1. Spirit Fanfics >
  2. Minha gata possessiva - Catradora >
  3. " Você por aqui? "

História Minha gata possessiva - Catradora - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, meus queridos caros leitores. Está aqui mais um capítulo garantido desta linda história. Espero que vocês gostem.
Boa leitura!!!

Capítulo 13 - " Você por aqui? "


Fanfic / Fanfiction Minha gata possessiva - Catradora - Capítulo 13 - " Você por aqui? "

Narrado por Catra.

"" Para sempre, melhores amigas. "

Claro que a Adora disse isso. Claro que ela nunca irá me olhar de outra forma. Pra mim, é uma maldição amar tanto uma pessoa que só quer amizade.

Amigas.....droga.

Não consigo tira-lá da minha cabeça. Essa garota só meche com o meu coração. Do que adianta eu tentar, sendo que no final, eu só caio. 

Como dizia o meu irmão Melog, eu preciso superá-la. Eu só espero que a nossa amizade dura pra sempre, mesmo eu amando muito, no fundo da minha alma.

Adora.... tão bela, tão inteligente e tão madura. Você é mesma uma idiota pra não perceber que por dentro, eu estou sofrendo de amor.

(...)

- xxx -

Narrado por Bow.

Eu estava pensando em chamar a Perfuma pra sair. Mas ela anda ocupada com o jardim de flores dela. Faz tempo que não chamo a Glimmer pra sair, nós dois somos amigos muito próximos. Não faz mal chamar ela pra sair.

Eu liguei pra ela e marquei um encontro na cafeteria, a mesma aceitou. 

Busquei ela em sua casa e fomos até em uma cafeteira.

Nós conversarvamos alguns assuntos aleatórios, como a vida, escola, amigos e etc.

Sabe, Adimito que a Glimmer tem os melhores sorrisos que eu já vi na minha vida, além da beleza do seu cabelo curto pintado de rosa.

Bow: Glimmer, posso te fazer uma pergunta?

Glimmer: Claro, Bow. Por que não? - indagou, bebendo um gole de seu milk shake.

Bow: Bom ....é que eu estou com vergonha..... - digo corado, brincando com as mãos.

Glimmer: Bow, você não precisa ter vergonha de mim - ela pega na minha mão - Lembre-se que você pode contar o que quiser pra mim, e eu estarei sempre ouvidos. 

Bow: Bom......é que.....você acha que eu tenho alguma chance com a Perfuma?

Glimmer permaneceu calada por alguns segundos. Ela olhava pro teto e depois pra alguns cantos da cafeteria como se estranhasse alguma coisa.

Compreendida com a minha pergunta, ela finalmente responde.

Glimmer: Bow.... Você é um garoto muito incrível e muito fofo - sorria - Qualquer garota se interessaria por você. Você é tão educado, gentil e um verdadeiro cavalheiro. 

Bow: Você ..... acha? - indaguei, envergonhado com suas palavras.

Glimmer: Claro que sim, seu bobo. A Perfuma..... Deve gostar muito de você..... Mas eu não posso ter certeza que ela.... Também gosta de você......

Bow: Eu.... Entendo, Glimmer......

Glimmer: Bow..... Você realmente a ama?

Bow: O que??? Que pergunta é essa, Glimmer?? Claro que a amo!!! Eu só.... Bem....

Glimmer: Me desculpa!! - se levantou da mesa - Eu..... Não vou mais te encomodar, Bow.

Bow: Encomodar??? Do que você está falando, Glimmer??? Onde você vai???

Glimmer: Bow....eu preciso ir!!! - ela sai rapidamente da cafeteria, como se estivesse nervosa de alguma coisa.

Bow: GLIMMER!!! ESPERA!!!

(...)

- xxx -

Narrado por Glimmer.

Adimito, eu não aguentei ouvir aquelas palavras saídas na boca do Bow. 

" Eu realmente a amo!!! "

Que droga. Eu não aguento carregar esse sentimento que eu sinto pelo Bow. Eu gosto muito dele, mas tenho medo de estragar tudo. 

Eu tenho medo de ele me rejeitar, de ele nunca mais falar comigo. O Bow é muito importante pra mim, eu o amo muito. E entendo que ele gosta da Perfuma, afinal, ela é muito linda.

Eu nunca queria sentir o que eu sinto pelo Bow. Como eu pôde me apaixonar por ele???? Éramos pra sermos só amigos!! O que carinho que eu sentia por ele, era apenas pra ser um carinho de amigos!!!

Eu só quero ficar sozinha e esfriar a minha cabeça, e talvez.... chorar um pouco.

(...)

Eu sentei em um banco cinzento, na frente de um grande rio. O rio era bem azulento, e dava pra confidir que a água tinha uma cor bem roxeada, como uma ilusão. Era tipo uma sensação que a água era realmente roxa.

Eu escutei uma voz me chamando. Uma voz desconhecida. Parecia ser da Catra.

" Você por aqui, brilhosa? "

Eu olhei pro lado, e tirei minhas conclusões que realmente era a Catra. Nunca imaginei na minha vida que algum dia eu iria encontrá-la na rua.

Glimmer: Catra??! O que você está fazendo aqui???

Catra: O mesmo que você, olhando pro meio do nada e pensando em algumas coisas.

Ela estava usando roupas pretas, com uma cara meio triste e o cabelo amarrado.

Glimmer: Eu não sabia que você gostava de sair.

Catra: Na realidade, eu não gosto muito de sair fora de casa. Só se for pra sair com a Adora ou com o meu irmão..... - ela senta no meu lado - Aconteceu alguma coisa?

Glimmer: Nada ......

Catra: Tem certeza, brilhante? Você não está com uma cara meio pra baixo.....

Glimmer: Você quer parar de me provocar???

Catra: Tá bom, desculpa, eu hein. Só que quis ajudar! - ela diz olhando pro lado.

Mesmo eu não conhecendo muito a Catra. Talvez ela seja a última pessoa com quem eu falaria. Pode ser bom desabafar com ela, mesmo que nós duas nos mal conhecemos.

Glimmer: Catra.... Você já se apaixonou por alguém que só te ver como uma amiga?

Catra:.... - ela olha pra mim com uma cara meio confusa - Não sei o porquê você está me perguntando isso, mas já que está perguntando..... Sim, isso já né aconteceu somente uma vez, por quê?

Glimmer: Nada .... É que .... você não tem vontade de declarar pra essa pessoa, antes que seja tarde demais? Bem..... Esses pessoa com quem você gosta tanto.... Não percebe os seus sentimentos.....

Catra:......

Catra ficou em silêncio por alguns segundos. Ela olhava pro lado e quase tentava falar algumas coisa. Acho que ela está na mesma situação que eu, já que provalmente ela gosta da Adora. Catra suspirou e disse:

Catra: Olha, brilhosa...... não sou muito bom de conversar mas...... Nós amamos tanto uma pessoa que queremos muito o bem pra ela. Essa pessoa nos faz tão bem, que ela é muito...... As vezes, temos medo de perdê-la..... pois essa pessoa é muito importante pra você. 

Glimmer: Você está falando da Adora, né? Você ama?

Catra: Brilhosa, eu não vou mentir pra você. Eu a amo muito. Adora e eu somos amigas dês na infância. Fazíamos muita coisa juntas. Nós zuavamos o Kyle, fazíamos festa do pijama, e as vezes ... ficávamos acordadas a noite toda pra contar alguns segredinhos.

Eu ria com as palavras da Catra. Percebi que enquanto ela falava, ela dava um sorriso meio forçado, dando pra entender o quanto ela ama a Adora.

Glimmer: Sabe, Catra. Comigo e com o Bow é a mesma coisa. Nós dois nós somos amigos dês na quinta série, quase na infância. Eu e o Bow nós divertiamos muito na escola. Brincávamos juntos, éramos inseparáveis....ele foi o único melhor amigo..... apesas das pessoas estranhavam nossa amizade por que éramos de gêneros opostos, mas não ligavamos pra isso. Nós dois éramos muito grudados, o Bow me fazia me senti muito bem.... As vezes ele abraçava e beijava minha testa toda vez que eu ficava triste.....ele.... É tudo pra mim...... E eu acabei me apaixonando por ele.....mas.... Infelizmente, ele está de olho em outra pessoa....uma pessoa mais bonita do que eu.

Catra ficou encantada com as minha palavras. Parece que nós duas temos uma coisa em comum: estamos apaixonadas por pessoas que não não nós querem. Deu pra ver no olhar dela, que ela sentia muita pena, assim como eu sentia pena dela. 

Catra colocou a sua esquerda no meu ombro, suspirou com os olhos fechados e falou:

Catra: Nós duas estamos na iludidas.....ou pior ....na Friendzone.

Glimmer: Sim ..... - soltei uma pequena risada - nós duas somos somos trouxas.

Catra: Pela primeira vez da minha vida, devo concordar com você.

Eu e a Catra rimos e conversamos mais um pouco sobre nossas vidas de "iludidas". Parecíamos duas garotas trouxas perdidamente apaixonados de um filme de romance clichê. 

Desabafar com a Catra foi a melhor coisa que me aconteceu neste momento. Antes eu achava que ela era metida, chata e orgulhosa. Mas depois desta longa conversa, me arrependo de jugá-la tanto.

....




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...