História Minha vida mudou. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Magcon
Visualizações 46
Palavras 3.544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!!!
Gente a capa mostra o look deles,do Cameron,Aaron e da Jessica
Boa leitura!!

Capítulo 7 - O dia do casamento.


Fanfic / Fanfiction Minha vida mudou. - Capítulo 7 - O dia do casamento.

O dia do casamento chegou,esta todo mundo feliz por esse dia,menos eu,quer dizer eu estou feliz pelo meu pai,ele esta muito feliz com a Becky e eu vou ter que aceitar isso,estou aqui fora com o Aaron,acredite eu queria ficar o mais longe possivel dele,mas vamos ter que entregar as aliaças juntos,estamos esperando a mulher que a Becky contratou para ajudar,vim entregar as alianças para a gente,meu pai esta dentro da igreja cuidando de algumas coisas.Estamos quietos sem falar nada.

- Você esta muito bonita! - Aaron quebra o silêncio,murmurei um "obrigada" e um sorriso falso.(Vestido na capa).

- Aaron! - Escutei umas vozes de meninos,olhei para onde chamaram e vi um monte de meninos correndo na direção do Aaron,pularam no colo dele e ficaram falando coisas ao mesmo tempo nem dava para saber o que falavam,Aaron ria da situação,e eu só observava,até que um garoto loirinho me viu e arregalou os olhos e cutucou os outros enquanto eu olhava sem entender,logo todos estavam em silêncio olhando para mim.

- Oi meu nome é Jack Johnson. - O loirinho que cutucou os outros falou,eu apenas sorri e acenei.

- Eu sou o Jack Gilinsky! - Um moreno alto com um sorriso lindo falou.

- Eu sou o Nash Grier... - Um de olhos azuis disse. - Esse é Hayes. - Apontou para outro garoto tambem de olhos claros.

- Eu sou Shawn. - Um banquinho moreno disse e beijou minha mão,sorri tanto,nunca nenhum garoto fez isso por mim.

- Sou Matthew! - Um de cabelos castanhos claro disse.

- Carter! - Um garoto de olhos puxados disse.

- Taylor,mas pode me chamar de amor! - Ele diz fazendo cara de charmoso e beija minhas duas mãos,que escroto. Eu o olhei com as sobrancelhas arqueadas e ele rio junto com os outros.

Os garotos conversavam com Aaron e logo entraram na igreja.

- Lox!Jacob! - Aaron gritou e acenou para um casal uma ruiva e um moreno que vieram em sua direção.

- Aaronzinho! - Disse a ruiva o abraçando bem forte.

- Oi cara! - O tal de Jacob disse batendo na mão do Aaron.

- Oii meu nome é Mahogany Lox....Mas pode me chamar de Lox. - Disse para mim.

- Meu nome é Jessica Lincher! - Disse sorrindo.

- Eu sei! - Disse rindo. - O Aaron falou muito de você! - Disse sorrindo e eu olhei com as sobrancelhas arqueadas para Aaron e o mesmo sorriu.

- Oi eu sou Jacob. - Disse o moreno. 

- Oi! 

- Os meninos estão lá dentro! - Disse o Aaron. - Só o Cameron que não chegou ainda.

- A gente vai entrar bro,boa sorte! - Disse jacob,e saiu com a mahogany para entrar na igreja.

- Sua mãe ta demorando! - Falei bufando e ele riu.

- Esta mesmo! - Disse com a mão no bolso da calça social.

- Aaron,cheguei. - Disse Cameron,o garoto do quartinho,fazendo um toque com o Aaron. - Oi Jessica! - Disse me olhando de baixo pra cima  e depois sorriu.

- Oi. - Falei,e eles começaram a conversar,logo meu celular vibrou,olhei e vi que era uma mensagem da Candice dizendo que já estavam chegando.- Aaron sua mãe já esta chegando. - Disse e ele assentiu.

- Vou ir lá dentro! - Disse Cameron arrumando o topete,ele estava de calça jeans,uma camiseta social azul e um sapatenis branco.Ele fez um sinal com a mão e saiu andando para a igreja,Aaron chamou a mulher e ela entregou as alianças para a gente,Becky chegou,ela estava linda,ela entrou com Dustyn o padre falou algumas coisas e logo depois foi minha vez e a vez de Aaron entrar,andava e me sentia incomodada com os olhares em cima de mim,eu sorria e Aaron tambem,os amigos do Aaron ria igual idiotas,chegando lá na frente,o padre falou algumas coisas,mas na hora que eu ouvi essa frase,confesso meu coração apertou.

- Peter Lincher,você aceita Becky Anderson como sua legitima esposa. - O padre disse e meu pai sorriu ao mesmo tempo que Becky,eu me segurei para não chorar,só de pensar que minha mãe já esteve no lugar da Becky meu coração se aperta.

- É claro que aceito. - Disse sorrindo e Becky sorriu mais ainda.

- Becky Anderson,você aceita Peter Lincher como seu legitimo esposo?  - Perguntou e Becky disse que sim,então os dois colocaram as alianças e se beijaram,saíram da igreja,todo mundo foi atras para desejar os parabéns,fiquei brincando com Greyson e Sky,e fiquei conversando com a Candice e o Dustyn,elles são muito legais,a Candice é um doce e o Dustyn é loucão e desengonçado,eles foram conversar com outras pessoas,fiquei ali observando tudo,isso só pode ser um sonho que ainda não acordei,e quando eu acordar,meu pai vai estar com minha mãe,e eu vou morrer de rir por ter sonhado com isso.Logo meu pai se aproximou de mim.

- Você esta linda filha. - Disse beijando minha testa. - Eu vou sentir sua falta. - Disse me abraçando e eu me segurei para não chorar,tinha muita gente ali.Depois do casamento ele ia ir para a sua lua de mel,eles iriam para várias cidades ou até países diferentes,e eu vou ter que ficar 2 meses no apartamento do Aaron,só de falar esse nome da uma raiva.

- Eu tambem pai. - Disse e sorri.

- Você vai ficar bem com o Aaron. - Ele disse fazendo carinho na minha bochecha. - Ele é um ótimo garoto,muito educado e responsável. - Disse e fechei a cara,vai começar a fazer elogios daquele idiota.

- Eu já entendi! - Disse com raiva. 

- Jessica,você está incrivel! - Becky disse assim que se aproximou,sorri para ela e agradeci.

- Vamos ligar todos os dias filha! - Disse o meu pai sorrindo e a Backy assentiu.

- Vou sentir muita sua falta pai. - Disse o abraçando apertado. 

- Eu tambem Jess. - Disse acariciando minha costas.

- Oi pessoal! - Disse o Aaron sorrindo. - Vou sentir falta de você mãe! - Aaron disse a abraçando.

- Eu tambem meu filho! - Disse saindo do abraço e lhe deu um beijo na bochecha.

- Cuida bem dela Peter! - Disse Aaron sorrindo e abraçou meu pai,eu apenas revirava os olhos com isso.

- Pode deixar Aaron sua mãe vai estar segura comigo,eu vou fazer ela a mulher mais feliz do mundo. - Disse o meu pai.

- Acho bom! - Disse Aaron com um sorriso divertido no rosto.

Eles despediam das pessoas,e eles entram no carro e foram embora,na hora que o carro se foi eu me senti vazia,meu pai me deixou,agora eu não tenho ninguem mesmo,se minha mãe tivesse aqui tudo seria diferente,provavelmente estariamos em um parque ou acampando.DROGA,minha vida é uma merda ambulante.

- Oi! - Disse o Cameron me olhando,agora que eu fui ver,quase todo mundo foi embora e eu fiquei olhando para o mesmo lugar onde o carro estava,por quanto tempo eu fiquei aqui parada?

- Oi! - Falei quase em um sussurro,eu tentava de todas as maneiras segurar as lágrimas,não quero que ninguem ache que sou fraca. 

- Deve ser dificil,ver seu pai se casando de novo! - Disse colocando as mãos no bolso da calça.

- Sim. - Disse olhando nos seus olhos e ele sorriu.

- A Becky é como se fosse uma mãe para mim,ela é legal,gentil,divertida e humilde.Você vai se acostumar com isso e vai criar um carinho muito grande por ela.

- É... - Disse dando um sorriso forçado. -Talvez você tenha razão.

- Você é tão linda para ficar triste. - Disse e sorrindo e eu o encarei com as sobrancelhas arqueadas.

- Jessica. - Aaron apareceu,e eu agradeci mentalmente por isso,eu não sabia o que falar,graças a deus pelo menos esse idiota fez algo que preste. - Ah...Oi bro. - Fez um toque com o Cameron - Vamos. - Disse colocando o celular no bolso assenti e fiz tchau com a mão para o Cameron e andei até o carro do Aaron,ele veio logo atras e fomos á caminho do seu apartamento,minhas coisas já estavam lá.

Será que meu pai esta triste igual eu por ficar longe de mim?Ou será que ele esta feliz?Eu me sinto tão sozinha,na verdade eu sempre me senti assim,mas agora é pior,parece que perdi o meu pai,e o Cameron,aquilo que ele falou foi uma cantada ou apenas um elogio?

- Ei! - Aaron me tirou dos pensamentos,o que esse garoto quer!? Revirei os olhos.

- O que é? - Perguntei ríspida e ele suspirou.

- Os meninos vão lá pra casa! - Disse e ficou em silêncio esperando que eu falasse algo,mas eu apenas bufei. - Jess...Eles costumam frequentar bastante minha casa. - Disse.

- Que intimidade é essa para me chamar de "Jess"? - Perguntei fazendo aspas no (Jess).

- Desculpa achei que agora que somos meio irmãos,eu poderia ter mais intimidade com você! - Disse sorrindo mas logo desfez o sorriso por que eu o olhei com raiva.

- Não ache que só por que meu pai se casou com sua mãe,que vamos ser amigos,meio irmão,ou caralho a quatro. - Disse e ele suspirou chateado. - Nunca vamos ter intimidade e nunca vamos ser amigos muito menos meio irmãos. - Disse com raiva e me encostei na janela para olhar a paisagem,ele não disse mais nada,ele estava chateado,mas foda-se,o que esse garoto quer?Já roubou o meu pai de mim,já roubou a pouca atenção que eu tinha,o que mais ele quer?Ele acha que eu vou gostar dele só porque o meu pai gosta,ele está muito enganado.

- Chegamos. -Disse e saiu do carro,sai logo atrás,o prédio é bonito por fora,eu não vim aqui,eu arrumei minhas malas e dei para o meu pai trazer,então eu não sei como que é o seu apartamento. - Vamos. - Disse indo abrir a porta do prédio para mim,mas fui mais rápida e abri passando sem olhar para a cara dele,o prédio é muito bonito por dentro.Fomos em silêncio para o seu apartamento,ele abriu a porta e eu entrei,ele começou a me mostrar os comodos. - Os garotos vão chegar daqui a pouco para almoçar aqui. - Disse e eu assenti,entrei no "meu" quarto e comecei a arrumar minhas coisas no guarda-roupa,ouvi vozes,certeza que os garotos chegaram,tentei não ligar para a barulheira e continuei a arrumar minhas coisas,acabei já era 16:00,me joguei na cama,estava morrendo de sede e sai do quarto,passei pela sala onde os garotos conversavam e assistiam um jogo qualquer de futebol americano.

- Oii Jessica! - Gritou o Jack moreno.

- Oi. - Falei sem ligar,fui para a cozinha e bebi agua.

- Você não vai comer? - Aaron perguntou sentado no sofá.

- Não estou com fome. - Disse e fui para o meu quarto,peguei um short,uma blusa e minhas peças intimas e fui tomar banho,me troquei,fiz um coque no cabelo e fui deitar,fiquei mexendo no celular,depois de um tempo bateram na porta e eu mandei entrar.

- Jessica o Cameron vai dormir aqui! - Disse o Aaron encostado na porta.

- Ta! - Disse dando de ombros.

- Já é 19:00,e você não comeu nada.

 - Não estou com fome! - Disse me levantando,sai do quarto fui para a cozinha,Cameron estava encostado no balcão conversando pelo telefone,quando me viu sorriu e eu devolvi,DROGA JESSICA!! como assim você  você sorri de volta para ele.

- Só um minuto. - Disse para a pessoa do outro lado da linha. - Aaron,que sabor vamos escolher!? - Gritou e eu tampei o ouvido rindo,e ele riu tambem.

- Calabresa! - Aaron gritou de volta.

- E você Jessica? - Perguntou me olhando.

- Não vou comer! - Dei de ombro.

- Vai sim. - Disse sério. - Não te vi comer nada durante o dia.

- Não estou com fome. - Disse colocando água no copo.Ele não falou mas nada e continuou a fazer o pedido pelo telefone,bebi água e fui para o meu quarto.

(...)

- Jessica a pizza chegou! - Cameron falou assim que entrou no meu quarto. - Vem comer! - Falou e eu neguei com a cabeça. - A qual é Jessica! - Falou e eu bufei.

- Ta bom. - Levantei e fui para sala onde tinha 3 caixa de pizza na mesinha no centro da sala,Aaron estava mexendo no celular,me sentei no outro sofá bem longe dele,Cameron e Aaron começaram a jogar video game,eles gritavam que nem idiotas enquanto eu mexia no celular,eles comeram 2 caixas inteiras de pizza,e eu comi um pedaço,como eles aguentam a comer tanto assim?A campainha tocou e eu fui atender,uma loira e uma morena estavam ali,com roupas extravagantes,elas me olharam de cima a baixo com cara de nojo.Ixi quem são essas peruas?

- Posso ajudar? - Perguntei com as sobrancelhas arqueadas.

- O Aaron e o Cameron ai? - Perguntou com cara de bunda.

- Aaron! - Gritei. - Tem duas garotas aqui,procurando por você! - Gritei e ele com o Cameron vieram rapidamente na porta.

- Carey,Amber! - Aaron exclamou. - Entrem. - Disse e elas entram a morena correu abraçar o Cameron,enquanto a loira abraçava o Aaron.

- Que saudade Camzinho. - Disse a garota para o Cameron na maior falsidade,revirei os olhos.

- Carey,essa aqui é a Jessica,filha do marido da minha mãe! - Aaron me apresentou para a loira chamada Carey,ela deu um sorriso falso e falou:

- Prazer em te conhecer! - Disse apertando minha mão.

- Essa daqui é a Amber! - Cameron disse sorrindo e a meninas me abraçou na maior mau vontade do mundo.

- Foi um prazer te conhecer Jessica! - Disse com uma voz irritante e sorriu falso.

- Já deu minha hora! - Disse andando na direção do corredor. - Boa noite ai! - Falei e entrei no quarto.O que aconteceu comigo?Porque eu senti ciumes deles?Eu devo estar louca,vou dormi que ganho mais.

Tento pegar no sono mais com essas garotas rindo igual hienas não da,fiquei mexendo no celular e vejo uma mensagem da minha amiga Natasha,me chamando para uma festa na casa do Jake,ele é um carinha que estudou comigo,ele é muito gato,respondi falando que eu ia.Eu que não ia ficar aqui ouvindo essas putas rirem e ficar falando merda.Levantei da cama e coloquei um short rasgado,uma regata preta,com um colar,um all star branco,soltei meu cabelo deixando com algumas ondas lindas,fiz uma maquiagem simples:rímel,delineado de gatinho,contorno no rosto e um batom vinho,peguei minha bolsa e coloquei dinheiro,meu celular e o batom para eu retocar depois,olhei no relógio em cima do criado mudo que fica do lado do porta retrato da minha mãe e era 21:30.

Sai do quarto,eu ouvia risadas e gritos,fui saindo de fininho para que ninguém me visse mas foi em vão.

- Onde você vai Jessica? - Ouvi o Aaron falar,me virei e ele estava sentado do lado da Carey,e o Cameron estava no outro sofá com o braço no ombro da Amber,porque ele ta com o braço no ombro daquela nojenta?afff eu mereço!! todos me olhavam,elas com cara de bunda.

- Eu vou sair! - Disse como se fosse obvio.

- Para aonde? - Perguntou com os braços cruzados...iiiihhhh esse menino pensa que é quem? Meu pai?

- Acho que não te interessa! - Disse ríspida.

- Olha Jessica já é tarde da noite,é perigoso e seu pai me deixou cuidando de você! - Disse tentando se manter calmo.

- Eu não sou nenhum bebê caralho! - Disse irritada. - Eu tenho a porra de dezoito anos,e não preciso de nenhuma babá! - Disse e ele ficou perplexo que nem o Cameron,as garotas ficaram com cara de cú,sai do apartamento batendo a porta encostei nela e respirei fundo.

(...) 

Cheguei na festa,paguei o taxista e entrei na casa,estava cheio de gente,todos bebendo e dançando,outros se catando,comecei a procurar a Natasha pela festa,mas nada dela,resolvi ir até o bar,peguei um copo de vodka e comecei a beber e fiquei observando o movimento.

- Amiga. - Olhei e vi que era a Natasha.Eu conheço a Natasha desde a epoca da escola,ela é incrível,super gentil e educada.

- Nath!!! - Gritei e a abracei.

- Como vai a vida amiga! - Disse rindo assim que se soltou do abraço.

- Vai uma merda,você sabe eu não sou mas a mesma,eu mudei bastante,antes eu era a inocente e princesinha da mamãe e do papai,agora eu estou sozinha e fiquei a chata durona. - Disse rindo e ela rio.

- Você não esta sozinha Jess,e seu pai? - Disse a Nath tomando água.

- Meu pai ta na lua de mel dele,vai ficar 2 meses fora. - Disse virando o copo de vodka.

- Pega leve Jess! - Diz a Nath preocupada.

- Relaxa Nath,vamos curtir a festa. - Disse bebendo mais um copo de vodka,e puxei ela para a pista de dança,começou a tocar deja vu da beyoncé,eu e a Nath começamos a danças no ritmo da musica,eu e a Nath riamos as vezes,logo senti um par de mãos na minha cintura,continuei a dançar e quando me virei vi que era Jake,sorri e ele tambem.

- Jessica Lincher esta de volta! - Disse sorrindo.

- Mas é claro querido! - Disse rindo e ele tambem rio.

- Sumiu porque? - Perguntou bebendo um gole da sua bebida.

- Problemas! - Disse e ele rio.

- Você só se mete em problemas Jess! - Disse rindo e eu ri.

- Fazer o que né,é a vida! - Disse e ele sorriu.

- Oi Natasha! -  Ele disse abraçando minha amiga que conversava com Dave,Dave é amigo do Jake.

- Oi Dave. - Disse o abraçando.

- Vamos conversar lá no quintal,aqui ta muito barulho! - Disse Jake e assentimos,fomos para o quintal e sentamos em uns banquinhos que tinha,ficamos conversando e relembrando o tempo da escola.Depois que minha mãe morreu eu mudei,comecei  a ir para as festas e foi aonde eu comecei a conversar com o Jake,e a Natasha com o Dave o melhor amigo dele,mas depois eu sumi dessas festas e comecei ir para as baladas,com umas amigas minha.

- Alguém quer mais bebida? - Jake perguntou.

- Eu quero. - Disse embolado e ele assentiu.Eu bebi um monte de vodka,whiski e cerveja.

- Vou lá e já volto. - Disse e entrou na casa.

- Nossa já ta tarde,tenho que ir. - Disse vendo que era quase duas e meia da manhã.

- Sério amiga? Fica mais um pouco! - Disse a Nath.

- Não dá tenho que ir! - Disse e a abracei,e abracei Dave quase caindo mais abracei.

- Tchau seres humanos. - Disse enquanto eu entrava na casa,tentava ir até a porta principal mais estava cheio de gente.

- Onde a senhorita pensa que vai sem me dar tchau! - Disse Jake me puxando pelo braço,nossos corpos ficaram colados.

- Ta tarde,eu realmente preciso ir. - Disse fazendo careta e ele rio.

- Eu vi sua foto do casamento hoje. - Ele disse. - Você estava linda. - Disse perto do meu ouvido e eu me arrepiei.

- Obrigada! - Disse sorrindo.

- Não a de que princesa. - Disse e sorriu me arrepiei inteira,esse sorriso me deixa louca,ele foi chegando perto e logo colou nossos lábios,começamos um beijo lento cheio de desejo suas mãos apertavam minha cintura enquanto eu puxava seus cabelos,quando o ar se fez necessário nos afastamos ele sorriu e eu tambem,ele me deu um selinho e me abraçou.

- Eu tenho que ir. - Sussurrei em seu ouvido. 

- Você vai ir do que? - Perguntou.

- Táxi. - Disse dando de ombros.

- Você esta bêbada,deixa que eu te levo. - Disse me puxando para fora da casa,eu tentava o acompanhar,realmente eu não estava muito boa,ele me colocou no carro,e entrou logo dando a partida,o caminho inteiro fui explicando aonde ficava o prédio do Aaron,quando chegamos ele parou o carro me olhou e sorriu.

- Está entregue! - Disse com aquele sorriso perfeito.

- Obrigada. - Disse e o beijei. - Tchau. - Disse e pisquei para ele,sai do carro e adentrei o prédio,peguei o elevador,abri a porta que não estava trancada e entrei logo fechando a porta,estava tudo escuro,mas eu podia ver a bagunça que a sala estava,andei até a cozinha e acendi a luz meu coração gelou na hora.

- Que susto! - Disse pondo a mão no coração e Cameron rio.

- Desculpa. - Disse e eu fui do seu lado da pia para beber água. - Você esta cheirando a bebida alcoólica. - Disse fazendo careta. 

- Obrigada! - Disse rindo e ele me olhou com as sobrancelhas arqueadas e sério. - Não foi uma piada? - Perguntei parando se rir ao ver sua cara.

- Não. - Disse. - Você deixou a gente preocupado e volta fedendo puro álcool. - Disse cruzando os braços.

- Aff meu Deus do céu! - Disse falando embolado. - Qual o seu problema? - Perguntei incrédula.

- Qual é o Seu problema? - Disse reforçando o "seu". - Você sabe que é perigoso sair sozinha e voltar essas horas. - Ele disse de braços cruzados.

- FODA-SE. - falei alto. - Porque você não vai dar lição de moral para a sua namoradinha e me deixa em paz! - Disse e fui para o meu quarto,me joguei na cama e peguei no sono.


Notas Finais


O que acharam?
Até a próxima pessoal. Bye Bye....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...