História Midnight Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Sobrenatural, Vampiros
Visualizações 80
Palavras 672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


❈Espero que gostem :3 ❈
( aparência da Linh é a da foto da capa do capítulo )

Capítulo 1 - Vida nova


Fanfic / Fanfiction Midnight Love - Capítulo 1 - Vida nova

~Linh


Hoje é o dia que a minha vida vai mudar por completo...de novo. A questão é o seguinte: hoje minha tia vai viajar para fora do país, e como ela não podia levar eu e minha irmã mais nova, Emilly, junto, ela decidiu me deixar na casa de um conhecido dela enquanto Emilly viajaria com ela, já que era justo pois eu sou a mais velha. Isso era uma desculpa esfarrapada! Desde que meus pais morreram e a minha guarda e a de Emilly passaram para a tia Scarlet, ela vive tentando se livrar de mim. E pelo visto conseguiu. Hoje eu vou me mudar para uma casa desconhecida, onde não tenho nenhuma informação sobre, e a tia Let não quer me contar nada sobre aquele lugar! Isso é um saco! Mas o que mais me irrita, ou o que mais me deixa pra baixo, é o fato de ter que deixar minha irmã mais nova nas mãos daquela cobra a quilômetros daqui! Mas é melhor eu terminar de arrumar as malas logo antes que "alguém" surte!


~ ♡ † ♡ ~


Termino de arrumar as malas e sou surpreendida por uma pessoinha invadindo meu quarto (ou meu antigo quarto), pulando em cima de mim me abraçando. 

Emilly: LINH~!!! Você vai mesmo me abandonar? -diz fazendo uma carinha de cachorro abandonado

Linh: Não vou te abandonar Emi-chan. Prometo te ligar todos os dias ou te mardar uma mensagem. 

Emilly: Promete, Li-chan?

Linh: Prometo!

A mesma começa a me abraçar com mais força e eu retribuo o abraço. Vou sentir falta disso quando ela viajar! Vou sentir falta das risadas , das brincadeiras, principalmente as de pique-esconde que sempre irritavam a tia Let, os passeios, os pesadelos, as conversas no meio da madrugada... É, eu realmente vou sentir muita falta dela!

Scarlet: LINH!EMILLY!JÁ ARRUMARAM AS MALAS? DESÇAM AGORA! JÁ VAMOS SAIR!

Começamos a rir sem parar ao ouvirmos a tia Let gritando que nem uma louca do primeiro andar pra nós descermos. Emilly me soltou ainda morrendo de dar risada.

Linh: Já terminou de arrumar as malas Emi-chan~?

Emilly: Já~

Linh: Tem certeza?

Emilly: Sim...bem acho que não esqueci nada!

Linh: Acho? - falo arqueando uma sobrancelha

Emilly: Sim! Acho! Mas pelo menos já ta tudo arrumado, né?

Linh: Ai Emilly...você não tem jeito né? -dou uma risada e bagunço seu cabelo- Vamos descer então!

Emilly: HAI~

Emilly sai do quarto saltitante. No fundo, ela estava feliz. Descemos as escadas, arrumamos as malas no porta malas, e entramos no carro. Nesse momento eu só queria aproveitar estes últimos minutos pra ficar ao lado de minha irmã. 


~ ♡ † ♡ ~


O carro começou a diminuir a velocidade e logo paramos em frente a uma mansão. Ela era enorme por fora e parecia ser ainda maior por dentro. Ela era rodeada de árvores e ficava perto de um bosque. Desci do carro, peguei minhas malas que não eram tantas assim, me despedi de Emilly e da tia Scarlet, esperei o carro sumir do meu campo de visão e me virei pra entrar. Eu estava em frente a um portão de ferro. Respirei fundo, e entrei. Comecei a andar até a porta de entrada e quando eu ia bater, a mesma se abre sozinha. Levei um susto. Engoli em seco, e entrei na casa mas não vi ninguém.

Linh: Am...oii! Posso entrar?

Não obtive nenhuma resposta. 

Linh: Estou entrando. Com licença. 

Comecei a andar pra ver se encontrava alguém e um monte de pensamentos vieram a minha cabeça: "será que esse lugar é assombrado?",       "alguém sabia que eu vinha?", "a atmosfera desse lugar é meio sombria!","por que eu sinto isso desde que cheguei aqui?"...

Caminhei mais um pouco e cheguei em um lugar que parecia ser um Hall de entrada. Havia uma escadaria que parecia levar ao segundo andar, um sofá num canto afastado perto de uma janela e umas estátuas no final do corrimão da escada. Comecei a olhar em volta pra ver se lá eu encontrava alguém. Mas...de novo nada.

???: Ohayo! Posso te ajudar?

Olho para a escadaria e finalmente vejo alguém naquele lugar, e parecia que estava direcionando a palavra a mim...







Notas Finais


Espero que tenham gostado...
Bjs:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...