História Minha Doce Melancolia - Capítulo 38


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Drama, Emoções, Melancolia, Poema, Poesia, Sentimentos
Visualizações 6
Palavras 182
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


noite ><

Capítulo 38 - Malditos contos de Fadas


Fanfic / Fanfiction Minha Doce Melancolia - Capítulo 38 - Malditos contos de Fadas

 

Malditos contos de Fadas

 

Eu entendo sua fraqueza

Eles te ensinaram sobre finais felizes

Sobre festas intermináveis e sorrisos infinitos

Infelizmente amor, tudo tem fim

 

Aqueles filmes coloridos

Aquelas canções animadas

Aqueles livros mágicos

Nenhum deles podem ilustrar a realidade

 

Você acorda feliz e então vem ela te abater

Angustia, agonia e ansiedade

Sempre para te levar ao fundo do poço

Você pode respirar fundo quantas vezes quiser

 

Aposto que nenhuma escola ensina sobre isso

Ninguém te diz como será problemático viver

Ninguém te ensina como lidar com eles

Pois isso não é algo que se pode aprender

 

Sua ingenuidade sempre tão doce

Foi massacrada por um mundo perverso

"Um dia você cresceria"

É o que os seres evoluídos dizem

 

Se perca em mais um decepção

Você terá inúmeras na sua tabelinha

Não há preparo, ajuda ou predicação

Tudo vem como um tsunami em cima de si

 

Pois os sonhos são belos

Mas não significativos sem ação

Corra atrás deles

Porque ninguém correra por você

 

Engula seu infeliz orgulho e perceba

A vida é muito mais

Que aqueles

Malditos contos de fadas

 


Notas Finais


bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...