História Minerva McGonagall: uma história por trás da Capa - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Argo Filch, Arthur Weasley, Cornélio Fudge, Lílian L. Potter, Minerva Mcgonagall, Murta Que Geme, Personagens Originais, Sibila Trelawney, Tiago Potter, Tom Riddle Jr.
Tags Alvo, Mcgonagall, Minerva, Potter
Visualizações 11
Palavras 767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal!
Espero que gostem da fanfic! Ela é feita com muito amor e carinho.
Confesso: nos livros do Harry Potter, depois do Harry, a personagem que mais gosto é a Minerva.
Bjs

Capítulo 1 - O começo de Tudo


Fanfic / Fanfiction Minerva McGonagall: uma história por trás da Capa - Capítulo 1 - O começo de Tudo

Não se falava em outra coisa no Beco Diagonal naquela manhã.

Isabelle Mcgonagall, uma das maiores bruxas do mundo, estava casada com um trouxa, que nem as bruxas conhecia.

E para completar, estava grávida.

Dumbledore havia tentado fazer ela desistir da ideia louca de ter a criança, mas Isabelle estava decidida.

Tinha quase certeza que a criança não ia ter poderes, então poderia cria-la como uma criança trouxa.

Mas em uma noite de tempestade, quando os raios contavam o céu e os trovões assustavam até os elfos, Isabelle entrou em trabalho de parto.

- É menina - disse a parteira.

- Ela é trouxa, não é? - perguntou Isabelle.

- Não. Tenho certeza que é uma bruxa.

- Se chamará Minerva, Minerva Mcgonagall.

- Isabelle, seu marido vai descobrir o que vocês duas são. E agora? O que vai fazer? Como vai explicar que quando ela tiver onze anos, irá receber uma carta de uma escola chamada Hogwarts?

- Contarei toda a verdade sobre mim. Mas não direi que ela é bruxa... Ah... Por que tem tanto sangue?

- Isabelle! Você está...

- Morrendo.

                               ★

Isabelle Mcgonagall morreu naquela mesma noite. 

Seu marido, Victor, desolado, não conseguia olhar para o rosto da filha.

- Ela será morena e bela - comentou Gabriella, tia de Minerva - terá os olhos azuis como os da mãe. Será uma cópia exata de Isabelle.

- Então Victor a vai odiar a ela - comentou Samara, outra tia de Minerva - e vai odiar ainda mais saber que a menina é bruxa.

- Mas ele não vai saber! Pois vamos dizer a ele que ela tem vaga garantida num internato em outro país. Nas férias antes dela receber a carta, levamos a menina para nossa casa. 

- Que péssimo plano! Acho melhor deixar ele descobrir que ela é bruxa. Não me venha com essa cara! Com o tempo tudo se resolve.

Mas Samara estava redondamente enganada.

Quando Minerva fez sete anos, seu pai se casou novamente, com uma trouxa que detestava a menina.

O nome dela era Vanessa.

Logo os dois tiveram outros dois filhos gêmeos, Isabella e Pedro.

- Minerva - ralhou Vanessa, quando a menina sem querer transformou a coberta de Isabella de rosa para preto - o que você fez sua menina imprestável?

- Me perdoe - pediu a menina - eu não sei por quê raios faço isso.

- Francamente! Desde que te conheço você transforma pão em bolo.

- Minha tia Samara sempre diz que sou especial...

- Especial? Você é esquisita! Isso sim você é!

Minerva tinha apenas uma pequena boneca, velha mas sempre bem arrumada. Se chamava Pérola.

                               ★

Samara Mcgonagall trabalhava como professora de feitiços em Hogwarts desde muito jovem.

Mas agora estava envelhecendo, sentia falta da paz. Por isso decidiu se aposentar.

Mas se lembrou da promessa que fez a irmã:

"Morra tranquila, Isabelle, eu vou sempre estar ao lado de Minerva. Pobre menina..."

Não podia deixar a sobrinha largada no mundo, esperando o dia de vir para Hogwarts e ser escolhida pelo Chapel Celetor a casa para qual ela iria.

- Eu acho que ela vai para a Corvinal - disse Samara, para si mesma.

Samara tinha sido mandada para a Corvinal e sempre se deu bem lá.

Começou a escrever uma carta:

"Querida Gabriella, preciso de um favor.

Eu sei que você não é fã de deixar trabalho pela metade mas o caso está sério.

Vou me apresentar. Não quero mais trabalhar.

Mas não quero deixar Minerva sozinha em Hogwarts. 

Não quero nem ver a cara do pai dela ao saber que ela é uma bruxa.

Sugiro que você consiga uma bolsa de estudos para Minnie (Minerva kk) em Londres, assim vamos conseguir tirar ela do pai até ela receber a maldita carta! 

Pensa aí!

Com amor, Samara."

                            

Mas se passaram quatro anos sem que Minerva fosse morar com a tia.

E em uma bela manhã, ela recebeu a carta.

Papai estranhou muito e foi tirar satisfações com Samara, que passava uns dias com a sobrinha na casa dos McGonagall.

Samara contou tudo.

- O senhor odeia Isabelle? - perguntou Samara - Odeia Minnie?

- Não - garantiu Victor - amo minha Minerva mais do que tudo na vida. 

- Vai deixar ela ir a Hogwarts?

- Não vejo porque não!

A menina quase explodiu de felicidade ao saber que era uma bruxa.

Mas no Beco Diagonal, todos olhavam estanho para a menina mestiça.

- Esse é o começo de sua história, Minerva - disse Samara, quando a menina comprou uma coruja - e ainda tem muita coisa por vir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...