1. Spirit Fanfics >
  2. Mil historia de um vampiro >
  3. Creme de nozes

História Mil historia de um vampiro - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Creme de nozes


— isso, isso só mais um pouco — o pequeno ogro falava repetidamente equilibrando grandes panelas escuras, algumas quase do seu tamanho, porem sua habilidade era improvável alguns diriam que este ser estava trapaceando usando magia, mas para os que conhecia era óbvio, mesmo com sua pele grossa era altamente perceptível as marcas de queimaduras e cortes em suas mãos, feridas causadas pelo seu último dono, um bárbaro é oque diziam, pois, ele tratava o pequeno ogro chamado Alexander, como um verdadeiro escravo o fazendo trabalhar dês de quando era uma simples criança, por muitas vezes o mesmo passará dias sem comer por derrubar uma tigela de aveia ou sal, mesmo quando comia não era o suficiente para aguentar arar uma duzia de áreas de plantações ou reforma uma, ou duas estalagens por poucas moedas para o seu mestre, se desse sorte ganhava um pedaço velho de pão e um copo de água.

Ele se lembra bem mesmo depois de anos, no total oito, cansado de comer migalhas e ratos o pequeno ogro começou a não dormi toda noite quando mestre adormecia totalmente bêbado, o ogro adentrava a luxuosa cozinha e aprendia a cozinhar, ora derrubando uma panela e sentindo um pânico extremo, ora cortando os dedos enquanto aprendia a manusear uma faca cotando legumes, aos poucos ele passava mais e mais noites ma cozinha se divertindo aprendendo a cozinhar mal percebendo o sorriso bobo em seu rosto mesmo quando derrubava uma tigela de água fervente em cima de si próprio ou quando levava uma surra por estar tocando em objetos finos de mais para ele, dois anos depois ele passará de aveia tostada para pratos deliciosos e complexos até para os cozinheiros, seu melhor prato sem dúvidas Alguma era seu creme de nozes.

Por sorte ou azar o seu mestre estava pior que todos os outros meses bebendo e se enchendo de dívidas em jogos de azar, desesperado e cheio de dívidas, estava louco vendendo suas coisas por misérias como um jogo de chá banhado em ouro que o vendeu por um quinto do preço, na pressa para pagar os seus agiotas ele viu na habilidade do ogro uma oportunidade de ganhar muito dinheiro.

O fez ir trabalhar em outras casas e lojas muitas vezes o pagamento era uma miséria, mas o bastante para alimentar o seu vício junto ao mais recente de se drogar, bebidas alcoólicas, drogas e jogos esse conjunto fizeram o mestre rico perde sua riqueza e em seu último ato de desespero vender o pequeno ogro por uma miséria de 25 moedas de prata, cerca de 500 reais no dinheiro comum.

Por sorte o ogro foi vendido rapidamente com a propaganda de ser um excelente cozinheiro, foi comprado para ser zelador de um velho castelo onde se recuperará em completa solidão pode voltar a cozinhar por paixão e agradecimento por seu novo mestre o dar uma cozinha e um lugar para descansar.

— só mais um pouco de creme nozes, e está pronto — ele falava sorrindo segurando um pequeno bolo em uma tigela de prata.

— sabe que ele não precisa comer essas coisas né? — um ratinho fala de seu bolso do avental de cozinheiro, um ratinho gordo e branquinho com poucas gotas de pelos laranjas e seus olhos pretos.

— cale a boca perles, o mestre é bom conosco, lembra quando ele desistiu de beber seu sangue mesmo estando faminto por dias? — o ogro falava saltitando pelos corredores.

— pelo menos me dê um pedaço — o ratinho falava segurando o pano do avental para não sair voando. Aos poucos ele desacelerava chegando perto da porta do quarto do vampiro.

— me… Mestre? — ele fala abrindo a porta lentamente.

— ele não está aí, vamos deixar aí ir dormir está tarde — o ratinho falava com os olhos brilhando vendo o bolo na mesa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...