História Minha Flor - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Pain, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Alice-biersack, Cadeirante, Deficiente, Gaaino, Minha Flor, Naruhina, Naruto, Nejiten, Romance, Sasusaku, Shikatema, Superação
Visualizações 215
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha só quem tá super pontual gente!

Oie gente, tudo bom com vocês ? Eu tô ótima e tudo isso graças a vocês.
Mais uma vez eu gostaria de agradecer a todos que estão acompanhando a história e pelos comentários que eu ainda não respondi os do último capítulo mas já já vou correndo ir lá para responder à todos vocês.
Espero que gostem do capítulo de hoje.

Boa leitura.

Capítulo 3 - Diferenças


Escrita por - ~Alice-Biersack

Fanfic - Minha Flor

Capítulo 3 - Diferenças

"Mudar é difícil mas é possível."

(...)

 — Que mau humor todo é esse ?

Sasuke já havia entrado na sala de aula com uma cara de quem poderia assassinar o primeiro que se atrevesse a lhe dirigir a palavra.

 — Ela ofereceu o meu quarto. Ofereceu a droga do MEU quarto!

 — Ah! Você também está dividindo o seu quarto ? O meu colega se chama Haku, eu poderia jurar que era uma menina mas não é!

O loiro ainda estava impressionado, não via problema algum em ter que dividir seu quarto, na verdade até gostava da ideia, era um rapaz muito sociável e era legal ter com quem conversar as vezes durante a noite, esperava com toda a sinceridade que ele e o colega se dessem bem.

 — Você não entende Dobe! Uma garota. Minha colega de quarto é uma maldita garota!

Os olhos azuis se arregalaram, a boca do rapaz se abriu evidenciando o seu choque.

 — A vovó Tsunade te deu uma menina como colega de quarto?! Não acredito! Porque eu não tenho essa sorte 'dattebayo!

Sasuke grunhiu jogando os livros sobre a mesa antes vazia.

 — Como se eu fosse querer dividir o meu quarto com ela!

As sobrancelhas loiras subiram em surpresa, onde estava seu amigo Sasuke e quem era aquele no lugar dele ?

 — Virou gay foi Teme, nunca te vi repudiar a presença de uma garota antes, muito pelo contrário, você com toda certeza iria tirar o máximo de proveito dessa situação!

 — Você não entende Naruto, não entende porque além de ter que dividir meu espaço pessoal, agora tem uma maldita cadeira de banho no meu banheiro! Ela é aleijada Dobe, uma maldita deficiente!

Naruto deu um passo para trás diante de tamanha agressividade, Sasuke nunca tinha sido assim com ninguém, ainda mais com alguém que tinha alguma doença ou deficiência.

 — Já tentou falar com a vovó ?

 — Já, aquela velha nem me deu ouvidos, mas se ela tá achando que eu vou ser tipo um serviçal para essa garota ela tá muito enganada, essa garota que se prepare, eu vou ter meu quarto de volta ou não me chamo Sasuke Uchiha.

(...)

Sakura da ainda permanecia parada, agora olhando para baixo encarando a barra de sua saia, será que ela não havia escutado ? Era uma possibilidade, podia ter falado um pouco mais alto. Já estava quase decidindo voltar para o quarto quando ouviu passos novamente, um rapaz vinha caminhando preguiçosamente pelo final do correr, um dos braços pendurado ao lado do corpo enquanto o outro segurava um caderno.

 — Com licença ? Será que você pode me ajudar ?

O moreno parou para olhá-la, um bocejo lhe escapou antes que voltasse completamente sua atenção para a garota.

 — É meu primeiro dia, e eu não estou conseguindo achar as salas de aula, será que você poderia só me dizer onde elas ficam ? Prometo que não vou tomar muito do seu tempo...

 — Que problemático. Em que ano você está ?

 — Segundo ano.

 — Eu tô indo para lá. Qual a sua turma ?

 — S1A-136.

Um pequeno sorriso abriu nos lábios do rapaz.

 — É a minha turma, assim fica mais fácil, eu levo você. Sou Shikamaru Nara.

 — Me chamo Sakura Haruno, é um prazer conhecer você.

 — Haruno...

Shikamaru não se ofereceu, apenas foi para trás da cadeira de rodas na intenção clara de empurrá-la.

 — Eu levo seus livros.

Os livros foram colocados sobre o colo da moça sem nenhum tipo de hesitação da parte dele e Sakura adorou isso, as pessoas costumavam agora sempre hesitar, sempre faziam perguntas e ela odiava que a tratassem com tanta fragilidade.

 — Você é parente de Kizashi Haruno ?

 — Ele é meu pai.

Shikamaru sabia da história por cima, ninguém sabia ao certo o que havia acontecido, mas havia saído na imprensa sobre um incêndio e sobre a filha de Kizashi estar envolvida, desde então nada mais se foi ouvido, a menina que agora estava na sua frente havia sumido e o incidente não havia mais sido comentado em lugar algum, mas era de conhecimento público que a mãe de Sakura tinha sido interditada.

Foram menos de três minutos e Sakura sentiu vergonha por não conseguir achar o corredor certo, parecia estar tão perto agora que estava sendo guiada, mesmo assim não se arrependia de ter dispensado a ajuda do pai, só por causa disso havia conseguido falar com alguém. Quando pararam em frente a sala, o rapaz colocou a cadeira de rodas ao lado para poder ter livre acesso a porta, bateu levemente e não demorou para que um professor estive encarando-o com os braços cruzados.

 — Dormiu demais no primeiro dia, Nara ?

Kakashi costumava pegar um pouco no seu pé, mas não era como se ele fosse o professor mais pontual do mundo, Shikamaru apostaria qualquer coisa como ele tinha chegado também a poucos minutos.

 — Foi culpa minha.

Kakashi se moveu para ver de quem era a voz ao mesmo tempo em que Sakura empurrou a cadeira um pouco mais para frente.

 — Desculpe professor, acho que a culpa foi minha, eu me perdi e ele se atrasou só porque parou para me ajudar.

 — Entendo. Você deve ser a Sakura, bom, se é assim podem entrar e ocupar seus lugares.

Shikamaru não hesitou novamente ao voltar para trás da cadeira de rodas e empurra-la para dentro da sala, o silencio não intimidou Sakura como ela imaginou que aconteceria quando esse momento chegasse, muito pelo contrário, assim que levantou os olhos para os colegas ela sorriu, assim como teria feito anos atrás em um primeiro dia de aula.

 — Pessoal, essa é Sakura, é o seu primeiro ano nessa escola e eu espero que vocês a recebam bem.

Shikamaru foi rápido ao retirar uma cadeira de trás de uma das primeiras mesas e ajudar a rosada a posicionar-se atrás da mesma, Sakura entregou-lhe seus livros agradecendo pela gentileza que ele tinha demonstrado.

 — Ela é muito bonita. — Naruto soltou em alto e bom som para quem quisesse ouvir, o que causou alguns risinhos.

No fundo da sala Sasuke estudava minuciosamente sua nova “companheira”, era verdade que ela era bonita, tinha os olhos chamativos mas um sorriso muito grande, era irritante que alguém estivesse sorrindo daquele jeito em pleno primeiro dia de aula.

Ela era irritante.

 (...)

Sakura estava terminando de organizar suas roupas quando a porta do quarto foi aberta. O rapaz agora estava parado observando-a. Ele era muito bonito, essa foi a primeira coisa que passou por seus pensamentos antes de obrigar-se a falar alguma coisa, devia estar parecendo uma idiota encarando-o daquele jeito. Empurrou a cadeira de rodas em direção ao rapaz sem nunca deixar de sorrir, queria causar uma boa primeira impressão.

— Muito prazer, eu sou Sakura Haruno.

Parado no meio do quarto Sasuke permaneceu. Não era por causa da decoração agora completamente diferente dos anos anteriores, mas sim por causa da garota parada a sua frente. Aliás, parada era um eufemismo já que obviamente ela não podia andar. Aleijada, sua mais nova e não tão esperada colega de quarto era uma maldita aleijada. Ele não conseguia aceitar isso.

A mão ficou estendida entre eles enquanto ela era avaliada pelo Uchiha. Os cabelos eram cumpridos e de uma cor ridiculamente enjoativa, mas os olhos, esses sim eram lindos e nostálgicos, de um verde esmeralda encantador e pareciam reluzir com sua luz própria, mas nada disso mudava o fato de que sua presença indesejável, ela estava invadindo seu espaço pessoal e para piorar era uma inútil, mas aquilo não iria ficar assim, ele era Sasuke Uchiha e um Uchiha sempre conseguia o que queria. Sakura não iria permanecer ali durante muito tempo, e ele faria o que fosse preciso para isso.


Notas Finais


E então gente ? Vocês que já acompanhavam a fanfic antes se lembram do que acontece agora ? E quem começou a acompanhar a história agora tem alguma ideia do que pode acontecer ?

Obrigado por lerem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...