História Mil e uma Noite A Proposta (Malec) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis
Tags Aproposta, Malec
Visualizações 243
Palavras 1.259
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii meus amoores mais um capítulo pra vcs espero que gostem e nas notas finais explico porque estou postado hj booa leitura bjss e até as notas😘

Capítulo 7 - Qualquer coisa menos o Amor


Fanfic / Fanfiction Mil e uma Noite A Proposta (Malec) - Capítulo 7 - Qualquer coisa menos o Amor


Jace levantou se arrumou chamou Max deixou ele no banho, e foi até a cozinha e viu a jaqueta do Alec jogado na cadeira, ele rapidamente arrumou o café da manhã, foi até o quarto do Max ajudou o menino se arrumar.

JACE: Pega suas coisas e vai la pra cozinha, vou chamar o Alec.

MAX: O papai chegou? Oba.

JACE: Sim! eu vou la chamar ele.

Jace foi até o quarto do Alec abriu a porta com cuidado, foi ate a cama do moreno.

JACE: Alec levanta temos que trabalhar.

Ele fala balançando Alec de um lado pro outro.

Alec se mexeu mais um pouco na cama, mais logo se sentou nela olhado pra Jace que se encontrava abaixando na frente dele.

JACE: Você ta bem?

Jace viu que o amigo não estava com uma cara boa, e ele pensou o pior.

JACE: Não conseguio o dinheiro.

ALEC: Eu to bem consiguir a doadora, chega hoje a tarde, e começaremos o tratamento amanhã.


Alec fala com um sorriso animador no rosto.

JACE: Que bom! mais agora vai la ser arrumar tem um menino muito travesso e cheio de fome esperando a gente, pra tomar café.

ALEC: So vou tomar um banho e ja vou.

Jace assentiu com a cabeça Alec entrou no banho por mais que ele tomasse mil banhos, ele ainda se sentiria sujo, dessa vez foi um banho rápido, colocou um terno preto simples pegou as roupas que usou ontem e jogou no lixo, foi até a cozinha onde estava Max e Jace.

MAX: Papai.

Ele vai ate Alec e pula no colo dele.

ALEC: Oi meu filho não aguento mais pegar você, ta ficando pesado.

Ele fala dando um beijo na bochecha do filho, e depois colocando ele no chão.

MAX: To não.

Ele fala fazendo uma careta, e indo tomar café.

ALEC: Max amanhã você começa a fazer o tratamento.

MAX: Serio papai? Eu vou poder andar de bicicleta, correr e jogar bola com o tio Jace.

O menino fala super animado, e com um sorriso contagiante.

ALEC: Vai sim meu amor.

Alec sentiu seu coração se aquecer ao ve o sorriso no rosto do filho.

JACE: A gente vai jogar bola, mais ja vou logo avisando que eu sou o melhor, e você nunca será como eu.

Jace fala se gabando e fazendo Alec revirar os olhos, mais rindo logo em seguida.

MAX: Claro que eu não vou ser como você tio Jace, eu vou ser melhor.

Ele fala dando de ombros e mordendo um pedaço da sua torrada.

JACE: Que muleke convencido.

ALEC: Com quem será que ele aprendeu ne.

Ele fala tocando no ombro do amigo, e rindo da situação.

Depois de terminarem o café Alec e Jace arrumaram a cozinha rapidinho, e entram no carro do Jace, deixaram Max no colegio e partiram pra empresa.

Magnus terminou de ser arrumar e deceu pra tomar café, ficou surpreso quando viu sua mãe.

MAGNUS: Mãe que supresa vê a senhora aqui.

Ele fala indo até ela e dando um beijo em sua testa, e logo depois um abraço.

LILITY: Espero que seja uma supresa boa.

MAGNUS: Claro que é, vem vamos tomar café.

Ela entrelaçou o braço no braço do filho, e eles foram pra mesa Magnus sentou do lado da mãe eles começaram a conversar.

LILITY: Magnus Catarina me disse que você estava acordado bem cedo, o que aconteceu? Não conseguio dormir.

MAGNUS: Eu tenho que trabalhar mãe, por isso levantei cedo.

Ele fala servindo um pouco de café pra ele, e depois pra ela.

Ele não iria contar o verdadeiro motivo de esta acordado tão cedo.

LILITY: Eu sei, mais ela me falou que você acordou bem mais cedo que o normal.

Ela fala dando um gole em seu café, e Magnus fez o mesmo.

MAGNUS: Que bom saber que a Catarina anda fazendo fofoca.

LILITY: Menos Magnus ela so se preocupa com você, assim como eu quando eu era jovem era difícil acordar cedo assim, agora abro meus olhos e ja esta saindo o sol, estou velha.

Ela fala dando um sorriso triste.

MAGNUS: Não diga isso, a senhora não e velha sempre gostou de levantar cedo, so isso.

Ele fala pegando na mão dela.

LILITY: Porque seu pai gostava de levantar cedo, então eu tinha que levantar também.

Magnus revirou os olhos e se livrou do toque de sua mãe, e deu mais um gole no seu café.

MAGNUS: Era só continuar dormindo, a senhora sempre viveu como ele queria faça aquilo,faça isso e como sempre ia la e fazia quantos anos ja passou, e a senhora fica remoendo isso esqueçe.

Ele fala com raiva na voz, ele odiava falar sobre o seu pai.

LILITY: Não e fácil quer que eu esqueça do seu pai, ou da mulher que tirou ele da gente.

Ela fala encarado um quadro na parede.

MAGNUS: Dos dois, mais principalmente da mulher.

LILITY: Essa noite que seu pai nos deixou, foi uma noite tão negra.

Magnus sentiu um soco no estômago com aquelas palavras, e resolveu sair dali.

MAGNUS: Eu tenho quer ir.

Ele fala dando um beijo no rosto da sua mãe e indo pra empresa, depois de alguns minutos Magnus chegou na empresa e Rapahel ja estava la, esperado por ele.

RAPHAEL: Me conta, como foi a noite ontem?

Nada Magnus falou foi ate sua mesa sentou ligou o computador, tudo na maior calma o que estava deixando Rapahel impaciente.

RAPHAEL: Ta bom não quer falar, não me conta se quer manter isso em segredo, e porque esse cara deve te sindo importante pra você.

MAGNUS: Eu achei que fosse, mais não ele e igual a todos eu ja disse mil vezes, as preocupações das pessoas não são amor e sim o dinheiro, o poder qualquer coisa menos o amor.

Magnus falava com um tom de indignação na voz.

RAPHAEL: Logico que não, nem todos são assim Magnus.

MAGNUS: Então me diz como que a gente sabe que um homem te ama, o que você tem que fazer pra saber.

RAPHAEL: Nada demais e so demostrar, e ele vai desmotrar também.

MAGNUS: Não adianta demostrar porque, assim que você demostra eles pisam.

RAPHAEL: Nossa Magnus você ta mal quem foi ele?

MAGNUS: Não importa.

Ele fala dando de ombros.

RAPHAEL: Claro que importa você gostou de um cara e ele destruiu isso, em apenas uma noite, o que aconteceu?

Magnus respirou bem fundo e revirou os olhos, antes de respoder.

MAGNUS: Eu paguei a ele pra passar a noite comigo, foi isso ta feliz?

Raphael ficou sem saber o que falar, não acreditava que o seu melhor amigo era capaz de uma coisa dessas.

RAPHAEL: Magnus o que você fez? Porque fez isso? Qual teoria maluca que você queria provar pra você mesmo.

MAGNUS: Não interessa, chega desse assunto vamos trabalhar.

Raphael tentou argumentar, mais Magnus não deixou Raphael, foi pra sua sala ainda digerido o que o amigo tinha acabado de falar.

Alec chegou na empresa, e foi recebido pela secretaria do Magnus e do Rapahel Eliete.

ELIETE: Alec, Jace o Senhor Bane marcou uma reunião depois do almoço, meio dia em ponto saberemos se ganharmos o projeto.

ALEC: Obrigado! Eliete estaremos lá.

Eles sorriram Alec e Jace foram pra sala deles, e começaram a trabalhar.

Alec sentiu todo o seu corpo tremer, ele teria que vê Magnus de novo, e como seria daqui pra frente ele colocou a regra de não atrapalhar o trabalho, mais será que ele vai conseguir não envolver a noite negra com o seu trabalho.


Notas Finais


Olha eu aqui meus amoores esse foi o capítulo de hoje vamos aos recados.

1: Eu to postado hoje porque muitas leitoras estava pedindo pra mim atualizar logo.

2: E também eu postei pra agradecer a todos que estão comentando e favoritado isso me deixa muito feliz serio amo vcs💜💜 também tera mais, um capitulo na sexta na verdade, estou pensado em postar nesses dois dias mais eu quero saber de vcs querem que eu começe a postar na quarta e na sexta.

3: O capitulo ta bem simples eu sei mais e que esses capitulos são necessários mais tem grandes emoções no próximo.

Bjss e até sexta-feira ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...