1. Spirit Fanfics >
  2. Midoriya, o deus do novo mundo >
  3. Interrogação

História Midoriya, o deus do novo mundo - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - Interrogação


Todos estavam na sala de estar do dormitório, haviam recebido a notícia que Todoroki e sua família estavam mortos, e que seu irmão era o culpado e havia sido preso.

A polícia estava chamando cada um em uma ordem confusa, Midoriya era o próximo, o elevador desceu, Sero Hanta desceu do elevador com um policial.

- Izuku Midoriya! - Chamou o policial

Midoriya se levantou do sofá e entrou no elevador, o policial apertou o botão e subiram, ele levou Midoriya para um dos quartos, era o quarto de Uraraka. O quarto estava escuro, só tinha uma cadeira e uma mesinha com um laptop em cima dela, Midoriya entrou e sentou na cadeira, o policial fechou a porta e o quarto ficou totalmente escuro.

O laptop ligou, tinha uma tela branca, e estava escrito "Noa" em uma letra cursiva muito estranha.

- Tu se fodeu Izuku. - Disse Ryuk

- Boa tarde. - Disse uma voz muito estranha saindo do computador - Eu sou Noa, o investigador da polícia que está atrás dos "assassinatos" feito pelo assassino conhecido como "Shini".

Midoriya engoliu em seco.

- Você viu algo sobre esses assassinatos? - Continuou Noa

- Não - Respondeu Midoriya

"Então é assim que sou conhecido? 'Shini'?" Midoriya pensou.

- Bem, continuando, quando foi a última vez que você se encontrou com Tsuyu? - Noa estava com uma voz desconfiada

- No dia vinte e três ou vinte e quatro de fevereiro.

- E Ochaco Uraraka? 

- Talvez, no dia vinte e um, eu não me lembro. - Disse Midoriya mentindo

- E na viagem? Denki disse algo?

- Ele só me disse que ele não estava se sentindo muito bem, eu tentei conversar com ele, mas, ele não quis.

- Entendo. Enquanto a Todoroki, ele disse algo sobre sua família, Lida me disse que ele conversava bastante com você.

- Uma vez, a muito tempo, ele me disse que o irmão dele ficava brigando com toda a família, e que ele estava com medo de alguma coisa acontecer.

- Okay, liberado.

A porta abriu e o policial chamou ele, o laptop apagou, Midoriya se levantou e entrou novamente no elevador com o policial.

Ele estava novamente na sala de estar, ele foi até um canto e começou a mexer no celular.

- Ryuk, é hora do show!




Notas Finais


No próximo capítulo:
"O ataque"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...