História Minha! - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Tags Alfa, Alpha, Hinata, Lobisomem, Naruhina, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Sobrenatural
Visualizações 849
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um!

Capítulo 2 - O vizinho do lado



Acordei com meu despertador tocando. 

-Que saco_digo mal humorada.

Levanto e vou para o banheiro, faço minha higiene pessoal, volto para o quarto de tolha escolho uma roupa.

Passei uma maquiagem básica e desci pronta pra aula. Vejo minha mãe na cozinha. 

-Bom dia maezinha_Sorrio ao vê-la.

-Bom dia filha, vai trabalhar hoje?_Dona Lúcia sempre está querendo saber o que vou fazer.

Eu trabalho como garçonete em um restaurante.

-Vou sim.

-Pois se alimente direito, pra ficar forte e não passar mal.

-Ta bom mãe._termino de comer.

-Tchau mãe, vou indo.

Desci e fui para garagem, peguei minha moto, sim tenho uma moto que amo, uma das melhores.

Antes de sair vi um carro de mudanças chegando na casa em frente a nossa, acho que nós vamos ter vizinhos novos...

Mas nem ligo, não me dou bem com ninguém mesmo. Cheguei a escola e como sempre tudo muito chato.

*(Quebra de tempo)*

A aula terminou mais cedo então posso ir para casa trocar de roupa, para ir trabalhar.

Cheguei em casa não tinha ninguém, minha mãe deve está no trabalho, ela trabalha como jornalista.

E eu trabalho porque quero me virar sozinha e como eu não faço nada e não tenho amigos, ficar em casa é um tédio, então resolvi trabalhar.

Vou ao banheiro tomar banho, faço minhas higiene pessoal e coloco uma roupa.

Já pronta desci e fui para cozinha preparar algo. Faço uma macarronada que por sinal está deliciosa. Sair pra pegar a moto quando estava montado chegou uma BMW Preta e dela saiu um cara muito gato, super modelo, maravilhoso. E eu já estou babando, que vergonha. Ele me olhou e sorriu, só precisou isso para eu colocar o meu capacete e sair cantando pneu. 

Cheguei na hora e fui colocar o uniforme. Começo trabalhar.

*(Quebra de tempo)*

Termino o de arrumar tudo e saio em direção a minha moto, pois o meu horário acabo.

Vou para casa, quando chego guardo a moto e entro em casa.

Vejo minha mãe no sofá vendo novela.

-Boa noite noveleira._ela dá um pulo.

-Aí que susto filha._põem a mão no peito.

-Pare de drama, isso é culpa dessas novelas que senhora assiste.

-Como eu tive uma filha tão besta em?

-Não sei, foi a senhora que teve, bem vou subir, beijos de luz._digo já nos degraus da escada.

-Você e seus beijos de luz, Boa noite filha.

Sorrio e subo.

Entro no quarto e vou para o banheiro tomar um banho bem demorado.

Termino e coloco o pijama. Deito na cama e desligo

Acordei com o despertador tocando. Levantei e fui pro banho, fiz minha higiene pessoal. Sair do banheiro e vestir essa roupa 
Desço para a cozinha e não tinha ninguém, com certeza a minha mãe deve ter ido mais cedo para o jornal. Peguei uma maçã e fui pegar minha moto. Já ia sair quando o vizinho sai sem camisa para colocar o lixo para fora, ele me olha e sorrir para mim e eu sorrio de volta.
O que ta dando em me pra sorrir pra ele? Não penso muito, só sigo. Dei a partida na moto e acelerei ao máximo, cheguei na escola rapidinho. E quem eu encontro de cara?A mais puta das putas, que pega todos os meninos populares e que me odeia, o nome dela é valquíria, não tem nome mais condescendente.(vaca) 

-Iai garota estranha._se dirige a mim.

-Iai vaca, ops valquíria._faço cara de inocente.

-Idiota, você é uma qualquer, que ninguém quer, nem amigos você têm. 

-Isso não é da sua conta, se eu tenho amigos ou não isso é problema meu, vai ver se eu estou na esquina, sua vadia._sair de perto e fui para sala.

Me sentei no fundo onde eu sempre sento, eu não tenho amigos, porque sou estranha e fechada, mas nem sempre fui assim.

Quando meu pai foi embora e nos abandonou, eu me fechei para tudo e todos, só minha mãe que é a alegria da minha vida.
Quando ele foi embora eu tinha 12 anos então foi difícil encarar o fato, nunca mais quero ver ele. 

O sinal tocou me tirando dos meus devaneios.

*(Quebra de tempo)*

Sinal tocou encerrando as aulas.

E como hoje eu não tenho trabalho vou direto para casa.

Chego em instantes.

-Lar doce lar._digo entrando na casa.

Vou direto para o banho, faço minha higiene e vesti uma roupa curta.

Faço uma maquiagem levinha. Vou sair para o shopping. Sair de casa e o vizinho ia sair também. Ele me olhou dos pés a cabeça e sorrir malicioso.

Ignoro.

Monto em minha moto e acelero. Chego no shopping rapidamente.

Como algumas coisas na praça de alimentação. E compro algumas roupas. Quando eu ia sair do shopping esbarrei em alguém. E adivinha quem era? Quem falou o gostosão do meu vizinho acertou.

Ele fechou os olhos e puxou o ar como  se tivesse sentindo um cheiro bom. 

-MINHA._o vizinho fala. 

-O que?_fico sem entender.

-Nada_desconversou e continuou. -Oi você é minha vizinha né? Me chamo Sasuke e o seu?

-Oi, sou sim, me chamo Sakura, mas pode me chamar de Saky.

-Prazer Saky_piscou.

-Ah. Tenho quer ir, a gente se ver.

-Tchau.

Pego minha moto e vou para casa. Chego já são 19hs, tomo banho e coloco un pijama. Janto e começo a assistir filme até tarde. Já são 23h30, decido subir para o quarto.

A janela que dar para sacada está aberta então eu vou fechar quando olho para casa do vizinho é vejo ele olhando para mim.Ele sorrio e eu sorrir de volta. Mas voltei ao normal e fechei a janela.

Chega de fofura, melhor ir dormir.

Continua....


Notas Finais


Comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...