram e comecei o vídeo.

 

 

          -Tem noção de que falta apenas 10 minutos para você se trocar? - Jennifer disse olhando para mim e passando a mão na testa. - Não podemos nos atrasar! - Ela disse indo até o armário do quarto do hotel e abriu. Lá tinha a roupa em que eu iria usar. - Pega. -Ela disse indo em minha direção e entregando o vestido. -Se vista rápido! - Jennifer disse estressada. - Vamos Lucas, vamos deixar ela se trocar - Lucas pega a sua mala e se despede de mim com um beijo no rosto e Jennifer antes mesmo de sair do quarto, se vira e fala. -Se você demorar de novo eu vou perder a paciência e aí vamos ver se amanhã você irá voltar pra casa tão cedo. -Ela disse num tom autoritário.

 

          Eu sei que eu era a “chefona” e deveria rebater com um “tá demitida” mas eu não queria falar nada, eu sei que eu tenho culpa do atraso pois eu demorei pra entrar no hotel e demorei mais ainda pra tomar banho. Eu também não queria muito brigar com ela pois sempre que eu tinha um dia de “férias” ela ia lá e invernava um monte de coisa por “vingança” do que eu fazia desde se atrasar até se eu falar algo de errado e ela não gostar.   Olhei para o vestido que estava na minha mão e vi o vestido. Ele era muito lindo. Era curto e a cor dele era preto, o vestido era de ombro a ombro com mangas que tinha boca de sino, o vestido era um pouco justo e liso. Nada mais.

 

          Sai do quarto e vi Jennifer. Ela pegou na minha mão e guiou-me para a sala do hotel. Pelo visto era um lugar em que estava reservado para acontecer a entrevista, pois só tinha eu, Jennifer, o entrevistadora e o câmera. 

 

          -Olá - Eu falei e a entrevistadora e o câmera se viraram.

 

          -Olá - Ela disse com um sorriso no rosto. Ela era muito linda. Ela era magra, tinha cabelos lisos que ia até os ombros, era loira e tinha uns olhos castanhos lindos.

 

          -Olá Kylie. - O câmera me olhos e estendeu a sua mão, peguei a mão dele e cumprimentei-o.

 

          -O meu nome é Lili e trabalho para o Pop Curious - Lili disse se apresentando e falando em que local ela trabalhava. Ah ótimo, um programa que só fala de celebridades, não gosto de ficar falando muito da minha vida. - Podemos começar a entrevista?- Lili disse me olhando.

 

          -Mas é claro- Eu falei com um sorriso no rosto.

 

          -Então senta ali. - Ela me mostrou um lugar onde tinha duas poltronas brancas e tinha uma tela de projetor.Fui até lá e me sentei. Lili estava conversando com o câmera o ajudando a ajustar a câmera.

 

          -Eu vou ficar ali atrás. -Jennifer apontou para onde ela ia ficar e era numa cadeira que ficava atrás do câmera.

 

          -Pronto. -Lili disse - Falta só arrumar os microfones sem fio- Ela disse pegando dois microfones, ela colocou um nela e veio até mim e falou - Licença. - Me levantei da cadeira e a mesma ajustou o microfone em mim. -Vamos começar - Lili disse estrondando a mão para a poltrona branca que estava ao meu lado, me sentei e depois foi a vez dela se sentar.

 

          -1...2...3... -O câmera disse - Pode começar- Ele disse fazendo um sinal de joia

 

          -Olá meus amores -Lili disse alegre. -Olha só quem está aqui comigo! -Ela disse apontando pra mim e eu dei um sorriso e acenei. -Isso mesmo! Kylie Marri está aqui no programa Pop Curious! -Ela disse toda alegre e gesticulando. - Seja bem-vinda Kylie. -Ela disse me olhando.

 

          -Muito obrigada -Eu falei olhando para a câmera e dando um sorriso.

 

          -Aqui nós iremos falar um pouco da sua vida e claro, um pouco da sua tour que está bombando! -Lili disse. - Mas e então, conta para nós como que é ficar sem fazer show por muito tempo? - Ela falou e complementou- Por que você teve um problema de saúde sério e isso te impediu de continuar fazendo shows.

 

           -É muito bom estar de volta. -Eu falei olhando para ela - É bom estar de volta em casa, com os meus fãs, podendo cantar para eles, poder tirar fotos com eles. - Eu disse gesticulando.

 

          -A GPT está trazendo varios ensinamentos para você? -Lili perguntou.

 

          -Sim, a GPT me trouxe varios ensinamentos e eu sou muito grata por isso. -Eu disse. Não tinha muito o que falar.

 

           -Como que é cantar para milhares de fãs? -Lili perguntou me olhando.

 

          -Por estar varios anos sem fazer show, eu vou ser sincera, tenho ainda um pouco de vergonha de cantar para milhares de fãs. Eu me sinto um pouco deslocada mas, eu espero que eu consiga resolver isso logo logo. -Eu disse sendo sincera com ela. Mesmo sendo famosa eu tenho sim um pouco de vergonha de subir no palco e cantar para milhares, eu já tinha perdido a noção de tudo que envolva show.

 

          -Bom, vai ser um pouco chato falar sobre isso mas, se não quiser falar, tudo bem, vou compreender. -Lili disse. -Mas depois de tudo o que você passou, depressão, você tentou se m... -Não deixei ela terminar isso e então resolvi interromper.

 

          -Desculpa mas eu não me sinto bem falando sobre isso. -Eu falei tentando manter a voz normal. - É uma coisa que ainda mexe comigo e eu não consigo lidar 100% com isso, então, desculpa em ser chata mas, vamos mudar de assunto. -Eu falei me controlando pra não chorar.

 

         -Tudo bem- Lili disse. Pelo jeito ela notou o meu desconforto, pois se fosse outros entrevistadores eles iriam querer continuar no mesmo assunto, mesmo você falando não. - Eu estava dando uma olhada nas marcações do seu Instagram -Fodeu muito. - E vi que varios fãs seus e do jogador, estavam marcando você numa publicação em que o jogador do Real Madrid, Marco Asensio começa a te seguir na rede social. - Eu fiquei sem entender nada, eu sei que era ele, ele trabalhava junto com o Cristiano mas eu não conhecia ele. -Você tem algo para nos falar sobre?

 

          -Eu só sei que ele trabalhava com o Cristiano. Eles são bem amigos. -Eu disse. Estava procurando respostas. - Mas eu nunca vi ele, nem mesmo nas festas em que o Cristiano dava. - Fui sincera.

 

           Se passou mais alguns minutos e graças a Deus que aquela entrevista tinha acabado. Subi para o meu quarto, me troquei e fui para o estádio onde iria acontecer o show.

 

[...]

 

          Já era de noite e eu estava me arrumando para poder subir ao palco. Estava muito ansiosa e ouvir todas aquelas pessoas gritando me deixava mais ansiosa ainda. Eu estava vestindo um macacão preto, na parte de cima tinha bastante brilho e na parte da frente era decotado. Peguei a minha bota preta que estava jogada no chão, coloquei ela e sai do camarim. Fui até os dançarinos, cumprimentei todos, fizemos uma oração e então o show começou.

 

          A batida começou e os fãs começaram a ficar loucos, eles gritavam cada vez mais e isso estava me deixando com um frio na barriga, meu Deus. Então o estádio todo ficou escuro. Me entregaram o microfone, eu peguei e me deram a deixa falando para eu entrar ao palco. Subi as escadas e assim que eu me posicionei no palco as luzes se acenderam diretamente a mim e isso fez as pessoas eufóricas.

 

          -Muito obrigada a todos que estão presentes. - Eu falei. - Sejam todos bem-vindos ao Girl Power Tour! - Eu terminei de falar e as pessoas começaram a gritar mais ainda. Eu me virei dando a deixa para que começasse a batida novamente. Os dançarinos surgiram e eu comecei a cantar. A primeira musica era “Fetish”.

 

Pegue ou largue

Querido, pegue ou largue

Mas eu sei que você não vai largar

Porque eu sei que você precisa (ah)

Olho no espelho

Quando eu me olho no espelho

Querido, eu vejo claramente

Porque você quer estar por perto (ah)

 

          As dançarinas começaram a dançar até o chão e lá elas se deitaram no chão e começaram a fazer algumas cenas “quentes”.

 

Eu não estou surpresa

Eu entendo (ah)

Não posso negar

Seu apetite (ah)

 

          Eu comecei a andar de um lado para o outro. Eu estendia a minha mão para que a pessoa que estivesse lá pudesse tocar na minha mão.

 

Você tem um fetiche pelo meu amor

Eu te afasto e você volta

Não vejo motivo para culpá-lo

Se eu fosse você, eu também me pegaria

Você tem um fetiche pelo meu amor

Eu te afasto e você volta

Não vejo motivo para culpá-lo

Se eu fosse você, eu também me pegaria

Você tem um fetiche pelo meu amor

 

          Essa deicha era minha, então eu comecei a descer até o chão e me deitei no palco. Na hora em que eu me deitei a câmera pegou o meu ângulo inteiro e começou a ser transmitida no telão. 

 

Atingindo seu limite

Você diz que está atingindo seu limite

Ultrapassando seu limite

Mas eu sei que você não consegue abandonar (ah)

Alguma coisa em mim

Te deixou viciado em meu corpo

Te leva para cima e para baixo

E te dobra como um origami (ah)

 

          Eu estava bem serena e comecei a passar a mão no meu corpo e isso só levantava mais grito das pessoas em que estavam presentes ali. Passei a mão pela minha barriga bem devagar, passei a mão pelo meu pescoço e depois passei a mão pela minha virilha -foi do lado tá- fiz tudo isso sorrindo. Quando eu comecei a fazer isso, as pessoas começaram a gritar um “LINDA”, “GOSTOSA”, “MARAVILHOSA”.

 

[...]

 

          Eu estava no quarto do meu hotel, já tinha atendido todos os fãs e agora estava deitada mexendo no celular e sem nada para fazer. Até que veio a minha cabeça “Marco Asensio”, fui no Instagram e pesquisei o nome. Caralho. Era muito lindo e gostoso também. Comecei a ver as fotos dele e as fotos que mais me encantou foram as que ele aparecia sorrindo, nossa, que sorriso perfeito. Ele é perfeito na verdade. Só dei mais algumas olhadas e comecei a seguir ele. Fiquei mais alguns minutos mexendo no celular até o sono bater. Depois de algumas horas eu vi que estava com sono e então eu capotei.          

 

         

 

 

 


Notas Finais


Mil desculpas por ter demorado pra postar mas eu estava viajando e não tinha tempo para escrever!!

Espero que tenham gostado do cap e me desculpa se tiver algum erro!! ❤️

Comentem aí o que acharam da fic e se eu deveria mudar algo nela!! Obrigada pra quem chegou até aqui ❤️❤️

GENTE EU PROMETO QUE NO PRÓXIMO CAPÍTULO EU VOU COMEÇAR A COLOCAR NOME NOS CAP 😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...