História Minha história - Fillie - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa, Stranger Things
Personagens Beverly "Bev" Marsh, Dustin Henderson, Edward "Eddie" Kaspbrak, Eleven (Onze), Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Michael "Mike" Hanlon, Mike Wheeler, Richard "Richie" Tozier, Will Byers, William "Bill" Denbrough
Tags Cadie, Fillie, Jaephia, Wyphia
Visualizações 95
Palavras 2.304
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiê desculpe o horário mas como prometi vou atualizar com mais frequência, sei que nosso amor por Fillie não vai acabar mesmo que Millie esteja cada vez mais apaixonada por Jacob kkkk (rindo de nervoso)
Mas enfim fiz umas pequenas mudanças na história mas nada que faça perder a qualidade ou mudar o rumo dela.
Obrigada pelo apoio e até os créditos finais 😘

Capítulo 4 - Meu amigo, né?!


Fanfic / Fanfiction Minha história - Fillie - Capítulo 4 - Meu amigo, né?!

POV PROFESSOR

- Bom dia turma, bem vindos ao segundo ano do ensino médio, meu nome é Aaron Téo, sou professor de matemática e representante dessa turma. Estaremos trabalhando juntos nesse ano, eu sei que pareço jovem, tenho 25 anos então sou jovem mesmo, mas garanto que tenho a experiência suficiente exigida pra ensina-los e orientá-los. Eu já me apresentei, agora é a vez de vocês, quero saber como se chamam, suas idades e o que sonham fazer na vida, se apresentem um a um e depois vamos escolher os representantes da classe. Bom começamos com você, a morena do fundo.

POV MILLIE

Gente que homem era esse? Alto, olhos esverdeados, pele morena e cabeça raspada, nem parecia um professor tava mais pra um modelo, olhei pras meninas pra me certificar de que elas estavam vendo o mesmo que eu, seria possível esse gato ser mesmo nosso professor?

- Oi me chamo Millie, sonho em ser atriz, faço 16 anos semana que vem, ah também quero estudar cinema - eu respondi ficando em pé

Estudar cinema era um sonho meu e do Finn na verdade, desde crianças falávamos em como seria legal atuar e depois quando tivéssemos idade, poder estudar cinema numa boa faculdade. Dirigir filmes de sucesso, estar no meio das estrelas e sermos reconhecidos pelo mundo era algo que estava sempre presente em nossas conversas. As vezes fazíamos uma cabana em meu quarto, jogávamos travesseiros e almofadas no chão e deitavamos ali pra falar sobre isso por horas. Assistíamos a diversos filmes, inclusive os de terror, quase morríamos de medo depois mas mesmo assim gostávamos de observar os efeitos e a maneira como os atores faziam seus trabalhos. As horas pareciam voar quando sonhávamos acordados com nossos planos pro futuro.

Parei pra pensar em Finn com mais cuidado depois que a próxima pessoa foi convidada a se apresentar pelo professor, pensei no quanto éramos parecidos em tudo, nossos jeitos de pensar e até de agir, é como se fôssemos a mesma pessoa em corpos diferentes, ele era como um irmão gêmeo pra mim, mesmo que já tivesse o Charlie. Pelo menos era isso que eu achava que era até o dia da reunião na casa de Jack, lembrar da sensação da boca dele na minha me fez, inconscientemente, tocar meus lábios, aquela boca macia e carnuda. O beijo dele me fez sentir algo que eu nunca imaginei na vida, me fez viajar por alguns segundos, é estranho descrever a sensação porque simplesmente perdi a noção de tempo e espaço naquele beijo, tudo ao redor ficou mudo...espera, o que estou pensando? Ele é meu amigo, Finnie, meu irmão de outra mãe, o cara que sempre encobria minhas burradas e levava bronca em meu lugar e o que me defendia na escola quando alguém ria de minhas orelhas de abano. Acho que estou confusa por ter sido meu primeiro beijo pra valer, já tínhamos nos beijado antes, perdemos nosso BV juntos anos atrás desafiados pelo mesmo Gaten que nos fez beijar de novo ontem, naquela época lembro que fiquei tendo crush nele por 2 semanas, até ele dizer que eu estava estranha e me pedir pra voltar a ser a mesma Mills de sempre, então deve ser isso que está acontecendo de novo, o crush por ele voltou, é só esperar 2 semanas e tudo vai estar normal de novo, beleza, é isso aí Mills...mas e esse frio na barriga que estou sentindo, faz parte né?

POV FINN

Pela primeira vez em anos não fiquei na mesma sala que a Millie, isso me faz sentir estranho, como se uma parte de mim faltasse, quem iria rir comigo dos professores, com quem eu ia me juntar pra fazermos trabalhos em dupla, quem ia me pedir cola durante a prova? Acho que estou meio triste por ela não estar aqui, mas afinal a sala dela era bem em frente a minha e eu podia ouvir suas risadas escandalosas daqui, meus outros amigos estavam aqui comigo também mas não era igual sem ela. Rio de suas risadas na sala ao lado e de meus pensamentos, ela ainda estava ali por perto, esse ano só ia ser diferente mas não ruim. Havia muita gente boa aqui, acho que Millie deve ter ficado feliz por não pegar a turma da Karin, ela esta na minha sala.

A nossa primeira aula foi história e a professora parecia meio carrancuda, era uma senhora de 50 anos com cara de maracujá de gaveta, se apresentou e disse ser nossa professora representante, depois das apresentações escolhemos os representantes da classe, fui eleito com quase todos os votos juntamente com Karin sendo minha vice, não sei ao certo porque fui escolhido mas sabia que seria pelo menos divertido, Karin se tornou uma boa amiga durante as férias, seria legal trabalhar com ela. Percebo ela me encarando lá do outro lado da sala, ela sorriu tímida pra mim e eu sorrio de volta, seja lá como ela era quando criança, já não era mais a monstra que maltratava Mills na escola primária, em uma de nossas conversas ela me confessou que foi uma criança mimada mas que a separação de seus pais havia a deixado com uma depressão profunda e que isso havia mudado totalmente seu jeito de ver o mundo, teria feito diferente não só com Millie, mas com todas as crianças que ela magoou naquele tempo se tivesse a chance. Fizemos mais algumas atividades, mudou o professor, nos apresentamos novamente e assim nossa manhã voou, quando percebi já era hora do almoço.

Nos reunimos e contamos o que de interessante havia em nossas salas, as pessoas, os professores que conhecemos até então, rimos e conversamos bastante, zoamos o Jack pelo fato de uma menina de nossa sala chamada Ellie não parar de olhar pra ele a aula toda já no primeiro dia, ele apenas olhou pra Maddie de canto e baixou a cabeça sorrindo fraco, ele não conseguia esconder que ainda gostava dela.

Depois da aula o pessoal quis ir a um café novo que abriu na cidade, tinha um estilo retrô com fliperama, foi divertido, jogamos e comemos como se ainda fossemos as crianças que éramos, nos reunindo pra jogar e fazer nossas artes que deixavam os vizinhos de cabelo em pé, não teve jeito melhor de terminar o dia.

No outro dia tudo já havia voltado a ser chato, a alegria de reencontrar colegas antigos e a expectativa de um novo ano letivo já tinham ido embora, as aulas foram chatas, almocei com o pessoal de novo e antes do fim do dia recebo uma mensagem:

*WhatsApp on*

Karin: Oi Finn, podemos conversar?

Eu: Oi Karin, sim

Karin: Ok me encontre no portão assim que a aula acabar.

Eu: Tudo bem.

*WhatsApp off*

Quando a aula acabou, eu esperei os meninos e avisei a eles que hoje teria um compromisso, o que fez Gaten dizer:

- Humm...é a Karin de novo? - disse ele sorrindo com malícia

- É - respondo revirando os olhos - mas não é nada disso que você tá pensando seu mente suja, somos só amigos

- Ok Finnlard, somente amigos, vou até anotar aqui - diz ele ainda sorrindo e fingindo anotar algo

- Para de ser burro cara. Beleza vou indo nessa, mais tarde nos falamos rapazes - digo me despedindo deles

- Até mais Finn - eles me respondem acenando

Me despeço deles e corro de encontro a Karin. Resolvemos ir ao McDonald's pra conversarmos enquanto lanchamos.

- E ai Karin, o que queria dizer? - pergunto curioso

- Sabe o que é Finn, estamos nos falando há algum tempo e você sabe que é um bom amigo - ela diz

- Sim, você também tem sido uma boa amiga, gostei de te conhecer melhor - respondo sincero ainda sem entender onde aquilo ia chegar

- E-eu estou gostando de você Finn - ela diz sem mais nem menos, fico sem reação, apenas a encarando e ela me rouba um beijo, me pegando de surpresa - quer namorar comigo? - ela pergunta ao se afastar de minha boca, a olho incrédulo ainda sem reação.

POV SADIE

Meu dia estava perfeito, Caleb e eu ainda estamos, como eu gosto de dizer, progredindo muito. Minha amizade com Gaten havia se abalado no primeiro momento mas tudo voltou a ser o que era e isso era bom, ele fazia parte do meu grupo de amigos e era muito querido pra mim, me dava conselhos sobre muitas coisas, era super responsável e bem humorado sempre, uma pessoa que todos queriam ter por perto apesar de suas brincadeiras bestas as vezes. Já estávamos no segundo dia de aula, Maddie, Millie, Sophia e eu decidimos ir ao McDonald's lanchar e botar o papo de garotas em dia, Millie estava muito estranha desde domingo mas decidi não falar nada porque mesmo que fosse minha amiga, não queria me intrometer em suas coisas, ela ia acabar falando quando estivesse pronta. Na metade do caminho paramos numa loja pra ajudar a comprar uma roupa pra Maddie e um presente pro namorado dela que havia chegado de sua viajem para a visitar, eles namoravam a distância e eu me pergunto como eles conseguem, não deve ser fácil. Enquanto Sophia a ajudava na escolha da roupa, Millie me chama num canto da loja e fala:

- Sadie me ajuda

- Sim, com o que? - pergunto olhando pros lados pensando ser ajuda com alguma roupa que ela queira provar, mas ela não segurava nada

- Eu tô me sentindo estranha - ela diz

- Não tá bem? - pergunto ainda sem entender seu ponto

- Estou, mas não estou - isso me confunde mais ainda - tem algo de errado comigo, me sinto estranha quando Finn chega perto de mim, desde aquele dia lá no Jack, talvez esteja tendo um crush nele sei lá, isso já aconteceu antes mas agora tá meio diferente - ela fala com uma cara de preocupada - me ajuda

Arregalo meus olhos a ela, por essa eu não esperava, sabia que estava estranha mas não pensei que fosse pelo beijo

- Ah Mills...isso...também o beijo de vocês foi realmente algo impressionante, quem não ia se apaixonar pela outra pessoa depois daquilo? - digo e percebo o rosto de Millie corar

-Mas não posso Sadie, ele é meu melhor amigo, um irmão pra mim, me sinto errada ao sentir isso, não o vejo dessa forma, pelo menos não o via - ela fala triste

- Mills isso acontece, vocês passam muito tempo juntos, nunca se imaginou gostando dele? - pergunto

- Não, quero dizer, tive crush nele quando demos nosso primeiro beijo numa brincadeira, mas foi selinho e depois de duas semanas passou, o que tem de errado agora? - ela fala e me encara

- Tem que vocês não deram só um selinho, você finalmente abriu seus olhos pra ver ele como um homem, assumi Millie, você deve estar se apaixonando por ele - conclui sorrindo a ela

- Aí meu Deus e o que eu faço agora? - ela diz desesperada

- Não faça nada, pense bem a respeito e quando estiver pronta você conversa com ele sobre isso.

- E se ele não me ver desse jeito? E se nossa amizade acabar por uma besteira minha? Não vou suportar perder ele Sadie - ela fala colocando uma mão na testa

-Calma Mills, nada aconteceu ainda, leve o tempo que precisar pra pensar e deixa rolar, tudo tem seu tempo e o que tiver que ser, será - falei e sorri, ela sorriu de volta mais calma.

As outras meninas chegam aonde estamos e seguimos rumo ao nosso destino. Ao chegar la, na mesa em frente a porta estavam Finn e Karin conversando, sinto meu corpo gelar.

- Ué o que o Finn esta fazendo aqui com...- Millie começa a dizer mas não termina a frase pois é surpreendida quando Karin enrola seus braços no pescoço de Finn e o beija

Millie ficou totalmente imóvel olhando a cena, sussurrei um: "Ai não, agora ferrou" e encarei as meninas, fomos levando Millie pra fora dali, percebi que seus lábios estavam completamente brancos, seus olhos arregalados, ela não falava nada, apenas caminhava sendo apoiada por Maddie.

- Millie você está bem? - pergunto já sabendo a resposta

- Millie?! - pergunta Maddie e Sophia

- Desde quando eles... - ela fala somente sem conseguir terminar a frase

- Desde as férias, mas não estavam namorando, pelo menos Finn dizia que não - eu respondo a ela

- Vocês sabiam, desde quando? - ela perguntou olhando pra todas nós incrédula, me sinto a pior amiga do mundo por alguns minutos atrás a estar encorajando a se declarar a ele

- Desde o início, nos perdoe Millie, Finn não queria que contássemos, ele sabia que você ficaria chateada por ser a Karin, ela começou a mandar mensagens pra ele antes do Natal, ele queria que você soubesse por ele porque sabia do seu ódio por ela - disse Maddie

- MAS ELE NAO ME FALOU - gritou Millie

- Ele tentou Mills - disse Sophia

- Verdade Millie, ele tentou e estava se sentindo mal por não conseguir te dizer - digo

-Ele não....- Millie parou de falar e mergulhou por um momento em seus pensamentos - ai meu Deus, ele tentou, ele tentou no sábado antes da festa no Jack, minha mãe nos interrompeu, depois fiquei ansiosa pensando no meu aniversário e não prestei atenção nele, eu até cheguei a comentar da Karin quando ele citou a volta às aulas mas não deixei ele falar mais nada porque pensei que ele estivesse a defendendo porque eu estava xingando ela - disse ela soltando rápido as palavras meio ansiosa, seus olhos estavam fixos em um ponto no chão, de repente se encheram d'água e ela não se segurou mais, me abraçou e caiu num choro sentido, parecia uma criança que havia se perdido dos pais. Sophia e Maddie se juntaram ao abraço pois naquela hora era só o que podíamos fazer por ela, estávamos todas nos sentindo tristes e culpadas por não termos contado a ela antes.


Notas Finais


É isso, me desculpem e não me odeiem, isso faz parte do meu show 😂
Prometo que tudo vai ficar bem kkkkk
Comentem o que acharam e até o próximo capítulo #pas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...