História Minha Adorável Ex Mulher - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Dr. Archie Hopper (Jiminy Cricket), Dr. Whale (Dr. Victor Frankenstein), Emma Swan, Henry Mills, Lacey (Belle), Lilith "Lily" Page, Malévola, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Milah, Neal Cassidy (Baelfire), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Morrilla Swanqueen Swen
Visualizações 69
Palavras 1.349
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não me matem, ok? Eu sei que estou demorando pra postar, mas é que eu voltei a trabalhar e meu horário é difícil, mas consegui um tempinho pra escrever.

Esse capítulo tem trecho de duas músicas, Lying Down e Courage da Céline Dion, eu sinalizei para que não confundam elas.

No mais, até o próximo. 😘

Capítulo 2 - The one with baby


—  Henry, temos algo que queremos contar, eu e a mamãe temos uma surpresa para você.

— O que é mamãe Regina? — Henry aparentemente parecia bem animado com a ideia de ter uma surpresa.

— Lembra quando pediu ao papai Noel para que ele te trouxesse um irmãozinho? — Emma falou com lágrimas nos olhos.

—Bom, ele viu que você foi um bom menino e resolveu lhe trazer um — Eu logo disse e pude ver seus olhinhos brilhando.

—E onde ele está mamãe? Eu quero ver ele e brincar — Isso foi lindo, mas não conseguimos segurar a risada.

— Meu amor, ele está na barriga da mamãe Regina, ele ainda é muito pequeno e não pode sair de lá. — Emma o segurou no colo e ergueu minha blusa — Olha como a barriga da mamãe é muito pequena, é por que ele ainda é do tamanho de um grão de feijão.

— Uau, então ele vai crescer aí? Vai demorar muito para ele sair?

—Vai demorar um pouquinho, mas vai passar rápido, eu prometo. — Beijo sua cabeça e a bochecha de Emma.

Resolvemos contar a Henry sobre o bebê quando soubéssemos de certeza que estava grávida, não queríamos dar falsas esperanças a ele, mas agora eu estava com quatro meses, ainda existiam riscos, mas era a hora certa para contar. O bebê provavelmente nasceria em meados de fevereiro, tínhamos cinco meses pela frente, longos cinco meses para Henry e Emma, mas para mim, era como se cada dia se passassem cinco de uma vez. Os enjôos matinais ainda eram frequentes, Emma como sempre sendo muito pacienciosa e me aguentando com minhas trocas de humor oscilantes. Realmente, minha esposa era um anjo na terra, eu não podia deixar de agradecê-la todo dia por todo amor que tem me dado e ao Henry, eu jamais saberia como seria ter uma família de não fosse por eles.

Meus pais e Zelena ainda não sabiam da novidade, queríamos contar quando eles viessem ao aniversário de Henry que era na próxima semana, nosso garoto iria fazer seis anos, eu não suportava a ideia de que ele estava crescendo e Emma parecia tão tranquila com aquilo que me irritava. Tudo tem me irritado ultimamente, na verdade, ninguém podia dar um suspiro ao meu lado que eu já queria estrangular a pessoa. Meu trabalho estava me consumindo cada dia mais, eu avisei ao Gold que eu não estaria mais lá no próximo ano letivo e ele como castigo resolveu sugar minha alma com trabalho e mais trabalho. Emma estava possessa comigo por isso, eu estava perdendo jantares em família, não conseguia mais buscar Henry na escola e não conseguia acordar junto com Emma, minha família estava escorrendo por meus dedos e eu não fazia nada para mudar isso.

A dois anos atrás, Emma conseguiu trabalhar naquilo que ela havia se formado, publicidade. Ela adorava o que fazia e isso me deixava tão orgulhosa dela, vê-la feliz e realizada, com tantos sonhos e planos. Estava nos nossos planos abrir nosso próprio espaço, Emma ficaria responsável com a área dela, eu cuidaria da fotografia, que é o que eu amo fazer e Zelena se juntaria a nós com pinturas, seria perfeito, abriríamos uma galeria de arte. Eu e Zelena tínhamos uma galeria, a qual Ruby trabalhava, mas Zelena não estava conseguindo dar conta de tudo sozinha, depois que ué comecei a dar aulas, meus tempos lá eram raros e ela resolveu fechar.

Ruby e Zelena ainda estavam juntas, mas nunca resolveram casar ou ter filhos, elas falam que não queriam que o relacionamento delas decaisse. De fato elas estavam um pouco certas, eu não nego que estar casada é maravilhoso, ter a mulher que você ama todos os dias ao seu lado, acordar e ver o sorriso da pessoa ao seu lado na cama, ter filhos era um sonho, mas, o sexo era algo que Emma e eu não sabíamos mais como era, parte disso era culpa minha e eu sei disso, meus horários não eram dos melhores, eu chegava tarde e Emma já estava dormindo para acordar cedo no outro dia e assim íamos, não me entenda mal, eu a amava mais que tudo e um relacionamento não se baseia apenas em sexo, mas ele é essencial também.

Eu estava indo para o quarto mês de gestação, minha barriga pouco evidente já deixava marquinhas em minhas blusas, os enjôos quase que diários eram um porre, eu nunca conseguia parar de comer, o que de fato estava me deixando maior, mesmo assim Emma sempre me dizia o quão bonita eu estava e isso me aquecia o coração. Eu amava aquela mulher e ela me demonstrava diariamente mesmo com pequenos gestos que ela também me amava, apesar de todas as dificuldades.

Eu estava adiantando tudo no trabalho para que quem me substituísse não tivesse que ficar tão sobrecarregada, de certa forma eu estava nervosa com isso, mas era o certo a se fazer, dinheiro nunca foi um problema, eu trabalhava apenas para me ocupar, agora com essa gravidez eu quero poder passar sossegada, cuidar dos meus filhos e de Emma.


All it takes is one bold move to change everything
All it takes is loving you to forget, forgive
But I'm having some kind of breakthrough
I'm ready to live


(Só é preciso um movimento ousado para mudar tudo
Só é preciso amar você para esquecer de perdoar
Mas estou tendo algum tipo de avanço
Estou pronta para viver) - Lying down : Celine Dion


Eram sete horas da noite quando recebi uma ligação da faculdade para resolver alguns problemas, não me deram detalhes, suspirei pesadamente, já sabia o que Emma estava sentindo assim que olhei para ela, era minha folga, meu dia com a família, ela sorriu e me deu um selinho, peguei minhas coisas, dei um beijo em Henry e saí, minha mente estava um turbilhão, muitas coisas se passavam, tudo, desde o início, não era justo com Henry e muito menos com Emma eu acabar estragando tudo o que construimos por um emprego.


I would be lying if I said: I'm fine
I think of you at least a hundred times
'Cause in the echo of my voice I hear your words
Just like you're there
I still come home from a long day
So much to talk about, so much to say
I love to think that we're still making plans


In conversations that'll never end


(Eu mentiria se dissesse: estou bem
Penso em você pelo menos cem vezes
Porque no eco da minha voz eu ouço suas palavras
Assim como você está lá
Eu ainda chego em casa de um longo dia
Tanta coisa para falar, tanta coisa para dizer
Eu amo pensar que ainda estamos fazendo planos

Em conversas que nunca terminam)

Foram apenas alguns segundos, mas foi como se tudo estivesse se quebrando dentro de mim, eu escutava apenas um zumbido no ouvido, na hora Emma e Henry vieram em minha cabeça, ela estava doendo muito, não conseguia manter meus olhos aberto e então os fechei, não senti mais nada, a dor estava passando.

'Cause it's not easy when you're not with me
The world of madness goes faster now
And it's a train wreck, but I won't crash, yet
Long as your echo never fades out


Courage, don't you dare fail me now
Cause it's not easy when you're not with me
The world of madness goes faster now
And it's a train wreck, but I won't crash, yet
Long as your echo never fades out
Courage, don't you dare fail me now

(Porque não é fácil quando você não está comigo
O mundo da loucura vai mais rápido agora
E é um acidente de trem, mas eu não vou bater, ainda
Contanto que seu eco nunca desapareça

Coragem, não se atreva a me falhar agora
Porque não é fácil quando você não está comigo
O mundo da loucura vai mais rápido agora
E é um acidente de trem, mas eu não vou bater, ainda
Contanto que seu eco nunca desapareça
Coragem, não se atreva a me falhar agora)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...