1. Spirit Fanfics >
  2. Minha casa as nove >
  3. Capítulo único - minha casa as nove

História Minha casa as nove - Capítulo 1


Escrita por: Alex---

Capítulo 1 - Capítulo único - minha casa as nove


Fanfic / Fanfiction Minha casa as nove - Capítulo 1 - Capítulo único - minha casa as nove

                       [Visão Steve]


Meu turno já tinha acabado e agora eu estava trancado a porta da locadora para esperar meu namorado vir me buscar. Enquanto esperava comecei a  ouvir baixo uma das músicas que ele gosta vindo de alguma loja perto, logo ouvi uma buzina de bicicleta não muito longe de mim, reconheci que era Dustin quando veio em minha direção.


-Oi Steve, vc já fechou a loja? - começou a ser normal Dustin vir na locadora pegar algum filme toda sexta-feira .


- Oi Dustin, sim eu já fechei, hoje vc se atrasou. Mas como vc está?


- Vou bem, agora é melhor eu ir se não os outros me mataram pelo atraso, até mais!


- Até e se cuida! - fiquei olhando Dustin se afastando para ir embora.


Voltei a esperar continuando a ouvir a música qua agora tocava Paranoid, ouvi um carro se aproximando, dei um sorriso mas logo ele sumiu quando vi que era o carro de Jason. Desde que eu assumi estar namorando com outro garoto para a cidade Jason não lagar do meu pé.


De braços cruzados desejei que ele  passasse reto mas como não tenho sorte, Jason percebeu minha presença e parou o carro perto de mim, saindo dele e vindo em minha direção.


- Ora ora, se não é o Rei Steve, esperando seu namoradinho? - Jason provoca.


- Por que vc não vai jogar bola no cesto de roupa suja - falei que nem Eddie para deixá-lo bravo.


- O perdedor e o estressado, um casal desse tipo deve dar bastante certo, né? -  respirei fundo para não meter um soco na cara dele.


Vai pra casinha logo, Carver - falei revirando os olhos mas logo voltando o meu olhar para ele.


- Você está irritado, princesa? - Jason ja se aproximando de mim para começar uma briga, mas logo levou um soco na cara fazendo ele cair. Olho para quem deu o soco já sabendo quem poderia ser.


-  por que você não vai pra casa da sua namoradinha em vez de mexer com quem tá queto, ah lembrei, ela te trocou pelo munsou já que ele é muito melhor que vc, desgraçado - Disse Billy que passou pelo jason e ficou ao meu lado.


Billy me puxa para entrar no carro, abrindo a porta para mim que logo entro e depois ele. Ele liga o carro e começa a dirigir rápido, o rádio tocava uma música que eu amava.


- Ouvindo minhas músicas, hargrove? - Pergunto provocativo, billy parou em um lugar perto da locadora, um lugar deserto, normalmente Billy não para conversar, mas hoje as coisas parecem diferente.


- Cale a boca, harrington - Disse billy com uma cara meio irritada - vc está bem? ele encostou em vc?


- Não, eu estou bem.


- Ótimo - billy parece se acalmar mais. Ficou um silêncio por um tempo até ele voltar a falar - enquanto vinha para cá eu tive uma ideia que vc vai gostar. - deu um sorriso malicioso 


- então vc estava pensando em mim, é? Você deve estar bem animado ai no meio - Steve provoca dando um sorriso malicioso alimentando mais a idéia de hargrove.


- Por que quer saber? Está interessado?


- vc já sabe a resposta.


Nos dois ficamos um olhando no olho do outro, ambos estamos com um desejo para isso.


- Então eu vou dar uma mudada na minha idéia... - não falo nada e só observo e ouço oq ele tem para falar.


- A minha idéia é essa:  Você vai sentar bem aqui - Billy dá tapinhas em seu próprio colo - Só que sem calça e sem cueca. Sentando no meu pau enquanto eu dirijo por toda essa cidade em alta velocidade  - hargrove termina de dizer seu plano com um sorriso perverso.


- Ai meu Deus, Billy! Dirigindo? E ainda em alta velocidade. Você ficou louco?!


- Louco por você, Harrington - Deu uma piscadela para mim que sinto minhas bochechas esquentarem, não posso mentir, meu corpo já estáva quente o bastante só com o plano do hargrove.


- Vc não presta hargrove.


- Confia em mim, você vai gostar e a gente vai ficar em ruas desertas.


Ficamos em silêncio o loiro sorri e volta a dar tapinhas em seu colo.


- Só vivemos uma vez, vamos aproveitar, Pretty Boy.


Suspiro cedendo e logo tirando minhas vestes da parte de baixo, Billy faz o mesmo e empurra o banco para trás. Eu  sento em seu colo ficando de costas para o mesmo que vira o retrovisor para conseguir, acredito, ver as minhas expressões.


-  Se você desistir da idéia tudo bem, ok? - billy diz beijando a minha bochecha, colocou suas mãos sobre a minha barriga e empurrando seu quadril pra frente fazendo seu pau bater contra a minha entrada.


-C-Certo, mas é melhor ir logo antes que eu mude de idéia.


Billy aumenta o som do rádio no máximo e coloca a musica para ela se repetir, ele  fechar as janelas e liga o carro começando a dirigir.


- Você vai ter que fazer as coisas por mim.


- ok 


Lambi 3 dedos e me movi no colo do loiro me penetrando com dois dedos, iria tentar fazer isso o mais rápido possível para não deixar hargrove esperando demais. Comecei a me movimentar e tombei a cabeça para trás e meio pro lado para deixar billy ver a estrada. Logo adiciono o terceiro dedo ainda movimentando, logo soltando gemidos baixos.


Quando me acostumei com os meus próprios dedos decidi retirar e me  posicionar no membro de billy, mas antes, Billy cuspiu em sua mão e passou seu cuspe por todo seu pau e voltou a mão no volante permitindo-me  sentar sobre seu membro.


Ambos gememos quando penetrei o membro de billy em mim, estava com o pau inteiro de billy em meu interior. Hargrove desacelera e beija o canto de meus lábios com seus olhos olhando a estrada. Após eu estar preparado rebolo contra o membro de billy fazendo ele gemer novamente e volta a sua atenção a estrada.


- Você tem certeza, billy? Se isso tirar sua concentração na estrada podemos estacionar em algum lugar e continuar.


- Vamos continuar mais um pouco.


- ok.


Comecei a me movimentar para cima e para baixo em movimentos lentos e com o tempo fui aumentando a velocidade, eu estáva cavalgando tão gostoso que billy não irá aguentar tanto tempo sem me tocar.


- Se masturbe. - o ele ordenou 


obedeci tocando em meu próprio pau enquanto começava a se ritmar com minhas sentadas. Eu gemia cada vez mais alto e isso fazia billy enlouquecer, querendo estacionar em qualquer lugar e pegar Steve pela cintura e foder tanto ele que no dia seguinte nem conseguiria andar.


Paciência nunca foi o forte de billy.


Billy mudou seus planos e dirigiu até uma floresta eu so me dei conta quando hargrove desligou o carro. O loiro agarra minha cintura e começa a ir mais forte e rapido o que me fez gemer ainda mais. Billy com a mão direita solta a minha cintura e vai até o meu cabelo agarrando e empurrando para por a minha cabeça no volante curvando meu corpo, metia mais forte e fundo atigindo várias vezes meu ponto doce fazendo eu ir a loucura.


Minhas pernas estavam tremendo, eu iria gozar a qualquer momento. Dito e feito, perdi o controle das minhas pernas por ter acabado de gozar, fazendo-me seguro no volante deixando que billy faça agora o trabalho dele. Não demorou muito para que billy gozasse também, saindo de dentro de mim e me pondo de frente para ele. 


Ficou um silêncio confortável por um tempo até recuperarmos o fôlego.


- Vai continuar a onde? Minha casa ou sua? - o loiro pergunta com uma feição maliciosa.


- Em lugar nenhum. Tenho que encontrar o Eddie daqui a pouco - digo vendo a expressão dele mudar para irritada. - não me olhe assim, ele namora e eu também e mais eu só vou ajudar ele nos estudos já que chrissy estará ocupada - a expressão dele não mudou muito então chego perto do ouvido dele - Minha casa as nove - termino de falar e saio do colo dele pegando minhas roupas e pondo, não demorado muito para ele por também.




Notas Finais


Eu não gostei muito dessa história, achei que a lemom/hot ficou ruim mas tentei dar meu melhor.

Se tiver algum erro de escrita ou frases sem sentido me avisem.

Me dem a opinião de vcs sobre a história por favor.

𝐴𝑙𝑒𝑥
𝑒𝑙𝑒/𝑑𝑒𝑙𝑒 - 𝑒𝑙𝑎/𝑑𝑒𝑙𝑎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...