História Milênio - Capítulo 4


Escrita por: e Qiyao

Postado
Categorias Yu-Gi-Oh!
Personagens Yami Yugi, Yugi Muto
Tags Aibou, Atem, Faraó, Lemon, Puzzleshipping, Romance, Yami, Yami X Yugi, Yaoi, Yugi, Yugi X Atem, Yugioh, Yu-gi-oh!
Visualizações 19
Palavras 399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


3:09 as profundezas dos jovens na internet, os ansiosos que não dormem.jpg

Ps: itálico é a voz da mente "dele"

Capítulo 4 - É um grande aviso


Fanfic / Fanfiction Milênio - Capítulo 4 - É um grande aviso

 Assustado o suficiente com sua mão ensanguentada foi até o banheiro lavar aquilo e também o rosto.

— Relaxa Yugi, você só se fantasiou com o Yami, é normal, de não é a primeira vez. -, suspirou com os olhos fechados enquanto esfregava sua ferida debaixo d'água.

Abriu os olhos vendo a ferida grande porém limpinha, e continuou suspirando o garoto lavou o rosto umas três vezes e se apoiou na pia para relaxar.

Quando foi se olhar no espelho se afastou espantado o mais rápido que pôde, chegou até a cair no chão.

— Eu devo estar cansados demais, não é possível. -, se levantou olhando de novo e estava normal.

Ouviu o sinal tocar e foi para a enfermaria rapidamente antes que alguém o visse.

Assim que chegou lá explicando a enfermeira o que houve ela o fez sentar em uma cama, e limpou a ferida novamente, a água oxigenada ardeu um pouco na pele do garoto mas nada demais.

Depois que disse a mulher que não dormia há mais de três dias ela ficou espantada e ofereceu um remédio para dormir, o garoto não hesitou em aceitar.

— Você pode dormir o quanto dor necessário, darei um atestado para você. -, sorriu depois de enfaixar a mão do mesmo.

Essa foi a última coisa que escutou e aí finalmente adormeceu, Yugi estava nitidamente cansado só se negava a aceitar.

O Enigma, me dê o Enigma, eu preciso dele para voltar! Por favor...!

Yugi se levantou muito rápido, estava assustado era como se alguém quisesse pegá-lo enquanto sussurrava a pedido do Enigma.

Passou a mão no pescoço e com a outra verificou se o Enigma ainda estava pendurado na corrente, e sim ele estava ali então pôde suspirar tranquilo.

— Acho que estou ansioso demais, não posso deixar isso tomar meu controle. -, passou a mão no peito que sentia o coração bater fortemente. — Eu preciso ir pra casa. -, se levantou puxando a cortina para olhar ao redor da enfermaria.

Quando resolveu andar para fora da cortina sentiu uma pontada em seu peito que o fez se apoiar na cabeceira da cama, desesperado com a mão no peito.

— O que foi isso...? -, se perguntou sentindo como se seu coração estivesse sendo esmagado.

 Em pouco tempo não pensou em se aproximar da cama por conta de uma tontura repentina, e rapidamente apagou.


Notas Finais


Opora Yugi, tá ficando loko? 👺

Amanhoje tô postando aqui de novo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...