1. Spirit Fanfics >
  2. Minha irmã adotiva (Saida) >
  3. 04

História Minha irmã adotiva (Saida) - Capítulo 4


Escrita por: e sakurashiin


Capítulo 4 - 04


Eu acordo e me levanto, mina já não estava mais no quarto, e minha cama já tava arrumada, serio como alguém que dormiu o dia todo pode dormir tanto assim, eu pego meu celular e vejo que são 08:20, Nem dormi tanto, e finalmente e o aniversário da minha mãe, eu vou embora amanhã, e não terei mais problemas, tipo: uma "irmã" adotiva, a terceira grande guerra, e ter que brigar com a minha mãe.

Eu coloco uma roupa , bem normal, e desço, mina tava na mesa com Dahyun, denovo essa menina roubando minha prima, elas tavam conversando, antes que percebessem minha presença eu  me aproximo da mesa e dou um susto em mina.

E de brinde a dahyun.

-Ai que susto Sana sua louca!- mina fala se recuperando do susto.

Dahyun não diz nada, eu me sento do lado de mina, e mina continua a conversa com Dahyun.

-você tem Instagram?- opa, dessa questão eu sei a resposta.

-eu tinha- ela responde abaixando a cabeça.

-oque aconteceu?- mina pergunta segurando a mão da menina.

-eu quebrei meu celular- dahyun responde voltando a olhar para mina.

-quantos anos você tem?- aí sana oque tu tá fazendo?!, Era pra ficar quieta!, DESGRAÇA.

-16 anos- ela e muito mais nova que eu, quer dizer, não muito, mas ela e mais nova.

-huum- depois de um tempo minha chega em casa com minha tia.

-oi filha, voltei!- será que ela tá falando comigo ou com a menina, digo com a dahyun.

-feliz aniversário mãe!- eu abraço ela, e ela retribui, dando tapinhas nas minhas costas.

-obrigada filha- depois que separamos o abraço ela vai até a cozinha tirando coisas da sacola com minha tia, e obvio que minha tia vai usar o bordão dela .

-iai sana, como vão os namoradinhos?-

-ai tia, eu não tenho namorado, e nem planejo ter- 

-ah, porque?-

-eu não achei ninguém-

-que triste- até minha tia sabe que eu sou encalhada.

As meninas começam a me encarar, mina segurava a risada, qual e a graça em não ter ninguém!!

-ah é, Mina você perdeu o contato da momo?- pergunto tentando mudar o clima de deboche do meu status romântico frustrante.

-sim,eu troquei de número-

-ah então eu passo pra você ela queria Falar com você-

Eu passo o número de momo para mina.

-ah dahyun,tem algum amigo que você lembre o nome ou número que você gostaria de falar?- mina e tão boazinha , não totalmente.

-não, eu não lembro de nenhum número-

-ah que droga, eu ia colocar aqui pra você pode conversar - mina faz uma cara triste.

-na verdade eu não quero conversar com ninguém-

Mina fica encarando dahyun, ela realmente não entendeu oque a menina quis dizer 

Depois de um tempo as amiguinhas de dahyun chegam.

-feliz aniversário senhora Sakura- yeri diz para minha mãe abraçando ela de leve.

-obrigada- minha mãe agradeçe.

-parabens senhora Sakura!- a mais baixinha fala.

Elas veem até a cozinha e comprimentam, eu ,mina e minha tia,

-oi dahyuniie!- a mais baixinha diz colocando a mão nos ombros de dahyun.

-oi chaeng-

-oi dahyun!- yeri a outra menina também chega do lado de dahyun.

-DAHYUN EU ACHEI O SEU INSTAGRAM!- Mina grita bem alto.

-a é?, Tem alguma coisa legal aí?-

-sim muitas!,como você e bonita!- mina fala admirada vendo as mesmas fotos que eu já havia visto, até que ela chega na foto do menino.

-quem e esse?- ela mostra a foto pra ela 

-esse e o Marky, o m-meu irmão-

Que?!,mas por que!?, Tavam chamando eles de pombinhos.

-ele ........- mina fala na curiosidade eu já entendi qual pergunta ela faria 

-sim, ele morreu- como ela consegue responder sem sentir nem um puxão no coração?, Não machuca ela?.

-sinto muito- mina diz se desculpando por voltar nesse assunto.

[...], depois do café de aniversário da minha mãe as amigas de dahyun foram em bora, é mina teve uma ideia.

-tia, eu e as meninas podemos ir no parque?-

-mas não e perigoso?,sabe vocês são de menor-

-a sana não é-

-é quem disse que eu vou?-

-deixa de ser chata, você vai sim-

-ta bom-

-ta bom mas tomem cuidado!-

-ta bom mãe-

[...],assim que saímos de casa, mina empurrava a cadeira, enquanto eu ia observando a paisagem, quando chegamos no parque, mina vê uma barraca de sorvete.

-perai eu já volto- e sai correndo em direção da barraca de sorvete, deixando eu e dahyun lá paradas, eu vejo alguns meninos preparando fogos perto da onde estavamos, 

Eu tenho medo de fogos, eu empurro a cadeira de rodas de dahyun fazendo a mesma se assustar.

-oque você tá fazendo?- 

-nada, e só que aqueles meninos vão soltar fogos-

-você tem medo?-

Essa menina e vidente ou oque!?

-s-sim- 

-serio?- ela ri

-do que você acha que tá rindo , não tem graça-

-claro que tem- 

Eu paro de empurrar já estávamos bem longe, e vou para frente dela.

-olha aqui isso não tem graça! para de rir-

-não da-

Os fogos começam a estourar e eu me assusto, eu tampo meus ouvidos,até que sinto alguma coisa encostar nas minhas costas, era a dahyun.

-tem tanta coisa pra se ter medo, não precisa ficar com medo de fogos de artifício!-

Se isso foi uma tentativa de consolo, ela tá reprovada.

Eu tiro minhas mãos dos ouvidos e encaro ela com cara de raiva.

Ela ainda tava rindo.

Eu ia assustar ela fingindo que iria dar um soco nela, mas antes disso no ataque de risada dela ela disse.

-foi tão fofo, você fica muito fofa quando tá com medo-

Depois de um tempo mina volta com dois sorvetes de potinho fechados e um aberto, ela dá um pra dahyun e o outro pra mim.

-quem que aproveitei esse dia com você sana- mina disse me fazendo corar.

-não foi nada-

-pena que hoje e seu último dia né-

Eu não sei, eu não tenho certeza, era isso que eu queria dizer.

-é-




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...