História Minha Obsessão - Jikook - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook, Namjin
Visualizações 263
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Depois de muito tempo, resolvi aparecer
Espero que gostem

Capítulo 5 - Entregue aos seus encantos


- O que você quer aqui, JungKook? - Digo com um tom irritado. Caminho para frente, indo em direção a calçada da minha casa.

- Vim para conversar com você. - Ele para em minha frente com rapidez, me impossibilitando de seguir em diante.

- Conversar? Agora você quer conversar?. Passou o dia todo sem dar um sinal de vida e agora aparece com essa cara de pau, dizendo que quer conversar. - Eu estava bastante irritado com JungKook, como ele pode sumir por um dia todo e depois fingir que nada tinha acontecido.

- Me desculpe estressadinho. - Ele rir, o que me deixa ainda com mais raiva. - Hoje eu fiquei até tarde em reunião, e logo depois a idiota da minha secretária derramou café sobre meu celular. Então fiquei impossibilitado de falar com você. 

Bom, agora tenho certeza que estou com cara de idiota em frente a ele. Eu e minha enorme preocupação com as pessoas.

- Depois dessa explicação, você deve está me achando um idiota agora. - Eu mantinha um sorriso completamente sem graça em meu rosto.

- Eu não sabia que você era tão ciumento assim. - Ele rir achando graça da situação. 

JungKook me puxa pela cintura, fazendo nossos corpos ficarem colados. Ele envolve suas braços em minha cintura. Cinto todo meu corpo se arrepiar, respondendo ao seu toque.

- Eu não sou ciumento. - Resolvo falar. - Eu apenas estava preocupado com você. - Digo com sinceridade. Logo vejo seus olhos se assustarem, mas ele logo se recompõe, sustentando um pequeno sorriso em seus lábios.

- Fico feliz em saber que se preocupa comigo. Não existem muitas pessoas que tenham esse sentimento por mim. - Sua voz era verdadeira, e sorrio com isso.

Sorrio fofo e levo minhas mãos até seu rosto, faço um carinho no local enquanto observo seus olhos.

- Você é uma boa pessoa, é claro que iria me preocupar com você. 

- Espero que continue pensando assim. - Ele fazia um delicioso carinho em minha cintura, ne fazendo ficar completamente entregue as suas caricias.

 

JungKook me puxa lentamente, até meu corpo seu chocar contra a lataria de seu carro. Fazendo assim, nossos corpos se unirem cada vez mais. O mais velho passeia suas mãos por cada centimentro de minhas costa, me fazendo ter leves espasmos. Ele mantinha o olhar fixo em minha boca. Ele leve uma de suas mãos até meu rosto, e lentamente começa a traçar o contorno dos meus lábios.

- Você não sabe a vontade que eu estou de experimentar os seus lábios. - Seu olhar transbordavam luxúria. Mordo meus lábios lentamente, e isso pareceu o provocar.

- Então porque não beija? - Eu estava tão entregue. Desejava sentir sua boca contra a minha. Sentir o gostoso que seus lábios poderiam ter.

- Você é tão maravilhoso para mim. Eu não quero que sua pureza se acabe com uma pessoa tão suja quanto eu. - O olhei sem entender sobre o que ele estava falando.

- O que você quer dizer com isso? - O questiono. - Você não é sujo, você é perfeito. - Levo minhas mãos até seus cabelos e acaricio o local. - E mesmo se você fosse sujo, eu não me importaria de ficar sujo junto com você.

Foi nesse momento que seus olhos brilharam. JungKook passou a mão por minha nuca e selou sua boca contra a minha. Guiei meus braços em volta de seu pescoço, aproveitando cada pedacinho do beijo. Ele levou sua mão até minha bunda, apertando o local de leve. O mais velho pediu passagem para a sua língua, explorando cada centímetro da minha boca. Nossoas línguas travavam uma batalha onde nenhum dos dois queriam sair vencedos. 

Dei um gemido baixo quando o sentir apertar minha bunda com um pouco mais de força. Levei minhas mãos por seu peitoral, passando minhas unhas por seu peitoral, ainda por cima da camisa.

JungKook começou a distribuar beijos por meu pescoço, me fazendo ficar completamente arrepiado. Sentia sua ereção começar a se formar, pressionando minha perna esquerda.

Ele pega uma de minhas mãos e leva até seu membro por cima da calça. Eu podia sentir em meus dedos o quanto ele estava duro.

- Está sentindo? Ele está completamente duro por você. - JungKook mordeu os lábios ao apertar minha mão em torno de seu membro.

Mantive minha mão ali, completamente sem graça. Ainda timidamente, começo a fazer leves movimentos, já sem o auxilio sem sua mão.

JungKook voltou sua boca ao meu pescoço, passando a deixar chupões pela extensão.

- Quero tanto me afundar dentro dessa sua bunda gostosa. - O ouço falar perto dou meu ouvido e logo em seguida sinto um tapa em minha bunda.

Foi nessa hora que voltei a realidade. O olhei assustado e me afastei bruscamente de JungKook. 

- O que aconteceu, meu anjo? - Ele me olhava sem entender. Tentou se aproximar, mas me afastei ainda mais.

- Não podemos fazer isso. Estamos no meio da rua, em frente a minha casa quase transando. - Eu respirava calmamente, tentando voltar a realidade.

- Eu não vejo problema nenhum nisso. - JungKook solta um riso debochado.

- Mas eu sim. Eu não sou qualquer um, tenho meus principios. Não sou como essas pessoas com quem você deve está acostumado a sair.

- Me desculpe! Em nenhum momento eu pensei que você fosse qualquer um. Eu apenas não consigo me controlar quanto estou perto de você. - Ele volta a se aproximar, envolvendo os braços delicadamente sobre minha cintura.

- Eu apenas quero que vamos com mais calma. Não quero apressar as coisas. - Fixo meus olhos nos seus.

- Tudo bem meu pequeno anjo, vamos tomar todo o tempo que você quiser. - Ele tinha um sorriso tão lindo que me fazia esquecer de todas as coisas.

JungKook deu um beijo na ponta do meu nariz e sorriu.

- Eu tenho que ir agora. Ainda tenho que revisar uma papelada para amanhã, mas prometo que irei te ligar.

- Tudo bem. Boa noite e não fique até muito tarde acordado. 

O acompanho até o carro. O espero entrar e me debruço sobre a janela, roubando um selinho de seus lábios.

- Digo o mesmo pra você, não vá dormir muito tarde.

Espero JungKook partir. Assim que seu carro vira a esquina, tomo coragem para entrar em casa. Eu estava com um enorme sorriso em meus lábios, mais também muito envergonhado pelo o que tinha acabado de acontecer lá fora. Não estava acreditando que tinha quase perdido minha virgindade na porta de casa.

Acendo a luz da sala e tomo um terrível susto ao perceber a presença de minha omma sentada na poltrona, me encarando de jeito nada bom.

- Posso saber quem é o cara com quem você estava se agarrando, Jimin?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...