1. Spirit Fanfics >
  2. Midoriya Izuku, o Deus Da Vitória. >
  3. Lado negro Parte 1 - Capítulo XXIII

História Midoriya Izuku, o Deus Da Vitória. - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, então, demorei mais tô vivo, seguinte, eu meio que sentia essa fic meio leve para a sua classificação, então decidi deixar as coisas um pouco mais interessante, na verdade, eu meio que me empolguei e acho que misturei um pouco da minha escrita de Simbolo do Caos com essa, malz se não gostarem, mas eu curti o resultado.

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A.........XD

Capítulo 23 - Lado negro Parte 1 - Capítulo XXIII


                  NO CAPITULO ANTERIOR

você tem um ressentimento com ele, eu sei disso, por que não pegá-lo ? Junte-se a min e vamos mata-lo – um garoto de cabelos amarelos espetados e uma expressão furiosa dizia.

— certo, mas o que você ganha com iso ? – o outro homen disse desconfiado.

— eu também odeio ele – o garoto respondeu novamente, — ele tem que morrer, e eu sei que você vai me ajudar Chen…

— suspiro, tudo bem, eu irei te ajudar a matar o Midoriya, mas não me desaponte Bakugou…

AGORA

— A turma principal da U.A esta no Estados Unidos, causou uma grande comoção no país, pois, finalmente depois da época de ouro de All Might ser a única a ganhar uma medalha, finalmente o Japão conseguiu uma nova turma de pessoas super Incríveis. – Um repórter disse, enquanto olhava para a câmera a sua frente.

Fora de um prédio, estava muitas pessoas aglomeradas, eram repórteres, eles estavam esperando incansavelmente enquanto olhavam para o telão que estava colado a frente do prédio que mostra o interior dele. Dentro do predio podia se ver várias cadeiras, e um palco a frente. A turma de All Might estava atrás do palco, de pé, esperando o prêmio, apensar de não saberem o porquê a U.A dar tanta importância para isso.

— Sou suspeito para falar, mas isso aqui está muito chato – Ririko se pronunciou, chamando a atenção de todos os seus colegas que estavam encarando as pessoas sentadas nas feiras abaixo do palco. — Sei que estou aqui a pouco tempo mas, não faz muito sentido a U.A dar tanta importância para um simples prêmio.

— Não é um simples prêmio, é um prêmio que mostra o poder da próxima geração de Heróis — Hana sorriu, enquanto abraçava o braço de seu irmão fortemendo. — É por isso que All Might e os heróis mais velhos não estão presente, esse é o único prêmio em escala mundial para jovens promissores.

— Eh..? Então quer dizer que esse é um prêmio para a gente, mérito nosso ? – Iida perguntou, enquanto estava em uma posição ereta e firme.

— sim.. 

— Que idiotisse... – Leônidas se pronunciou, enquanto dava um olhar mortal para Midoriya.

Os alunos perceberam aquele olhar, rapidamente, ali, eles entenderam, o segundo garoto explosivo, Leônidas, estava com ciúmes.

— Ciuminho em.. – Kaminari o cutucou, com uma expressão de zombaria — Quem diria, o grande Leônidas iria se apaixonar pela irmãzinha do Midoriya...

— Perai... Que...? – Ririko, Momo, e todos os alunos que estavam perto dos dois se pronunciaram.

 — Isso não está certo... – Todoroki se pronunciou.

— Não está mesmo – Momo soltou uma gargalhada.

— Não estou falando disso...

(VPZ:acho que estou dando pouca importância para o Todoroki, e quero trabalhar com todos os personagens da U.A no geral, então vou me esforçar daqui em diante)

Enquanto a turma conversava, o mais observador deles, sentia que tinha algo errado, por algum motivo, Todoroki não se sentia confortável. Ele olhava de um lado para o outro sentindo um sentimento de insegurança.

— Bom, estamos aqui reunidos hoje, para apresentar, a futura geração de Heróis do Japão, que consiste em, desde pessoas promissoras como Midoriya Izuku, Todoroki Shoto, e Ochaco Uraraka, mas também pessoas com inteligência e perplexidade, não são só esses nomes que sitamos que são bons, Denki Kaminari, Momo Yaoyorozu-

BOOOM!!!!

uma explosão na lateral traseira do prédio, destroços voaram para todos os lados, a fumaça não permitia as pessoas ver quem causa todo aquele alvoroço.

Tudo o que as pessoas ali conseguiram ouvir foi um zumbido, a forte explosão foi forte o suficiênte para fazer um incomodo nos ouvidos das pessoas, até uma voz se sobressaiu.

— Procuro a obediência, faço deles meus escravos, e trago a palavra absoluta, Possesion! – alguém gritou calmamente, seguido por passos que enfim se mostraram diante da fumaça.

Midoriya, Uraraka, Todoroki e todos eles sabiam exatamente de quem era aquela voz, aquela voz agressiva e explosiva, que um dia foi melhor amigo do esverdeado.

— Nos encontramos denovo, Izuku… – Bakugou sorriu, enquanto cada homem, cada mulher que estava ali presente, foi para o seu lado, com seus olhos brilhantes com uma coloração verde. 

Apenas Midoriya, Toga e Hana não foram afetados pelo poder do deus Melqart.

— No nosso encontro antigo, você conseguiu fugir — Os olhos de Midoriya ficaram vermelhos, erradiando um poder mortal.

A cada passo que Midoriya dava, um brasão era ativado…

Aves de rapina, touro, camelo, juventude. Ele ficou de frente para o exército de Melqart, Midoriya se lamentava por seu corpo ser capaz de aguentar apenas 4 brasões ativos simultaneamente, mas era seu limite.

— Dessa vez… – Rapidamente, ele se colocou em posição de luta, juntamente com Bakugou que fez o mesmo — EU IREI TE MATAR!

ambos saíram de seus lugares em uma velocidade inimaginável, enquanto trocavam socos as pessoas que estava de fora só podiam ver rastros e pós imagens da força de ambos.

Era uma verdadeira troca de poder, Midoriya acertava um soco e Bakugou devolvia, ambos os corpos pareciam ignorar a dor que a cada tempo que passava, iria ficando cada vez mais forte e extensa.

Por um descuido de Midoriya, ele levou um soco em sua barriga fazendo voar para longe e chocar com a parede, mas rapidamente ele levanta.

— Isso não tem graça, até você convocar Verethragna vou fazer meus subordinados brincarem com você – Melqart comando as pessoas ali para lutarem com Midoriya.

Midoriya analisou o local em que estava, analisando onde lutaria e como poupar a vida de seus novos inimigos. As pessoas que estavam assistindo, viram o Esverdeado andar para a frente, ficando frente a frente com um herói que estava presente, o herói o encarava sem se mover, esperando apenas que o sinal de seu mestre fosse dado, e quando ele sentiu a ordem em sua cabeça... O Herói continuou parado, olhando-o, todos os outros que estavam por perto sentiram uma sensação estranha e dera um passo para trás, e quando perceberam, o Herói famoso no Estados Unidos, estava completamente vermelho, espirrando sangue, ele olhou para baixo e podia-se ver, a mão de Midoriya perfurando seu peito.

Ali, Hana sentiu um calafrio, aquele não era mais seu Midoriya, o garoto gentil, Amado e corajoso que ela amava, era aquele monstro... Que erradiava intenção assasina, o corpo de Hana ficou completamente arrepiado, ela olhou para Toga que também estava estática, — Aquele não é mais o Midoriya, se prepare, vocês vai ver a cena mais brutal e Sanguinária que imagina.

Midoriya tinha perdido a consciência, Verethragna tentava de todo geito controlar seu corpo mas, ele sentia algo errado, ele estava de frente para um demônio, um demônio cujo único objetivo era genocídio, não tinha o que fazer, a partir de agora, Midoriya Izuku, iria ter um alvo em suas costas, não só dos vilões, mas os Heróis também o odiariam.

Sem expressão alguma, o Esverdeado levantou seu outro braço e o enfiou novamente, rodeando-o, ele abriu ambos os braços. Como se não fosse nada, o corpo do herói foi partido ao meio, caindo sem vida.

As pessoas, os reporteres que estavam assistindo ficaram em silêncio, olhando-o, o Esverdeado não tinha nenhum sentimento de culpa, ele abriu um belo sorriso, como se o sangue ali, fosse um motivo de excitação.

Melqart sentiu medo percorrer por todo o seu corpo, ele achava que seu único inimigo em potencial era Verethragna, mas estava errado, completamente errado, ele sentia seu poder enfraquecendo, o instinto de seus escravos dizia para eles correrem com todas as suas forças, o único resultado a sua frente era a morte, eles olhavam para o rosto de Midoriya, encarando-o atonitos, aqueles olhos vermelhos cor de sangue brilhavam exalando uma sensação de morte, a conjunção do sorriso dizia, aquele era o verdadeiro vilão.

Aquele garoto, era a morte.

Aquilo não era um poder, uma Indivídualidade ou um deus, era simplesmente Izuku, seu lado reprimido, aquele lado foi alimentado bem antes dele conhecer Verethragna, era seu lado negro, seu demônio interior, uma parte da personalidade de Midoriya quando ele era descriminado.

Ele levantou sua mão, calmamente olhando para a expressão de medo de seus inimigos, seu punho fechou e, rapidamente o esverdeado avançou na roda de inimigos, os socos, as mortes, os ferimentos, a cada inimigo que o esverdeado focava, ou era morto ou ficava extremamente ferido.

Pela primeira vez em dez mil anos, o controle mental de Melqart foi quebrado, as pessoas, a turma U.A, foi liberada. Eles olhavam para os corpos mortos sem expressão e, rapidamente seus olhos julgadores caíram em Midoriya, com sangue em sua cara e corpo, olhando diretamente para Melqart.

Se um jogo de olharem matasse, Melqart estaria sendo torturado.

Uraraka olhou para Midoriya, ela e Momo se lembraram das palavras de Hana, aquele não era seu Midoriya, aquele não era o Izuku, era uma máquina de matar.

— Todos vocês!! Corram!!! – Hina, irmã jurada do esverdeado gritou, fazendo todo o exército de Melqart cair na real e se afastar do campo de batalha.

Ela olhou para Midoriya com uma expressão complicada, ali, ela sabia... Era ele novamente, o demônio que uma vez atormentou a cabeça de sua queria irmã, ela sentia o que estava por vir…

Alguém iria morrer…


Notas Finais


Eaí, o que acharam? Tenho grandes planos para esse mini-arco, vocês vão presenciar a evolução de alguns personagens, a amostra de poder de All Might e a volta de um personagem odiado por alguns, e amado por outros.

Aliais... Pra quem gosta de algo mais Dark. Taí o link da minha outra fic de Boku no Hero versão vilão.
https://www.spiritfanfiction.com/historia/midoriya-izuku--simbolo-do-caos-19642820


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...