1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Hime (KibaHina) >
  3. Erupção

História Minha Hime (KibaHina) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Ohayo Minna-san,
Espero que gostem...
Tentativa de hentai rsrs...
Esse é meu primeiro hot de verdade, espero muito que gostem...


Boa leitura!

Capítulo 6 - Erupção


Fanfic / Fanfiction Minha Hime (KibaHina) - Capítulo 6 - Erupção

Capítulo anterior...


Hiashi: -Está belissima, minha filha.- a mesma sorriu para o pai. - Sei que ainda se pergunta, o porque de sua okaa-san propor esse acordo...- o mesmo foi cortado.

Hinata: - Otou-san, não precisa de explicações, eu sei que o que minha okaa-san e o senhor decidiram foi o melhor ... Está sendo o melhor pra mim. Eu sou amada por alguém, que eu nem pedi por isso. E quero me dedicar a retribuir esse sentimento por ele. Sou grata ao senhor, pelas broncas, por ser rígido, sem tudo isso eu não me tornaria a mulher que sou hoje -. Hinata chegou perto de Hiashi e o abraçou. - Aishiteru, Otou-san -. Hiashi retribui o abraço e deixou sua armadura desabar por alguns minutos.


Hiashi: -Aishiteru, Musume*.-

°

°

°

Passado alguns minutos, se recomporam para o momento tão esperado e saíram em direção ao jardim.

Tudo estava muito lindo, o jardim do clã Hyuuga estava todo adornado em lirios bicolores, com cores rosa nas pontas e branco no centro.

Hinata se colocou na posição onde faria a entrada com seu então noivo, que já estava a aguardando.


E lá estava ele, lindo, com uma yukata negra, kimono tradicional masculino para o casamento, o kimono marcava o abdômen rígido do moreno e a mesma encarou ali, o que não passou nem um pouco despercebido pelo moreno.

Kiba: - Você está linda, Hime. - Disse deslumbrado com a beleza de sua então noiva, ainda. Riu internamente com o pensamento.

Hinata: - Arigato - corando levemente.


Horas depois...

Passada a cerimônia, que foi muito linda, os mesmo recebiam os cumprimentos dos amigos e já se preparavam para ir pra casa. Hanabi tinha arrumado todas as suas coisas e levado para o clã Inuzuka.

Apenas se despediram e Kiba fez o jutso de teletransporte.


Na porta de casa, a morena ficou deslumbra, a sacada era bem aconchegante e tinha um lugar pra fazer jardinagem. Kiba pegou Hinata em seu colo, que gemeu em surpresa e corou intensamente, ao passarem pela porta Kiba a colocou no chão. O mesmo a direcionou, pelos cómodos da casa: sala e a cozinha ficavam na parte de baixo e os quartos era no andar de cima.

Hinata: -  É... quartos? -. Não achou que eles iriam dormir separados, seu semblante entristeceu levemente, o moreno nem percebeu.

Kiba: - Sim, venha esse é o seu e aquele da frente é meu, em ambos tem banheiro. Acho melhor nos trocarmos -.

Hinata apenas acenou positivamente. Sentou na cama e não sabe quanto tempo ficou ali parada, imersa em seus pensamentos, reparou na decoração do quarto tinha um tamanho mediano, em cor creme, tinha uma poltrona ao lado da janela e uma pequena estante de livros com um pequeno jarro de lírios enfeitando o móvel, a cama era de casal estava arrumada com lençóis cor salmão e dois criados mudo de cada lado da cama, corou com um pensamento, ela queria tentar de verdade com Kiba, mais parecía que o mesmo quería distancia dela, mesmo ele a tendo dito que a ama.

Hinata subiu o semblante quando a porta foi aberta e por ela passou Kiba, apenas de calça moleton e os cabelos levemente molhados.

Kiba: - Desculpa Hina, achei que ainda estivesse no banho- . Disse sem jeito.

Hinata: - Preciso de ajuda com o vestido e com isso -. Hinata se virou e apontou pro obi em sua cintura e pro pente preso em seus cabelos.

Kiba se aproximou e encarou o penteado, tentando ser o mais delicado possível, demorou um pouco, mais conseguiu. Deixando madeixas livres, suspirava pesadamente estava muito tenso. Afastou os cabelos para o lado e desfez o laço da faixa rapidamente. O mesmo falou que já havia terminado e saiu do quarto da ex-Hyuuga.

Hinata não entendia, porque o moreno saiu assim, ainda sentia o toque do mesmo em sua pele.

Procurou esquecer o ocorrido e tomou um banho rápido.

Quando olhou as roupas, Hanabi tinha mandado roupas bem ousadas. Mais era uma mulher casada agora e tinha que agradar seu esposo. Decidiu vestir um conjunto com uma blusa de alças e um shorts curto, com a barra em renda ambos em cor rosa bebê em seda, colocando um robe da mesma cor por cima.

Desceu para comer alguma coisa, na mesa tinha oniguiris e rolinho de canela, que a mesma havia trago do buffet, já que não comeu durante a festa. Comeu calmamente e nem notou o olhar do Inuzuka sobre sim, o mesmo estava encostado no batente que dividia a sala da cozinha, Hinata havia deixado o robe descer um pouco ficando amostra seu colo. Kiba ainda estava sem camisa, mais afinal estava em casa ele deve ficar confortável.

Hinata: - Quer comer alguma coisa?- disse colocando a mão na boca e corando um pouco com o olhar intenso do moreno.

Kiba: - Não...-. olhou sugestivo - Estou com fome de outra coisa- . Disse se aproximando do balcão.

Hinata nem percebeu o duplo sentido das palavras do moreno e olhou pra baixo suspirando... precisava dormir.

Hinata: - Então vou subir pro quarto - .

Quando virou, para sair sentiu ser precionada pelo moreno.

Hinata: - Ki-kiba! - . Falou sentindo a respiração falhar.

Kiba: - Eu não consigo mais, me segurar...-. passou a mão pelo ombro da mesma, descendo a alça da blusa, se deleitando com os seios amostra já que a pequena blusa não cobria nada. - Por favor me pare se não quiser!-. O moreno falava rouco, como se estivesse com dificuldade de falar. Hinata corou intensamente e suspirou, sentiu a boca do moreno descer por seu pescoço e uma das mãos lhe apertar a cintura, a fazendo gemer. Hinata percorreu o corpo do moreno, sentindo o incomodo no seu baixo ventre, foi levantada pelo moreno e em reflexo percorreu o corpo do mesmo com as pernas, sentindo um volume tocar sua intimidade. Os toques do Inuzuka eram lascivos e desejosos, parecia que queria dissipar e lhe tocar tanto quanto podia, sentia as mãos ágeis do moreno, percorrer seu corpo a marcando, o mesmo abaixou por completo a blusa e deu atenção a um dos seios da morena, que arqueou o corpo, colocando uma das mãos entre os fios castanhos do Inuzuka, a mesma gemia sentindo a boca quente sugar e rebolou afim de aliviar o incomodo em sua intimidade. Ouviu Kiba gemer, e deu pequeno sorriso ao saber que fazia efeito no mesmo.

Kiba não queria que a primeira vez da Hyuuga fosse em um balcão pegou a mesma em seu colo e a levou para o quarto. O moreno a deitou na cama e ficou por sobre a mesma, tomando os lábios da mesma de forma carinhosa e avassaladora, e Hinata gemeu por entre o beijo ao sentir a mão do maior tocar sua intimidade por dentro do shorts, a mesma estava sem calcinha. Sentiu o shorts ser puxado para baixo bruscamente, e Kiba fez caminho de fogo com seus beijos sentindo a pele da Hyuuga se arrepiar, ele descia por entre os seios até chegar na barriga, passou beijando a parte interna de sua coxa.

Hinata: - Aaaaahh... Ki-kiba.... Huumm- a mesma gemeu quando sentiu a boca quente em sua intimidade, lhe sugando fortemente, arqueou o corpo em surpresa ao sentir um dedo lhe penetrar. Kiba parecía um tanto rude em seus toques mais estava gostando de ser tão desejada assim.

Sentindo o corpo entrar em êxtase agarrou os cabelos do moreno com força e gemeu sentindo o corpo tremer...  Mais Kiba parou... Ele a puxou bruscamente para que se sentasse em  seu colo e a morena estremeceu com os toques do moreno, sentiu o membro do moreno ja duro lhe tocar a barriga e olhou curiosa, Kiba beijava toda a extensão de seu pescoço e notou o olhar da menor pro seu amigo.

Kiba: - Pode tocar... Se quiser -. O mesmo estava morrendo se vontade de ter as mãos da Hyuuga lhe acariciando.

Então ela o fez, envolveu o membro do moreno com a mão pequena e macia e Kiba colocou sua mão sobre a da morena a incitando a mover em vai e vem. Kiba arfava com os toques da morena e se surpreendeu quando sentiu o lábios da mesma morder levemente seu queixo.

Riu de lado, Hinata era uma caixinha de surpresas, e amou ser acariciado por ela. Ele segurou as mãos da morena e a ergueu um pouco para acomodar seu membro na intimidade da Hyuuga. Sabía que aquela posição, não seria das melhores, mais queria que a morena não sentisse tanta dor e então faria de um jeito rápido.


Kiba: - Vai doer um pouco, mais vai passar -. Hinata apenas acenou com a cabeca, segurou nos ombros do moreno e foi guiada pelo mesmo colocando o membro em sua intimidade.


Kiba: - Aaaaahh, droga Hinata... Tão a-aper-tada-. Gemeu sentindo o interior quente da morena lhe envolvendo. Colocou o membro por completo e ouviu Hinata arfar e tremer com o preenchimento.


Hinata: - Ki-Kiba-kun, o-onegai não se mova-. Hinata respirava com dificuldade, sentia uma ardência aguda em sua intimidade, Kiba era um tanto grande, sentia um preenchimento quase lhe romper. Até que a dor foi passando, o moreno distribuía beijos por seu colo e mordia seu pescoso, fazendo esquecer o incomodo, e começou a rebolar lentamente, Kiba entendeu que morena queria continuar.

O mesmo começou lentamente, para que ela se acostumasse. E sentindo as unhas da Hyuuga lhe arranhar as costas, a mesma falou em seu ouvido manhosa.

Hinata: -Ma-mais rápido-. 

Ele mudou a posição e deitou por cima da morena, ouvindo a gemer com as estocadas que eram rápidas e fundas, ora lentas e fundas, ora tirava por completo e ela reclamava pedindo por mais, não queria acabar com aquele momento tão cedo. Hinata era bem fogosa e apesar de ser sua primeira vez parecia que demoraria a satisfaze-la, mais pegaria leve para não machuca-la, riu com o pensamento.

A mesma chamava por seu nome e aquilo o enlouquecia, sentia cada vez mais a intimidade da morena lhe apertar. Era tão pequena que sentia seu membro tocar o útero. Sentiu o corpo da Hyuuga estremesser e Kiba foi mais fundo sentindo que seu ápice também chegaria logo. Os dois gemeram uníssonos. Kiba saiu de dentro da morena e deitou ao seu lado, olhou para a Hyuuga, a mesma respirava com dificuldade, estava tão linda suada com a pele brilhando e com algumas marcas vermelhas nos seios e pescoço.


Hinata virou e o olhou nos olhos.

Hinata: - O-Obrigada Kiba-kun... Você foi incrível -. Disse corada e acariciando o rosto do moreno.

Kiba: - Você que é perfeita, Hime -.

Passado alguns minutos...

Hinata se levantou e pegou o robe cobrindo sua nudez, indo em direção ao banheiro. Kiba olhava sua beleza estaziado, quando a mesma sumiu do seu campo de visão foram apenas alguns minutos e ouviu o som do chuveiro ligado.

Hinata havia ligado o chuveiro. Apesar de Kiba ser um pouco rude em seus toques, gostou de como foi sua primeira vez, ele não a tratou como uma boneca de porcelana, que a qualquer toque iria quebrar. Estava tão imersa em seus pensamentos, que não sentiu o moreno se aproximar de seu corpo a abraçando por trás, seu corpo tremeu com a aproximação, o corpo de Kiba estáva quente. Hinata sentia suas pernas mole e a respiração falhar.

Kiba a virou de frente para ele, e a precionou contra a parede de azulejo gélido do banheiro.

A mesma arfou, não sabia se por sentir o frio nas suas costas ou se era pelas mãos do moreno que estimulava sua intimidade e acariciava todo o seu corpo. Não sabia se estava sendo pervertida, acabaram de sair do quarto e já iriam cometer o ato no banheiro, era sua primeira vez, e apesar de ainda sentir um leve incomodo em sua intimidade, não podia negar que os toques do moreno eram avassaladores e viciantes.

Hinata: - Ki-Kiba-kun, Na-não podemos fa-fazer de novo-. Gemeu ao sentiu sua perna ser levantada, e sentir o membro já rígido do moreno.

Kiba: - Você não quer Hime? -. Disse de uma forma sexy no ouvido da morena, roçando a glade do seu membro, pela entrada da mesma.

Hinata: - Na-não me torture, o-onegai-. Gemeu manhosa, sentindo Kiba a penetrar lentamente.- Ki-Kiba-kun, o-onegai -. A mesma não estava raciocinando direito.

Kiba: -O que quer, que eu faça Hime?- Disse a provocando mordendo o lábio inferior da mesma.

Hinata: - Quero você... De-dentro de mim, o-onegai -. Tamanha era o calor que sentia no seu corpo estava entrando em combustão.

Kiba enterrou fundo fortemente, sentindo o calor da morena lhe envolver e a mesma gemer alto arranhando suas costas, sentindo seus cabelos pressionados pelas mãos da Hyuuga, que o abraçou, e ficou ainda mais excitado, mais do que já era possível, com os seios da mesma que a cada estocada roçavam em seu abdômen lhe deixando ainda mais latente, e convenhamos que os gemidos da morena, é a melhor melodia, eram sôfregos e manhosos.

Hinata: - Ma-mais rápido!-. Hinata estava tão entorpecida pelo calor do moreno, que estava lhe deixando louca. Ela amou ser preenchida pelo moreno. Seu corpo estremeceu e Kiba sentiu ser apertado cada vez mas pela intimidade da morena, até que chegou ao clímax. Kiba ajeitou a perna da morena sem sai de dentro da mesma e a pegou no colo, as pernas de cada lado, Hinata o contornou com as pernas e Kiba continuou estocando um pouco mais e logo chegou ao seu ápice, Hinata estava se sentindo exausta, não sentia suas pernas. Kiba ficou com ela ainda em seu colo, encheu a banheira e entrou com ela na mesma.

Hinata abraçada com Kiba, estáva quase adormecendo com a cabeça na curva do moreno.

Hinata: -Aishiteru, Kiba-kun!- . Olhou para o moreno a mesma estava rubra pelo que acabaram de fazer.

Kiba: -Aishiteru, Hime -. Acariciou os cabelos da Hyuuga e disse.- Descanse lua -. Kiba estava com o sorriso mais lindo estampado no rosto.


E Hinata adormeceu ali mesmo, no colo do moreno, imersa na água morna da banheira.






Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...