História Minha estranha alcateia. Interativa - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Alcateia, Interativa, Predadores, Presas
Visualizações 54
Palavras 1.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Ficção Adolescente, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Postei e corri

Capítulo 8 - Aonde os Verdadeiros Monstros se Escondem


Fanfic / Fanfiction Minha estranha alcateia. Interativa - Capítulo 8 - Aonde os Verdadeiros Monstros se Escondem

                   Pov’ desconhecido


“Eles estão vindo, rastejando a partir do canto
E tudo que eu sei é que eu não me sinto seguro
Eu sinto uma batida no meu ombro
Eu me viro em um estado alarmante
Mas estou perdendo minha mente?
Eu realmente acho que sim
Não uma criatura à vista
Mas o que você não sabe é que”


Corro em meio a floresta o que foi que eu fiz? Tenho sangue espalhado por todo o meu corpo, eu estou morrendo ? Ou apenas me tornando o monstro que jurei destruir? Eu não quero mais matar, não quero mais sentir dor, mas eles me obrigam. Não tenho voz sou apenas mais uma aberração criada pelo homem, apenas outro monstro que criaram para matar como disseram o soldado perfeito


“Minha respiração acelera
E o mesmo acontece com meu coração
Eu queria que isso tivesse acabado
Eu queira que isso fosse um sonho, mas”


Como posso viver com o sangue que escorre de mim ? Fui feito para ser leal e nunca desobedecer,  mas minhas ordens me fazem sentir dor, será que ainda posso me redimir ? Ou serei eternamente uma criatura sem alma? Por favor eu só quero me redimir e então ser morto. Não existe luz pra mim, apenas sombra, solidão e morte, não mereço viver

“Eu criei um monstro, um inferno dentro da minha cabeça
Nenhum lugar para ir, eu estou por conta própria
Oh, eu estou tão assustado
Eu criei um monstro, uma fera dentro do meu cérebro
Nenhum lugar para ir, eu não estou por conta própria
Minha mente prejudicada me acordar do meu pesadelo”


Não posso retomar o controle, ele só vai parar quando sua sede por sangue for satisfeita, droga ele não vai parar até colorir esse mundo preto e branco de vermelho a única cor que posso ver, não tenho nome tudo o que tenho é a série do projeto no qual era cobaia alguma vez já fui realmente humano ou fui criado lá?

“Espere, algo não parece certo (parece certo)
Não, algo parece errado (errado)
E eu fui sentindo assim (oh que pena), por muito tempo
Como minha visão fica embaçada, minha pele está ficando mais fria
Aparecendo jovem, enquanto eu estou ficando velho
Eu colapso no chão e grito:
"Alguém pode me salvar de mim mesmo?" “


Alguém pode me salvar, pode trazer luz e m objetivo para mim ? Não sei, as pessoas ao meu redor tendem a morrer e o pior de tudo isso é que é tudo minha culpa, se não fosse essa maldita sede ela ainda estaria viva, e como para zombarem de mim me fizeram matá-la. E eu ainda me vinguei deles

“Eu criei um monstro, um inferno dentro da minha cabeça
Nenhum lugar para ir, eu estou por conta própria
Oh, eu estou tão assustado
Eu criei um monstro, uma fera dentro do meu cérebro
Nenhum lugar para ir, eu não estou por conta própria
Minha mente prejudicada me acordar do meu pesadelo”


Eu queria acordar e ver que tudo isso era apenas um pesadelo, queria que ela me dissesse quando acordasse que estava tudo bem e que era apenas um pesadelo. Mas ela não pode mais voltar, e ninguém mais pode me salvar do monstro que me tornei, não importa o quanto eu grite ninguém me escuta, ninguém me salva

“Ande no trinco, encontro-me olhando para baixo
Congelado ainda com medo, agora estou mergulhando no chão
Se eu soubesse como voar, então eu poderia me convencer
Esta não é a minha hora de morrer
Em vez disso eu estou disparando mais rápido, e mais rápido
Eu mergulho, caio no chão
E quando meu corpo colide no chão
Estou de volta exatamente onde eu estava antes”


Eu ando em meio a escuridão, ele é meu único amigo, o único em quem posso confiar fora ele não existe outro. E pensar que ele sou eu, só que em uma sombra com uma sede insaciável por sangue, ele diz que mata pra me proteger e que o mundo é cruel para quem é diferente e ele está certo

“Eu criei um monstro, um inferno dentro da minha cabeça
Nenhum lugar para ir, eu estou por conta própria
Oh, eu estou tão assustado”


Estou com tanto medo, não quero ficar sozinho não quero cair, eu… eu quero viver, quero vingar Amanda, eles vão pagar por me fazerem matá-la talvez assim eu tenha redenção, mas se não tiver morrerei em paz, com sua suave canção de ninar

“Eu criei um monstro, um inferno dentro da minha cabeça
Nenhum lugar para ir, eu estou por conta própria
Oh, eu estou tão assustado, não, não
Eu criei um monstro, uma fera dentro do meu cérebro
Nenhum lugar para ir, eu não estou por conta própria
Minha mente prejudicada me acordar do meu pesadelo”


Eu vou acordar, nós iremos triunfar não serei mais apenas a experiência DRTS-4268 serei alguém, vou mudar o mundo, vou me vingar e então um dia escutarei novamente aquela canção de ninar

“(Eu estou tão assustado) Desperta-me do meu pesadelo
(Eu estou tão assustado) Desperta-me do meu pesadelo
(Eu estou tão assustado) Desperta-me do meu pesadelo
(Eu estou com tanto medo!) Desperta-me do meu pesadelo”


Enquanto corria entrei em uma floresta e encontrei algo inesperado


               Pov’ Vovó Julia/ Feiticeira


Enquanto voltava para casa, em meio ao meu caminho encontr um rapaz com uma pele clara, cabelos negros e seus olhos eram negros com um ponto branco em cada. Ele por mais que não demonstrasse pedia por socorro eu podia sentir isso, ele estava perdido e ensanguentado, estava caindo na escuridão precisava ser salvo.

Não sou uma feiticeira atoa quando tento me aproximar dele para ajudar, ele foge. Ficamos nesse joguinho uns 10 minutos antes que eu cansasse e usasse um feitiço para fazê-lo dormir, assim que ele cai no sono levito ele até minha casa que a essa altura não estava muito longe, assim que chego coloco ele no quarto de hóspedes ( a casa dela é maior por dentro do que aparenta por fora ) e vou fazer sopa.


           Quebra de tempo


Quando ele acordou fomos tomar sopa

Eu: Quem eres meu filho?

???- Eu não tenho nome

Eu: Então vamos de dar um

???- Sempre me chamaram de DRTS-4268

Eu: Isso não é nome, vejamos… Takeshi

???- Como ?

Eu: Seu nome será Takeshi

Takeshi: Tanto faz

Eu: O que estava fazendo na floresta ?

Takeshi: Fugindo

Eu: De quem ?

Takeshi: Dos caras do laboratório, não quero voltar lá

Eu: E não precisa

Takeshi: ????

Eu: Você pode ficar aqui comigo, eu posso até te ajudar a controlar seu lado sombrio

Takeshi: Como a senhora sabe ?

Eu: Sei de muitas coisas e pode me chamar de Vovó

Takeshi: Vovó?

Eu: Sim

Takeshi: Obrigado

Eu: Sem problemas, todo ser de escuridão anseia a luz

Takeshi: Como… ?

Eu: Já disse que sei de muitas coisas criança, sou mais velha do que você pode imaginar. Mas agora minha criança é hora de ir dormir

E com isso cada um foi para seu quarto, e as verdades não ditas na ocasião são as mais preciosas



Notas Finais


Entra "aspas" é a letra de uma música Nightmare

O que acharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...