História Milk Sweet (vkook hibrido) - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Tags Ciumes, Dona, Drama, Gatinho, Kawaii, Taegi, Taekook, Vkook
Visualizações 144
Palavras 2.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leituraaaa muahaha -q kkkk
Próximo cap revelações...
Mas espero que gostem desse também o.o

Capítulo 33 - Que tipo de híbrido eu sou afinal?


Fanfic / Fanfiction Milk Sweet (vkook hibrido) - Capítulo 33 - Que tipo de híbrido eu sou afinal?

Não posso me esconder dele pra sempre..., não quero que meu maninho ache que eu não quero entrar no quarto por causa dele... Ou por causa de seus gominhos~

Penso olhando a porta fechada do quarto pelas costas do sofá, suspiro e tampo meus olhos com as mãos.


      POV -Narrador. 

Kook se encontrava no quarto todo risonho, pensando no rosto avermelhado do seu irmão que dava uma desculpa para sair do quarto, sorrindo risonho ele veste uma camisa preta comprida de manga curta e se deita na cama preguiçoso, morde o canto do seu lábio inferior suspirando. 

"Eu acho que finalmente encontrei o que pode prender a atenção do meu maninho toda para mim" ele pensa sapeca. 

"Vou ter meu maninho de volta" 


         POV -Kook. 

Fecho meus olhos pensando nas próximas travessuras que faria para perturbar os pensamentos do meu maninho, por ele ser tão mal comigo, fazendo eu sentir coisas por ele como se fosse tudo bem, e depois fugindo do Kook, meu maninho é tão maldoso..., Kook sente tanta falta do maninho.. 

-Kook vira de lado na cama abrindo suavemente os olhos-

Acho..., que tô carente hoje... Que saco 

-Penso formando um bico em meu lábio inferior e encarando a porta-

Quero vê-lo..., não quero que seja mais um dos dias que se afasta de mim

Onii... 

Entre maninho... 

Entraaa T-T

Pela força da mente eu te puxo novamente para esse quarto hmmm... 

Hmmm... 

-Kook encara a porta com força mas nada acontece-

Ah! 

-Levanto da cama e saiu do quarto encontrando meu maninho sentado no sofá, mais virado no mesmo, em direção à porta e suas mãos tampavam o rosto-

Ué? 

-Me aproximo do maninho sentindo meu coração bater um pouco mais forte sem motivo, então derrepente meu maninho tira suas mãos do rosto me encontrando perto de si, surpreendendo a nos dois, só não esperava que ele caísse do sofá!-

_Onii

-Corro até ele me agachado ao seu lado-

_K-Kookie -Ele diz se ajeitando devagar e sentando no tapete um pouco atordoado ainda- Coloque uma bermuda por favor. 

Chato.. 

_Tô confortável assim, e também tô em love com minhas coxas, e uma das coisas que mais gosto em mim agora -Eu sorrio mexendo minhas orelhinhas achando engraçado ele olhando sem querer minhas coxas e depois desviando o olhar-

Acho que agora meu maninho não tem como fugir das minhas brincadeiras. 

_Maninho.. Está tentando me evitar? 

Hehe

_E-Eu não estou... 

_Hmm..., então não fuja de mim -falo meio envergonhado, na verdade querendo dizer "me de carinho, estou sentindo mais sua falta hoje! '' mas não consigo dizer essas palavras claramente.. - 

_E-Eu nunca fujo de você, maninho! 

_Então porque está gaguejando? -Junto as sobrancelhas numa cara feia-

_Não estou.. 

Uhum... 

-Deixo pra lá apenas deitando minha cabeça no colo do meu onii que demora um pouco demais para passar as mãos nos meus cabelos, mas quando faz é muito bom, involuntariamente meu corpo todo ronronava e eu sinto vontade de sentir mais o seu contato, só não sabia como-

Eu te amo maninho. 

-Com facilidade levanto meu tronco mesmo sem ajuda do apoio de minhas mãos, isso tudo graças a todos os abdominais cansativos que me acostumei a fazer, e assim sem pensar direito apenas porque senti vontade selo meus lábios nos do maninho-

Isso me fez perceber o quanto tempo fazia que não dávamos nenhum selinho, porque?

Kook sente sua falta maninho. 

-Seguro sua nuca e puxo aprofundando o beijo mais meu maninho vira o rosto-

_Onii! Você não me ama?! 

_K-Kook, não diz isso, por que está fazendo isso? 

_Qual o problema disso?! -Digo com meus olhos lacrimejando, talvez eu estivesse exagerando um pouco, mas tô me esforçando a tanto tempo.. E normal o Kook estar cansado hoje..., o maninho não é nem um pouco compreensível-

_É que..., tu sabe que eu te amo, n-não precisamos disso Kook, já estamos grandinhos, amanha faremos 16, é uma data importante, tu sabe que para os híbridos, com 16 anos não temos mais desculpas para sermos infantis, temos que ser adultos! E... Kook não chore por favor... 

_É isso? Não quer ficar comigo porque me acha infantil? Porque não consigo segurar as lágrimas?! S-Sou mais forte do que pensa! -soluço- Pode falar na minha cara! Kook aguenta, só não consigo entender porque você tem que se preocupar tanto com isso, pensei que só importava a gente, a família, Kook, Yami e você oni! A anjinha gosta da gente assim, ela nunca nos apressou para que trabalhessemos, sabendo até que é difícil conseguir algo decente para nós híbridos nesse mundo! Ela nunca nos expulsou daqui,  nunca nos rejeitará como o resto do mundo, Kook pensou que se sentia como o Kook, que temos um lar agora onde podemos ser a gente! Não precisamos ser que nem os outros híbridos... -Chorava mais- considerável bom só se perdeu a virgindade no primeiro cio e já tendo um par formado aos 16, pra viver uma vida fechada e forçada!! 

Eu levanto a voz fechando meus olhos por um segundo e ao abrir vejo meu maninho ainda sem reação a minha frente, apenas me vendo sem conseguir controlar as lágrimas como sempre, fecho novamente meus olhos o que não impedia das lágrimas rolarem, apenas me sentindo invergonhado por estar tão sensível e descontrolado, eu não esperava nada vindo do meu maninho nesse ponto por isso me assusto um pouco ao sentir sua mão acariciando leve minha cabeça numa tentativa de me confortar, eu estava machucado queria bater na mão dele mas não consegui.. Kook quer sentir a mão do oni cuidando de mim... Sempre... Suspiro querendo abraçar ele mas não posso simplesmente fazer isso! Não sei o que fazer..., então apenas fico sem reação nenhuma e.e

_Não fique assim comigo Kook... 

_.... 

_Ah..., Kook... 

Ele inclina seu rosto em minha direção e meus olhos caem em seus lábios me fazendo corar e encarar o chão, mas seus lábios parecem mais atraentes me empedindo de tirá-los da cabeça... Porque eu queria beijá-lo tão desesperadamente se sempre fui tão paciente...? Acho que...,realmente tô cansado e magoado dessa vez...

Tae: _Você não costuma ser assim..., isso deveria estar te incomodando faz tempo, e por isso ou tem mais para estar tão magoado comigo? 

O que eu falo entra numa orelha e sai por outra..., de novo ele está me tratando apenas como o irmãozinho menor que precisa de seus cuidados... Kook não vai mentir, gosta de ter o Taetae sempre cuidando de si..., mas eu não posso ser só um maninho..., por que me afasta assim sempre?? E ao mesmo tempo não me solta..., porque Tae?!! 

Meus olhos se enchem de lágrimas de novo e eu não tiro meus olhos do chão, estava segurando o choro, se eu deixasse mais uma lágrima cair sinto que seria como um turbilhão de sentimentos explodindo de uma vez, por isso eu fecho meus olhos bem forte tentando prender todos aqueles sentimentos confusos transbordando do meu coração, mas ao fazer isso, acho que apenas agitou mais ainda as coisas dentro de mim, eu achei que não podia piorar, é o que o Kook queria mas realmente não achei que..., tinha perdido as esperanças... Não pode ser só mais um sonho meu que logo me deixará assim que eu abrir os olhos né..., se for, eu nunca vou abri-los então... 

Porque quero sentir os lábios do Taetae precionados aos meus pra sempre... 

Mas felicidade de híbrido dura pouco, só pode, logo o meu maninho se afasta me fazendo abrir os olhos suspirando insatisfeito e encontrar um maninho tímido de bochechas vermelhas, ou meu maninho tinha voltado no tempo e se tornado mais tímido ou Kook não sabe o que está acontecendo..., na verdade não tô entendendo nada de qualquer jeito. 

Parece que entendo menos ainda o que acontece comigo enquanto olho fixo os olhos tímidos do meu maninho que não sabiam onde parar, quando percebo já tinha pulado no colo do meu maninho, não quero mais senti-lo longe... Me deixa triste, e está me deixando assim... Confuso e incomodado..., só quero parar logo com essa distância entre nós... Então selo nossos lábios e dessa vez ele não se afasta, mas também não corresponde, mas Kook não se importa, a profundo mais o beijo apenas fazendo o que eu queria, sentindo um desespero enorme me tomar, eu precisava dos lábios do meu maninho contra os meus... Eu precisava senti-lo. 




 


_K-Kook..

Meu maninho diz entre o beijo colocando uma mão entre nós me forçando a parar. 

Tae:_ Você está estranho...-Ele diz tímido- Porque está agindo assim..., tem algo mais te incomodando, não? Me diga...

_V-Você é o pior oni-chan do mundo!

Eu grito e saiu correndo me escondendo no banheiro, Kook não queria dizer aquilo..., é completamente ao contrário, o maninho me confunde tanto porque eu o amo tanto mas..., como sempre deixei as palavras saírem na emoção...

-Deslizo na parede a abraço minhas pernas-


   ''Cheguei pequenos!''

O uso a voz alegre da anjinha... Ela tinha saído? -mordo o cantinho do lábio olhando para porta- Não posso sair daqui agora...


          -POV Narrador.

Yami chega sorridente como sempre, quando chega Taetae corre em sua direção com sua típica carinha e burrada curioso por onde ela tinha andado, mas de novo a maior ri deixando seu híbrido curioso sobre o destinatário.

_É uma surpresa, eu conto amanhã no aniversário de vocês.

Ela diz apertando as bochechas do menor e beijando uma delas recebendo um resmungo. 

''Eu já estou grande para ela me tratar como criança..., eu vou fazer 16, eu tenho que ser um híbrido responsável...''

Os pensamentos perturbavam o Tae que se encontrava incomodado por sua dona aparentemente ter um segredo e agora além dos gominhos ter que se preocupar em apagar o gosto dos lábios do seu maninho em sua boca, que era mais do que uma tentação proibida para um híbrido responsável, de quase 16, não podia mais ter vacilos, mas..., ultimamente estava perrengue viu. 

Tae estava cansado de falhar e estragar tudo, tinha medo de perder seu maninho e sua dona se deixasse seus desejos e segredos mais profundos soltos, ele mesmo não admitia-os para si mesmo, muito menos iria compreendê-los de "olhos fechados para si mesmo''

Yami:_ Tae, cadê o Kook? Não está no quarto.

_E-ele está no banheiro...

Tae diz a verdade mas não sendo muito bom em esconder as coisas, logo Yami percebeu algo estranho. 

_Por acaso vocês brigaram de novo?

_N-não!

_Sei...

Tae acompanhou com o olhar até onde podia, sua doninha fora em direção do banheiro deixando o loiro aflito.

Kook que ouvia tudo do banheiro não tinha como disfarçar então ao chamado de sua dona ele sai do banheiro sem contradições, tinha um bico nos lábios e tentava esconder o fato de estar um pouco envergonhado por tudo que tinha acontecido com seu irmão a minutinhos atrás. Yami fez todo mundo ficar no tapete esperando uma explicação para aquele clima estranho e Kook remoia em sua mente suas últimas palavras para seu maninho. 

_Vamos garotos, o que está acontecendo? 

... 

Kook sendo melhor em disfarçar as coisas arrisca. 

_Você não se dispediu de mim ao sair! Nem vai deixar o oni me contar onde foi!? -Ele diz fazendo sua melhor carinha de brabo tentando parecer convincente e funcionou, Yami parecia surpreesa-

_Eu..., desculpa não me despedir de você pequeno..., é que estava se trocando... -Ela diz meio baixo- E eu também não contei ao Tae onde fui. 

_Kook não acredita! Você deve me achar infantil, eu sou o único infantil que não dá conta das coisas né?! 

Kook diz deixando um pouco da sua magoa escapar, Yami parecia mais surpresa. 

_N-não..., desculpa se eu passei essa impressão por tratar você de modo mais infantil Kook, desculpa..., é só porque quero cuidar de vocês..., e tenho medo de crescerem e não precisarem mais de mim... 

Ela dizia parecendo mais chateada e Kook faz uma cara triste se arrependendo por explodir de novo..., sem saber porque hoje ele estava sendo assim, e Tae só olhava sem saber o que fazer e com medo de acabar dizendo a coisa errada como de costume. 

KOOK:_ N-Não..., não é isso...-Ele abraça a Yami- Desculpe..., eu amo vocês anjinha... -Kook diz olhando seu maninho pelo ombro da sua dona, tentando transmitir a ele um pedido de desculpas também, Tae sorri leve-

Yami:_ Tudo bem pequeno..., mesmo assim me desculpem tá? Eu prometo que contarei pra vocês amanhã onde fui e tudo, não é nada que precisem se preocupar então por favor não fiquem chateados comigo... 


    Xxx

Assim aparentemente tudo tinha se resolvido aos olhos de Yami, mas Tae e Kook continuavam com seus próprios conflitos criados em suas próprias mentes... 

Quando a noite chegou Kook pesquisou sobre seu turbilhão de sentimentos em seu celular, os resultados variaram sobre gravidez de híbrido e cio chegando, nenhum resultado parecia fazer sentido para o Kook por isso resolverá que amanhã de manhã na escola procuraria um orientador pela primeira vez, era sua última alternativa de entender o que estava acontecendo. 

''Que tipo de híbrido Kook é? Só quer se entender...,e ser si mesmo, sem ter o julgamento do mundo''


~Continua 









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...