História Minha Garota - Camren - Capítulo 99


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Ally Brooke, Austin Marrone, Bruno Mars, Camila Cabello, Camren, Demi Lovato, Dinah Jane, Halsey, Justin Bieber, Lucy Vives, Normani Kordei, Norminah, Veronica Iglesias
Visualizações 231
Palavras 1.742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 99 - Lauriana


Mani: Dinah eu te odeio!

DJ : Eu vou te dar um aviso. Só por que estamos juntas outra vez. Voce precisa começar a viver do meu jeito. Eu não vou aceitar, palhaçada.

Dinah estava usando toda sua agressividade, prendendo Mani contra a parede e prendendo seus punhos. Mani não fazia muito para se livrar dela, apenas alguns socos no tronco da garota.

Mani: Você não tem esse direito, primeiro que você estava sim, se esfregando naquela garota imunda, eu vi!

DJ: VOCE NÃO VIU NADA, CALA A TUA BOCA!

Gritava ainda mais alto. Ela estava completamente bêbada. Estavam trancada no banheiro da casa dos JAUREGUI’S.

Lauren: Porra Dinah estão todos lá, embaixo que vergonha de você. Abre esse caralho. É aniversario da minha filha... vei você sempre estraga tudo. — Lauren estava chutando a porta, foi tudo muito rápido, uma convidada começou a dançar, até então coisa normal estavam todos assim, o problema foi que Dinah , sem querer permitiu o beijo que a garota lhe deu, e quem viu? A idiota da Normani, que não consegue aprender. Depois de uma semana elas tinham se entendido outra vez e lá estava Dinah pisando na bola, pra variar.

Mani: para de me apertar estar me machucando. Dinah , você estar me machucando de verdade. — Dizia ela, As outras assim como todos continuavam lá embaixo. Paola havia saído com Selena. O que irritou muito Camila, e não se conformou brigando com Laur, essa que ficou sem entender nada e pediu para que ela saísse de perto dela e que se não estava afim de comemorar, fosse embora, por que já bastava a famila de Ariana , abusando a noite toda.  — você é uma maluca.

Dj : que te ama porra, não vê isso, que eu te amo?

Mani: se você me amasse não estaria me machucando, solta meus braços. — dj abraçou sua namorada, derrubou as coisas do balcão da pia e a colocou sentada. Ficaram em silencio se encarando. – você é doente.

DJ: Eu amo você porra. Amo de verdade. — dinah desceu as alças da blusa garota que parecia apavorada e que lhe empurrou, mais insistiu e conseguiu um beijo profundo. Suas línguas estavam brigando por domínio. Dinah, foi rápida e segurava o cabelo da outra a puxando para trás, arrancou sua roupa em pouco segundos, abriu as pernas da bela morena e lhe penetrou sem aviso com três dedos de sua mão direita e estimulando seu clitóris com força. Mani gemeu puxando puxando a maior pelo pescoço e ganhou uma chupada no pescoço.

Laur: Otimo . — gritou ainda do outro lado da porta na tentativa de salvar a amiga. — eu preocupada com vocês e vocês preocupadas em ter uma transa pós briga. OBRIGADA!

O desenrolar, foi Mani ganhar uma chupada dos deus e retribuir. Elas ficaram por horas transando e brigando no banheiro, seguida de gemidos provocante a qualquer um que ia até o banheiro se deparava com a situação, obvio a porta estava fechada, mas todos que tentaram usar o banheiro falavam isso para Mike e Clara, que depois de todos comentarem na baixa , por ser uma festinha de criança , foram até lá crendo que poderia ser Lauren com Camila, ou até mesmo Paola com Selena, pois as duas estavam também no maior romance.  Mas não fizeram nada ao chegar apenas escutaram e se trancaram em seu quarto. Os dois também sumiram da festa por um tempo. E as crianças? Entretidas demais com os brinquedos e o espaço enorme reservado para eles. Elas estavam usando os banheiros de baixo.

— senhora Lauren, Nicolas dormiu e o coloquei no seu quarto lá em cima, tudo bem?— perguntava a babá do Nico, menina galega com seus dezoitos anos. Muito atenciosa e inteligente.

Laur: Ok. Se quiser ir embora, fique a vontade, a bagunça daqui não atrapalha o sono dele. — falou Laur, tomando um gole de sua bebida.

— Ok. Percebi isso, e também o cansaço que estou, deu vontade de dormir com ele. — falou sorrindo. — se não se incomoda irei de verdade.

Laur: Tudo bem. Até semana que vem, aproveite seu final de semana.

A garota se foi depois de receber seu pagamento. Lauren retornou para sua mesa solitária, Sofi era única que estava lhe agradando e vinha sempre que lembrava da mami. Ariana não ficou por perto por Camila, sempre dizer que quando ela não estar só não chegasse perto, mas dessa vez nem a própria Camila parecia querer estar perto. Estava com sua mãe e o namorado.  

Ari : Oi, posso sentar aqui? — Ariana não se importou e queria entender o por que dela estar só.

LAur: Senta! Quer beber? — Lauren estava com um garrafa de gim. Ariana tomou o restante da bebida dela e recusou a qual seria servida, lauren tomou de uma vez só. — Molenga!

Ari: o que houve, vocês brigaram?

Laur: Não. Ela ficou estressada do nada, então estou dando espaço, to cheia de crises de tpm.

Ari: Lauren será que ela estar gravida? — as duas se encararam como se aquilo fosse o fim do mundo. No mesmo instante Lauren, olha para Camila. Ela balançava a perna e observava as duas. Olhava mais para Ariana. Lauren volta o olhar para a amiga ex namorada amante e as duas passam a rir diabolicamente. Gargalhadas altíssimas. — você precisa perguntar, serio. — tentava falar, em meio a risadas.

Lauren: para!

Camz: do que vocês estão rindo? — Camila, muito linda vestida com um belo macacão retro e seu cabelo impecável, e soberana no salto preto. Se juntou as elas. Lauren sufocou e prendeu a respiração não hora. Queria parecer seria, mas a outra do lado ainda estava rindo, Lauren não aguentou e por rir novamente ganhou um beliscão.

Ari : Camila você estar muito Bonita. — ELOGIOU

Laur : feche a cara , a mulher é minha e o futuro filho também. — dizia Lauren levantando para ficar a altura.

—FILHO? — perguntavam , Clara, Mike, Paola, Dinah e Selena no mesmo instante. As duas , que ainda não conseguiam parar de sorrir, sorriam a todo vapor dessa vez. Era de se bolar no chão. Clara foi a primeira que não resistiu ao calor das risadas. No final Selena era única que continuava seria. Camila sorria, pelo arrepio que LAUREN estava provocando em seu pescoço.

As duas começaram se beijar, o jeito que Laur, tocava Camila... Um carinho no rosto um cuidado com a pele. Camila segurando a cintura colando os quadris sem perceber. Foram interrompidas por sofi, que chegou abraçando as duas.

SofiE: eu amo vocês. — disse a garotinha.

Selena : Camila você estar gravida? — perguntou. Todos ficaram serio e a curiosidade de Sofie tinha sido expressada com seu olhar que brilhou na mesma hora.

Sofi: eu vou ganhar um irmãzinha agora? Eu quero uma menina.

Dinah: Quer dizer que todo esse seu abuso, é um bebê? Porque agora explica , todo esse seu temperamento estressado.

Camila: Não estou gravida!

Sel : E  de quem é o filho? — Selena, deu um passo afrente de Paola soltando sua mão.

Ari: Eu quem perguntou isso a Lauren. Qual seu interesse Selena? — elas duas se fuzilavam, sei lá, ou apenas fosse coisas em comum, melhor sentimentos, por ambas.

Lauren: Afinal, você quer o não ser madrinha do meu filho? — perguntou Lauren. — Mas amor, você estar gravida?

Camila : Não estou gravida, apenas tenho momentos e desculpas não nasci pra agradar a todo tempo. — ela olhou para todos e seu olhar correu entre Laur e selena.

Laur: melhor então, por que dinheiro pra camisinha e pirulas eu tenho!

Paola : então eu vou ser o padrinho? — todos se entre olharam e Paola sorria.  Selena baixou o olhar e foi seguindo pelo o de Camila. Laur percebeu. — Acho que vamos namorar. — essa parecia feliz.

Dinah : Oh aleluia! Pelo menos você terá sua própria mulher agora. — Não sei se era brincadeira da Dinah, mas Normani parecia ao levantar o olhar, ficou seria ao se juntar ao grupo. As duas também se olharam, Paola e Normani. Lauren Cruzou as mãos atrás da cabeça observando cada olhar e direção que se queimava.

 

L a u r e n

— O problema não é a Paola. — falou baixinho, Camila me olhou por cima do ombro — é selena!

— Mas a madrinha do Nicolas, será eu! — ouvi a voz de Normani e a olhei, fiquei preocupada quando achei os roxos em seu punho e um chupão no pescoço, imaginei que não tivesse sido tão ruim assim. Abaxei meu olhar, senti um borbulho no estomago. Quem me amparou foi Sofie, me abraçando calorosamente.

— Não fica triste. — cochichou no meu ouvido. — eu sei que meu papai, vai mandar uma irmãzinha logo. Me arrepiei toda, o olhar dela sobre mim pesava demais, eu vi meu olhar me olhar através dela. aquilo me confortou.

— vai se divertir, aqui só tem gente chata! — pedi, e a garotinha saiu aos gritos, existiam amiguinhos a espera dela, super fofo, eles a esperaram todo esse tempo.

—Pai. Quero conversar! — todos não pareciam mais se importar e já falavam outras coisas, Selena estava abraçada a Paola, e Camz ... ela olhava tudo muito triste. Não sei o que estar acontecendo, só quero sair daqui.

— melhor, vou te preparar um prato maravilhoso , cara de bunda! — Ariana me puxou olhando seria para Camila. Ela não relutou apenas abaixou a cabeça e foi para o outro lado, onde estava sua mãe. Mike e Ariana me segurava ambos em cada mão. Falamos com alguns pais e eles diziam o quanto estavam gostando de tudo.

— O que foi filha? — mike me pergunta, sentando na mesa. Ariana trazia o prato cheio de salgados e bolo. Colocou na mesa e foi a primeira a comer.

— Senti falta do meu irmão...

— eu sinto todos os dias, eu gostava mesmo dele ... — lamentou Ari.

— odeio, ter você próximo, nos meus momentos de fraqueza. — falei para ela.  Meu pai cheirou sua bebida e saiu. Não falamos nada, era dor, muita dor ...

— Acho que sei por que você mudou tão rápido. E o motivo da camila estar estranha.

— Não é, eu sei que não é! 

— pode não ser Lauren, mas pode acontecer. — ela me deixou sozinha na mesa e na cozinha... a zoada da criança era estressante ao mesmo tempo que reconfortava. Fui a primeira a ir embora, me despedi de minha filha e levei o outro comigo, Camila estava no quarto quando o busquei, mas ela não se manifestou e meus olhos ardiam na mesma intensidade em que eu me sustentava para não chorar. 


Notas Finais


gente do ceu?
ohlouko


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...