História Minha amada mistériosa - Park jimin - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, TWICE
Personagens Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 26
Palavras 1.435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 🌈

Capítulo 6 - Five


Fanfic / Fanfiction Minha amada mistériosa - Park jimin - Capítulo 6 - Five

- Isso foi incrível s/n, eu não sabia que você cantava tão bem - Jennie falou me dando um abraço enquanto,eu saia do palco.

- Obrigada - respondi me afastando.

- Onde você vai? - ela perguntou.

-  Eu vou embora, avisa a Lisa por favor - falei me afastando mais rápido.
                                      ∆
Cheguei em casa é não tinha ninguém, fui para o meu quarto e tomei um banho uma hora depois escuto batidas na porta era o Jimin que estava todo molhado por conta da chuva forte que caía.

- Posso entrar - ele perguntou com uma voz carregada de tristeza.

- Claro entra - falei abrindo mais a porta para que ele pudesse entrar - O que aconteceu com você - perguntei.

- Eu tive um imprevisto é não pude ir cantar com você Hoje, me desculpa - ele falou.

- Te desculpar Park Jimin! me poupe, eu tive que cantar sozinha para a escola inteira é você ainda quer que eu te desculpe - gritei é ele só deu um sorriso de lado - Qual a graça!? - continuei.

- Você não abriu a suas redes sociais não é mesmo - ele falou.

- Claro eu estava morrendo de preocupação, mas a primeira coisa que fiz foi abrir as redes sociais - falei em tom de ironia.

- Deveria abrir - ele falou.

- Por que você está precupado com a Droga das redes sociais!? - gritei mais uma vez.

- Porquê você é o assunto mais comentado nelas - ele falou me entregando seu celular é realmente tinha um vídeo meu cantando na escola o tal vídeo tinha mais de 1.6000 compartilhamentos.

- Eu não acredito - falei.

- agora você e famosa - ela falou pegando o celular da minha mão.

- Eu não quero ser famosa - falei colocando as mãos sobre o rosto.

- s/n esse e o seu momento, não se torture por uma coisa boa - Jimin falou me abraçando.

- Você está molhado Jimin - falei dando um leve sorriso.

- Eu amei sua música - ele sussurrou no meu ouvido.

- Obrigada - respondi.

- O que vocês estão fazendo - Lisa perguntou entrando no apartamento, Jimin é eu nós separamos rapidamente.

- Nada - nós dois falamos ao mesmo tempo.

- Sei; e melhor você ir embora Jimin a Rosé já me ligou três vezes perguntando sobre você - ela falou se sentando no sofá.

- tchau s/n te encontro amanhã na sorveteria aqui do lado? - Jimin perguntou.

- Sim - eu disse.

- Eu te pego as 13:30 Okay? - ele falou indo até a porta.

- ok - respondi é ele foi embora.

- Vai sair com Park Jimin que tudo - Lisa falou dando um pulinho.

- Me deixa - respondi indo para o meu quarto.
Três horas depois meus pais chegaram; eles chamaram a mim e a Lisa na sala disseram que queriam contar algo muito importante.

- Então falem logo - Lisa disse.

- Nós ficamos sabendo que você cantou hoje na escola s/n - meu pai Davis falou.

- E não só a gente - meus pais se entreolharam.

- Como assim não só vocês? - perguntei.

- O dono da empresa JYP se interessou em investir na sua carreira de cantora - meu pai Eujin falou pegando as minhas mãos - Nós sabemos que tomar essa decisão não será fácil então pedimos para que ele te desse um prazo para pensar na resposta - meu pai falou desfiando os olhos dos meus.

- Um prazo de quanto tempo? - perguntei segurando as lágrimas.

- Dois meses - meu pai respondeu.

- Eu quero dormir agora - falei me levantando e indo para o meu quarto, deixando Lisa e meus pais sozinhos.
Me deitei na cama, mas não consegui dormir vários pensamentos vinham sobre mim, meu peito estava apertado eu realmente não sei que decisão tomar só uma coisa pode me acalmar nesse momento cantar, eu estou inspirada então comecei a compôr uma música nova:
" Descanse em paz para o antigo você
Sinto falta do antigo você
É como se você estivesse morto para mim agora
Descanse em paz para o antigo você
Eu sinto sua falta pra caralho
Eu nunca te decepcionaria como você fez comigo
Agora você está morto para mim
Descanse em paz ...
Esse novo você, esse novo cara
Não o conheço, e nem quero
Eu gostaria de ainda conhecer o antigo você
Descanse em paz para o antigo você .."
( Olívia o'Brien - RIP)
Em algum momento daquela noite fria sem perceber eu dormir.
                                   ∆
Amanheceu o pior sábado da minha vida eu chorei quase a noite toda, não tomei café da manhã, eram 12:00 é eu ainda não tinha saído do meu quarto.

- Filha levanta nós vamos sair - meu pai ( Eujin) falou puxando a minha coberta.

- Papai eu não quero sair - eu disse.

- Mais você não sabe para onde nós vamos - ele falou se deitando do meu lado.

- Para onde nós vamos - perguntei.

- Ao salão de beleza cortar o cabelo - ele falou.

- Sério - gritei me levantando, em toda minha vida eu sempre quis cortar o cabelo, mas meus pais nunca deixaram.

- Vai trocar de roupa - ele falou  eu rapidamente me troquei e nós fomos para um salão chamado "Belles" lá era grande com as paredes pintadas de azul claro e bolinhas rosas choque uma mulher baixinha nós recebeu.

- Bom dia! Em que posso ajudar? - ela falou simpática.

- Minha filha vai querer cortar as pontas do cabelo e retocar a tinta branca - meu pai falou cumprimentando a mulher.

- Ótimo venha comigo querida - ela falou é eu a segui.

- Se sente aqui querida - ela falou apontando para um cadeira de couro preta eu me sentei é ela começou a mexer no meu cabelo; ela cortou meu cabelo um pouco acima dos ombros é retocou a tinta branca.

- Obrigada eu amei - falei saindo do salão com meu pai.
                                    ∆
Chegamos em casa, é eu fui direto trocar de roupa cinco minutos depois Jimin bateu na porta é nós fomos para a sorveteria lá nós encontramos seis garotos deles eu só reconheci o jeon jungkook.

- Esses são meus amigos esses são seokjin, Min yoongi, Hoseok, Kim Namjoon, Kim Taehyungi e o jungkook que você já conhece - Jimin falou apontando para cada um dos seus amigos.

- Oi  - falei cumprimentando cada um dos seis.

- Vamos tomar sorvete agora - Hoseok falou.

- Sim - seokjin respondeu, todos pegamos nossos sorvetes e nós sentamos em uma mesa no fundo da sorveteria.

- Finalmente conhecemos a namorada do Jimin, estava demorando até demais - yoongi disse lambendo seu sorvete.

- Namorada - falei olhando para o Jimin que estava vermelho de vergonha sentado ao meu lado.

- Peraiiiii vocês não estão namorando!? - Namjoon um garoto muito alto falou encarando o Jimin e depois me encarando.

- Jimin seu baixinho mentiroso - Taehyungi falou aos risos.

- Não fale assim, nós estamos namorando - falei pegando a mão direita do Jimin.

- tão fofos, por um momento achei que o nosso baixinho estava contando mentiras - seokjin falou soltando uma gargalhada; após tomarmos sorvete fomos para uma praça durante toda a tarde ficamos conversando sobre assuntos banais e rindo das piadas ruins que seokjin contava.

- tenho que ir agora - falei me levantando do banco.

- Mais já - Jimin falou também se levantando.

- eu tenho mesmo que ir está tarde - respondi.

- E uma pena a gente adorou conhecer a namorada do nosso pequeno Park Jimin - Namjoon falou colocando uma das mãos sobre o ombro do Jimin.

- Sabe o que e engraçado, vocês não me contaram como se conheceram - falei erguendo uma sobrancelha.

- Ué nós conhecemos na empresa - Taehyungi falou.

- Empresa!? - perguntei.

- Taehyungi só está brincando s/n vamos eu te levo até em casa - ele falou pegando a minha mão.

- tchau gente - eu falei e nós fomos embora.
                                   ∆

- tchau - falei entrando pela porta do meu prédio.

- tchau - Jimin disse me puxando pelo pulso e me dando um longo beijo.

- Você vai me contar depois sobre a "empresa" não vai? - perguntei abaixando a cabeça.

- Sim - ele respondeu me dando outro beijo.

Eu subi para me apartamento, jantei com minha família e fui terminar de compôr minha música:
"Um dia você vai sentir minha falta
Você voltará correndo e vai me ligar
Mas eu não responderei essa merda agora
Um dia eu não sentirei sua falta
Quando estiver bêbada, em vez disso, não vou ligar para você
Por que eu já vou ter superado essa merda
Sim eu vou ter superado.."
( Olívia o'Brien- RIP)

                                   ♥️

Continua...

" Eu sou uma aventureira
Sou uma noite sem compromisso
Não pertenço a cidade nenhuma, Não pertenço a homem nenhum"






Notas Finais


Comente sua opinião sobre minha fic xuxuzinho 🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...