História Minha "incrível" vida amorosa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Got7, Henry Lau, Jay Park, SHINee
Visualizações 11
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Hoje foi estranho


Fanfic / Fanfiction Minha "incrível" vida amorosa - Capítulo 2 - Hoje foi estranho

Acordei com o celular tocando, meio sonolenta resolvo atender...

~ligação

Gabi: s/n?

s/n: oque foi?

Gabi: você estava dormindo? Eu te acordei?

s/n: não, pode falar

Gabi: então, vou precisar de um super favor seus hoje

s/n: vou precisar levantar da cama?

Gabi: vai

s/n: então fala

Gabi: preciso que você vai ate o mercadinho da esquina e compre algumas coisas para trazer aqui para mim

s/n: que coisas?

Gabi: vou te mandar por mensagem, tem dinheiro no pote grande da cozinha, agora eu tenho q ir

s/n: tudo bem, não se esqueça de mandar a lista, vou me arrumar

Gabi: tudo bem, bjo

s/n: bjo

ligação~

não demorou muito ela me mandou mensagem com umas dez coisas e como voltei a pouco tempo não sei oque nada dessa lista, vou ter que pedir ajuda a alguém lá. Bem, antes de sair eu vou tomar um banho, pois estou fedendo a avião (tem sentido isso? Tem sim, é aquele cheiro de ficar sentada em um avião por muito tempo e que começa a pensar que já faz parte do mesmo)

~minutos depois

Finalmente um banho quente, me sinto renovada, o banho estava tão bom que acabei me esquecendo da lista de compras da Gabi. Acabei saindo de casa sem o dinheiro, fui o mercadinho que ela tinha me dito, chegando lá me lembro que tenho que comprar as coisas e levar para ela, mas acabei esquecendo o dinheiro...vou ter q me virar. Peguei quase tudo que estava na lista, a ultima coisa era alguns salgadinhos de lula. Quando finalmente achei os benditos salgadinhos, sinto uma mão nos meus ombros e me forçam a virar rapidamente

Jin: não acredito que você está aqui, te procurei por toda parte- ele parecia furioso, tão furioso que não consegue perceber que eu não sou quem procura

s/n: o-oque? - comecei a ficar assustada, pois ele começou a me machucar

Jin: você não pode fugir assim de um ensaio- ele pegou no meu pulso e me levou para fora do mercadinho, me fazendo deixar minha cesta de compra no chão

s/n: moço- tentei me soltar, mas foi em vão- es-espera, eu não...

jin: sei que não era a sua intenção de fugir, mas

s/n: CHEGAA! - ele imediatamente olha para mim e percebe que não sou a pessoa q ele pensou

jin: eu sinto muito- ele diz pegando na minha mão- eu não percebi que você não era quem eu pensava, me desculpe

s/n: tudo bem-digo apertando no lugar que ele estava segurando

jin: eu te machuquei, não foi?

s/n: ah isso? Não se preocupe- solto um leve sorriso para tentar acalma-lo

jin: vamos voltar para lá, eu pago tudo o que você estava comprando- tadinho ele estava super sem jeito

s/n: não, tudo bem... não precisa- na verdade precisa, porque estou sem dinheiro nenhum

jin: não, eu insisto, é o mínimo que eu posso fazer depois disso tudo, vem

ele saiu na minha frente e acabei seguindo-o, chegando lá vi ele passando as minhas coisas no caixa e pagando elas, eu ainda estava chocada um tudo que aconteceu agora...

jin: bom, aqui está tudo e me desculpa de novo- ele veio ate mim com um sorriso no rosto

s/n: tu-tudo bem, obrigada

jin: me desculpe a intromissão, mas onde está indo com tudo isso?

s/n: hm, bem... estou levando para uma amiga até o hospital

jin: ela está bem?

s/n: ela é medica- tento segurar o riso

jin: bem, vou passar por lá... quer uma carona?

s/n: seria abusar muito da sua bondade

jin: imagina, vamos eu te levo- ele vai em direção do carro e abre a porta do passageiro para mim

s/n: obrigada- começo a ficar toda vermelha. Tentei não conversar muito com ele, mas ele não pensou da mesma coisa

jin: então, você mora por aqui a muito tempo?

s/n: na verdade eu não moro aqui, estou apenas passando um tempo na casa de uma amiga ate me estabilizar em Seul

jin: ah, você não é daqui então?

s/n: bom, sim e não- solto uma risada meio sem jeito

jin: como assim?

s/n: ate o ensino médio eu morei em busan, logo depois fui morar no exterior

jin: mas porque voltou?

s/n: sou dançarina e me chamaram apara participar da nova coreografia de vocês

jin: então você é a gringa q estava chegando? - ele solta uma risada- meio estranho nos encontrarmos assim

s/n: então vocês já estavam sabendo da minha vinda?

Jin: claro, inclusive o jimin esta super empolgado para ver você

s/n: eu?

Jin: sim, ele disse q vocês estudaram juntos

s/n: então ele se lembra de mim- saber q o jimin ainda se lembra de mim fez o meu dia

jin: bem chegamos- ele para bem na porta do hospital- se não for muito estranho...

s/n: sim?

Jin: ...poderia me dar o seu número? Sabe... para o jimin manter contato com você

s/n: ah claro – passei o meu numero e entrei no hospital, e quando olhei para trás ele já tinha ido embora- droga!!!-falei baixinho

Gabi: falou comigo?

s/n: ahhh- solto a sacola- você endoidou? Quer me matar do coração mesmo?

Gabi: calma- ela não consegue segurar a risada. Ela me levou até o dormitório onde estava dois homens dormindo na mesa- gente acorda, a comida chegou- diz batendo na mesa e acordando-os

Homem 1: finalmente – ele estava sério- quem é a princesa?

Gabi: desiste! - ele me olhou de cima a baixo, pegou um salgadinho e saiu- não liga para ele não

Homem 2: ele é um mulherengo- ele pega a sacola e começa a fuçar

Gabi: é difícil achar quem ele não deu em cima nesse hospital- ela revira os olhos e pega a sacola de volta- mas mudando totalmente de assunto, quem estava dirigindo aquele carro q você desceu?

s/n: hm, taxi? - estava ficando vermelha de novo

Gabi: você não mudou nada, ainda mente muito mal- ela pega no meu pulso e me leva ate o telhado- vai agora só está nos duas aqui, pode ir falando

s/n: não era ninguém...demais.... - Ela só me olha e eu não me aguento- era o jin...

Gabi: jin? Seokjin do bts? como isso aconteceu?

s/n: muita coisa aconteceu hoje- comecei a ficar super sem jeito- bom, tenho que ir

Gabi: você não me escapa de me contar essa história

s/n: ok, ok – saio de lá e vou ate um ponto de ônibus e fiquei lá alguns minutos, quando resolvo pegar meu celular vejo q tinha duas chamas perdidas do Jackson e uma de número desconhecido, acabo ligando para o Jackson, mas ele não me atendeu então acabo deixando de lado e indo embora. Chegando em casa o numero desconhecido me liga novamente, eu acabo atendendo

~ligação

s/n: alo

~:alo? é o número da s/n- era uma voz de uma mulher

s/n: quem fala?

~: é a vovó, minha filha

s/n: vovó? - um sorriso de orelha a orelha surgiu no meu rosto

vovó: suas amigas me disseram que você voltou para a Coreia, onde você está?

s/n: estou na casa de uma amiga, só até me estabilizar

vovó: vem passar esse tempo comigo

s/n: amanhã eu vou aí, pode ser?

Vovó: claro q sim, vou arrumar a casa toda para você, tchau- ele parecia super feliz e acabou desligando a ligação imediatamente

Ligação~

Fiquei feliz por ouvir a voz da vovó de novo depois de tantos anos. Deixei o celular carregando e fui fazer alguma coisa para comer e ver alguma na televisão



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...