1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Gordinha Submissa >
  3. De toalha!

História Minha Gordinha Submissa - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Depois de muito tempo capítulo novo!

Capítulo 4 - De toalha!


Gabi p.o.v.

Acordo de manhã me lembrando de tudo que acontece na noite passada, bateu uma vergonha tão grande, principalmente por causa do vibrador, aposto que todos da festa tevem ter me achado uma maluca. AAHH QUE RAIVA! Nunca quis vou esquecer isso...

- Gabi? - Creuza entra no meu quarto e desvia o olhar ao me ver nua. - Desculpa senhora! Eu deveria ter batido na porta antes de entrar!

- Tudo bem Creuza! - Me enrolo com o lençol. - E eu não me importo que outras mulheres me vejam nuas e nem gays.

- Mas o senhor Jacob não ia gostar disso!

- Eu não me importo muito sobre o que ele pensa! Por falar nele, ele já foi trabalhar?

- Sim e lhe deixou isso... - Ele me entrega um cartão de crédito.

- Não obrigada, eu não quero, fique pra você! - Devolvo o cartão.

- Mas Gabi!

Entro no banheiro fingindo não estar escutando e vou tomar banho, era só o que me faltava além de ter me comprado ela vai me bancar? Eu quero é arrumar um emprego e comprar com o meu trabalho! Não quero dar mais motivos pra ele mostrar que é meu dono! E também estou chateado por causa de ontem.

Saio de quarto dele de toalha e encontro Creuza no corredor.

- Oh meu deus senhora Gabi! Volte para o quarto o senhor não vai gostar nada disso!

- Calma Creuza ele nem tá aqui e eu nem vou contar, mas você também não tem que contar, aliás meu quarto já tá pronto?

-Sim já pode voltar pra lá...

Vou até meu quarto e abro a porta, dou de cara com o Jacob que está sentado numa poltrona, me assusto e minha toalha acaba caindo.


Um tempo antes...

Jacob p.o.v.

Estou arrumando algumas papeladas até que recebo uma mensagem da Creuza, falando que a Gabi não quis o cartão, que garota mais teimosa! Chamo meu assistente.

- Pois não Senhor?

- Cuide de tudo, eu vou resolver uma coisa rápido. - Visto meu casaco e saio às pressas da empresa.

Chego na mansão e os caras que estavam reformando o quarto da Gabi estão saindo, Creuza já estava na porta me esperando.

- Senhor ela foi tomar banho e o quarto dela já está pronto! - Fique meio mal porque ela não vai mais dormir comigo... Ah mas eu não importo com isso! Ela ocupava muito espaço!

- Tá, assim que ela terminar o banho e se vestir, manda ela ir pro quarto dela, me de o cartão pode deixar que eu cuido disso! - Falo e Creuza me entrega o cartão.

Subo pro quarto dela, realmente ficou do jeito que ela pediu, mal posso esperar pra ver a cara dela de felicidade! Sento numa poltrona e começo a esperar ela.

A porta do quarto abre e a Gabi aparece... SÓ DE TOALHA? Meu sangue ferve, assim que ela me vê ela se assusta e a toalha acaba caindo, ela fica vermelha, já que eu olho o seu corpo delicioso de cima pra baixo.

- Jacob! você me assustou achei que tava no trabalho! - Ela fala enquanto pega a toalha e volta a se enrolar.

- Eu tava, mas soube que você não quis o cartão então vim aqui. Posso saber porque tava andando assim pelos corredores?

- É que... Eu tava tão ansiosa pra ver meu quarto que nem lembrei de vestir algo haha...

- Não lembro? - Eu coloco ela contra parede. - E se um dos caras que tava reformando ainda estivesse aqui?! E se você tivesse se assustado com ele?! E se tua toalha tivesse caído?! - Puxo a toalha dela.

- Eu provavelmente teria vindo do mesmo jeito! E se tivesse outro cara aqui eu não ligaria pra ele, pegava uma roupa minha e voltava pro seu quarto! FARIA TUDO ISSO DE TOALHA!

Dou um murro na parede atrás dela. Acabo abaixando a cabeça e olho o seu corpo, estou ficando de pau duro e com tesão! Ah como é difícil eu me segurar pra não foder ela aqui e agora! Tiro o meu sinto, abaixo o zíper e abaixo a calça e a cueca juntos, ele me olha espatanda.

- Está esperando o que? Não quero ser dado viajem perdida, chupa o meu pau!

Ela se ajoelha na minha frente e começa a chupar o meu pau, ahhh como isso é bom! Mesmo ela não sabendo muito bem como outras mulheres, não sei é diferente e eu gosto! Ela começa a aumentar a velocidade, nossa que mulher perfeita!

- aahhhhh! - Gozo, mas dessa vez na cara dela, a cara dela tá tão linda com minha porra, imagino como ela vai ficar com o corpo cheio disso e a buceta pingando!

Ela vai até o banheiro doquarto dela e lava seu rosto. Coloco o quartão em cima de uma mesa.

- A senha do cartão é 1203, o dia que eu você veio pra cá.

- A respeito do cartão eu não.

Saio do quarto sem deixar ela terminar de falar. Encontro Creuza no portão.

- Fique de olho no jeito que ela anda pela casa, pode ser mais severa com ela, e se necessário, chama os seguranças pra te ajudarem.

- Sim senhor!

Volto pra empresa.


Gabi p.o.v.

Ele nem me deu chance de responder que eu queria trabalhar, acho melhor pensar numa maneira de disser isso quando ele chegar, acho difícil ele deixar... Anoiteceu e ele chegou, Creuza me disse que ele está no escritório, vou até lá e encontro ele trabalhando, ele me olha confuso.

- Algum problema? - Ele fala.

- Sim... Bem eu queria te pedir uma coisa... - Ele da um tapa na perna dele, me chamando pra sentar no colo dele, assim eu faço, ele me aperta forte. - Então... Eu quero trabalhar!

A cara dele muda totalmente e ele parece furioso!


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...