1. Spirit Fanfics >
  2. Minha doce Psicopata >
  3. Mika está mudando aos poucos!

História Minha doce Psicopata - Capítulo 54


Escrita por:


Capítulo 54 - Mika está mudando aos poucos!


Fanfic / Fanfiction Minha doce Psicopata - Capítulo 54 - Mika está mudando aos poucos!

Mika On

Olho pra trás e era aquele garoto que ainda deixei vivo naquele beco, o mesmo andava com dificuldade e com a mão no estômago.

xXx: espere, por favor! *tosse violentamente e fala com dificuldade*

Ignoro o mais novo e volto meu rumo devolta pra casa.

Dou alguns passos pra frente e sinto o corpo de alguém cair no chão, olho pra trás e era aquele garoto que agora havia desmaiado na calçada.

Eu poderia ignorar esse acontecido e voltar pra casa, fingir que nada aconteceu e seguir a vida como sempre fiz! 

Mas eu também não podia deixar aquela criança toda machucada e jogada no meio da calçada, sem contar que essa noite está fazendo muito frio e as nuvens dão indícios de chuva e aquele menino podia morrer de hipotermia!

Sendo assim, reviro os olhos pro que eu vou fazer e vou em direção ao garoto.

Ponho dois dedos em seu pescoço e senti suas veias cardiovasculares pulsarem normalmente.

Mika: Ótimo, pelo menos ainda está vivo. *sussurra*

Me levanto e pego o mais novo no colo, ajeito seu corpo ao meu e o levo pra (minha)  casa. 

No meio do caminho eu ficava pensando na reação da Amy e a do Nath ao me verem passar pela porta com uma criança  desmaiada e toda machucada nos braços.

Aí eu me pergunto: como não perdi o controle e não o matei assim como o resto daqueles quatro patetas que pagavam de bonzões? Tá aí uma pergunta que nem eu sei responder... talvez seja porque estou conseguindo ter mais controle sob meus atos!

Sinto uma gota de água cair na minha cabeça e percebo que ja estava garoando e que eu não conseguiria chegar em casa a tempo antes da chuva começar.. Corro pra casa antes que a chuva começasse a aumentar.


~Quebra de tempo...~          

Chego em casa cansada e molhada por causa da bendita chuva que peguei no caminho pra cá e, com o garoto ainda desmaiaiado no colo.

O chuva estava e ainda está bem forte, estou totalmente EN-SO-PA-DA!! E eu não sou a única...

Amy: MIKAAAA MOURA DE LA CRUZ VIEIRA DO ESPÍRITO SANTO DA SILVA NUNES!! 

Ah pronto, inventou o resto do meu nome completo já pode saber que vou levar uma bronca daquelas...

A mais nova ouve a porta sendo fechada (fechei com um empurrão com o pé já que minhas mãos estavam ocupadas) e brota na sala onde eu estava. A mesma estava com fúria nos olhos e ainda não tinha notado o ser que eu carregava nos braços.

Amy: Onde você estav... *Nota o garoto* ...pode começar a explicar!! 

Mika: Achei ele num beco, sendo espancado quase até a morte por um bando de crianças que eram bem idiotas por sinal, o "salvei" e o trouxe pra cá já que desmaiou tentando me alcançar sei lá pra quê...

Amy: e os agressores? 

Mika: então... *desvia o olhar*

Amy: Mika, eu não acredito que você matou CRIANÇAS!!!

Mika: pensa pelo lado bom, pelo menos deixei esse aqui vivo.

Amy: Deixa ele no sofá e vai tomar um banho, olha só o seu estado!

Mika: Mas ele vai molhar o sofá!

Amy: quer ficar o segurando até ele secar? *põe as mãos na cintura* anda, deixe ele aí, deixe que eu dou um jeito no sofá depois...

Coloco o garoto com cuidado no sofá e ponho uma almoçava em baixo da sua cabeça assim ele poderia ficar confortável enquanto ainda não acordava.

Corro pro meu quarto e entro no banheiro, lá eu tiro as minhas roupas e tomo um banho quente...

Depois do meu banho, me seco e visto uma lingerie preta, um short curto e um blusão longo que tampa metade das minhas coxas. (Tudo preto,  como sempre!)

Saio do quarto e me esbarro com o Nath que estava com uma carinha fofa de sono...

Nathaniel: Ah Mih! Já voltou...

Mika: *ri* você tava dormindo?

Nath coça os olhos e deixa escapar um longo bocejo, Ha Ha~ parece um gato...

Nathaniel: Eu tava esperando você chegar, mas acabei cedendo ao sono e fui dormir... você demorou muito, mais do que o normal!

Mika: Desculpa, aconteceu um imprevisto.

Nathaniel: tudo bem *boceja de novo*

Mika: Vou pra sala, a Amy tá uma fera comigo.

Nathaniel: Por que?

Mika: Vai já sala e você vai ver!

Nath processa o que eu disse e vai até a sala, eu que estava atrás dele observo aquele garoto que agora parecia estar dormido no sofá.

Nathaniel: quem é esse?

Amy: pergunta pra Mika! Essa louca trouxe uma criança pra cá!!

Mika: Ah qual é? Fala como se ele fosse acordar e sair matando todo mundo! 

Sem a gente perceber, o garoto acorda...

Amy: Mika, se ele descobrir que você é... *interrompida*

Mika: eu matei os agressores desse menino na frente dele! *confessa*

Nathaniel e Amy: MIKA!!! 

Mika: que foi? Eles estavam o espancado e rindo dele como se ele fosse apenas restos de aborto! Eu não poderia ficar lá só olhando, eu tive que fazer alguma coisa!

Nathaniel: Ah, olhando por esse lado...

Amy: tá, e se ele ficar com medo da gente e chamar a polícia? E se ele roubar alguma coisa daqui de casa? E se...*interrompida*

Mika: Amy, calma tá legal? Se ele fizer alguma coisa eu dou um jeito! 

Nathaniel: gente...  ele acordou!

Eu e Amy olhamos pro garoto que nos olhava fixamente, sorrio de canto e me aproximo dele.

Mika: Olá! 

xXx: Oi...

Mika: como está se sentindo? *se senta ao lado do garoto*

xXx: Tô todo dolorido

Mika: Ok, e qual seu nome?

xXx: Théo...e quem são vocês? 

Amy: Sou Amy, esses aqui são Nathaniel...

Nathaniel: Mas pode me chamar de Nath! *sorri*

Mika: Ou Nathan! *ri pois sabe que o moreno não gosta de ser chamado assim*

Amy: e essa aí é a Mika!

Mika: Oi!! *sorri simpática*

Não vou dizer como ele pode me chamar, afinal eu não tenho intimidade nenhuma com ele e o mesmo dele comigo.

O mais novo me encara...

Théo: Eu te conheço, você não é aquela... *confete pra ter certeza* aquela que me salvou daquele grupo que planejaram me espancar até a morte?

Nath, Mika e Amy: TE ESPANCAR ATE A MORTE?!

Théo: Sim, se não fosse pela... qual seu nome mesmo?

Mika: Mika!

Théo: Se não fosse pela Mika, eu teria morrido! *sorri agradecido* mas como eu cheguei até aqui e por que eu tô todo encharcado?

Amy: Você pegou chuva já que a Mika teve a brilhante ideia de te trazer pra cá! *diz sarcástica*

Mika: Eu não podia deixá-lo desmaiado na calçada! Ele é só uma criança! 

Nathaniel: Falando nisso, quantos anos você tem, Théo?

Théo: 14 e vocês?

Amy: 16

Nathaniel: 18

Mika: 17

Théo: Você não parece ter 17, tem cara de 19!

Amy: só cara mesmo...

Mika: Diz isso pro Nath que tem 18 e sai por aí só pra pichar paredes!

Nathaniel: Eu faço GRAFITE, é bem diferente!

Théo: espera, você pinta?

Nathaniel: Sim!

Théo: cara, eu já vi os desenhos que você faz! É incrível!! *sorri animado*

Amy bate levemente cotovelo no ombro do Nath.

Amy: Acho que você ganhou um fã, Nath!

O mais velho ri.

Théo: Mas pichação não é considerado vandalismo aqui no Brasil?

Nathaniel: deixe-me te explicar *tosse limpando a garganta* A Lei Federal de Crimes Ambientais, de 1998, divide os trabalhos entre pichação e grafite. Enquanto pichar é proibido sob pena de detenção de três meses a um ano e multa, o grafite é permitido, desde que com autorização e "objetivo de valorizar o patrimônio público ou privado mediante manifestação artística". *fala com uma voz formal*

(Criadora: Peguei essa no Google He He~)

Amy: Uau... e eu aqui achando que o Nath só sabia respirar, falar merda, comer e continuar falando merda... *bate palmas ao Nath* 

Nathaniel: Eu não falo merda e também não sou tão burro como você pensa!

Amy: Ah tá bom, falou a pessoa que comeu sabonete só pra saber como era o gosto!

Nathaniel: EU TAVA CURIOSO!!

Théo ri.

Théo: Vocês são sempre assim?

Amy: assim como?

Théo: vivem discutindo de forma engraçada *ri*

Mika: Pode apostar que sim! Amy e Nath são iguaizinhos a cão e gato.

O menor ri de novo. 

Amy: Mih, acompanha o Théo até o banheiro pra ele poder tomar um banho?

Mika: Claro, consegue se levantar Théo?

Théo: Acho que sim...

O mais novo tenta se levantar, mas falha. Antes que o mesmo pudesse chegar ao chão eu o seguro.

Mika: Opa! Calma! 

Théo: minhas pernas estão doloridas! Não consigo ficar em pé...

Mika: relaxa, eu te levo...

Coloco o braço do garoto em volta do meu pescoço e o levo até meu quarto e meu banheiro.

Deixo ele sentado em cima do vaso sanitário enquanto eu ligava a torneira da banheira deixando a mesma se encher de água. 

Depois de alguns minutos, a banheira se enche e logo desligo a torneira.

Passo a mão sobre a superfície da água e sinto a mesma bem quente...

Mika: Pode entrar agora, vou procurar uma toalha e roupas pra você!

Théo: Obrigado, Mih!

Mika: de nada, agora toma um banho!

Saio do banheiro e deixo Théo sozinho.

Percebo que a janela da minha sacada está aberta e as cortinas estão todas molhadas por causa da chuva. Rapidamente vou até a janela e a fecho. (Só pra lembrar a vocês que a chuva ainda não passou)

Volto pra sala e encontro Nathaniel e Amy de braços cruzados me encarando como se eu tivesse acabado de cometer um crime...(O que realmente aconteceu)

Mika: que?

Amy: Aquele garoto vai voltar pra casa dele amanhã de manhã! Ouviu bem?

Mika: É o que eu pretendo fazer, agora... Nath você tem alguma roupa pra emprestar ao Théo?

Nathaniel: vou ver...*sai*

Amy me encarava séria, aquilo me incomodava...

Mika: *bufa*Fala logo o que você quer...

Amy: Sabe que não deve trazer ninguém aqui! Principalmente alguém que testemunhou um de seus crimes, Mika!!

Mika: Você mesma ouviu o que o Théo disse! Aquele grupinho queria espanca-lo até a morte!

Amy: QUE DEIXASSE ELE MORRER, MAS NÃO TROUXESSE ELE AQUI!!

Viu só? Depois falam que sou eu quem não tenho coração... ( ̄︿ ̄)

Mika: Você teria coragem de deixar uma criança morrer espancada por um bando de marmanjos dentro de um beco?

A loirinha abaixa a cabeça e começa a fitar o chão...

Mika: Pelo visto, quem não tem coração é você! *olha pra mais nova indignada*

Nathaniel: cheguei!! *brota* Aqui as roupas, Mih! *entrega algumas peças de roupa a Mika*

Mika: Obrigada. *encara a Amy e sai*

Nathaniel: Aconteceu alguma coisa, Amy?

Amy: Não! * é curta e grossa* 

Nathaniel: Bom, eu vou dormir. Boa noite! *Sai*



(...)



Mika: Théo? *bate na porta do banheiro*

Théo: Oi?

Mika: Posos entrar? Estou com suas roupas e uma toalha.

Théo: Pode!

Entro no banheiro e deixo as roupas e a toalha em cima da pia.

Mika: quando terminar, se seque e use essas roupas que o Nath te emprestou. Vou na cozinha preparar alguma coisa pra você comer, ok?

Théo: Ok. *sorri* e obrigado mais uma vez!

Mika: não precisa agradecer. *retribue o sorriso do mais novo e sai*

Saio daquela banheiro fechando a porta atrás de mim, vou até a cozinha e preparar uma janta bem caprichada pro Théo.

Enquanto isso, eu ficava refletindo um pouco...

Mika pensando: E se o Théo não tiver mãe ou um pai? Seria bom se ele morasse aqui comigo, Amy e com o Nath... mas com certeza a Amy não iria aprovar a idéia! 

Pode parecer que estou ficando louca, mas eu realmente queria muito o Théo morando conosco... 

... Suspiro~...               

Quem sou eu e o que eu fiz comigo?!!





Continua...


Notas Finais


Desculpe pelos erros de ortografia e obrigado por ler esse capítulo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...