1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Modelo Favorita >
  3. O jantar (Parte 2)

História Minha Modelo Favorita - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - O jantar (Parte 2)


NAMI NARRANDO...

Ao chegar na casa de Sanji, eu bato na porta logo sendo recebida por Robin que sempre é a primeira a chegar, ela se assusta por eu trazer eles mas faço um sinal para ela ficar quieto e fomos até a cozinha onde encontramos Sanji com um avental e ele sorri mas quando se vira, seu sorriso some e seus olhos se arregalam

-Nami-Swan, me diz que estou sonhando e que os irmão D. Não estão atrás de você!

-Você não está sonhando!

-Você é louca? Trazer esses três para a minha casa que é do tamanho da cozinha deles, talvez até menos que a cozinha deles e eu estou aqui todo sujo e com a casa toda bagunçada

-Sanji-Kun relaxa, eles não se importam com nada disso, além do mais, eles se voluntariaram a vir provar sua comida

-Eu só fiz uma galinhada, isso não é coisa que pessoas do patamar deles devem comer

-Sanji se acalme okay? Esta tudo bem, eles vão amar sua comida

-O que é galinhada? -Pergunta Luffy

-É...eu não sei explicar, você vai descobrir!

-Ei, quando eu casar vou vir morar aqui -Diz Ace

-What?

-É, tem um campinho de futebol na esquina e um mercadinho, se eu morasse aqui minha vida estaria feita

-Para de falar bobagem Ace, você não viveria sem seu quarto e sem a casa que você vive

-Até parece que eu sou um mimadinho

-Mas você é Ace! Nós três somos -Sabo contestou e é interrompido pela porta batendo

-Sabe bater não, Capim?

-Claro, a Ruivinha tinha que estar aqui!

-Claro mozinho, eu preciso fazer companhia para vocês

-Sanji, por que você não joga essa menina em uma vala e para de falar com ela?

-Cala a boca Zoro, que eu sei que você gosta de mim -Ela manda um beijo no ar para ele que revira os olhos quando olha para atrás de Nami vê três pessoas

-Virou festa?

-Cala a boca Marimo, respeita as visitas

-Sanji está preocupado por causa que eles estão aqui

-Pera, eu lembro de vocês, você é o loirinho que a ruivinha atacou e você o carinha que levou um fora da ruivinha

-Cala a boca Zoro -Eu grito com ele

-Bom, eu realmente não gostaria de ser chamado de “loirinho que a ruivinha atacou”

-Chame ele de Sabo Zoro

-Sabo? Tipo, de sabonete?

-Algo que você esta precisando! -Dizia Sanji enquanto Luffy ria com a mão na barriga

-Que ótima impressão damos a eles -Eu digo, decepcionada

-Relaxa, Nami-san, gostamos de vocês! -Dizia Ace com um sorriso contagiante

-Ei, cozinheiro, a comida está pronta?

-Não fale assim com o Sanji-kun -Robin dizia com um rosto diabólico

-Calma Robin-chwan, ele só não sabia o nome do espiral -Zoro dizia enquanto ria da cara de Robin e do Sanji ao ser chamado de espiral

-Calem a boca, alias, a comida está pronta! Venham jantar

A janta foi divertida, Luffy devorava toda a comida enquanto riamos da cara dele, Sabo contava algumas piadas e —junto de Ace, já que Luffy estava ocupado para falar— reclamavam das pessoas que trabalhavam na casa, como Dadan que era a babá deles e que odiava o seu serviço mas precisava do dinheiro para sobreviver, Sabo toda hora reclamava de uma garota chamada Koala que “o irritava”. Ace dizia que ela gostava dele mas o mesmo negava e dizia que a mesma apenas não ia com a cara dele, Ace também contou que Sabo tinha em seu quarto, posters de mim e que ele me idolatrava e que poderia me sequestrar e que eu devia tomar cuidado. No final, só rimos de tudo. Zoro, sem perder a chance de me zoar, contou sobre como é cuidar de Hancock e separar nossas brigas. -Essas duas parecem duas vira-latas brigando por carne” todos riram, exceto eu que apenas mostrei o dedo para ele o fazendo rir, Sanji contou como ele e Zoro se conheceram (Que ainda não contarei hihi). Foi um jantar distraído e divertido, eu estava me sentindo entretida até sermos interrompidas por meu celular que tocava, ao olhar o número desconhecido, peço licença e vou até o jardim que ficava no fundo da casa de Sanji

-Alô?

-Que bom que atendeu, docinho -Ao ouvir a voz misteriosa paraliso

-Como conseguiu meu número?

-Cara Nami, já se esqueceu que eu sempre consigo o que quero?

-O que quer comigo?

-Quero me encontrar com você! Um de meus empregados irá lhe encontrar amanhã na cafeteria Central Perk (Sim é a cafeteria de Friends)

-E quem disse que eu me encontraria com vocês?

-Bom, suponho que não vai querer me decepcionar e comparecerá lá -Depois de passar minutos em silencio, ela toma uma decisão

-Que horas?

-12:00, é seu horário de almoço, não?

Eu desligo antes de poder responder, depois de ficar ali fora, escuto a porta ser aberta e olho para trás vendo Ace vir até mim, seus olhos pareciam preocupados e eu me senti culpada, não queria deixar ninguém assim. Ele se aproxima sem dizer nada e me abraça fazendo eu afundar a minha cara em seu peito, abafando meus soluços chorosos

-Quer falar sobre essa ligação? -Eu apenas balancei minha cabeça em negação e logo sinto suas mãos em meus cabelos, acariciando meus fios ruivos. Ele tira suas mão de lá e afasta meus rosto e os segurando com suas duas mãos e se abaixando para ficar a minha altura- Saiba que sempre estarei aqui para você okay?

E sem nenhum aviso, ele me beijou.


Notas Finais


DESCULPA
Precisei fazer isso aaahhh
Isso é para o desenvolver da fanfic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...