1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Garota >
  3. Aniversário

História Minha Garota - Capítulo 12


Escrita por: NaruHina30

Capítulo 12 - Aniversário


Fanfic / Fanfiction Minha Garota - Capítulo 12 - Aniversário


Hinata

Não sei se o Naruto percebeu mas saiu algumas lágrimas minhas ao ouvir sua declaração, acho que sim pois passou a mão no meu rosto. Meu Coração ficou disparado o tempo todo mas mesmo assim não saio de perto dele, se eu pudesse ficava abraçada nele o tempo todo, como uma bela de possessiva.

Em todos os livros que li, sempre imaginei como seria um beijo mesmo os autores sendo cuidadosos com a descrição do mesmo nós quais eu sempre me apaixonava com a elas, mas ao ser beijada pela primeira vez pelo rapaz que amo, é completamente indescritível a sensação de amor no qual demostramos através dos nossos lábios unidos, como se naquele momento nós conectamos e as palavras já não fazem sentido e só o beijo demonstra o amor que eu sinto por ele.

Fui embora e meu pai ficou, passou a noite na casa dos meus tios para ir embora no outro dia cedo, ele ainda está achando um comprador para a casa. Mas sim ele veio me questionar sobre minha amizade com o Naruto. E eu falei que ele é importante pra mim, e foi meu primeiro melhor amigo na escola, e meu pai só falou para eu ter juízo. Cheguei no meu quarto e não dormir lembrando de tudo que aconteceu, eu imaginei que a dança seria o ápice da noite e me enganei, Naruto foi toda a minha noite desde o momento que eu o vi, desde o dente pintado de preto desde ele virando de costa e mostrando o coração no fundilhos. Tentei dormir mais meu coração não deixava lembrando dele, e nesse momento é como se tudo desde o momento que eu o conheci viesse na minha mente ele tentando falar comigo e eu não falar nada, ele chegando com a folha, acabei chorando Deus é tão bom pra mim, eu perdi minha mãe mas ele me deu o Naruto, claro que são sentimentos diferentes, mas os dois cuidam de mim.

~**~

Passaram se meses, e enfim meu pai já estava morando aqui, e como desconfiei tinha o dedo do Naruto e do pai a compra da casa, somos praticamente vizinhos, e vamos pra escola juntos e é o momento que temos para nós beijar escondido, na ida e na volta da escola, meu pai parece que está melhor, mas um dia desses ele apareceu bêbado, e isso me preocupa. O Shino e o Kiba vem na minha casa para ter aula, meu pai quando descobriu ficou todo contente, a e o Naruto vem ensinar matemática, mas é muito engraçado, ele vive ameaçando os meninos de os colocar no milho, mas nunca cumpri, e como eu participo da aula ele diz que sou a aluna exemplar. Bom e sobre o que temos acredito que só o Sasuke sabe, até porque ele nos pegou no pulo, já que agora dona Kushina me chama para o chá diversas vezes, não é apropriado ela vir em casa porque meu pai é viúvo, então eu vou lá, e em um desses dias eu e o Naruto relemos nossas primeiras conversas escritas, e acabou que nós beijamos. E o Sasuke entrou e viu, o mais engraçado foi ele “Eu sabia, eu sabia, eu sabia, eu sabiaaaa” apontando pra nós e mesmo morrendo de vergonha caímos na risada.

Bom depois do primeiro livro nós pegamos outros para ler, drácula, poderoso chefão, e outros sempre fazendo nossa resenha as vezes vinha com uma cartinha atrás as vezes só com um eu te amo, e me deixava muito mais muito feliz.

Mas hoje é aniversário dele quinze anos pedi meu pai que desse dinheiro para um presente e fiquei tão em dúvida, que acabei comprando um relógio.

Tomei um banho, e esperei a Hanabi ficar pronta e fomos para casa dos Uzumaki’s. Chegando lá vejo já uma quantidade boa de gente, deve ser os parentes que dele.

- Princesa – Ele abre os braços e eu abraço ele.

- Feliz aniversário meu bem, trouxe um presentinho – Eu falo abafado sem me afastar do abraço.

- Feliz aniversário Uzumaki – Minha irmã diz e abraço ele.

- Obrigada Hanabi, obrigada princesa, Hanabi tem um pessoal da sua sala ali – Naruto falou e ela abriu um sorriso e correu – Vem quero te mostrar meus padrinhos e os pais da minha mãe.

- Sério Naruto? – Perguntei e ele riu.

- Não precisa dessa vergonha toda – Ele diz e eu o sigo – Com licença – Ele pedi ao chegar na sala

- Senhoras muito prazer, senhores muito prazer – Digo e faço num breve reverencia.

- Suas bochechas vermelhas são adoráveis Hyuga – o pai do Naruto diz.

- Está deixando ela sem jeito meu pai – Naruto diz e todos dão risada – Está é minha avó Mito e meu avô Hashirama.

- Muito prazer jovenzinha – a senhora muito elegante diz e o homem ao seu lado só faz um aceno sorrindo.

- Este é meu padrinho Jiraya – o senhor sorrio pra mim e depois olhou para o Naruto como se ele estivesse aprontando.

- Muito prazer Senhorita – Se pronunciou o padrinho e só fiz uma breve reverencia.

- E minha madrinha Tsunade Senju – Uma loira.

- Você é muito linda moça – Ela diz e eu abro um sorriso.

- Muito obrigada – Eu falo.

- Vamos – Ele pega minha mão e saímos daquele local – Olha quem veio – Ele aponta e eu vejo o Shino e o Kiba, eles brigam mas agora são amigos e os dois acenam pra nós.

- Veio o pessoal da sala? – Perguntou.

- Bom eu chamei, mas até agora só chegou o Sasuke e o Nara... Vou guardar o presente vem – Ele fala e eu começo a rir.

Eu gosto disso, ele me arrasta pra todos os lugares, quando chegamos no quarto sua cama está repleta de presente isso porque não chegou todo mundo. Ele abre o presente e quando vê o relógio ele me olha admirado.

- Princesa isso deve ter sido caro – Ele diz – Obrigado, eu ia colocar aqui mas já vou usar – Falou colocando no braço, ele vem até mim e me beija.

- Vocês tem que tomar mais cuidado – Sasuke fala ao entrar com o Shikamaru rindo atrás.

- Porque não fecham a porta? – Shikamaru falou.

- Ora, porque era só um beijinho, e você sabe bem se nós fechamos aqui já iriam falar... – Naruto fala e eu morro de vergonha.

- A Hinata vai explodir olha – Sasuke fala me apontando e eu escondo atrás do Naruto que ri e eu bato nas suas costas.

- Parem com isso estão deixando ela com vergonha – Naruto fala e eles dão risada – Vamos princesa.

- Como pode o Naruto namorar primeiro que todos – Shikamaru falou debochado.

- Era pra ser o Sasuke, mas ele não resolve a vida dele – Naruto diz.

- O que você quer que eu fale? Olhe para as meninas e diga EU NÃO QUERO – gritou eu quase morri de rir dele.

Saímos e o Naruto foi cumprimentar todos e logo os pessoa da sala foi chegando meus tios chegaram junto do meu pai, que gosta do Naruto mais sempre pergunta das nossas mãos dadas e o Naruto sempre diz “É pra ela não se perder” o que faz meu pai morrer de rir.

As meninas da nossa sala chegaram, mas eu só converso com a Sakura e a Temari que entrou a pouco tempo porque completou idade a pouco tempo, porque as outras parecem não gostar de mim, e eu até entendo porque eu sou a única que tenho amizade com o Sasuke. Mas as acho tão bobas, elas não perceberam que eu ando de mãos dadas com o Naruto? A Sakura fala que faltam neurônios e juro que acabei concordando. Porque se até meu pai percebeu que eu e ele somos próximos elas também deveriam perceber isso.

A mãe do Naruto o chamou para cantar parabéns ele não queria porque é coisa de criança e os meninos já estavam combinando para gritar meu nome e foi dito e feito, cantaram o parabéns e ele ficou sem jeito porque estava sozinho na frente e todos cantando e o pessoal puxou o "com quem será?" E todos gritaram meu nome e quando eu olho pro lado vejo a senhora Kushina, minha tia e a professora ajudando no coro eu já devo ter ultrapassado a coloração vermelha a horas, quando pararam ouço.

- Quero só ver – Meu pai fala e o Naruto levanta a sobrancelha e faz uma careta de medo e todos caímos na risada, está muito na cara que todo mundo sabe.

- Pra quem vai ser o primeiro pedaço? – a mãe dele falou e ele tirou um pedaço até grande.

- Nossa tudo isso? – A madrinha dele perguntou ao ver o pedaço generoso que ele cortou.

- Então esse pedaço aqui é pra os convidados e o restante do bolo é meu e da Hinata, só pega o garfo vem Hinata – Ele fala me chamando com a mão eu quase morro de rir e os outros convidados estão gargalhando.

- Mas é bobo – O pai dele diz e está até limpando as lágrimas de tanto rir.

 Ele pega o pedaço e vem na minha direção com dois garfos, mas nisso a galera já tinha dispersado, ainda bem. Ele me entregou e nós começamos juntos.

Ele foi conversar com os garotos e eu fui até o banheiro, tomei muito suco. Quando ia sair tinha um monte de garota me olhando.

- Oi? – Falei em uma incerteza.

- Vem cá Hinata? Você tá afim do Uzumaki ou do Uchira – Ino falou brava.

- Vocês Tem problemas? Com quem eu ando? – Perguntei.

- Com o Uzumaki – Uma respondeu.

- Eu nem acredito que estão me perguntando sobre isso – Falo irritada – Eu nem acho o Sasuke tudo isso, e ele só é meu amigos, mas nada.

- É mas pode ser que está usando o Uzumaki pra se aproximar dele – Outra disse e eu fiquei irritada.

- Eu nunca faria isso, eu amo o Naruto, e nunca o trocaria por ninguém, eu amo o Naruto Uzumaki – Falei brava.

- Que linda meu Deus – Naruto falou e eu olhei pra ele – Aí vocês são tão bobas que cansa, vem princesa, deixas essas bocós pra lá.

Peguei na mão dele e as deixo para trás e ele me abraça.

- Você ouviu? – Eu Pergunto e ele afirma.

- Linda não importa o que ela pensam, eu sei que você senti por mim, e você nunca nem olhou pro Sasuke de outra forma – Ele falou e beijou minha bochecha e nós fomos andando na direção ao seu quarto e vejo Shikamaru, Sasuke e o Gaara.

- O que está acontecendo? – Eu perguntei.

- A eles vão nos ajudar – Naruto falou e os meninos riram.

- No que? – Pergunto e ele abre um sorriso e nós entramos e os meninos fizeram uma barreira na porta.

- Eu vim pegar meu presente – Eu falou e me beijou, ele me abraçou, e ele ficou de costa para a porta então os meninos não via. E ele me beijou com carinho um longo beijo apaixonado que me fez suspirar, e quando nos separamos eu fico morrendo de vergonha mesmo com os meninos de costas – Se alguém se aproximar vamos fingir que estamos vendo os presentes - ele Sussurra.

- Mas amor eles sabem o que estamos fazendo – Eu falo baixo e ele ri.

- É mais dos três só o Gaara não sabia, mas desconfiava – Ele disse e eu concordo.

- Só mais um? – Ele fala e eu ergo meus braços no seu pescoço e o beijo ele me aperta contra seu corpo e eu amo isso, ficamos sem fôlego e nós separamos. – Vamos?

- Não, quero outro – ele me aperta nos seus braços e me beija calmamente, um beijo apaixonado suas mãos segurando meu corpo com posse demonstrando todo amor e cuidado por mim, quando nos separamos ele me encheu de selinho – Agora vamos

O Naruto bateu no ombro do Sasuke que se virou.

- Mas já? – o Uchira interrogou.

- Sou o aniversariante, não posso sumir por muito tempo – Justifica o Naruto.

- É ele tem razão – Shikamaru falou.

Naruto falou o que aconteceu no banheiro e o Uchira ficou muito bravo, se elas fizeram isso só porque sou próxima imagina se por um acaso ele chegar a namorar, elas vão fazer o que? Vão bater na menina? Mas isso é culpa dele, se ele falar “olha eu só gosto de você como amiga não mais que isso” elas teriam que respeitar, bom pelo menos é o que eu acho.

Meu pai foi embora com a Hanabi e pediu para o Naruto me levar já que é praticamente na frente da casa dele, então tive que esperar ele se despedi de todos os convidados e claro quando as meninas foram se despedir ficaram bem sem graça olhando na minha direção, como diz o Naruto, essas bocós.

Todos tinham ido embora e o Naruto avisou que me levaria para seus pais, mas antes de ir a mãe dele veio me dar um beijo e um abraço.

No meio do caminho, ele parou e segurou a minha nuca e me beijou mais uma vez eu ergo meus braços e passo os dedos nos fios dele que suspira e me dá um selinho, ele volta a me beijar apertando contra o seu corpo me fazendo sentir o calor do corpo quente dele.

- Obrigado por tudo princesa – Disse fazendo carinho no meu rosto.

- Obrigada você por ser tão bom pra mim, e feliz aniversário meu príncipe – Ele me dá um selinho e olha se meu pai não está na porta e me dá outro antes de ir.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...