História Minha Doce secretaria - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Grey's Anatomy, Once Upon a Time, Revenge
Personagens Addison Montgomery-Shepherd, Alexandra "Lexie" Grey, Amanda Clarke, Amelia Shepherd, Anna, April Kepner, Arizona Robbins, August Wayne Booth (Pinóquio), Benjamin "Ben" Warren, Calliope "Callie" Torres, Capitão Killian "Gancho" Jones, Charlotte Grayson, Cora (Mills), Cristina Yang, Daniel, Daniel Grayson, David Clarke, David Nolan (Príncipe Encantado), Derek Shepherd, Dr. Archie Hopper (Jiminy Cricket), Elsa, Emily Thorne, Emma Swan, Henry Mills, Ingrid / Rainha da Neve / Sarah Fisher, Jack Porter, Lacey (Belle), Lilith "Lily" Page, Malévola, Mark Sloan, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Meredith Grey, Miranda Bailey, Neal Cassidy (Baelfire), Nolan Ross, Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Richard Webber, Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sophia Robin Sloan Torres, Theodora "Teddy" Altman, Tinker Bell, Victoria Grayson, Violet, Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Grey's Anatomy, Ouat, Regina Mills, Revenge, Swanmills, Swanqueen
Visualizações 400
Palavras 2.188
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Ela é frágil


Fanfic / Fanfiction Minha Doce secretaria - Capítulo 10 - Ela é frágil

Ficamos ali abraçadas até a hora do almoço, quando deu cinco horas fomos para a praça, Emma estendeu a toalha de mesa na grama e colocou a cesta então nos sentamos, coloquei Henry sentadinho na toalha e ficamos olhando as outras famílias

-Ei meu amor- chamei Henry e ele sorriu, veio engatinhando até mim e sentou no meu colo

-Amo- falou e eu sorri

-Também te amo meu amor- beijei sua testa e ele me abraçou

-Be?- perguntou e nós sorrimos

-A o seu irmãozinho?- ele assentiu- ele está aqui dentro, bem quietinho- ele deu um beijinho na minha barriga, pegou um brinquedinho e me entregou me abraçando em seguida

-Assim eu vou ficar com ciúmes- Emma falou e eu sorri

-Henry, vai lá e da um abraço bem forte na mamãe tá?- falei no ouvido dele e ele assentiu sorrindo

Desceu do meu colo e engatinhou até Emma subindo no colo dela e a abraçando forte pelo pescoço

-Eu te amo tá meu amor?- perguntou e ele sorriu

-Amo- falou e se aconchegou nos braços dela

-Amor eu vou pra academia depois, vai querer ficar lá em casa?- perguntou

-Não, eu vou pra casa, ficar um pouco com meus irmãos- falei e ela assentiu

Passamos o dia brincando com Henry e quando anoiteceu Emma me levou pra casa

-Oi pessoal- falei entrando em casa, meus irmãos estavam na sala junto com Addison

-Oi, como você tá?- Graham perguntou

-Cansada, estava na praça com a Emma e o Henry- falei me sentando

-E o seu bebê?- Graham perguntou acariciando minha barriga

-Esta bem, ainda não acredito que eu estou grávida- falei tocando minha barriga e a campainha tocou- eu abro

Fui até a porta e assim que abri dei de cara com meus pais

-Mamãe, papai?- perguntei sem me mexer

-Filha- minha mãe me abraçou- você está linda

-Obrigada- falei- Oi pai- falei com a cabeça baixa

-Querida- veio até mim e me fez olha-lo eu estava com os olhos marejados- não chora minha filhinha, eu to aqui, eu sei que está assustada, mas eu vou cuidar de você

-Eu sei- falei- entrem, Zelena, Graham nossos pais estão aqui

-Oi família que não vejo a muito tempo- Zelena falou

-Oi meu anjinho desmiolado- minha mãe falou e a abraçou

-Oi pai- Graham falou

-Filho- falou e o abraçou- quem é a bela moça?

-Essa é minha namorada Addison- falou

-Addison? A sua amiga?- minha mãe perguntou

-Sim- falei- ela também é minha obstetra

-E como ela está?- meu pai perguntou

-Ela teve uma crise alérgica mais cedo, Emma chamou pra eu verificar se ela estava bem, a adrenalina não causou danos ao bebê e os batimentos estão perfeitos, aparentemente os dois estão ótimos- Addison falou

-Que bom- meu pai falou

-Mamãe posso falar com você?- perguntei

-Claro querida- falou e fomos até o meu quarto- o que foi?

-Acha que eu posso ser uma boa mãe?- perguntei me sentando na cama

-Filha, porque esta perguntando isso?- perguntou

-Eu estou com medo- falei com os olhos marejados e ela sorriu compreensiva

-A meu amor, eu sei que está assustada- falou se sentando a minha frente- você ainda é uma garotinha

-Deixei de ser uma garotinha no dia que eu me entreguei a ela- falei

-Não, você sempre vai ser a minha garotinha e em breve você vai ter o seu bebezinho- acariciou minha barriga e eu sorri- e logo você vai entender, entender todo esse amor e cuidado com um ser tão pequenininho, eu quero que entenda que esse bebê vai mudar toda a sua vida

-Eu sei- falei olhando pra baixo- eu estou aprendendo com o Henry mas não passo o tempo todo com ele então...

-Henry?- minha mãe perguntou e eu sorri

-Meu filho, quer dizer, filho da Emma, mas ele começou a me chamar de mamãe então- falei sorrindo e dando de ombros e ela sorriu

-Então quer dizer que agora eu tenho dois netos?- perguntou e eu sorri- eu sou muito nova pra isso, ainda pensam que você é minha irmã

-Será uma avó maravilhosa- falei

-Eu sei- falou vaidosa- falando em avó, sua avó está preocupada com você

-Ai não, você contou pra nonna- falei

-É claro filha, se ela descobrisse ia ser muito pior- falou- ela e o seu avô chegam depois de amanhã

-Eu to ferrada- enfiei a cara no travesseiro e ela riu- vem- a puxei até a sala- Zelena a nonna está vindo pra cá

-O que?- perguntou assustada- ela vai me infernizar, ela me odeia- falou

-Eu sei- falei

-Isso é tudo culpa sua, você queria transar? Ter sua primeira vez com o amor da sua vida? Ótimo, transasse até ficar toda esfolada mas pelo amor de Deus usasse camisinha ou anticoncepcional- falou brava- se você não fosse tão idiota a gente não estaria nessa situação

-Zelena, olha como fala com ela, ela está sensível- Addison me defendeu

-Não Addie, deixa, eu fui burra mesmo, era isso que queria ouvir Zelena? Eu fui burra sim, a idiota que engravidou na primeira vez- falei alterada e com os olhos marejados- eu sei de tudo isso, não precisa jogar na minha cara

-Gina calma- Addison falou me vendo derramar algumas lágrimas

-Não Addie, ela deixou bem claro o que pensa de mim- falei e subi correndo para meu quarto

P.O.V Addison Montgomery

-Gina- chamei quando ela correu pro quarto- droga Zelena olha a merda que você fez- falei alterada

-Eu não devia ter dito isso- falou

-Não, não devia, você sabe que a Gina é frágil, ela está assustada, ela vai ter um bebê, não estamos falando de uma blusa que ela pegou de você, ela está grávida você entende a gravidade da situação?- perguntei e ela abaixou a cabeça- vou ligar pra Arizona, vou ter que dar um jeito de acalmar ela- peguei o telefone e disquei para Arizona

-Alô- falou

-Arizona, é a Addie, traz a Rose pra casa da Gina agora- falei

-O que houve?- perguntou

-A Zelena falou merda pra ela e ela está trancada no quarto chorando- falei

-Serio? Estamos indo- falou e desligou

-Eu vou lá pedir desculpas- Zelena falou

-Senta ai- falei alterada- você não vai lá agora, se você entrar naquele quarto ela vai piorar, e isso faz mal pra aquele bebezinho que ela está carregando, e eu prometi cuidar dela e desse bebê

-Porque faria isso?- Cora perguntou- porque cuidar dela e do bebê?

-Regina é a minha família, a única família que eu já tive desde que nasci, eu nunca vou deixar ninguém machucar ela- falei- ela é tudo que eu tenho

-Vai ligar pra Emma?- Zelena perguntou

-Não quero deixá-la preocupada, ela se preocupou demais quando ela teve um ataque alérgico- falei- se ela não se acalmar eu chamo ela, ela não pode se estressar- me levantei e peguei minha maleta- cadê?

-O que?- Henry perguntou

-O aparelho de pressão- falei- achei

-Você sempre carrega esses aparelhos?- Henry perguntou

-Sempre, de vez em quando acontece algumas emergências, eu carrego alguns medicamentos também- falei e a campainha tocou

-Eu abro- Graham falou e abriu a porta

-Addie- Arizona e Rose vieram correndo até mim- cadê ela

-Esta no quarto, venham- falei e nos três fomos para o quarto dela- Gina?

Entramos e ela estava deitada na cama abraçada ao seu travesseiro chorando baixinho

-Gina olha pra mim- falei me sentando ao seu lado- não fica assim

-Você ouviu a Zelena, eu sou uma idiota que engravidou na primeira vez, droga eu sei que fiz besteira mas não precisa jogar na minha cara- falou- eu não queria que isso acontecesse

-Calma- a puxei para deitar a cabeça no meu colo- você tem que se acalmar, assim faz mal pro seu bebezinho- acariciei sua barriga

-Gina, eu não sei o que a Zelena falou pra você, mas nós estamos aqui, nós vamos cuidar de você- Arizona falou

-Como você está? Com o bebê- Rose falou

-Estou bem, e de acordo com a Addie o meu bebê também está- falou acariciando a barriga- eu não pedi pra isso acontecer, eu estou com medo, como eu vou cuidar de um bebê?

-Ei, calma, nos vamos te ajudar, vamos cuidar de você, sei que não queria que isso acontecesse, mas aconteceu- Rose falou acariciando o cabelo dela- você se arrependeu?

-Não, nunca vou me arrepender, foi a melhor noite da minha vida e esse bebê mesmo não planejado já o que eu mais amo nesse mundo inteiro, o meu filho é tudo que importa- falou se acalmando e nós sorrimos

-Rose faz um chá de maçã pra ela, ela vai descansar- falei e ela assentiu saindo- vem, vou medir sua pressão

-Ta bom- falou

-Gina, você tem que se acalmar- Arizona falou- pensa no seu bebezinho, ele tem que ficar bem saudável, sabe o que você precisa?

-Sorvete?- falou e nós rimos- por favor- praticamente implorou

-Tudo bem, eu pego- falei- Ari, termina aqui

-Ta bom- falou

-Já volto- falei e desci, Rose estava subindo

-Como ela está?- perguntou

-Bem, leva o chá, ela pediu sorvete- falei e ela riu

-Ta bom- falou e foi para o quarto

-Addie como ela está?- Graham perguntou

-Bem, mandei um chá pra ela acalmar- falei

-Não queria ter falado aquilo, ela não merecia- Zelena falou

-É mais você falou, e se ela não se controlar vai machucar aquele bebezinho inocente que ela está carregando- falei

-Addison pega leve- Graham falou

-Pegar leve? A sua irmã tem que entender que isso não é brincadeira, o que ela falou pra Regina machucou muito ela, a sua irmã estava chorando lá no quarto e sabe porque?- perguntei- porque a sua irmã cometeu um erro, um erro que ela vai ter que cuidar pro resto da vida dela, e por mais que todos digam que ela não está sozinha ela está, é ela quem vai carregar aquela criança, ela que vai ter que crescer, ela é jovem, uma garota e vai ter que mudar a vida inteira dela, ninguém aqui tem direito de julgar ela porque ninguém aqui ensinou ela a se previnir, ninguém aqui orientou ela- falei e todos abaixaram a cabeça- ela vai ter que mudar a vida dela inteira, e escuta o que eu estou falando, você não ouse jogar isso na cara dela de novo porque se fizer eu acabo com você- falei e fui até a cozinha

P.O.V Narrador

-Ela não está brincando- Graham falou

-Eu sei- Zelena falou

-Ela sempre cuida da Regina desse jeito?- Cora perguntou

-Sim, a Addison tem a Regina como uma irmãzinha, ela a protege de tudo- Zelena falou- coisa que eu deveria fazer- a campainha tocou

-Eu abro- Graham falou- Oi Emma

-Oi, vim ver a sua irmã- falou

-Entra, que bom que veio- Graham falou

-Sr e Sra Mills?- perguntou surpresa

-Oi querida- Cora falou e a abraçou

-Olá senhorita Swan- Henry falou- quero conversar com você depois

-Tudo bem- Emma falou- cadê a Regina?

-Emma... Eu falei umas coisas que eu não devia, ela está no quarto com as meninas- Zelena falou

-Ai Zelena o que você falou?- perguntou

-A gente brigou, eu disse que ela era uma idiota que tinha que ter usado camisinha, eu joguei isso na cara dela- falou

-Você o que?- Emma perguntou alterada- poxa Zelena, a sua irmã teve uma crise alérgica que podia ter matado ela e prejudicado o nosso filho e você joga na cara dela que a gente cometeu um erro?

-Eu sei, sinto muito- Zelena falou

-Escuta aqui Zelena, eu te adoro, mas você não pode fazer isso, se ela se estressar vai fazer mal pro bebê, pro meu filho e eu não vou admitir isso, quer jogar na cara de alguém joga na minha cara, não na da minha mulher- falou brava

-Emma- Regina chamou do início da escada

-Oi amor- foi até ela e a beijou- como você está?

-Estou bem- falou e a abraçou pelo pescoço- porque esta toda suada?

-Sai da academia e vim direto pra cá, posso tomar um banho?- perguntou

-Claro, vem- falou e as duas foram pro quarto

-Oi meninas- Emma falou

-Oi- falaram

-Amor vai lá tomar um banho, vou separar sua roupa- Regina falou

-Tudo bem- deu um selinho na loira que foi para o banheiro

-Vamos deixar vocês a sós- falaram

-Obrigada- falou e as três saíram, a morena trancou a porta e foi para o banheiro

-O que está fazendo?- a loira perguntou sorrindo

-Vou tomar um banho com você- a morena falou tirando a roupa e entrando na banheira sentando de frente para a loira

-Fiquei sabendo o que aconteceu com a Zelena- Emma falou e a morena abaixou a cabeça- ei, olha pra mim

-É só que... Poxa a gente cometeu um erro, eu só queria saber que ela está do meu lado, ela me magoou com o que ela disse- a morena falou

-Vem cá- puxou a morena para seus braços- eu te amo tá?

-Eu também te amo- deu um selinho na loira e se aconchegou em seus braços

Tomaram um banho demorado entre beijos e algumas carícias nada muito malicioso e depois foram se vestir


Notas Finais


Comentem...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...