História Minha colega de quarto (Imagine Tzuyu) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Sana, Tzuyu
Tags Anjos, Imagine, Lgbt, Magia, Shoujo, Sobrenatural, Tzuyu, Você, Yuri
Visualizações 77
Palavras 1.755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ecchi, LGBT, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


1-A fanfic ta sem capa eu sei, é que eu estou esperando uma nova que esta fazendo.
2- algumas coisas irão mudar, quando essa nova a capa vir (Sinopse alterada por exemplo)
Acho que é só isso...Boa leitura

Capítulo 7 - Ligadas?


Argh... Minha cabeça ta doendo pra caramba, devo ter bebido demais ontem à noite... espera, o que aconteceu ontem a noite?! Eu não lembro de nada! Tentei levantar da cama mas voltei a me sentar sentindo uma tontura bem forte, que droga! Isso que é uma ressaca? Nada bom...

Depois de alguns minutos de esforços consegui levantar sem cair, melhor eu ir tomar banho estou suada com esse… pijama? Nem havia reparado que estava de pijama, quem me trocou? Provavelmente foi Tzuyu. Ela teve de me trocar! Que ótimo! Mais intimidade que isso não tem!

Verifiquei o horário em meu celular, 10:30 e Tzuyu ainda está dormindo? Que estranho… Peguei alguns utensílios de banho e fui para o banheiro, Momo estava escovando os dentes em uma das pias assim que termina se assusta com minha presença.

- Pai Amado S/n! Não faça isso!

- Desculpe, eu bebi demais ontem a noite e agora estou com uma horrível dor de cabeça!

- Eu também, Mina teve de me carregar de volta, quer uma ajudinha? - Ela me lançou uma caixinha com vários comprimidos dentro - É pra dor de cabeça, eu sempre me previno

Peguei um e engoli a seco, devolvendo a caixinha para Momo e entrando em um dos chuveiros. Me despi e deixei que a água quente tomasse meu corpo, talvez isso alivie essa dor de cabeça.

• ──────────────── •

Já de volta ao meu quarto, Tzuyu ainda estava dormindo quando meu celular vibra. Era uma mensagem de um número desconhecido...

“ Vá para o auditório, a diretora tem algo importante a falar”

“ Quem é?”

“ Taehyun, peguei seu numero com uma de suas amigas ;)

"É melhor se apressar, a diretora está impaciente”

Melhor eu falar com Tzuyu quando ela acordar, isso parece realmente urgente, coloquei uma calça jeans e uma regata, deixando meu cabelo solto. Sai do dormitório um pouco apressada, ao chegar no auditório estavam minhas amigas, o Winner e os professores, sentei ao lado de Nayeon e a diretora entrou na sala.

- Diretora Hyuna parece nervosa, qual será o aviso? - Nayeon sussurrou para mim observando Hyuna remexer em alguns papéis

- Muito bem, professores e membros do conselho estudantil, eu não darei o aviso alguém especial veio para isso. Por favor o recebam bem!

Assim que Hyuna terminou de falar, senti uma aura diferente na sala que se destaca de todos e que emanava autoridade. Só pode ser...

- Bom dia a todos! - O anjo adentrou a sala, e todos se levantaram abaixando a cabeça em sinal de respeito, eu fiz o mesmo - Não precisam de tanta mordomia, vim aqui apenas dar um breve aviso

- Pra quem não me conhece, sou um dos “7 Anjos da Ordem”, Kim Seokjin, e como é um assunto importante eu mesmo vim falar a vocês. Sabem que dia é amanhã?

- Segunda- feira - Escutei Hoony falar ao fundo da sala, levando uma careta bem feia de Hyuna

- Isso também Hoony, mas amanhã terá uma Lua de Sangue. Aposto que já devem ter ouvido falar de fenômeno raro, que os humanos já o tenha explicado com a ciência, entretanto isso envolve o mundo sobrenatural. Todos aqueles que têm alguma relação a demônios serão afetados, sejam híbridos ou não.

- o que isso vai afetar? - Um dos professores pergunta

- Mudanças de personalidade, vampiros, lobisomens, demônios comuns, irão mudar de personalidade por algumas horas. Por exemplo, se uma vampira for uma pessoa boa ela vai se tornar o contrário de boa. Os maus vão se tornar piores.

- o que devemos fazer?! Eles serão capazes de matar outros alunos não é?! - Hyuna perguntou com preocupação, a cara dela não estava nada boa

- eu recomendo que criem um escudo mágico em volta dos dormitórios, assim quem tiver dentro não saira e quem tiver fora não entrara. Sei que os professores são bruxos bem experientes capazes de criar um escudo para os dois dormitorios certo? - Os professores concordaram com o anjo - Ótimo, mais uma coisa, sem aulas por favor, apenas por precaução, eu tenho de ir. Um bom domingo a vocês.

Seokjin desapareceu em nossa frente, começando o falatório na sala, Hyuna chamou a atenção de todas.

- Eu, Jiyoon e Gayoon conversamos sobre outra coisa. Vocês, membros do conselho estudantil devem ter um colega de quarto demônio não é? Eu fiz isso, se por acaso isso acontecesse. Vocês devem, assegurar que seu colega de quarto não passe do limite. Por favor avisem todos os outros alunos. O Anjo Seokjin não queria chamar a todos porquê complicaria demais. Estão dispensados.

As meninas saíram correndo, para avisar as outras garotas, quanto mais rápido acabarem melhor será o domingo.

• ──────────────── •

Depois de uma hora, conseguimos avisar a todos, nesse meio tempo recebi uma mensagem de Tzuyu me convidando a almoçar com ela em uma lanchonete na cidade:

“ Te encontro lá 12:30, tenho coisas a fazer antes”

É melhor falar sobre esse negócio de lua quando for a encontrar, além disso, as garotas não a encontraram no dormitório mais cedo. Me pergunto o que ela deve estar fazendo...

Agora estava sentada no banco, esperando o dar o horário.

- Produzindo fotossíntese? - Vejo Dahyun se sentar do meu lado com um sorriso bem sacana

- Haha, estou sem nada para fazer nesse domingo. Mesmo depois desse aviso que eu deveria me preocupar, quero relaxar nesse domingo. Amanhã eu volto a me preocupar.

- É, esse aviso me pegou de surpresa. Eu vou ter que aturar uma mudança drástica de personalidade de Taeyeon, ela é uma das que ao saber de uma notícia quente entre o povo daqui já está rapidamente espalhando para todo mundo! Ela usa sua velocidade de vampira especialmente pra isso.

- Deveriam ter chamado ela na reunião, assim economizaria nosso trabalho de avisar a todos

Sem perceber o tempo, já estava quase na hora de me encontrar com Tzuyu melhor eu correr para não chegar atrasada na lanchonete. Me despedi de Dahyun e praticamente fui correndo para a lanchonete, assim que cheguei Tzuyu já me esperava de braços cruzados a parede, assim que me viu um sorriso estampou em seu rosto. Entramos e sentamos numa mesa afastada, uma garçonete veio até mim e anotou meu pedido de Bibimbap.

- é estranho você me levar para almoçar, mesmo que você não coma.

- Hoje é domingo, eu só queria passar um pouco mais de tempo... com você... - As bochechas de Tzuyu coraram de imediato, e desviou o olhar para a janela

- sério? por quê?

- bom... ficar o dia inteiro dentro de um quarto nesse domingo seria entediante.

- Tem razão... Tzuyu, tenho algo a te falar. Me chamaram hoje cedo para uma pequena reunião, avisando sobre amanhã, até o anjo Seokjin foi lá!

- Anjo?! Tipo, de verdade verdadeiro?

- Sim! De qualquer maneira, eles avisaram sobre a lua de sangue de amanhã. Isso afetará a todos que tiveram relação a algum demônio, vampiros, lobisomens... Isso inclui você. Meio que tipo, vocês irão mudar de personalidade para uma mais malvada (Me preocupa o que Tzuyu pode fazer)

- oh... Isso é terrível... você vai ter que se proteger de mim! Não sei que coisas horríveis eu sou capaz de fazer a você...

- Não se preocupe muito, sou um anjo caído lembra? Posso usar meus poderes para me defender

- Mesmo assim, ainda fico preocupada.

A garçonete chegou com meu pedido, comi em silêncio meu Bibimbap e Tzuyu não falava nada, quando acabei Tzuyu pagou a conta para mim e saímos da lanchonete indo para uma praia perto dali.

- Tzuyu você está quieta, tem alguma coisa haver sobre a noite passada? Eu devo ter feito algo de errado...

- Você não fez nada de errado... é complicado explicar.

- Pode me contar, eu não vou ficar brava. Eu tenho de saber o que fiz noite passada!

Tzuyu se virou para mim sorrindo fraco,

- b-bem... digamos que... s-sem querer... e-eu meio q-que... tipo... - Tzuyu remexia o pé na areia, gaguejando muito

- Fale logo!

- Eu te beijei! - Ela tapou a boca no mesmo momento e meus olhos se arregalaram

“ ALERTA, TEMOS UM ALERTA TZUYU AQUI! S/n não paralisa!”

Meu subconsciente corria de um lado para o outro na minha cabeça segurando um megafone, eu não me mexia ou conseguia reagir a tais palavras de Tzuyu. Ela me beijou! PUTA MERDA!

- S/n? Qual é... me desculpa, você tava bêbada e não sei o que deu em mim, me desculpa mesmo eu quis fazer aquilo. É melhor você pedir para te trocarem de quarto...

- Não! - Sai do meu transe, surpreendendo Tzuyu na mesma hora

- Mas... eu não sou assim, Recentemente, coisas assim invadem a minha mente S/n... coisas que envolvem você... eu fico imaginando várias coisas, sei que não devo mas eu não consigo resistir! E eu te beijei! Quem eu sou perto de você? Ai caramba-

Tzuyu se mexia a todo momento falando coisas do tipo, eu tenho de falar para ela que vai ficar tudo bem mas duvido que me ouça agora no meio desse seu desespero.

“ S/n essa é a hora perfeita de retribuir algo”

Determinada, aproximei de Tzuyu e selei nossos lábios, Tzuyu se calou e retribuiu o beijo o aprofundando ainda mais, ela pediu passagem e eu cedi me deixando levar pelas sensações. Nos separamos por falta de ar encarando uma a outra, com um sorriso acolhedor pousei minhas mãos sob sua bochecha quente

- Vai ficar tudo bem, não se preocupe

Tzuyu devolveu o sorriso me abraçando fortemente, senti meu ombro molhar e o abraço de Tzuyu começar a ficar fraco

- Como faz isso? Eu fico tão sensível perto de você, suas palavras me trazem tanto conforto e segurança... sua presença me faz sentir tão bem... eu acho que gosto de você S/n...

- também acho que gosto de você Tzuyu

- podemos confirmar indo a um encontro de verdade que tal?

- Eu adoraria.

Tzuyu separou do abraço com um sorriso feliz, limpei as lágrimas de suas bochechas delicadamente.

Existe essa ligação entre nós duas que me deixava a um passo de encontrar a felicidade, Chou Tzuyu, eu acredito que você seja a minha felicidade e se for vou querer sempre estar ao seu lado. 

 

Um doce problema é inevitável

Mas eu não me sinto mal por isso

E um sentimento estranho ao invés de paz

Eu me senti de alguma forma mais atraída


Notas Finais


espero que tenham gostado, talvez o próximo capitulo vá demorar um pouco, so avisando mesmo ;) E desculpe qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...