História Minha meia irmã - Cameron Dallas - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Magcon, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Jack Gilinsky, Personagens Originais
Tags Violencia
Visualizações 141
Palavras 680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É um capítulo com hot blz

Capítulo 17 - Segunda. - part 1


Fanfic / Fanfiction Minha meia irmã - Cameron Dallas - Capítulo 17 - Segunda. - part 1

Hoje já é segunda-feira, e adivinha fiquei o final de semana inteiro dentro do quarto só sai para pegar alguma coisa pra comer, desliguei o celular, e fiquei em uma escuridão total no quarto, pensando e chorando baixo   "E por qual motivo? " Bom eu estou me matando por dentro por perceber que estou agindo como a merda de uma vadia  ( mais fazer oq eu to solteira e posso ficar com quem eu quiser eu sou livre, não vai ser a porra de um comentário machista que vai me impedir, a época que a mulher tinha que ficar dentro de casa cozinhando e limpando, lavando roupa de homem folgado, acabou, a cosiedade não tem nada a ver com a minha vida, pq sou eu que vou beijar eu que vou fude mesmo, o corpo é meu e eu fasso oq eu quiser com ele.

É isso aí estamos em pleno século 21 e esses loko enciste com essa, eles não saíram dessa aff

Hoje vou ter o meu primeiro dia de aula e bom agora estou levantando e indo pro banheiro pego a roupa que vou usar (mídia)  faço uma maquiagem não muito pesada coisa leve, depois de pronta pego meus pertences e desço pra tomar café, dando de cara com Nicolas.

- Bom dia sumida. Ele diz assim que entro.

- Bom dia Nícolas, oq faz acordado a essa hora. Falo depois de ver o horário no relógio ( ava sério pensei que fosse um porta retrato).

- Vou te levar no colégio. Diz bebendo café.

- Não precisa eu tenho um carro pra isso. Digo pegando uma tigela - Pega pra mim fazendo favor. Me refiro ao cereal.

- Claro. Chego por trás de mime bem perto e esticou o braço pra pegar - Só que quero um beijo em troca.

- Melhor não o Cameron está aqui. Respiro fundo, o tentação.

- Não está ele saiu ontem e só chega na hora do almoço. Disse me virando pra ele.

- Sério pq não avisou? - cruzei os braços.

- Esquece. diz e me coloca em cima da bancada.

- Não confio em você. Tento decer.

- Shhh apenas esquece isso, vai ser rápido temos quanto tempo? - diz beijando meu pescoço.

- uma hora e meia. Sim acordei muito cedo tipo as cinco horas e agora e cinco e sinquenta.

Ele começou o beijo que não era nada delicado me puxou mais pra perto fazendo rodear a cintura dele com minhas pernas.

- Vc quer ? - Quem entendeu, entendeu, mais se não fica sem entender.

- Sim, banheiro? - perguntei.

- Pode ser. Me pegou no  colo e me levou até o banheiro onde me coloco encima da pia.

Ele tirou minha camisa e eu a dele, deci minha mão arranhando todo o abdômen dele até chegar na calça dele e desabotoando o botão, enquanto ele brinca com meus mamilos aranhõ os braços dele, ele me tira da pia pra poder tira minha calça jeans, assim que tira a calcinha junto da calça me coloca na pia novamente e começa a estimular meu clitóris depois de uns minutos ele penetra um dedo não demora muito pra enfiar mais um e começa a movimentar de vagar e pesso pra ele ir mais rápido e assim ele faz, começo a masturba-lo com a mesma intensidade que ele está e antes de chegarmos ao épice pessoas pra ele me penetra o mais rápido ele pega uma camisinha na gaveta e logo coloca em seu membro e antes do aviso ele me penetra com força solto um gemido não tão alto até pq queria me controla pra não acorda os vizinhos. Depois de algumas estocadas eu chego no meu épice mais pra ele falta muito então ele aumenta a velocidade e as estocadas são bem fortes ( como se eu não soubesse como era) demos um último gemido siguinificando que Chegamos ao meu segundo orgasmo e ele o primeiro.

- Wou foi incrível. Disse encostando a cabeça em seu peito.

- Vdd agora vc tem meia hora. Disse e riu .

- Graças a Deus é meu último ano. Digo me vestindo.

- Eu nem estudo mais já faz uns anos. Riu.

Continua...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...