História Minha "Inocente" Híbrida -Imagine Sana - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Sana, Tzuyu
Tags 2yeon, Dahmo, Imagine Sana, Jitzu, Michaeng
Visualizações 343
Palavras 571
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Falei que eu ia voltar!
Estou aqui com mais um capítulo!!!
Espero que gostem!
Trying to let you know
Signeul bonae signal bonae
I must let you know
Signeul bonae signal bonae <3

Capítulo 6 - Chapter Six


           *P.O.V's (S/N)*

Quando eu ia aceitar, a roda gigante começa a girar lentamente de novo, fazendo a Sana me abraçar forte de medo

Chegamos ao chão, saímos do brinquedo e Sana fica me olhando sorrindo

— (S/N) aceita? – Pergunta sorrindo

– Eu a... – Sou interrompida pela Dahyun

— Pequena, comprei um algodão doce pra você – Me dá um dos algodões doces que estava segurando

— Obrigada Unnie – Sorrio e dou um beijo na bochecha dela, olho pra Sana e ela estava com uma cara emburrada e com os braços cruzados

— De nada – Sorri, dá um beijinho na minha bochecha, me puxa pela mão e vai até onde as garotas estavam, segurando minha mão, enquanto Sana apenas corria atrás de mim

— Hey, Sana Unnie! – Tzuyu a chama – Quer? – Ofereceu um cachorro quente e Sana deu um sorrisinho, concordando com a cabeça e mordeu o cachorro quente

— Sana agradece – Sorri

— De nada! – Diz sorrindo, eu e a Jihyo olhamos a cena, emburradas

Sinto Dahyun me abraçar por trás, sorrio e volto a comer meu algodão doce

— Vamos gente? Jeongyeon tem que estudar pra prova da faculdade – Falou Nayeon, puxando Jungão (Eu morro quando chamo ela por esse apelido) para fora do parque

— Vamos logo! Não podemos ir sozinhas pra casa! – Jihyo fala e puxa todas nós

Olho pra Sana e ela vira o rosto, abaixo a cabeça triste

— Hey, Dongsaeng, tá tudo bem? – Momo pergunta

– Não, Unnie. A Sana está brava comigo por causa da Dahyun que ficou me abraçando por trás e demonstrando carinho – Seguro as lágrimas, odeio ser tão sensível!

Sana percebe, me chama e eu vou até ela

— Perdoa Sana? (S/N) não precisa chorar por causa de Sana – Me beija calmamente, retribui, ela pediu passagem com a língua e eu cedi

Logo nos separamos pela falta de ar e sorrimos

– Vamos, Meu Bebê – Pego ela no colo, saio correndo até às garotas e vamos até a nossas casas, me deixaram em casa primeiro e entro com Sana no meu colo

Pego umas roupas minhas, pra mim e pra Sana

Tomei banho com ela, vendo que ela ficava olhando para meu corpo

— (S/N) é tão... – Arfou e sussurrou no meu ouvido – Gostosa – Beijou meu pescoço, me fazendo arfar

– Sana, seu cio acabou! O que está fazendo? – Pergunto

— Sana quer (S/N), mesmo que o cio tenha acabado! – Fala no meu ouvido, me empurra na parede, me prensando na mesma – Aceita casar comigo? – Falou em primeira pessoa, me surpreendendo

– Você falou em primeira pessoa! – Sorrio – Bom, eu estava tentando dizer uma coisa... Mas sempre nos atrapalhavam! – Ela sorri

— Aceita? – Sorri de lado

– Eu aceito me casar com você, assim que eu terminar os estudos – Sorrio e ela me beija novamente, só que dessa vez, mais necessitada

A água do chuveiro, gelada, o que me deixava com mais tesão

Ela, sem avisar, penetrou dois dedos em mim de uma vez. Me fazendo gemer alto

– Ahn... Sana... Eu vou ficar louca assim – Gemo, ela aumenta a velocidade e coloca outro dedo

Logo gozo, ela lambe os dedos e sorri maliciosa

— Eu te acho deliciosa... – Sussurra em primeira pessoa, me fazendo arrepiar

Ela estava com a voz rouca, me fazendo enlouquecer mais ainda

Fizemos amor, a noite toda

Sana voltou a ser fofa, ela estava sorrindo fofa, me olhando

Já estávamos atiradas na cama, nuas ainda, sorrindo bobas uma pra outra.

– Eu te amo tanto... – Abraço ela, sorrindo

— Sana ama mais os cookies – Faço bico – Sana está brincando... Sana ama (S/N), mais que tudo! – Sorri e retribui o abraço

Eu te amo tanto, Minha "Inocente" Híbrida 


Notas Finais


NOSFAAAA
NUNCA ME SENTI TÃO BOSTA POR UM CAPÍTULO!
Foi ruim, eu sei!
Gostaram ou não?
Hey, leitores que não comentam... Comentem, tenho medo de vocês não estarem gostando...
Só isso...
Bye!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...