História Minha Dançarina Perfeita - Capítulo 24


Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Connie Springer, Eren Jaeger, Historia Reiss, Jean Kirschtein, Mikasa Ackerman, Sasha Braus, Ymir
Tags Annie X Armin, Aruani, Policial, Romance
Visualizações 129
Palavras 1.138
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá gente! Desculpe não ter postado de manhã, sabem escola, cursos, meio que impedem. Me compreendam, essa é a primeira vez que escrevo hentai.

Boa leitura!!!

Capítulo 24 - Sentindo sensações novas.


Fanfic / Fanfiction Minha Dançarina Perfeita - Capítulo 24 - Sentindo sensações novas.

      Pov Annie:


Esses dias tem sido corridos!


Tanto eu quanto Armin mal nos vemos e quando estamos em casa praticamente temos que adiantar algum trabalho ou com o cansaço, geralmente um de nós dorme para poupar as energias.


Confesso que sinto falta de quando éramos quase inseparáveis, mas precisamos trabalhar!

Mas... Finalmente! Folga!!


Me espreguiço na cama e  abraço Armin assim que meus olhos se depararam com os seus.

- Bom dia Armin! - falo olhando nos seus olhos.

- Bom dia meu lírio! Dormiu bem? - ele pergunta me dando um selinho.

- Abraçada com você não tem como eu não dormir bem. - falo e ele beija o meu queixo.

- Eu te convidaria para saímos, mas estou muito cansado para andar. - ele fala fazendo bico.

- Vamos ficar em casa mesmo, eu não estou afim de sair. - falo escondendo o meu rosto no seu peitoral.


                  ...

Depois de tomármos o café arrumamos a casa e assim que terminamos, nos sentamos no sofá.

- Meu Deus que calor! Vou tomar um banho. - Armin fala se levantando e seguindo em direção ao banheiro.

Depois que ele entrou no banheiro fui em direção ao nosso quarto para separar uma peça de roupa para mim.

Saio do quarto e percebi que a porta do banheiro estava meio aberta e o box fechado.


Só de imaginar o corpo dele com gotas de água caindo sobre o suas costas até chegar ao chão, me deixa toda arrepiada!


Acho que fiquei muito tempo pensando nisso, porque quando percebi já estava dentro do banheiro prestes a tirar a roupa.

Fico hesitante de fazer isso e dou um passo para trás.


Será que eu devo? Se eu fazer isso não terá como voltar à traz, ... Mas pensando bem é com ele e tenho certeza de que vai ser bom.


Sorrio e repiro fundo deixando minha roupa cair no chão, abro com cuidado o box e vejo Armin de costas esfregando o sabonete no seu corpo.

Mordo o lábio inferior e me aproximo por traz o abraçando.

- Ahhhhh!! - ele fala dando um pulo de susto. - Annie? - ele pergunta espantado e se virando na minha direção.

Dou um beijo no seu peitoral e colo nossos corpos.

- A-armin eu quero! - falo na ponta dos pés e abraçando o seu pescoço. - Quero agora!

Ele me olha surpreso, mas abraça a minha cintura e me beija, sinto ele me empurra e bato as costas na parede gelada, ele começa a me beija de forma urgente e segura minhas mãos a cima da minha cabeça e se aproxima mais.

Sinto seu membro roçar na minha intimidade me fazendo ter um arrepio pela minha espinha.

Ele aproxima sua boca do meu pescoço e o morde soltando minhas mãos e alisando as minhas coxas.

- Pro quarto! ... Agora! - ordeno abraçando o seu pescoço.

Armin empurra mais o meu corpo contra a parede me fazendo abrir mais as pernas e as levantar, ele me segura pelas coxas e me ergue, imediatamente ele começa a me beijar enquanto desliga o chuveiro e caminha em direção ao quarto.

Quando chegamos ao nosso quarto ele me deitou na cama com delicadeza e deslizou sua boca para o meus seios os mordendo e lambendo.

- Mhmn! - gemi baixo com o ato.

- Eu quero você gemendo alto, não baixo! - ele fala sorrindo maliciosamente para mim.

O ignoro e seguro seus fios de cabelo enquanto ele se deliciava com os meus mamilos. Depois de cansar ele desce suas carícias para minha região pélvica.

- Sabe Annie, você fica linda nua! - ele fala olhando para mim entre minhas pernas.

Olho para ele envergonhada e puxo sua cabeça para minha intimidade.

Ele para de falar e abre a boca atacando a minha região íntima. Mordo o lábio inferior tentando conter um gemido.


Que sensação indescritível é essa?


Ele passa sua língua por toda a minha extensão e sinto ele acariciar o meu clitóris me fazendo rebolar o quadril no seu rosto, com cada carícia o meu corpo esquentava mais, mas derrepente ele para e se levanta e aproxima o seu rosto do meu.

- Você tem certeza de que quer isso? - ele pergunta me olhando com ternura.

- Quero! - falo agarrando seus braços.

- Serei cuidadoso! - ele fala se esticando e pegando algo do criado mudo.

Percebo que é um preservativo e me deito tentando relaxar.

- Relaxe e tenha calma Annie! - escuto Armin fala calmo.

Ele se apoia nos braço e fica por cima de mim. Armin se deita sobre mim , mas com pouca força e me olha enquanto beijava minha boca.

- Te amo! - ele fala sorrindo e em seguida me penetrando devagar.

- Ahhhhhhh! - falo quando senti uma beliscada no meu interior e uma dor insuportável me invadir.


Agora entendo porque Ymir dizia que a primeira vez ninguém esquece!


- Eu te machuquei? - ele pergunta parando imediatamente.

- Está tudo bem, só fica um pouco assim! - falo e uma lágrima escorre do meu olho.

Ele a seca com o polegar e espera calmamente eu me acostumar enquanto  me presenteava com  beijos leves no meu rosto.


Confesso que é uma dor terrível!


Depois de alguns minutos eu seguro seus ombros e remexo um pouco. Ele entende como sinal e começa e estocar devagar, a medida que ele ia e vinha se tornava mais prazerosa fazendo a penetração se tornar mais suportavél.

- Mais rapi...do! - sussurro no seu ouvido.

E ele aumenta a velocidade me fazendo enroscar minhas pernas na sua cintura.

- Meu Deus Annie! Você é muito apertadinha! - ele fala segurando a minha cintura para ajudar nos movimentos.

Suas estocadas eram fortes e urgentes, me fazendo delirar com a sensação dele me invadindo.

- M-mais rápido Armin! - falo abraçando o seu pescoço.


Depois de tanto ele acelerar os movimentos já estavamos suados!


- Aaaaaaminr! - eu gemia o seu nome enquanto arranhava suas costas.

- Isso Annie! ... Geme o meu nome! - ele falava rouco e com a voz extremamente ofegante.

As estocadas dele estavam tão profundas e gostosas que eu via estrelas.

- Armin ...eu...vou...- nem conseguia terminar uma frase se quer, só conseguia gemer.

- Pode linda! ... Vamos juntos! - ele fala acelerando mais os movimentos.

Uma onde elétrica de prazer percorre o meu corpo e relaxo os músculos enquanto ele se retirava de dentro de mim e tombava ao meu lado ofegante.

Nós olhamos um para o outro e depois rimos.

- Eu te amo meu lírio! - ele fala pegando o cobertor e me abraçando.

- Eu te amo Arlert! - falo o beijando.

Ele me olha surpreso, mas sorri e em seguida me cobre com o cobertor.


Que sensação incrível!


Pov Annie off.




Continua...


Notas Finais


Agora é definitivo! EU NÃO SEI MAIS O QUE FAÇO DA MINHA VIDA! Estou tão envergonhada por ter escrito esse hentai, que vou ficar uma hora rindo de vergonha. Eu reli isso e só conseguia rir de mim mesma pensando " Cara... Eu sou pervertida! ".

Obrigada por lerem!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...