História Minha Assistente - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Alessandro "Alesso" Lindblad
Tags Assistente, Hot
Visualizações 52
Palavras 1.092
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Literatura Feminina
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ta simplezinha se alguém gostar fico feliz kk
Postando a pedido da minha Musa s2

Capítulo 1 - Capitulo Único


Fanfic / Fanfiction Minha Assistente - Capítulo 1 - Capitulo Único

 

Juliana trabalha para mim há dois anos e nunca passamos dos limites, não que eu não tenha tentado, mas agora ela esta ali tomando banho sozinha em seu quarto de hotel, não entrei sem avisar, chamei-a, mas a morena não me ouviu, ou esta me provocando...vai saber, mulheres são sempre surpreendentes.

Mas esse banho se for proposital para mim não faz sentido, pois ela nunca cedeu as minhas tentativas de avançar e nem fazia ideia de que eu viria em seu quarto agora.

Juliana é linda, mas sempre a respeitei e não faria nada se ela não quisesse.

‘’Alesso!’’ ela cobre os seios com os braços e eu fico paralisado vendo a agua escorrer por sua barriga e... antes que eu pudesse apreciar melhor a morena puxa uma toalha cobrindo-se de qualquer jeito.

‘’Desculpe... não pensei que estivesse...’’

‘’Porra Alesso!’’ ela rosna e começa a rir me deixando confuso.

Da ultima vez que vi uma mulher em situação parecida apanhei e muito.

‘’Vou esperar você se vestir’’

‘’Por que não me ajuda?’’

O que?

‘’Anda, me ajuda!’’

Juliana vai ate a cama onde esta a mala aberta e pega uma calcinha branca me dando a visão perfeita de suas costas e bunda sem fazer questão de cobrir aquela região.

‘’No que exatamente quer que eu te ajude Juliana?’’ tento não gaguejar.

‘’A me vestir, preciso fechar o vestido e sempre apanho’’

Engulo em seco tentando conter o que começa a ficar difícil entre minhas pernas.

 

Pov Juliana

Alesso se abaixa com a minha calcinha em mãos, adoro esse olhar de quem não sabe o que esta acontecendo...mas no fundo esta me desejando como sempre o fez. Desde o primeiro dia que consegui o emprego como sua assistente de palco, a garota que arruma as coisas para que ele se sinta confortável, tendo agua, suco, bebidas e toalhas por perto. Hoje estamos em um evento especial onde ele vai receber o premio de melhor dj do ano de 2018, quero estar espetacular. Mas voltando ao que me interessa agora, passo minhas pernas por seus ombros o deixando surpreso.

Abro um sorriso talvez o mais pervertido que já tenha dado na vida.

‘’Você não quer me vestir dj...’’

‘’Na verdade não, quero te devorar, Juliana’’

Abro um sorriso ainda maior sentindo meu corpo arder.

‘’Então me devore dj’’

O moreno toca minha coxa deslizando seus dedos e depois começa a  beijar aquela região e passar sua barba por minha parte sensível ate chegar a meu sexo enfiando a boca ali sem avisar, aperto o lençol deixando-o me tocar com seus lábios e língua macia me torturando deliciosamente. Ele mete fundo e chupa, depois beija meu sexo e continua muitas vezes ate eu ter um orgasmo. Quantas vezes o desejei fazendo isso? Já tinha perdido as contas de quantas vezes me torturei pensando nele, mas o que esta acontecendo aqui não podia estar acontecendo.

Alesso morde o lábio inferior e me olha nos olhos.

‘’Por que me fez esperar tanto?’’

Sorrio.

‘’Por que agora sei que me deseja como um louco e isso deixa o sexo ainda melhor’’

‘’Malvada’’ ele sussurra e se levanta tirando a camiseta ficando apenas de relógio. Uma visão linda de seu corpo me toma por completo quando ele totalmente nu se aproxima novamente. Prendo meu pé em seu peito durinho e ele o coloca sobre seus ombros me deitando na cama ficando perigosamente sobre mim.

‘’O que esta fazendo dj?’’

‘’Vou te fazer minha como sempre quis fazer’’

Mordo o lábio em ansiedade e ele me penetra lento e demorado ate eu me acostumar com seu tamanho. Agarro seus braços pedindo para ir mais fundo, mas com apenas algumas estocadas ele para e me olha todo serio.

Sinto vontade de mata-lo.

‘’Implore’’

‘’Não vou fazer isso’’

‘’Estou mandando implorar ‘’

Solto um gemido irritado e aperto mais forte minhas unhas em seus braços, Alesso segura meus pulsos colocando-os presos acima da minha cabeça.

‘’Me fode dj’’

Ele sorri, mas ainda não parece convencido.

‘’Só não te deixo assim necessitada porque estou a ponto de explodir’’

Alesso volta a me estocar mais forte arrancando gemidos ousados de minha boca.

Beijando meu pescoço depois de gozar desliza seus dedos carinhosamente por meus seios apertando de leve o bico me causando novamente uma excitação.

‘’O que veio fazer no meu quarto?’’ pergunto quando recupero minha voz.

O moreno analisa meu corpo tempo o suficiente para me fazer corar, mas depois de tudo que acabei de fazer não cabe muito bem essa vergonha.

‘’Pedir para cancelar o evento de amanhã’’

‘’Por quê?’’ me levanto e o deixo plantado na cama sem se mover.

Pego meu vestido e o visto deixando o zíper aberto.

‘’Me ajuda?’’ peço.

Alesso agora está jogado na cama com os braços sob a cabeça da forma mais relaxa possível e com um sorriso cretino nos lábios.

‘’Não quero que se vista’’

‘’E quer que eu vá como lá para a premiação? Nua?’’

‘’Não seria nada mal’’  ele ri.

Bufo irritada, ele me chama pelo nome com a voz sexy dele capaz de me deixar toda molhada de novo. Me aproximo e ele me puxa tocando minha boca em um beijo demorado do qual não consigo me afastar.

Durante a premiação não consigo tirar meus olhos dele, é raro vê-lo de terno e essa visão me agrada muito. Ele dedica o  premio aos seus fãs e também a sua equipe falando alguns nomes incluindo o meu que abro um sorrisão toda boba.

No caminho de volta para o hotel ele estava calado, eu não sabia o que dizer também e preferi contemplar o caminho tentando manter longe meus pensamentos de: como vou continuar trabalhando com esse homem como se nada tivesse acontecido?

‘’Vamos esquecer aquilo?’’ digo quando ele para na porta de seu quarto onde vamos ficar ate amanha de manhã.

‘’Entre Juliana’’

Passo pela porta ficando perto da cama enquanto o vejo servir uma champanhe já pronta sobre a mesa pequena de canto. Ele me entrega uma taça e afrouxa a gravata respirando fundo.

‘’Sempre quis algo mais com você, sabe disso’’

Tomo um gole do champanhe sentindo meu coração disparar com suas palavras.

‘’E?’’

‘’As coisas são complicadas, você sempre esta por perto não quero que nossa relação daqui em diante fique desconfortável para você. Digo como profissional’’

Viro a taça e me aproximo de seu corpo levando meus dedos em seu rosto apreciando o quanto esse homem é lindo, e agora que descobri que é bom de cama não sei como vou conseguir me manter tão profissional assim.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...