História Mil faces do amor - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow, Emily Bett Rickards, Stephen Amell
Personagens Emily Bett Rickards, Stephen Amell
Visualizações 79
Palavras 1.367
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Estou de volta, finalmente! Peço desculpas pelo enorme tempo que passei longe, mas a vida está bastante corrida. Trouxe um capítulo totalmente novo e espero que vocês gostem. Um beijo e boa leitura!

Capítulo 16 - De mulher para mulher


           O amor é a força mais sutil do mundo.

Mahatma Gandhi

 

Era manhã de domingo e Emily e Stephen estavam da forma que mais gostavam: juntos. Fazia menos de uma semana que eles haviam se entendido e o clima de felicidade reinava na vida dos dois, apesar de continuarem sendo a notícia do momento. Cassandra já estava em Paris, o que fez aumentar as especulações sobre aquele triângulo amoroso, no qual obviamente Emily era a vilã. Nos dias que se seguiram à notícia do beijo e à partida de Cassandra, Emily e Stephen evitaram ao máximo sair em público, não queriam aumentar a bola de neve que era a vida deles naquele momento, muito menos desrespeitar ainda mais a relação que estavam construindo, já que ela não queria nunca mais se sentir culpada pelo seu amor, mesmo que no interior do seu coração soubesse que tinha sido ela a causa da separação de Stephen.

            - Emily, o Robbie acabou de me ligar! – Stephen gritou para Emily voltando para a sala, onde estava antes de receber a ligação de seu primo. – A Itália está fazendo almoço e eles nos convidaram para passar o domingo lá. Acho que minha mãe vai também, é uma boa oportunidade para vocês se conhecerem.

            - Conhecer a sua mãe? – Emily perguntou nervosa. – Claro que não Stephen! Você acha que ela vai me receber de braços abertos? Você terminou com a Cassandra para ficar comigo!

            - Sim Emily! Eu terminei com a Cassandra para ficar com você, porque eu te amo! – Stephen falou sério. – Minha mãe soube disso antes de mim e eu sei que ela vai te acolher. O que ela quer é que eu seja feliz e você é a minha felicidade. Vamos, por favor! – Emily se deu por vencida, sabia que teria que encarar toda a situação com a cabeça erguida, não podia mais adiar as coisas, já que foi a falta de coragem de ambos que criou uma situação com muitas vítimas. Além disso, ela sempre quisera conhecer a mãe de Stephen, já que ele vivia falando dela com um amor incontestável. Quando Emily deu por si já estava no carro a caminho da casa de Robbie e Itália, sentindo todo o peso de conhecer a “sogra”.

            .........................................................................................................................

- Mãe! – Stephen gritou assim que chegou na casa de Robbie e percebeu que de fato ela estava presente. Fazia quase um mês que não a via devido a sua correria com a gravação de Arrow e os compromissos que vinham com a sua função de estrela da série. – Que saudade que eu estava da senhora.

- Também estava morrendo de saudade, meu filho. Não tem mais tempo de ir visitar sua própria mãe! Saí correndo quando o Robbie me avisou que você viria, porque só assim para conseguir te ver! – A mãe repreendeu Stephen que sorriu com a bronca que acabara e levar. Logo em seguida ela se virou para Emily, reparando pela primeira vez que seu filho estava acompanhado. – A minha nossa! Você é a Emily, certo? Achei que demoraria mais um pouco para te conhecer, mas fico feliz que meu filho tenha arrumado coragem para assumir seus sentimentos. – Sandra se virou para Emily sorrindo e se aproximou para dar-lhe um abraço caloroso.

- É um prazer conhecê-la Dona Sandra! – Emily falou um pouco sem graça com a receptividade com que fora recebida. Apesar do que Stephen dissera antes de saírem de casa, ela não esperava que fosse ser tão bem recebida. – O Stephen fala muito bem da senhora, agora entendo o motivo. Emily falou sincera arrancando um sorriso bobo dos lábios do loiro.

- Filho, por que você não vai encontrar o Robbie e a Itália lá na piscina? Quero ter um tempo a sós com a Emily, para gente se conhecer melhor. – Stephen olhou para Emily apavorado, temendo que ela não ficasse confortável com a situação, mas ela o olhou serena, assentindo para que fizesse o que sua mãe tinha acabado de dizer. Logo em seguida, Stephen saiu relutante e Emily sentiu, pela primeira vez, seu estômago se contrair. – Bom Emily, eu pedi para ele sair porque acho que devemos ter uma conversa de mulher para mulher.

- Ah claro, como a senhora preferir! – Emily respondeu temendo a seriedade com que Sandra falasse. – Só quero que a senhora saiba que eu não sou o tipo de mulher que estão dizendo por aí, eu nunca quis destruir o relacionamento do Stephen com a Cassandra, mas eu me apaixonei por ele e tudo aconteceu sem que nós pudéssemos controlar.

- Eu sei Emily! Eu acompanhei o dilema do meu filho, eu vi o quanto ele sofreu por você. Como mãe, a única coisa que quero é ver o Stephen feliz, seja com você, com a Cassandra ou com quem o coração dele escolher. Mas mesmo assim, eu preciso te dizer que não acho certo a forma como vocês lidaram com tudo. – Ela começou a falar de forma energética, não dando espaço para que Emily a interrompesse. – O relacionamento de vocês começou sem que eles resolvessem a história deles e isso pode afetar muito o que vocês têm agora, assim como o sentimento que ele nutre por você afetou o que ele tinha com a Cassandra. Emily, minha querida, eu não quero que pense que não a aprovo porque não é verdade! Tenho a sensação de que você é uma boa mulher e é capaz de fazer meu filho muito feliz, mas eu te peço que não continue com isso se você tiver o mínimo de dúvida sobre o que sente por ele. O Stephen largou tudo o que construiu durante anos para ficar com você. Não jogue fora toda essa devoção.

- Dona Sandra, eu demorei muito tempo para admitir o que eu sentia pelo Stephen. Pode ter certeza que eu não me envolveria se não tivesse certeza do que eu sinto. – Emily falou sincera. – E eu lamento muito pelas coisas terem que ser assim. Eu sempre fui amiga da Cassandra e não queria a ter traído dessa forma, mas eu não consegui controlar o que sentia, mesmo negando para mim e para todos.

- Eu posso compreender seus sentimentos Emily, assim como compreendo os da Cassandra, mas a escolha sempre foi do Stephen e ele te escolheu. – Sandra falou escolhendo com calma suas palavras. – Ela precisa entender que virou passado e você precisa estar preparada para conviver com o fantasma dela, porque mesmo que Stephen não a ame mais, eles viveram coisas que ele jamais viverá a seu lado. Seja sábia o suficiente para não cair na armadilha de duvidar do que ele sente por você.

- Eu não sei se consigo Dona Sandra! Apesar de ter certeza do que sinto pelo Stephen, as vezes eu duvido que ele sinta o mesmo por mim. – Emily respondeu tristonha.

- Pois tenha, minha querida! Se ele não te amasse da mesma forma, nunca teria acabado um relacionamento de anos, nunca teria colocado em risco a sua carreira! Stephen a ama profundamente Emily, não ouse magoá-lo. – Apesar do tom amigável, Emily sentiu que Sandra acabara de ameaça-la de uma forma bastante sutil.

- Eu não pretendo Dona Sandra, jamais. – Emily respondeu ouvindo ao fundo os gritos de Stephen chamando-as para a piscina. Elas se levantaram e seguiram juntas, em silêncio, o que permitiu que Emily começasse a refletir sobre aquelas palavras, mas antes que pudesse se perder em pensamento, elas chegaram onde estavam os outros e Emily avançou para cumprimentar Robbie e Itália. Diante da expressão interrogativa de todos, Emily sorriu dando de ombros, a fim de informar que não diria nada sobre a conversa que acabara de ter, ao mesmo tempo em que começava a brincar para dissipar a nuvem de curiosidade que pairava no ar. Pouco tempo depois estavam todos se divertindo ao redor da enorme mesa da área de lazer da casa do primo de Stephen. Quando olhou para o lado, Emily encontrou o olhar de Stephen, dando-lhe a certeza que estava no lugar certo, com a pessoa certa, da forma como sempre sonhara. Nesse instante seu coração começou a pular dentro do peito e ela soube que nunca seria capaz de matar o amor que sentia por ele.


Notas Finais


Bom pessoal, é isso! Espero que gostem e continuem acompanhando MFA. Um beijo e até logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...