História Minha joaninha - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Visualizações 52
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu to morrendo de sono, alguém me dá um pouco dr juízo emprestado e me manda ir dormir, por favor? Obrigado.

Capítulo 27 - Capítulo 27


Adrien

-Então você vai pedir ela em namoro?- Plagg me perguntou pela décima vez, me fazendo revirar os olhos. 

-Eu já te disse que vou!

-Não acha que é melhor pedir ajuda pra Bella pra comprar um anel? Ah, é! Você já comprou um, e nem sabe se ela vai gostar ou se vai caber no dedo!- ele disse cruzando os braços .

-É verdade...-disse encarando o anel que eu acabara de comprar.

-Eu te avisei pra ir com calma! Você nunca me escuta!

-E o que você sugere? -perguntei sincero.

-Chama. A. Bella.- ele disse pausadamente. 

Peguei meu celular no bolso da calça e digitei o número que eu já sabia de cor.

-Alô?- a voz sonolenta de Bella se pronunciou. 

-Você estava dormindo até agora?

-É sábado, Adrien!- ela disse impaciente. -O que você quer?

-Me encontra no parque em meia hora.

-Ótimo! Agora eu tenho que levantar às 10 horas da manhã em pleno sábado pra ajudar esse bosta!- ouvi ela resmungar do outro lado da linha. 

-Eu te disse pra acordar mais cedo!- uma voz fina se pronunciou. 

-Cala a boca, Pollen.- Bella resmungou. 

-O que será que ele quer?- Pollen perguntou curiosa.

-Eu sei lá! Esse menino é louco e falta só um pouquinho pra eu meter a cacetada nele!

Não me aguentei e soltei uma gargalhada, fazendo Bella perceber que ela não tinha desligado a ligação. 

-Você tá ouvindo até agora?- ela perguntou indignada. 

-Ninguém mandou não desligar o telefone.

-Eu te odeio, Adrien.- ela disse séria. 

-Eu sei disso!- ouvi ela bufar antes de desligar. 

Fui andando tranquilamente até o parque. 

Quando cheguei lá, me sentei em um dos bancos e esperei por Bella.

Depois de quase 40 minutos ela apareceu correndo. 

-Cara, essa cidade é enorme! Eu me perdi umas dez vezes! -ela disse ofegante com as mãos apoiadas nos joelhos. 

Ela se sentou no banco e ficamos em silêncio por um tempo.

-Por que você me chamou aqui?- ela se virou para mim e eu fiz o mesmo.

-Eu queria te mostrar algo.- peguei a caixinha com o anel do meu bolso e entreguei à ela.

Ela abriu e seus olhos se arregalaram no mesmo instante. 

-O que você achou?

-É... maravilhoso! -então algo na expressão dela mudou. Primeiro, ela ficou confusa, mas depois ela fez uma cara de animação que me fez querer sorrir.

-Você vai pedir a Marinette em namoro!- ela disse sorrindo. -Isso é tão lindo!!

-Eu preciso saber se ela vai gostar. E se vai caber no dedo dela. Faria isso por mim? 

-Você quer que eu vá até a casa dela perguntar se ela gostou e se cabe no dedo dela?- ela perguntou devagar como se eu não tivesse entendidoo que eu mesmo tinha falado. -Você tá louco, né? 

-Pelo amor de Deus, Bella! Eu já sei que ela vai gostar porque você gostou. Agora eu quero que você experimente pra ver se vai caber nela!- expliquei impaciente. 

-Aaah, tá! - ela riu. -Faz sentido. 

Ela colocou o anel no dedo e o empurrou para baixo. O anel desceu com facilidade e encaixou como uma luva.

-É lindo!- ela disse encarando a própria mão. 

Ela me abraçou e eu demorei um pouco,  mas retribui. 

-Ela é uma garota de sorte!- ela disse assim que nos separamos. 

-Não. Eu sou um cara de sorte!


Voltamos para casa depois do almoço. Fomos recebidos por Nathalie,  que avisou que meu pai queria falar com a gente no escritório dele.

Fui apreensivo, esperando uma bronca. 

-Entre.- ouvi ele falar quando bati na porta.

Entrei seguido por Bella, que parecia estar bem nervosa.

-Explique isso.- ele disse jogando um jornal na mesa.

Peguei-o e logo na capa havia uma foto minha entregando o anel para Bella. Na seguinte, uma foto dela encarando o anel em seu dedo e na última,  uma foto nossa nos abraçando. No alto estava escrito: Quem será que conseguiu roubar o coração do modelo preferido de Paris?

-Vocês estão namorando? - meu pai perguntou frio e ríspido. 

Eu não sabia como iria sair daquela situação. Como explicaria para o meu pai que na verdade eu iria pedir a Marinette em namoro como Chat Noir?

-Vocês estão namorando?- ele perguntou de novo, desta vez mais alto.

-Sim.- Bella respondeu atrás de mim, me pegando de surpresa. -Nós estamos!



Notas Finais


Yaaaaaayyyyyyyy!!!! Mano, eu já tô vendo altas tretas que vão rolar por aqui! ALGUÉM ME SEGURA QUE EU TÔ LOKA!!!!!
Enfim, é só isso mesmo.
K-tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...