1. Spirit Fanfics >
  2. Minha e Sua Dor >
  3. Nublado

História Minha e Sua Dor - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu não sei
Eu tive essa ideia enquanto lia uma sinopse de alguma fanfic Tomarry KKKKK

eu não revisei, desculpa

É só isso 😗👌
Boa leitura

Capítulo 1 - Nublado


  Minha e Sua Dor.


 Dor. Dor foi o que ele sentia quando rasgava, perfurava, a alma daquele que deveria ser o meu inimigo.

A primeira vez que sentiu aquela dor foi na câmara secreta, enquanto ele perfurava as páginas e a capa do diário de Tom Riddle com a presa do basilisco. Ele achava que a dor era por conta do veneno da enorme cobra, pois assim que Fawkes o curou a dor sumiu, então assim que saiu da câmara ele não contou para ninguém sobre o que sentiu.

Anos se passaram, ele descobriu bastante coisas, descobriu as horcruxes de Voldemort, e junto com seus amigos ele foi procura-las para assim derrotar o lorde das trevas.

Ele voltou a sentir a mesma dor que sentiu na câmara quando seu amigo, Ron, quebrou o medalhão de Slytherin na floresta. Ele engoliu toda dor, dor que rasgava ele ao meio, foi uma das piores sensações que ele teve em sua vida.

Novamente a dor voltou quando sua amiga, Hermione, perfurou a taça de Hufflepuff, novamente na câmara secreta. Ele não estava lá na hora em que ela perfurou, mas sentiu a mesma dor que sentiu mas últimas vezes, talvez até pior.

Quando ele perfurou o diadema de Rowena Ravenclaw ele sentiu um pedaço de sua alma saindo de seu corpo, sua visão ficou turva, mesmo que ele estivesse com seu óculos, o ar saiu de seus pulmões, não conseguia mexer os seus músculos. Isso foi pior que as outras dores que sentiu, a sensação de estar morto, de estar vazio por dentro.

Ele descobriu, atravéz das memórias de Snape, que ele era uma horcrux não planejada de Voldemort, então ligou todas as suas dores a isto, tudo que ele sentiu foi na verdade os sentimentos e sensações de Voldemort, pois eles estavam destruindo parte de sua alma.

Sabendo que pra derrotar Voldemort ele tinha que se sacrificar, ele foi até a floresta quando o Lorde pediu, o que ele não esperava era voltar vivo para Hogwarts; naquele momento era só conseguir destruir a última horcrux e o mundo bruxo estaria a salvo. Nagini, a cobra que sempre ficava ao lado do lorde das trevas, era a última horcrux, matando a cobra acabaria com a guerra, acabaria com tudo.

Quando Neville apunhalou Nagini com a espada de Griffindor pareceu que tudo desabou, ele viu Voldemort sumir como poeira, ele deveria estar feliz, mas por que ele se sente tão vazio?

Ele ouve a voz de Ron gritando seu nome mas ele não conseguia se mexer, não conseguia falar, não consegue respirar, ele tenta, puxa o ar com todas as forças, seu peito começa a se apertar, lágrimas escorrem pelo seu rosto e ele começa a soluçar, seus soluços eram altos e carregados de dor.

— Harry! Harry! O que foi? O que aconteceu? — Era a voz de Hermione. Ele queria responder ela, falar que seu coração estava doendo, que ele não aguentava mais.

Ron o puxou pelos ombros e começou a verificá-lo para ver se tinha alguma ferida grave, ele já estava ficando preocupado com seu amigo.

Então ele sente uma queimação em seu pulso, ele tenta se mexer para puxar a manga de sua blusa para ver o que estava acontecendo. Com muita esforço ele consegue, levanta um pouco da manga do seu braço direito e então ele vê um nome escrito em seu pulso.

“Tom Riddle”.

Dizem que quando sua alma gêmea morre aparece o nome da pessoa em seu pulso, o marcando.

— N- não. — Ele soluça. Olha bem para o nome escrito em seu pulso e começa a arranhar o local com suas unhas. — Não. Não. Não. — Ele arranhava com tanta força, com ódio e tristeza.

— Harry, para! — Ron segura os pulsos de seu amigo com força fazendo com que ele parasse de se machucar. — Harry, o que está acontecendo?

— Ron, deixa eu ver o braço direito de Harry. — Hermione diz. O ruivo solta o pulso do moreno, porém não larga o esquerdo, a garota gentilmente segura e com seus próprios olhos ela pode ver, através das marcas dos recéns arranhões e da pele avermelhada, o nome da alma gêmea de Harry cravada em sua pele, sangrando.

— E -eu não sabia... D-Dumbledore... Eu não... — Ele soluça mais e mais, ele não consegue suportar a dor que estava sentindo. — Eu o matei...

Uma pessoa na qual perdeu sua alma gêmea fica incapaz de seguir sua vida, a dor em seu peito faz com que cada dia fique pior, lhe matando por dentro.

   Harry chora sabendo que ele foi a causa da morte de sua alma gêmea.


Notas Finais


Bah, neh? Ahram

Eu não sei o que escrevi, só sei que saiu isso, vish kk
Eu tenho uma fixação por matar o Tom no final, sei lá, acho que é porque ele é meu personagem favorito 😗👌 não sei.

Novamente desculpas pelos erros
Irra
Boa noite :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...