História 'minderela' (yoon.seok) - crack!fic - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Conto De Fadas, Drama, Fanfic, Tragedia
Visualizações 10
Palavras 651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi gente voltei com cap novinho espero q gostem

Capítulo 6 - This is abandonado.


Finalmente o grande dia havia chegado.

— Meninos! Vocês já estão prontos? — o padrasto Jin gritou para seus filhos, enquanto servia um chimarrão para seu amado caubói.

Jimin estava se enfiando dentro de seu vestido verde cheio de lantejoulas (pobre kk), e Taehyung o miador de araque usava um vestido cor ciano, quase verde, só que bem mais espalhafatoso. Mas continuava lindo feito a peste.

— Eu já estou pronto, mãe. Como nós vamos chegar lá? — Jimin perguntou, alisando a barra da saia e passando um pouco de colônia nas pálpebras.

— Não se preocupe meu pezinho de coco, Edson vai pagar um moço bastante gente boa pra levar você e seu irmão ao baile. Não é, amor da minha vida?

— Uaaai, sô! Se num érr!! Rogerinhorr levá voceis dois na maiorr paiz du mundorr inteiro! Arregaça as manga seus froxo! — foi a resposta do caubói errante, engolindo mais um gole da gosma verde feita do mato do quintal.

Yoongi observava a cena calado, esperando a sua chance. Sua roupa já estava pronta, rezava a lenda.

Assim que Jin abriu o portal do casarão para poderem sair, Yoongi desceu as escadas todo charmosinho, usando seu vestido coladinho mais curto que uma formiga. Estava tão gay que até um gay teria inveja.

A madrasta Jin olhou aquela cena com os olhos arregalados e a boca aberta. Yoongi estava uma putinha gostosa.

— Estou pronto, vamos. — foi o que ele disse, chamando a atenção dos demais. Edson deu um saltinho, fazendo suas botas encostarem uma na outra. Caubói perigosíssimo.

— Uai mar num é todu dia que nois vêrr issu não, sô!! Qui belezar errantirr selvagi é essa! — Namjoon exclamou. Jimin olhou o irmão postiço de cima a baixo com a inveja pingando da saliva em sua boca. Taehyung ficou de pau duro.

— Aonde você pensa que vai vestido assim, parecendo a manga que o cão chupou? — dessa vez foi Jin quem se pronunciou, balançando a saia de seu vestido preto de bruxa da cara ruim.

— A suja falando do mal lavado. Vou ao baile assim como vocês. Algum problema, por acaso?

— Yoongi tá parecendo o pão que o diabo amassou. — Jimin disse, arrancando risadas de todos.

— Meu princesinho tem razão. Você não vai sair assim, Yoongi. — Jin disse, a maldade escrita em sua testa. Ele subiu rapidamente no cavalo com Edson, que dava uma risadinha exagerada.

Um ônibus parou bem na frente do casarão, espalhando a lama da estrada bem em cima de Yoongi, que não viu o transporte chegando.

— Puta merda, o meu vestidinho de puta! Com o que eu vou agora? — ele se desesperou, olhando para o ônibus. — Que porra de ônibus é essa?

A porta do ônibus se abriu, e um garotinho lindo saiu de lá, quase voando. Ele usava um vestidinho branco gangsta e um véu muito transparente, que dava para ver até seu coração batendo.

— Boa noite, eu sou o Rogerinhorr Kai, dono do busão do cão. Vim busca duas cria de madame.

— Ah! Bem na hora. Meninos, vão com o Rogerinhorr. Vou cavalgar até não poder mais com o Edson agora. — Jin disse, olhando uma última vez para Yoongi, que agora tinha uma expressão de choro no olhar. — E quanto a você, devia se envergonhar de querer ir a um evento tão refinado como esse, ridículo como você é. Cria vergonha na cara e vai lavar calcinha. E lava essa roupa que eu vou querer usar amanhã! — foram as últimas palavras que Yoongi ouviu antes de ver todos partirem para o tal baile. Taehyung nem olhou e nem miou novamente na cara de Yoongi antes de ir, Jimin rodopiou no colo de Rogerinhorr, já querendo dar o rabicó.

Yoongi sentou na escadaria e ficou chorando igual um condenado. Ele queria tanto ir! O que iria fazer agora?


Notas Finais


tenham um bom diazinho kjhh


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...