1. Spirit Fanfics >
  2. Midoriya no mundo de one punch Man >
  3. Passando um dia sossegado

História Midoriya no mundo de one punch Man - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 12 - Passando um dia sossegado


Fanfic / Fanfiction Midoriya no mundo de one punch Man - Capítulo 12 - Passando um dia sossegado

Então, depois do ocorrido na casa da evolução, midoriya e temos voam até a cidade Z, mas no caminho midoriya e genos conversam 

Genos: então você quebrou seu limitador? 

Midoriya: sim 

Genos: e como você chegou nessa dimensão? 

Midoriya: bom, o senhor blast me trouxe aqui 

Genos: blast? Eu já ouvi esse nome em algum lugar...

Midoriya: bom talvez ele seja famoso aqui, mas ele tá lá fora pegando os cubos 

Genos: o lá fora você quer dizer fora dessa dimensão né? 

Midoriya: é, bom... Genos... Exclua aquele tradutor da minha gagueira por favor - disse olhando para genos com seriedade - 

Genos: porque? 

Midoriya: porque agora eu vou ter que passar um tempo na casa delas 

Genos: elas pediram isso? 

Midoriya: bom, elas pediram que eu ficasse mais ou menos uma semana na casa delas, mas eu tenho muito trabalho, então não sei aonde isso pode encaixar já minha agenda, mas olha, genos, vá para casa ok? Descanse, nos vemos amanhã 

Genos: ok! Tchau mestre! - disse voando para s direção oposta de midoriya - 

Midoriya: bom, posso passar meu dia sossegado agora! Ohhahh - bocejou - 

Então ele chega em sua casa e pousa no chão, mas quando pousa sobre uma presença do lado de fora do prédio, então vai até a varanda e vê uma linda mulher de cabelos rosas, olhos rosas, corpo igual ao de uma deusa, casaco preto com uma blusa rosa listrada dentro e uma calça jeans rasgada, ela estava lá olhando para midoriya sorrindo e acenando para ele 

???: Ei! Deku-san! - falou acenando e com um sorriso muito fofo na cara - 

Midoriya: ... Oi! - respondeu pulando da varanda e caindo na frente dela - 

A mulher da um pula e abraça midoriya e da um beijo na sua bochecha, izuku fica com uma grande vergonha e se afasta dela 

Midoriya: ei! A gente nem se conhece e você me beija! 

Charlotte: não se conhece? Mas deku, sou eu, a Charlotte - disse com uma cara desapontada - 

Nesse momento o mundo de izuku cai, nesse momento ele vê a imagem da mulher mosquito se entrelaçando com a da mulher em sua frente, e ele fica em choque

Midoriya: é mesmo! A sua presença é igual a dela! - agora izuku puxa o seu caderno de anotações e chega muito perto do rosto dela - vocêémesmoelané?mascomovocêpodemudardeforma?éumtipodemetamorfose?vocêpodevoltaraseramulhermosquito?daondevieramseuspoderes? eujádissequevocêélinda? - dizia midoriya murmurando palavras e deixando Charlotte corada com as últimas palavras "eu já disse que você é linda?" - 

Charlotte: ... Ah... Obrigada, você também é um gato, aliás, você não vai tomar banho? - disse olhando para o uniforme dele totalmente sujo - 

Midoriya: ah ok! Valeu! Venha para dentro! 

Os dois entram dentro de casa e izuku vai direto para o banheiro enquanto ela via a casa de midoriya, ela pega uma foto da mesa dele e a vê, vê um monte de adolescentes e midoriya ali posando para a foto, em um prédio enorme e com uniformes azuis, brancos e vermelhos 

Charlotte: será que é da dimensão dele? - se perguntou falando baixinho - 

Então coloca a foto de volta na mesa e continua olhando a casa dele, ela vê um livro escrito, álbum de fotos e o abre, e vê muitas fotos de izuku criança 

Charlotte: que fofo... 

Então ela chega em algumas fotos com um garoto loiro com cara brava 

Charlotte: porque eu tô me sentindo estranha olhando para ele? 

Então ela chega em algumas foto de midoriya com 14 anos, mas ela observou uma coisa, ela olhava os pulsos, e agora vê cicatrizes ali 

Charlotte: ... Que isso? 

Então ela volta algumas fotos atrás e vê izuku com cara de felicidade perto do menino loiro, mas depois ela vê um rosto de medo na cara dele perto do loiro, então vê a expressão do loiro, antes era uma cara fechada, mas depois virou uma cara de desprezo para izuku, então como uma pessoa inteligente como ela era, ela juntou os pontos 

Cara de desprezo "do loiro" + cara de medo "midoriya" + cicatrizes em izuku + ??? = ??? 

Charlotte: ainda falta algumas coisas... 

Então ela fecha o livro de fotos dele e escuta o som do chuveiro ligando, então vai até a roupa de herói dele, e pega o livro de anotações, mas vê ele queimado 

Charlotte: queimado? Porque? - então ela abre, e logo de cara vê um desenho dela com um monte de anotações dele - ... Minha nossa - disse corando vendo aquilo, mas ela vai até o importante, procura o menino loiro, depois de um tempo ela o acha - achei você 

"Kacchan" 

"Poder explosão" 

Charlotte: explo... - ela olha para o caderno queimado de izuku e depois olha mais fotos dele com queimaduras no corpo, e começa a entender aquilo, depois vai olhar a personalidade do loiro - 

"Ele é meio bravo com tudo, desde da infância ele foi assim, ele sempre né machucava e me menosprezava por não ter poder, e ele é meio super protetor, tipo "só eu posso fazer isso porra!" As vezes eu acho ele muito esquisito" 

Então Charlotte começa a perceber o que aconteceu 

Charlotte: esse garoto... Torturava o deku? - se perguntou com a mão na boca e suando de nervosismo - a mente dele deve tá muito perturbada! Como ele ainda pode sorrir depois de tudo isso? 

Midoriya: eh... Charlotte! - gritou de dentro do banheiro, dando um susto em Charlotte, que vai até a porta do banheiro para ouvir bem ele - 

Charlotte: o que foi? 

Então ele abre a porta, mostrando a cena de izuku segurando uma faca e encostando ela no pescoço 

Midoriya: será que você pode... 

Charlotte: NÃO! - gritou em desespero pulando em midoriya e tirando a faca do seu pescoço e o jogando no chão e ela fica em cima dele o abraçando - 

Midoriya: que foi até foi? - se perguntou vendo ela o abraçando muito forte, até que sente algo molhado em sua barriga, era as lágrimas dela - 

Charlotte: deku... Não faz isso... Eu sei que aquele tal de "kacchan" fez aquilo com você... Mas não faz isso... Eu te emploro! - disse levantando a cabeça e olhando nos olhos confusos de izuku - eu... Você é um homem tão bom, você né deu uma chance... Enquanto muitos iam me matar naquela hora... Você teve piedade, e me mostrou a luz! Agora não fala nada... Eu tenho que agradecer o que você fez comigo!... Não faça isso izuku... Você tem uma grande vida pela frente!... Você não pode acabar com a sua vida desse jeito... Mesmo que você esteja longe dos seus amigos, você fez novos, e tem, alguém na sua Frente que te ama!... Por você ser o único homem que lhe deu a mão... O único homem que teve compaixão!... Não faça isso izuku... EU TE IMPLORO! POR FAVOR NÃO SE MATE! - gritava em desespero só de pensar em perder ele, mas ela com seus olhos cheios de lágrimas sente os dedos dele limpando sua lágrimas, então ela abre os olhos e vê ele sorrindo para ela com algumas lágrimas também - 

Midoriya: eu... Obrigado... Charlotte... Mas eu estava usando aquela faca para me depilar... - quando ele fala isso ela fica em choque, e pisca os olhos muitas vezes sem acreditar - e... Seus peitos estão colados comigo e... Você tá em cima de mim com o bumbum empinado e com o rosto tão perto do meu... Tá meio... És-es-estranho! - disse ficando vermelho e gaguejando muito 

Agora que Charlotte tinha percebido isso e fica como um tomate de vermelha e no desespero sai correndo do banheiro 

Charlotte: AAAAAAAAAAAAAAA! - gritou pulando para cima e correndo para o fora do banheiro, mas quando ela pulou seus joelhos bateram nas bolas de izuku, que não segurou - 

Midoriya: AAAAAAAAAAAAAAAAAAA! PORRAAAAAAAAAA! MEU SACOOOOOOOO! - gritou lacrimejando de dor - 

Charlotte: ... AH MEU DEUS! - gritou percebendo que tinha batido nas bolas de izuku, e vendo ele se contorcendo no chão - 

"Duas horas depois" 

Midoriya estava sentado em uma cadeira e sem calça e cueca, enquanto Charlotte enfaixava ele 

Charlotte: pronto... Melhorou? 

Midoriya: ... Tu anotou a placa do ônibus? - disse quase desmaiando de dor - 

Charlotte: me... Me desculpa! - gritou com muito arrependimento de ter feito aquilo, mas logo depois seu rosto muda para uma expressão triste - então... Aquele garoto te machucava? 

Nesse momento izuku olha para ela e os dois se encaram 

Charlotte: não minta! 

Midoriya: ... Ele... Sim... Ele me chamava de inútil só por não ter poder, e me torturava, fisicamente e psicolocamente, e já me mandou né suicidar pra ver se na próxima vida eu tivesse poder... 

Charlotte: ... 

Midoriya: mas ele melhorou, ele agora tava um cara legal, e se arrepende do que fez, ele se superou, igual você agora, você matou pessoas, torturou e estrupou muitas pessoas, nas agora você está no caminho da redenção, não quero que sinta ódio dele, foi por causa de cada vez que ele falou "você é um inútil" que eu né esforçava para não ser! 

Então Charlotte se levanta e enxuga seu rosto, e coloca um sorriso no rosto 

Charlotte: tá! 

Midoriya: ok... Bom... Você é bem inteligente, já chegou nessa conclusão só olhando fotos e vendo um caderno? Não pensei que você tivesse tanto nível de dedução 

Charlotte: é eu dou meu jeitinho hihihi - disse rindo e coçando a cabeça meio sem jeito - 

Então a dor no saco dele volta ele volta a se contorcer de dor, então ela pega izuku nos braços e coloca no colchão dele 

Midoriya: ah... Vale... 

Ele se falou quando viu ela tirando a roupa e ficam só de calcinha e sutiã, e se deitando no colchão ao seu lado, antes que ele falasse alguma coisa ela o agarra de novo e cólica seu rosto no meio dos peitos dela 

Charlotte: não fala nada... Só descansa, depois vamos conversar mais sobre aquela coisa... - disse acariciando a cabeça dele que estava no meio de seus peitos - 

Então ele só fecha os olhos para dormir, e já dormi, ele tem facilidade em dormir 

Charlotte pensamento: ... Agora que eu sei que você foi igual a mim... Eu nunca vou sair do seu lado! Izuku! Vamos ajudar nos dois! Hihihi 

Pensou antes de dormir com um sorriso estampado no rosto 


Notas Finais


Eae gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...