1. Spirit Fanfics >
  2. Minha doce Psicopata >
  3. Grupinho de "delinquentes"

História Minha doce Psicopata - Capítulo 53


Escrita por:


Notas do Autor


===============================
Oi gente!!

bom, primeiramente quero me desculpar mais uma vez por não ter feito a Mika matado alguém no Cap anterior mas o cap ficou uma bosta porque eu não estava com muito ânimo, sabe?

Então como eu não tenho nada pra fazer eu resolvi "recompensar" vocês com esse cap super legalzinho. Espero que gostem pois fiz com todo amor pra vocês! 😁😘😊
===============================

Capítulo 53 - Grupinho de "delinquentes"


Fanfic / Fanfiction Minha doce Psicopata - Capítulo 53 - Grupinho de "delinquentes"

Leiam as notas do autor!!

Mika On

Amy, Nath e Hoppe já estavam em casa, a noite já havia chegado e agora estávamos na cozinha jantando.

Amy: O que disse sobre a morte dessa tal Camila, Mika?

Mika: Relaxa, eu só disse que a cadela da Camila cometeu suicídio e junto com ela tinha mais alguém tentando me incriminar. 

Nathaniel: E o tal de Smitch acreditou?

Mika: Claro que sim, eu minto muito bem, bem melhor que a Amy. *sorri convencida*

Amy: Me agradeça, eu te cobri quando aquele cara veio aqui da primeira vez!

Mika: Que seja, vou sair hoje ok? *se levanta da cadeira indo até a pia lavar o seu prato*

Nathaniel: de novo, Mih?! 

Ah não, nem vem!

Mika: Que foi? Eu já disse que não vou parar de sair da minha própria casa só porque a rata da Nicole está incomodada!! *fala enquanto lava seu prato*

Amy: Pelo menos promete que vai voltar cedo?

Mika: Não posso prometer algo que sei que não vou cumprir! *termina de lavar o prato*

Nathaniel: Por favor, Mih! Sempre que você sai, você não atende nossas ligações nem responde nossas mensagens! Nos ficamos preocupados com você, sabia? *faz uma expressão tristonha e preocupada*

Mika: Tá bom, eu prometo que volto cedo hoje! *coloca a mão atrás das costas e faz o sinal de falso juramento*

Se tem uma coisa da qual eu respeito e MUITO é sobre prometer alguma coisa.

Minha mãe me ensinou que nunca se pode quebrar uma promessa, nunca! 

Nunca, nunquinha, em hipótese alguma, por motivos nenhum se pode quebrar uma promessa! Porque "o papai do céu fica tristinho com essas falsas promessas" palavras da minha mãe! 

Por isso eu sempre me certifico se vou conseguir cumprir as minhas promessas antes mesmo de dizer "eu prometo (...)" e como eu sei que não vou chegar cedo em casa, eu fiz o sinal de falso juramento.

Quando se faz esse sinal, a sua promessa não vale! Sendo assim não tem problema de quebra-la ou não! - Caroline De La Cruz.

Mika: vou me trocar e sair, beijos! *sai da cozinha mandando beijos no ar*

Amy: Ela não vai voltar cedo!

Nathaniel: como sabe?

Amy: Ela é a minha melhor amiga, eu sei quando ela está mentindo! *sai da cozinha*


(...)


Eu estava no meu quarto em frente ao armário procurando uma roupa que não seja de mendiga (da qual eu estou usando nesse momento)

Finalmente escolho uma roupa e me visto e, como sempre, tudo preto!

Uma regata branca simples, uma calça preta bem justa, uma bota também preta e, um moletom com capuz. (Tudo nas notas finais)

Esqueci de falar, a Amy comprou uma máscara pra mim de presente! (⌒ω⌒).

Depois de ter me arrumando e tals, vou até a cozinha, pego a minha preciosa faca e escondo no bolso do moletom como sempre faço.

Volto pro meu quarto, pego meu celular e antes de ir pras ruas eu escuto a voz da Amy na porta...

Amy: Eu sei que não vai voltar cedo, Mika!

Mika: Legal! *diz sem importar com o comentário da menor*

Amy: Mika, eu e o Nathaniel sempre ficamos preocupados com você! *sai do batente da porta* Você sai e volta quase de manhã! 

Mika: Já conversamos sobre isso, Amy!

Amy: E vamos continuar até entrar na sua cabeça dura que a Nicole está desconfiando de você!! *fala alterada* quer que ela descubra que você é uma assassina e sai todas as noites pra matar gente inocente só por diversão?!?

Mika: depende, se ela descobrir... ela pode ficar longe do Nath por um bom tempo! 

Amy: Então não teria problema dela ligar pra polícia e te denunciar? 

Mika: Ela não teria coragem de fazer isso!

Amy: Você não sabe!

Mika: e você sabe? Eu já disse e vou voltar a repetir: A CASA É MINHA! EU SAIO E VOLTO QUANDO ME DER NA TELHA! E NAO VOU PARAR SO PORQUE A VADIA DA NICOLE ESTÁ INCOMODADA!!

Amy: BELEZA, SE ASSIM QUE VOCÊ QUER!! *sai do quarto* SO NAO ME PESSA AJUDA QUANDO VOCÊ ESTIVER ATRÁS DAS GRADES GRAÇAS A NICOLE!!

Bufo...

Olho pela janela da sacada e vejo que não existia quase nenhuma alma viva nas ruas.

Abro um pequeno sorriso de satisfação, pois se as ruas estão vazias isso significa que se tiver alguém sozinho, esse alguém seria incapaz de pedir ajuda!

Quebra de tempo...          

Cá estou eu, suave andando por aí sem rumo só procurando alguém que seja a próxima alma a ir pro céu (ou inferno, sei lá, depende da pessoa!)

Já estava nas ruas a um bom tempo e como ainda não encontrei ninguém pra satisfazer a minha "sede de matar" eu simplesmente começo a pensar na vida enquanto eu saía chutando uma lata de refrigerante por aí...

Ainda com a faca dentro do bolso do moletom eu adentro minhas mãos no bolso e passo levemente meus dedos sobre a lâmina afiada que por enquanto está limpa. 

Depois de alguns minutos... passo por um beco escuro e ouço gemidos de dor que vinha de um garoto e risadas de mais alguns.

xXx: parem... por favor!! 

O garoto falava com dificuldade, coloco a minha máscara e meu capuz, e entro no beco e vejo o mesmo deitado no chão sendo espancado aos chutes por outros três garotos e uma garota que parecia ser bem valentona, mas só parecia mesmo...

O garoto no chão já cuspia sangue de tanto ser chutado na barriga, os outros 4 ficavam rindo de sua situação.

Mika: EI!! 

gritei chamado a atenção do grupinho de "delinquentes" que logo param de bater no coitado e me olham com ar de superioridade.

O garoto que estava no chão tosse e tenta se levantar, mas falha pois suas forças se foram.

???: O que você quer, garota? *perguntou a garota*

Mika: Quero saber por que batem nesse garoto?

???: Não é da sua conta, garota estúpida! *fala um dos garotos*

Mika: Escuta, sua mãe não te deu educação não?

Me aproximo do grupinho e do garoto que ainda estava no chão.

Mika: O que ele fez pra baterem nele desse jeito? *cruza os braços*

???: Já falamos que isso não é da sua conta! *falou mais um dos garotos, um bem gordinho*

Mika: Mas um sem educação! *Revira os olhos*

Posso até ser assassina e psicopata, mas sei ter educação! Uma educação da qual é bem melhor que a desses 4 pirralhos que pagam de fodões...

Mika: Escuta, garoto! *se aproxima do gordinho* sabe o que eu faço quando me tratam com grosseria? 

O baixinho desfaz aquela expressão de valentão que ele tinha estampado na cara e me encara com medo.

???: Não temos medo de você!! 

Disse um dos garotos, um que parecia ser o mais velho entre o reto do grupo. O mesmo estava de braços cruzados e com um olhar de superioridade

Eu rio nasal e me aproximo do garoto que ainda mantinha sua postura de "rei da porra toda". 

Mika: Escuta, pirralho *interrompida*

???: Não sou um pirralho! Tenho quase 16 anos!

Mika: Ah é?  Um jovem de 15 bateria em um garoto mais novo e mais fraco que ele? *levanta uma das sobrancelhas* e piorar: 4 contra 1! pra mim, quem faz isso é idiota, covarde, PIRRALHO e imbecil!

O garoto em minha frente abaixa a cabeça e descruza os braços.

???: quem é você pra nós dizer essas coisas? Quem é idiota e imbecil é você por ainda estar aqui e nos dar lição de moral! *disse a garota*

Mika: Meu nome é Mika Moura De La Cruz! E pode apostar, mocinha, eu sou mais perigosa do que pareço ser!

A garota se aproxima de mim e cospe na minha cara, junto com seu cuspe também vinha seu chiclete...

Eca...

A garota se afasta e ri de mim, assim como o resto de seus amiguinhos.

Limpo a minha cara e respiro fundo tentando não perder o controle, mas meu subconsciente não deixava e me pedia pra dar a esses idiotas o gosto do próprio veneno.

???: Ué, não vai nos mostrar essa Mika que se dizia "perigosa"? *debochou a garota*

Mika: quer ver? *pergunta sínica* quatro pirranhos contra uma adulta! Vamos ver quem vai sair ganhando!

???: Nos mostre, estamos curiosos! *Respondeu a garota ainda debochando*

Eu abaixo a cabeça rindo nasal, adentro minhas mãos dentro do bolso do moletom e me aproximo da garota lentamente com um sorriso calmo no rosto.

Já próxima a ela, me aproximo de seu ouvido e digo...

Mika: Isso vai ser divertido! *dizia enquanto tirava a sua faca de dentro do moletom* 

Depois de ter tirado a minha faca do bolso, um dos garotos (o gordinho) avisa a garota do perigo que ela estava correndo.

???: DANY, CUIDADO!! 

a garota rapidamente olha pra minha mão e vê a minha faca, a mesma me dá um chute no joelho e tenta fugir, mas rapidamente a agarro pelos cabelos e a jogo contra a parede mal pintada daquele beco.

A mesma geme de dor com o impacto de suas costas com a parede fria.

Um de seus amiguinhos vem pra cima de mim enquanto eu ainda estava de costas olhando pra garota que estava sentada e desmaiada no chão. 

Antes do garoto chegar a tocar em mim, me viro pra ele e dou um giro rápido usando a ponta da minha faca pra rasgar sua camisa e cortar a pele de sua barriga, no momento em que virei o meu capuz caiu e revelou os meus cabelos que começaram a voar com o vento gelado.

O garoto cai no chão sangrando muito e gritando de dor. 

Poucos segundos depois, me canso de suas gritarias e dou logo uma facada certeira e seu peito fazendo o jovem morrer na hora.

O mais velho do grupo pega uma lata de lixo e usa pra me bater, mas me defendo chutando a lata contra o corpo do mais novo assim fazendo que ele caía pra trás e o lixo que tinha dentro da lata caia sobre o corpo e o rosto dele.

???: eca... *Diz isso quando uma casca de banana, alguns papéis sujos e uma cabeça de peixe cai sobre seu rosto*

Mais um dos garotos (o que ainda não havia dito nem sequer uma palavra até agora) tenta fugir, mas corro atrás dele e puxo sua regata amarela e o jogo com brutalidade no chão.

???: Não, por favor! Tenha piedade!!

Tá aí uma frase que todas as minhas vítimas dizem.

Mika: Piedade? Por acaso também usaram isso quando bateram naquele garoto? *aponta pro garoto ainda deitado no chão* não né? Também não vou ter com nenhum de vocês!!

Após dizer isso, uso a minha faca ainda em mãos e enterro lentamente sobre o estômago do garoto que estava implorando por piedade.

???: AHHHHHHHHHH!! SOCORRO!!

Dou um forte chute no rosto do garoto, o mesmo perde a consciência e finalmente morre.

Mika: Menos dois

O garoto da lata de lixo, se levanta do chão e quando vê seus dois amigos já mortos, ele corre na direção a um dos corpos, se ajoelho ao lado e começa a chorar.

???: Rapha? Irmãozinho, por favor acorda!! *olha pra Mika* O QUE VOCE FEZ!!?

Mika: mostrei a ele o meu lado mais perigoso, vocês não queriam ver? *pergunta debochada*

???: VOCÊ É LOUCA!!

Mika: Obrigada, adoro quando falam isso!

O garoto pega a faca que ainda estava enterrada no estômago do seu suposto irmão e avança pra cima de mim. 

???: VOCÊ NÃO DEVIA TER FEITO ISSO!!

A cada tentativa de ataque do mais novo, eu desviava recuando pra trás.

Mika: caramba, você não sabe nem usar uma faca? E olha que essa é bem grande e fácil de usar hein! *ri debochada*

???: CALA A BOCA E FICA QUIETA PRA MIM ACABAR COM VOCÊ!!

Eu rio mais uma vez e desvio de mais um de seus ataques.

Mika: Chega de brincadeiras! *toma a faca do garoto* já brincou com a minha faca por tempo demais! Agora é minha vez!

???: EU QUERO MEU IRMÃO DEVOLTA!!

Mika: E EU A MINHA MÃE, A VIDA É INJUSTA, NAO É?

???: ELE ERA A MINHA ÚNICA FAMÍLIA!! 

Mika: e eu com isso? A culpa não é minha se você usou seus últimos dias com ele desse jeito! *se refere ao dois espancarem aquele garoto*

O garoto em minha frente abaixa a cabeça com o que eu disse

Passo a mão nos cabelos dele dando um sorriso acolhedor e quando o mesmo estava distraído, rapidamente enterro a minha faca em seu estômago.

O mesmo arregala os olhos pelo meu ato o pegá-lo de surpresa e vejo o sangue dele saindo de sua boca.

???: Maldita...

Mika: Também conhecida como Mika. *sorri sínica*

Tiro a minha faca do garoto e o empurro pra trás, o mesmo cai no chão batendo a cabeça num tijolo e desmaia/morre.

Olho em volta vejo aquela garota acordando.

Me aproximo dela e me agacho ficando em sua frente.

Dany: Por favor, eu já aprendi a minha lição, não faça nada comigo! *fala com medo e com um pouco de dificuldade*

A encaro séria, olho pra minha faca e a mesma estava totalmente suja até o cabo de sangue.

Mika: Por que bateram nele? 

Dany: Por que...por quer saber?

Mika: Por que bateram nele! *pergunta impaciente*

Dany: Por que quer saber!? 

Pressiono minha faca e seu pescoço demonstrando que não estou pra brincadeira.

Mika: Vou perguntar mais uma vez... POR QUE DIABOS ESPANCARAM ESSE GAROTO!!?

Dany: I-isso nao é da sua conta!

Já vi que não vou ter respostas, então tive uma idéia!

Mika: Abre a boca! *manda autoritária*

Dany: Pra qu... *interrompida*

Mika: ABRE ESSA MALDITA BOCA!!

Lentamente a garota abre sua boca, resolvo retribuir a nojeira que ela fez comigo a alguns minutos atrás, só que de uma maneira pior!!

Uno toda a saliva que eu tinha dentro da boca e cuspo dentro da boca da garota.

Mika: agora engole!

A garota fecha a boca e engole tudo o que eu cuspi em sua boca, no final a mesma faz uma expressão de nojo.

Mika: Boa menina! *aperta as bochechas da garota* 

Dany: você... você é louca!

Me levanto e fico de pé em sua frente.

Uno todas as minhas forças e dou um forte chute em sua barriga assim como ela e seus amigos fizeram com aquele jovem.

A garota cospe sangue e logo desmaia pois estava fraca demais e com a ajuda do meu chute a mesma deve já deve ter morrido.

Mika: Obrigada! *agradece a garota que tinha a chamado de louca*

Olho em volta e só tinha sobrado aquele garoto que foi espancado, o ignoro, ponho meu capuz devolta e saio daquele beco.

Minhas roupas estavam sujas de sangue, principalmente meu moletom que agora estava guardando a minha faca em seu bolso.

Escuto uma voz atrás de mim, junto com ela também vinha alguns gemidos de dor.

xXx: Ei, espere!!




Continua...


Notas Finais


Máscara: https://pin.it/3xnd54gcjvslhp

Moletom: https://pin.it/mathl2e7waiibo

Bota: https://pin.it/ta2yhxzxuddbdq

Calça: https://pin.it/33uyad4vgh37ph

Não é necessário o link da blusa, é só uma regata branca e simples.

Desculpe pelos erros de ortografia e obrigado por ler esse capítulo ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...