História Minha Luz - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Dragões, Drama, Luta, Medieval, Princesa, Romance
Visualizações 12
Palavras 1.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse ep é do ponto de vista da Limia irmã mais nova da Miabe, fala sobre o arrependimento da garota e as tentativas de ter o perdão da irmã, assim como Miabe ela tambem sofreu com a morte do namorado da irmã, pois perdeu a Miabe, as duas eram tao proximas e agora nem conversam mais, Miabe tem um odio grande pela irmã está cega pelo odio que nem percebe que a irmã sofre junto com ela.
Bom é isso aproveitam e beijinhos
E outra é assim que eu imagino a Limia ok?

Capítulo 2 - Eu ainda terei o seu perdao irmã


Fanfic / Fanfiction Minha Luz - Capítulo 2 - Eu ainda terei o seu perdao irmã

¿?¿?¿?LIMIA¿?¿?¿?

*Minha irmã me expulsa do quarto e eu saio chorando.*

Eu nao sei mais oque fazer para Miabe me perdoar, eu já tentei de tudo venho tentando a 3 anos, eu era apenas uma garota assustada, tinha 15 anos e nao fiz por querer agora é tarde, nunca terei o perdão de minha irmã, nunca poderei amar pois tenho medo da raiva cegar os seus olhos e ela fazer uma loucura, por que a 3 anos atras roubei mesmo sem querer o amor da vida dela.

_LEMBRANÇAS HÁ 3 ANOS ATRÁS_

MOEBE-Diga-Me agora oque sua irmã vem fazendo quando sai do castelo.-Diz Moebe prensando a garota na parede.

Limia-Eu nao sei meu pai, eu juro eu nem sabia que ela saia do castelo.-*Lagrimas escorrem.*

Moebe-Nao me faça de tolo Limia eu sei que você sabe e se nao me disser vai pagar caro.-Cego pelo odio em seu coraçao moebe pega no pescoço da garota.

Limia-Meu pai... por favor me solte-Diz Limia quase sem respirar.

Moebe-Me diga agora-Diz Moebe gritando.

Limia-Ela... Se encontra com... Hiroshi.-Na hora o rei a solta no chão, a mesma respira fundo em um dessespero buscando ar e dando tosidas fortes.

Moebe-Guardas-No mesmo instante o quarto estava lotado de guardas- Procurem em cada canto dessa aldeia, tragam Miabe e quem estiver com ela, afiem a espada alguem ira morrer pela manha.

Limia-Meu pai nao faça isso você nao é assim está cego pela raiva e pela angustia.-A garota tenta se levantar.

Moebe-Calada, as duas me trairam, vocês duas nao merecem governar esse reino as suas traiçoes nunca seram esquecidas.-Ele sai com todos os guardas.

_Atualmente_

Nesse dia papai encontrou a Miabe na ponte com Hiroshi, ele a pegou pelos cabelos e a montou em seu cavalo, a trazendo para o palacio, na manha seguinte o pobre moço foi decapitado, nosso pai colocou dois guardas segurando os braços da Miabe em frente ao corpo dele a obrigando a olhar tudo aquilo, quando a cabeça foi cortada ela rolou até os pés da Miabe, ela gritou tanto de dor quanto de tristeza, ela nao parava de gritar foi retirada a força, eu vi nesse instante nos olhos do meu pai, um arrependimento imediato, nosso pai foi cruel, nessa noite ela chorou e gritou em seu quarto durante 8 horas sem parar os gritos estavam insuportaveis ela nao permitia que ninguem entrasse no quarto, e na verdade ninguem se atrevia, ela só parou quando sua voz ficou rouca, seu corpo fraco, sua cabeça doia e pesava, ela desmaiou e ficou exatas 48 horas dormindo, quando acordou, nao falava com ninguem, nao saia do quarto, nao comia ou bebia, ficou assim durante esses 3 longos anos, agora eu me pergunto será que ela sera capaz de amar alguem novamente? A vida dela foi sofrida, desde de pequena nao tinha amigos ou com quem conversar, apenas eu mais eu via em seus olhos que nao era o sulficiente para ela, durante esses 3 anos, eu quase nao saia do quarto, quando saia era pra perguntar a ela se queria comer ou falar comigo, as respostas eram sempre as mesmas "Eu nao quero falar ou olhar pra você, a sua traiçao comigo um dia sera cobrada, eu irei fazer você pagar, agora some.", eu nao aguentava mais, quando eu já tinha dessistido de tudo jurei que acabaria com a minha propia dor, iria poupar o trabalho de Miabe se oque ela queria a minha morte, eu simplesmente peguei uma corda fiz um nó bem forte, e amarrei em lugar alto, quando a banqueta caiu e eu senti meus pulmoes perderem o ar Asura entrou no quarto cortou a corda e me pegou no colo, ele me colocou na cama com um rosto dessesperado e juro que vi lagrimas cairem de seu seu rosto, ele chamou meu pai as medicas e tudo mais, no outro dia ele disse que me amava, eu tambem o amava, mais o medo dele provar do odio de minha irmã ou meu pai nao me permitiram ficar com ele, hoje em dia ele vem ao meu quarto me ver, diz que nao me esqueceu e que me ama ainda, será que um dia vou realmente poder ficar ao seu lado? Ou na minha vida só existe tristeza, preciso conseguir o perdão da minha irmã.

Eu andava pelos corredores limpando as lagrimas dos olhos quando esbarro em alguem de armadura.

Limia-Me perdo-e eu nao o vi.-Digo me recompondo e olhando para a pessoa na qual esbarrei.

Asura-Nao foi nada princesa Limia.-Quando eu vi que era Asura fiquei sem palavras, ele fica ainda mais lindo de armadura.

Limia-Asura... oque faz aqui? Achei que tivesse saido em misão ao palacio do rei Jorge.

Asura-Bom isso já faz 3 dias Princesa.-Eu nem percebi que já faz tanto tempo, nossa ele deve estar pensando que eu nao me importo com ele.

Limia-Já disse para me chamar só de Limia.-Digo sorrindo tentando espantar a tristeza que sentia em meu peito.

Asura-Eu senti sua falta Limia-Ele diz chegando perto de mim, minhas bochechas ganham cor.

Limia-E-eu tambem A-Asura.-Eu encosto as costas na parede, e ele aproxima seu rosto do meu.

Asura-Você é tão linda.-Minhas bochechas estao queimando.

Limia-Asura... oque está... fazendo.-Quando nossos labios estão quase se encontrando alguem nós enterrompe, diing salva pelo gongo.

Soldado-Princesa Limia seu pai está pedindo a sua presença e da sua irmã no saguao.

Eu dou um leve empurrao em Asura que estava muito perto.

Limia-Minha irmã já sabe disso?-Digo me recompondo e tomando uma postura seria.

Soldado-Nao senhorita.

Limia-Ok pode ir, eu aviso ela.-Ela vira as costas e sai, quando estou prestes a fazer a mesma coisa Asura segura minha mão.

Asura-Nao, nao eu ainda nao terminei.-Asura puxa minha mão e segura minha cintura, ela toma meus labios em um beijo.

Eu empurro seu peito e ele se afasta.

Limia-Você perdeu a noçao Asura? E se alguem nos visse?-Digo olhando-o sem acreditar no que ele fez.

Asura-Diga que nao gostou e eu nunca mais a encomodo, mais se gostou vamos ficar juntos Limia, eu sei que me ama tambem.

Limia-É por que eu te amo que nao podemos ficar juntos Asura-Lagrimas escorrem sem querer(Foto do ep)

Asura-Limia, eu entendo os seus motivos, mais eu nao consigo mais ficar longe de você, e se nao me assumir logo seu pai arranjara um casamento para você com algum principe de outro reino.

Limia-Eu nao quero te perder Asura.-Eu colo nossas testas.-Eu te amo tanto!

Asura-Eu tambem...-Ele diz e me da um leve selinho.

Limia-Eu tenho que ir, se nao meu pai ficara estressado.

Asura-Mais tarde conversamos?

Limia-Mais tarde.

Eu o deixo e ando até o quarto da minha irmã.

*Bato na porta.*

Limia-Miabe?

Miabe-Vá embora Limia.

Limia-O nosso pai quer ve-la.

Miabe-Que ele vá para o inferno.

Limia-Nao fale assim Miabe, ele é nosso pai.

Miabe-Pois vá com ele, já que os dois fizeram parte da minha desgraça e ruina.

Limia-Miabe por favor... vamos, nao estresse nosso pai.

Miabe-E oque ele vai fazer? Arrancar a minha cabeça tambem? Saia daqui agora Limia.

Sem que eu percebesse nosso pai aparece atrás de mim.

Moebe-Vamos logo Miabe abre a porta.

Miabe-Vao para o inferno.

Moebe-Me respeite eu sou o seu pai.

Ela abre as portas com força e diz gritando.

Miabe-Eu nao tenho pai, ele morreu no dia em que Hiroshi foi morto, ele morreu eu morri, ele nao existe...-Ela diz gritando com o rosto cheio de lagrimas, e eu nao me contenho em abraçar ela.

Limia-Irmã pare com isso por favor.

Miabe-Me solta, eu te odeio odeio todos vocês.-Ela diz me empurrando.

Moebe-Escute, amanha você irá conhecer 3 pretendentes está em tempo de casorio para unir os reinos como mais velha, você tera de casar-se, tera a chance de escolher entao escolha o seu melhor vestido amanha sera um longo dia.

Miabe-Nunca, nem morta eu vou me casar, você nao tem o direito de fazer isso.

Moebe-Eu tenho eu sou seu pai.

Miabe-Eu já disse que nao tenho pai.

Moebe-Tem sim! E você querendo ou nao vai casar e pronto se nao...

Miabe-Se nao oque? Vai me matar? Arrancar minha cabeça? Eu lamento te informar mais eu já estou morta,  você me matou.

Moebe-Você vai sim, e nao vai dizer um A.

Papai sai de lá e ela bate a porta na minha cara.

Continua...



Notas Finais


Espero que tenham gostado desse ep beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...