História Minha âncora meu porto seguro - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Danzou Shimura, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hidan, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Hizashi Hyuuga, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Izuna Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kankuro, Karura, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kimimaru, Kisame Hoshigaki, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Manda, Matatabi, Matsuri, Mei, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mito Uzumaki, Moegi, Morino Idate, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Oonoki, Orochimaru, Pain, Pein, Personagens Originais, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Saiken, Sakumo Hatake, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Shizune, Shukaku, Son Gokuu, Temari, TenTen Mitsashi, Tobirama Senju, Tsunade Senju, Yagura, Yahiko, Yamato, Zabuza Momochi, Zetsu
Tags Naruto
Visualizações 34
Palavras 1.774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei? SIM
É novidade? Provavelmente NÃO

Desculpas por demorar demais
Eu tentei fazer um capítulo
maior, mas não sei se consegui, desculpa 😔

Bom... é só isso já estou escrevendo o próximo capítulo
E
Fiquem com o capítulo... e também Boa leitura 🤗

Capítulo 6 - Até que...


Fanfic / Fanfiction Minha âncora meu porto seguro - Capítulo 6 - Até que...

Acordei antes do despertador, a academia é só as 8:00, e agora é 6:14, e eu que estou acostumada a acorda atrasada, estou olhando para o teto branco do meu quarto com uma preguiça enorme de levantar da minha linda caminha.

Por que eu acordei antes do despertador? Eu não faço a mínima ideia, mas deve ser porque eu tenho que pegar mais dinheiro para o meu lanche, arrumar a minha mochila, tomar banho e escovar os dentes, pentear e prender o meu cabelo, tomar café da manhã, AAAAAHHHH, resumindo eu tenho muita coisa para fazer, mas eu estou com uma preguiça desgramada que não quer me deixar e eu também não quero sair da minha caminha quentinha e aconchegante.

Resmunguei, tirando o cobertor de cima de mim, sentei na cama e fiquei olhei para os meus pés descalços, tirei minha toquinha de bichinho e botei o travesseiro que eu estava abraçando de lado e levantei, fiquei mais um tempo em pé do lado da minha cama olhando para a parede do meu quarto, sabe quando você acabou de acordar de manhã sem nenhum pingo de vontade para exatamente nada que você tem até preguiça de voltar a dormir, então né, esse é o meu estado agora.

Olhei para o relógio era 6:25, fui abrir a cortina da janela e abro a mesma “esta frio hoje, eu adoro o frio” penso sozinha.

Abro o meu armário pego uma roupa confortável: uma blusa regata preta, uma calça jeans preta também e o meu all star vermelho, e fui tomar banho.

Sai com a roupa e com uma toalha secando o cabelo, enrolei o meu cabelo na toalha e vou no quarto do meu irmão pegar uma jaqueta emprestada sem pedir, peguei a minha favorita uma laranja e preto com o símbolo do clã Uzumaki no lugar do bolso.

Volto para o meu quarto, tiro a toalha do meu cabelo o penteio e o prendo nas minhas inseparáveis duas marias-chiquinhas, arrumo a minha mochila, tomo café da manhã depois escovo os dentes, e pego um pouco mais de dinheiro, pois o que eu tinha eu gastei quase tudo ontem no Ichiraku, guardo a minha bolsinha de dinheiro em formato de sapo na minha mochila, olho uma última vez o relógio 6:45 apago as luzes de casa e saio.

Quando eu saí de casa encontrei...

a) Itachi 

b) Sasuke 

c) O meu irmão 

Se você escolheu “b)” parabéns você... errou, o certo é a letra a.

Quando eu saí encontrei o Itachi do lado da minha porta, ele se virou me viu e sorrio “Puta que pario, por que diabos os irmãos Uchihas são bonitos e tem a porra desse sorriso contagiante que acaba com qualquer psicológico” pensei, e perguntei a ele:

-Itachi por que está aqui tão cedo e do lado da porta de my house?

-Por nada demais é que eu acabei de levar o Sasuke para a academia e como eu sabia onde ficava mais ou menos a “área” do clã Uzumaki eu decidi vir aqui te ver e te acompanhar até a academia hoje, já que ontem eu vi que você estava machucada, achei melhor você não ir sozinha até lá- Ele falou com a maior naturalidade possível outra coisa que os irmãos Uchihas tem em comum.

-Obrigado- agradeci com um sorriso enorme estampado no meu rosto- então vamos.

-Claro, garotinha Kawaii.

Eu e Itachi andamos pela vila conversando coisas banais, hoje que eu estava acompanhada os aldeões não me laçavam olhares estranhos, mas sim surpresos, também né quem não ficaria a pessoa julgada como um monstro com uma pessoa nunca antes vista na aldeia andando lado a lado conversando banalidades como se fosse conhecidos que a anos não se viam e com sorrisos no rosto, não é algo normal de se ver:

-Posso te perguntar algo?- Itachi falou logo que chegamos no portão da academia.

-Pode, manda ver- Falei olhando para ele.

-Por è... por que è... por que ontem você estava è...

-Por que ontem eu estava toda machucada, è isso que você quer perguntar, não é mesmo?- Falei vendo que ele não estava conseguindo perguntar sobre esse assunto “delicado”.

Ele confirmou com a cabeça:

-Bom não foi só ontem que eu estava toda machucada eu apareço na academia todo dia machucada mas ontem eu fiz um amigo, o seu irmão, que cuidou dos meus hematomas e hoje você foi até a minha casa e me acompanhou até aqui, por isso os aldeões não me ataram e eu estou bem graças a vocês dois, muitíssimo obrigada.

-Que isso garotinha Kawaii, mas pera è os aldeões que te atacam, mas por que?

-Eu sou a jinchuriiqui da vila sempre vou ser vista como monstro por ter uma besta dentro de mim, cada vila tem um jinchuriiqui ou seja, uma besta de cauda selada em alguém, a nossa vila è a única que tem dois...

-Duas bestas de cauda?- Itachi perguntou assustado ou surpreso.

-Não Itachi, dois jinchuriiqui que são eu e o meu irmão, só que o meu irmão não para em casa e quando, ele só vem me ver todo fim de semana e eu não conto para ele sobre os aldeões me agredirem tacando pedras para não o preocupar.

-Você saberia me dizer por quê tem dois jinchuriiqui só nessa vila?

- È uma história um pouco longa

-Da tempo de você me contar?

-Sim tem tempo, então ta bom eu conto- Eu suspirei e comecei a contar- È que no total tem 9 bestas de cauda e a besta dessa vila è a Kyuubi ou a besta de 9 caudas se preferir, è a Bijuu mais forte que existe. A minha mãe era a jinchuriiqui antes de ser eu e o meu irmão até que um dia, na verdade no dia que eu nasci, alguém invadiu a vila e capturou a minha mãe para abrir o selo que tranca a Kyuubi dentro da minha mãe, o meu irmão tinha 7 anos quando isso aconteceu tudo isso. O meu pai me deu nos braços do meu irmão e foi salvar a minha mãe, mas ele não chegou a tempo a Kyuubi já estava solta na vila, e não dava para selala de novo na minha mãe, por ela está muito fraca, tinha que conter a Kyuubi até a minha mãe se recuperar, mas não deu certo, pois o meu irmão comigo nos braços foi atrás do meu pai, todos estavam bloqueando a passagem do meu irmão para os meus pais e a Kyuubi percebeu que estavam protegendo muito nos dois e os nossos pais tinha percebido nos dois lá e com isso ela atacou, quem estava perto da gente se afastou e o meu irmão virou de costas para me proteger e os nossos pais coreram para frente da gente para nos proteger da garra da Kyuubi e a garra... atravessou... atravessou os dois. Não tinha mais jeito aí decidiram celar em mim e no meu irmão, o meu irmão me falou que a mamãe fez um discurso para gente e pediu principalmente para sermos felizes e nunca... nunca deixar um ao outro sempre ficamos juntos não importa como não importa se por muito ou pouco tempo e o meu irmão me contou também que os dois... os dois... morreram com... com um sorriso no rosto. Essa é a história do “por que” tem dois jinchuriiqui somente nessa vila- Eu já estava chorando a essa altura, o Itachi me olhou sem saber o que fazer, outra coisa em comum entrevista irmãos Uchihas: os dois não sabem como agir se vê uma garota chorando.

-Na-Na-Naruko desculpa por fa-fazer você me contar isso, por fazer você falar coisas dolorosas para você, desculpas.

-Que isso Itachi, ta tudo bem eu só sei tudo isso pelo meu irmão eu posso ter vivido isso, mas eu não lembro, ta bom não precisa se desculpar- Eu falei sorrindo para ele e parando de chorar.

-Só mais uma coisa eu ouvi dizer que foi o Quarto Hokage que morreu no ataque da besta por salvar o “receptáculo” da Bijuu.

-Sim foi o Quarto Hokage ele era o meu pai- O Itachi me olhou surpresa e eu sorri.

-É garota Kawaii, a sua família e você é cheia de surpresas, assim como a sua história, hein?!?!?

-Você não tem nem ideia, tchau Itachi.

-Tchau Naruko.

Nos nós despedimos e eu entrei na academia e fui direto para o balanço, o Sasuke estava lá sentado no balanço me esperando (provavelmente), eu cheguei por trás dele e tampei seus olhos:

-Quem é?- perguntei.

-Hum, não sei.

-Vou dar uma dica é a dona desse balanço que você está sentado.

-Ha Ha Ha, não sabia que o balanço da academia tem dono, ele não tem dono não ta bom senhorita Naruko Uzumaki- Sasuke falou tirando minhas mãos dos seus olhos e se virando para mim- Oi Naruko, a garota das marias-chiquinhas.

-Hi Hi Hi, oi Sasuke, o garoto novo que é cobiçado pelas garotas da sala- ele me olhou com uma cara estranha- Ha Ha Ha, você devia ver a sua cara está Hilária- Eu falei me acabando de rir.

-Ha... Ha... Ha... que engraçadinha você em Naruko, não tem graça.

-Ah tem graça sim- Falei quase voltando a rir.

-Não tem não, sabe o que tem graça senhorita Naruko?!?!?!- Sasuke falou me olhando com uma cara de malvado e eu entendi o que ele ia fazer.

-Sasuke não.

Eu falei andando para trás e comecei a correr e ele veio atrás, eu era rápida mais não tão rápida quanto ele, o que fez o Sasuke me alcançar me derrubar no chão e começou a fazer cosquinhas em mim:

-Ha Ha Ha... Sa-Sasuke... Ha Ha pa-pa-para... Ha Ha Ha... p-pa-pa-para- Eu me embolava nas palavras por estar morrendo de rir.

-Isso è engraçado Naruko, Ha Ha Ha.

-Não.. Ha Ha n-não è... S-Sa-Sasuke p-pa-pa-para.

-Você quer que eu pare Naruko.

-Q-Que-Quero... Ha Ha Ha.

-Fala que você é um bolinho de arroz.

-Não... Ha Ha... vou fa-fa-falar... Ha Ha Ha.

-Fala

-Nun-Nunca Ha Ha Ha- O Sasuke começou a fazer mais cosquinhas- Ta bom, ta bom... e-eu falo Ha Ha... eu sou Ha Ha... eu sou um b-bo-bolinho de a-a-arroz... Ha Ha Ha.

Sasuke finalmente parrou de fazer cosquinhas em mim, mas não saio de cima de mim, enquanto eu tentava recuperar o fôlego e parar de rir o Sasuke me encarava.

Eu encarei ele de volta, ele continuou me encarando, nenhum de nos dois desviava o olhar, eu olhava bem fundo naqueles olhos escuros como a noite, o Sasuke começou a se aproximar cada vez mais e mais até que...


Notas Finais


Eu fui muito filha da puta agora 🙃
Podem me xingar à vontade

Amanhã ou segunda tem episódio novo
O que acha que devo melhorar

Aceito criticas construtivas

Desculpas pelos erros de português 🤗🤗🤗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...